1. Spirit Fanfics >
  2. Trindade Literária >
  3. Água e um novo sentimento

História Trindade Literária - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Água e um novo sentimento


 

 Apaguei mais um cigarro enquanto olhava para o céu, estava realmente difícil de encontrar patrocinadores para o meu filme, rodei a cidade inteira e até agora nada. Resolvi dar uma volta pelo parque observando a paisagem, que estava bastante aconchegante nessa noite, enquanto pensava em alguma forma de resolver meus problemas.
  -SAI DA FRENTE!- foi a última coisa que ouvi antes de sentir algo bater contra as minhas costas e cair na água gelada do lago. Grunhi enquanto levantava vendo todo meu trabalho se espalhando pela água, tentei o mais rápido possível juntar eles, mas já era, todo meus esforço por meses foi destruído, não dava pra utilizar ou ler quase nada.
 -QUEM FOI O CANA...- virei para a pessoa que me derrubou, que estava quase tão molhada quanto eu e antes que eu terminasse a frase nossos olhos se encontraram, nunca tinha visto olhos tão belos como o dela e por um momento fiquei hipnotizado pelo tom de carmim misturado com a luz do luar- Ahhh....é.... me desculpe, não ouvi você chagando
 - Eu que tenho que me desculpar, minha bicicleta perdeu o freio e não consegui parar há tempo, você se machucou?
 - Não, não, eu estou bem e você? Deve ter doido cair da bike.
 - Felizmente não, seu corpo amorteceu a queda- rimos juntos da situação até ela parar por um momento e ver meu antigo roteiro que continuava espalhado, no qual ela começou a tentar juntar- Ai meu deus, eu estraguei seu trabalho, me desculpe mesmo.
- Haha, acho que a maioria das nossas falas no último minuto tiveram a palavra “desculpa”, mas tá de boas, eu tenho eu tenho ele salvo, não se preocupe com isso, foi só um acidente- Menti, eu realmente espero que eu tenha ele salvo em algum lugar.
 Pegamos o máximo de papeis possíveis e tiramos a bicicleta do lago, ela se desculpou mais uma vez e fomos conversando até o fim do parque, onde nos despedimos e tomamos caminhos diferentes. Quando cheguei em casa já ouvi meu gato reclamar de fome, enchi a vasilha dele e fui para o banheiro tomar um banho, não demorei muito, afinal tinha que acordar cedo amanhã para trabalhar e depois continuar minha busca.
 Enquanto me secava procurei pelo meu notebook na zona que chamava de quarto e felizmente eu tinha uma cópia do filme, suspirei aliviado e me deitei na cama pensando no “encontro” que tive mais cedo, essa garota me encantava de uma maneira que nunca senti na minha vida, até mesmo os filmes não me encantavam tanto, espero ter a sorte de me encontrar com ela novamente.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...