1. Spirit Fanfics >
  2. Trilogia guerreiros livro 1: O assassino (Finalizado) >
  3. Capítulo V

História Trilogia guerreiros livro 1: O assassino (Finalizado) - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo V


Fanfic / Fanfiction Trilogia guerreiros livro 1: O assassino (Finalizado) - Capítulo 6 - Capítulo V

Eleonor

  Minha mente girava como um corcel selvagem incapaz de ser domado, o loiro de olhos cinza controlava meus pensamentos, eu devia odiá - lo por tudo que ele fez ao meu povo... Mas não consigo ele consegue mexer com uma parte de mim que não consigo controlar. Estou limpando minha espada com Mason aparece e retira o capuz revelando seus magníficos cabelos negros, um contraste com seus olhos azuis. Ele parecia satisfeito consigo mesmo, e me sorriu de um modo terno.

- O humano não resistiu aos meus jogos mentais e desmaiou; seu sorriso se alarga- Quando vai mata - lo?

- Eu não sei se quero mata - lo...

- Vocês fadas são muito sentimentalistas; balança a cabeça em sinal de desaprovação - Se dependesse de mim ele já estaria morto.

- Não fale das fadas, sendo que sua mãe era uma; vejo dor em seus olhos - Eu lamento muito...

- Isso é certo, gostaria que não falasse mais dela, a dor ainda machuca bastante; limpa uma lágrima - mas meu avô era um elfo, o que me torna um deles.

- E não se esqueça de seu pai humano.

- Gostaria que não me lembrasse disso; fica emburrado - Eu gosto... Gosto muito de você Eleonor e...

- Já conversamos sobre isso e é melhor eu ver como o prisioneiro está.

- Cuidado com ele, apesar de acorrentado pode te causar algum dano; me olha sério - Apenas tome cuidado...

- Ainda me lembro como usar uma espada; mostro minha arma  limpa e reluzente - Se ele tentar algo saberei como me defender.

  Chegando na masmorra eu encontro o prisioneiro desacordado então entro entro em sua cela, e me aproximo dele. Seus cabelos estão úmidos de suor, suas feições estão suaves de um modo que jamais ficam quando ele está acordado, sempre alerta. Eu não resisto e passo minhas mãos em seu rosto e passo meus dedos por algumas leves cicatrizes. Seria o momento perfeito de acabar com o assassino de meu irmão, ainda pego no cabo de minha espada, mas paro e volto a contemplar a beleza daquele homem que eu deveria por fina força odiar. Percebo que está na hora de ir embora, mas antes de ir ainda acaricio seu lindo rosto... Lindo demais para um mortal, percebo que ele está acordando e rápida como sempre vou embora, com meu coração batendo acelerado, o que estava acontecendo comigo? Não posso desejar o assassino de meu irmão, Jack, segundo no comando dos dragões negros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...