1. Spirit Fanfics >
  2. Trio Das Ômegas Taekook-Vkook >
  3. Bônus --- Cio na Cabana e noite especial Taekook

História Trio Das Ômegas Taekook-Vkook - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Oi! Então eu volteiiiii... Esse bonûs é TaeKook e Mijem.

Boa leitura e beijos com queijos amores💖💜😻

Capítulo 17 - Bônus --- Cio na Cabana e noite especial Taekook


Fanfic / Fanfiction Trio Das Ômegas Taekook-Vkook - Capítulo 17 - Bônus --- Cio na Cabana e noite especial Taekook

- Tae calma! Daqui à pouco chegamos - falou segurando mais as coxas do ômega 'pro mesmo não cair -.


- Estou ancioso me deixa! Será se fizemos bem em deixar Ji e Mi na cabana sozinhos? - ele estava preucpado,não deixavam seus filhos sozinhos. Mais seu marido queria um tempo à  sós com ele,então não negaria isso à ele. Ainda mais com a rotina dele,era ele nas salas de dança e o outro na empresa de fotografia -.


- Amor eles já tem seus quinze anos,não se preucupe tanto -falou e logo avistou o que queria entre as àrvores.  - estamos chegando príncipe.


- Queria entender o por que sempre que você quer fazer uma surpresa tem que ser na floresta? - Ele falou estranhando estarem novamente na floresta - não tem nada  aqui como chegamos?


- Fecha os olhos Tae - mandou manso - não vale espiar okay? - Tae fechou os olhos,jungkook continuou andando até ficar mais perto da àrvore. Ajeitou seu ômega nas costas e subiu a escada da àrvore,era uma casa na àrvore que ele construio 'pra fazer uma surpresa ao ômega. Tirou o ômega que ainda estava de olhos fechados e o sentou no puff,olhou ao redor e viu tudo no seu devido lugar - Pronto pode abrir...


Tae abriu os olhos e viu que estava em uma casa de madeira,provavelmente uma casa na àrvore ou uma cabana? Mais pelo tamanho estava mais 'pra uma casa na àrvore mesmo. Olhou 'pra toalha no chão e viu Kimchi,bibimbap,japchae e bulgogui que era uma sobremesa favorita dos dois,viu tambem um bolo se chocolate com sorvete de morango como sobremesa e tinha um vinho tinto como bebida. Estava tudo muito lindo na visão dele,o local era iluminado pelas lamparinas espalhadas pelo cômodo.


- Isso aqui está lindo amor - ele disse emocionado - por que você é tão romântico e perfeito?


- Não sou perfeito. Só dou o meu melhor 'pra você - o abraçou por trás - você merece saber que o meu amor por você nunca vai acabar.


- 'Pra mim você é o mais perfeito marido de todos. Te amo Kookie Bunny - falou fazendo carinhos nos braços fortes do marido - mais agora eu quero comer tudo isso amor,você quer que eu engorde? Me dá tanta comida eu nem eu sei  como não sou gordo - falou rindo -.


- Talvez por que você dança muito e transa muito comigo? - falou brincando - mais você gordinho deve ser lindo do mesmo jeito.


- Ashi.. para! Eu ainda fico com vergonha quando me elogia. - falou corado -.


- E eu amo quando você cora - deu um beijo na bochecha dele -.


Depois de comerem e se sentirem satisfeitos Tae começou a explorar o local,nele havia fotos deles de quando se conheçeram,do dia na cachoeira,do casamento,da lua de mel, da gravidez,do dia em família que tiveram com seus amigos à alguns anos atrás e no de dias atrás quando estavam em Busan. Fotos de diversos lugares com eles e fotos de seus filhos e amigos,era lindo. Viu uma cômoda e a abriu,deu um sorriso malicioso e virou 'pro marido.


- Amor você pode descer lá em baixo rápidinho? É que quero fazer uma coisa 'pra você. - falou desejando que ele não perguntasse muita coisa -.


- Hm?... tudo bem... - saiu de lá e desceu as escadas esperando que o ômega lhe chamasse -.


