História Triângulo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope)
Tags Centric Hoseok, Jhistory, Jhstynatal
Visualizações 2
Palavras 456
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem da leitura.

Capítulo 1 - Único



~oÕo~


Antes mesmo de nascer, Hoseok era alguém muito amado por toda sua família, seu nascimento foi considerado um milagre já que sua mãe tinha problemas e a gravidez era de risco e, antes de engravidar, era alguém com baixa probabilidade de ter um filho biológico.


Ao nascer, foi muito mimado por todos os parentes. Cresceu em um lar repleto de amor e em uma família tradicional.


Quando se descobriu gay aos 14 anos, foi uma coisa inesperada para o garotinho da mamãe.


Sua aceitação foi longa e dolorosa, até entender que ser gay era algo normal, que você nasce assim, e não uma doença que muitos falavam que era.


Quando contou as pessoas mais próximas como era, alguns se afastaram obviamente, sua família cruelmente ignorou essa parte sua e fingiu que tais palavras nunca foram ditas.


"Eu sou gay". Disse o moreno na frente de ambos os pais.


Passou a ser ignorado em sua própria casa por aqueles que mais deveriam lhe amar.


Hoseok amou romanticamente uma única pessoa em todo seu curto período de vida, se considerarmos a idade que o mesmo foi brutalmente espancado até a morte.


Não! Não se assustem, ele foi feliz antes de morrer, sua morte foi apenas uma tragédia por conta de como ocorreu, mais em geral, ele foi feliz.


Mesmo sendo constantemente ignorado.


Xingado.


Maltratado com palavras.


Mais apesar de tudo, ele foi amado.


Sim, ele foi amado por sua família claro, antes da frase ser dita.


Mais ele teve alguém que o ajudou a enfrentar sua tristeza.


Quando foi expulso de casa quando foi visto com o garoto, o mesmo lhe acolheu e cuidou de seus machucados externos e internos.


Hoseok não deixou de sorrir, pois apesar de ter todos os motivos para deixar de sorrir, ele não parou, pois ele tinha um único motivo para sorrir e isso lhe bastava.


Então sim, ele foi feliz.


O triste dessa história fatídica foi que tudo ocorreu em uma noite de natal, o feriado preferido de Hope, como foi passado a se chamar por aquele que mais lhe amou, independente de suas diferenças e principalmente por todas suas imperfeições.


As casas estavam iluminadas no caminho que estava seguindo do trabalho, decorações de natal eram o enfeite da noite escura. Os pisca pisca brilhavam em diversas cores, essa foi a última visão de Hoseok.


Mais seu último pensamento na noite de natal tão bela antes de cair em um mar de escuridão para não mais acordar foi:


"Me arrependo de ter lhe deixado para trás meu amor, eu fui muito feliz ao seu lad..."


No dia de seu velório, o sorriso brilhante como o sol não foi visto, somente o triângulo que sua boca formava quando estava triste.


~oÕo~


Notas Finais


Sim, final triste, comentem e falem o que acharam, dêem favoritos pra mim saber se gostaram.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...