História Triângulo amoroso - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aluna, Drama, Irmão, Lesbicas, Professor, Romance
Visualizações 23
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Que noite boa


Pov's Anália

 Eu fiquei nas nuvens desde o beijo meu e do Lance, mas já estava tarde então o Alex se ofereceu para me levar até em casa, eu me despedi de todo mundo e fui embora. No meio do caminho eu e o Alex não falamos na nada até ele para na frente da casa dele vira para mim e fala.

-O beijo com o Lance foi bom né ?-Ele pergunta olhando para mim.

 -Como soube ?-Olho para ele nervosa. 

 -Eu não nasci ontem ok Anália Cooper, eu vi o seu batom borrado.-Ele diz com raiva. 

 -Esta com ciúmes sr.Walker-Falo em um tom provocativo. 

 -É estou sim, por que ?-Ele fala colocando sua mão na minha coxa.

 -Não vejo o porque.-Eu falo bem sexy, eu tinha bebido um pouco então era por isso. 

 -Anália ainda não entendeu que eu tô apaixonado por você.-Ele fala quase chorando.

 -Tadinho do meu professor.-Eu coloco minhas mãos em sua face. 

 -Ta me provocando Senhorita.-Ele diz me puxando para o seu colo. 

-Talvez sim, talvez não.-Eu falo 

 -Garota você me deixa louco.-Ele me beija e passa sua mão por todo o meu corpo a gente se separa e eu digo.

 -Não vamos fazer aqui né.-Eu falo saindo do colo dele. 

 -Ta razão.-Ele sai do carro abre a porta pra mim e me pega no colo. 

 -O que tá fazendo ?-Pergunto rindo. 

 -Você vai ver.-Ele abriu a porta da casa dele e me levou lá pra cima a gente entrou em um quarto e ele me jogou na cama.

 -Você tá apressado.-Ele não fala nada só volta a me beijar ele tira a sua camisa e também tira o meu vestido. Eu tiro a sua calça e ele tira o meu sutiã e a minha calcinha.

 -Espera Alex, eu ainda sou virgem.-Falo tímida. 

 -Não se preocupe eu não vou te machucar.-Ele fala tirando sua cueca. 

-Ta bom eu confio em você. 

 Assim que ele escuta o que eu disse ele sobe em cima de mim e me beija, ele desce sua boca ate os meus seios ele os chupa me fazendo soltar um gemido.Ele penetra o seu pênis em mim e começa fazer movimentos devagar e depois começa a acelerar, eu arranho as suas costas, ele nem parece ligar apenas continua.Não demora muito até ele gozar dentro de mim.

 -A-Alex......eu t-te amo.-Eu falo em meio aos gemidos.

 -Eu também minha querida.

Ele se deita ao meu lado cansado e suado,eu deito em seu peito e ele faz carinho em meus cabelos.

 -Ainda bem que amanhã é sábado.-Falo quase dormindo.

 -É verdade, agora dorme um pouco.-Ele beija o topo da minha cabeça. 

-Ta bom.-Eu pego no sono e durmo profundamente. 


 10:34 da manhã do outro dia...


 Eu acordo e lembro da noite passada, passo minha mão do meu lado e não vejo o Alex, até que vejo ele entrando na porta. 

 -Já acordou.-Ele fala com um sorriso lindo.

 -Já e to morrendo de fome.-Falo rindo. 

 -Por sorte eu fiz o café da manhã, pode pegar uma camisa minha emprestada e descer para comer.-Ele diz me dando um camisa dele. 

 -Ok.- Eu coloco a camisa e ou sou muito baixa ou ele é muito alto porque essa camisa parece um vestido. 

 -Ficou linda.-Ele me dá um selinho.

 -Vamos logo comer.-Eu desço as escadas correndo, e vi a mesa estava cheia de coisa gostosa.

 -Eu fiz pão de queijo, tem algumas frutas e um suco natural de uva.-Ele diz se sentando na mesa. 

 -Que coisa chique ein.-Falo rindo. 

 -Tudo para você.-Ele também está rindo.

 Nós comemos e o meu celular toca era a Alana, perguntando se poderia me ver, eu disse "Tá bom pode vir na casa do Alex", ela deu um grito e disse que iria chegar logo.    

-Alana vai vir aqui daqui a pouco, tudo bem ?-Pergunto tomando o suco.

-Claro por que não ?-Ele sorri.

A gente termina que comer e espera a Alana chegar.              


Continua...   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...