Taehyung tirou o sutiã e a box,pegou um conjunto de lingerie preta sexy e a vestiu,aumentou seus feromônios e seu cheiro.


- Pode subir amor - ele pegou seus "brinquedos" e os colocou perto da "cama" de forros no chão e viu o amado entrar no local. Jungkook o olhou de cima a baixo e mordeu os lábios já sentido seu membro endureser nas calças. O cheiro de seu ômega estava por todo canto,estava louco 'pra fuder com ele.


- Acho que está ficando mais gostoso a cada ano Tae... um puta gostoso que mexe com a minha cabeça,tanto à de cima quanto à debaixo - caminhou até o outro e o puxou pela cintura,mordeu o lóbulo da orelha do outro e falou -deixa o daddy te fuder baby.


- Sim... mais o daddy não acha que está com muita roupa? - abriu um sorriso safado 'pro moreno que retribui - vamos começar com isso aqui - tirou a camisa dele indo até a cós da calça dele - e agora isso - tirou a calça e a box - senta no puff daddy - falou o ômega autoritário e sexy, o moreno fez o que lhe pedido vendo seu ômega se por entre suas pernas e masturbar seu membro eréto e molhado de pré-gozo. Tae masturbou o membro do outro e lambeu só a cabecinha inchada,lambeu todo o falo duro logo abocanhando o mesmo,Jungkook gemeu e levou suas mão até os fios loiros -.


- Deixa o-o daddy fuder sua bo-quinha baby? - Tae apertou as mãos da marido como sinal que poderia,ele relaxou a garganta e esperou pelo marido começasse. Jungkook meteu na boca do outro sentido aquele prazer desproporcional que sempre sentia,foi estocando até sentir seu pau endurecer mais e suas veias saltarem uma,duas,três e na quarta estocadas se derramou na boca do outro que engoliu tudo como se fosse a coisa mais gostosa do mundo - acho que agora é minha vez de satisfazer meu baby néh?.


disse ofegante jogando o outro na "cama" se pondo entre suas pernas,tirou a calsinha do outro e viu o membro saltar 'pra fora cheio de pré-gozo e a entrada piscando com lubrificação natural escorrendo em abundância pela mesma,sua boca salivou e abriu as banda da bunda de seu garoto,rodeou sua língua na entrada piscante do outro que se contorseu buscando por mais contato. Penetrou sua língua estocando o músculo rápido e forte no parceiro.


- M-mais Kookie... A-anw - gemeu quando o moreno adicionou três dedos estocando no mesmo ritmo que a língua,a outra mão foi até seu membro o masturbando tambem. Ele sentia que iria gozar à qualquer momento,mais como o  marido que tinha o mesmo parou tudo - p-porque parou?


- Baby você vai gozar calma. Mais só quando eu te comer bem gostoso de quatro - disse malicioso - de quatro príncipe.


Tae acatou a ordem e ficou de quatro na "cama", jungkook masturbou seu pênis e levou até a entrada do parceiro passando no meio das bandas,parou de enrolar e entrou tudo de uma vez vendo o outro gemer como a sí támbem. Esperou uns minutos dando beijos nas costas do amado,quando pensou que o outro estava acostumado começou a estoca-lo rápido e fundo tocando de imediato a próstata do outro que gemeu alto.


- Geme 'pra mim baby... - deu um tapa estalado na nadega.


- Me foda mais d-daddy A-anw. Come meu cúzinho - outro tapa foi dado no mesmo - jung-kook...


- Vou marca sua bunda gostosa todinha - saiu de dentro dele e o deitou na "cama". O penetrou novamente entrelaçando os dedos deles e as penas em sua cintura,foi estocando mais e mais no interior dele até seu pau encher de veias,beijou afobado o outro e o masturbou,o beijo foi cheio de fome,desejo e lúxuria ao mesmo tempo. Depois do beijo Tae gozou nos abdômens e jungkook em seu interior. Jungkook abraçou o outro deitado nessa espécie de "cama".


- Eu nunca vou cansar de dizer eu te amo Jeon Kim Taehyung - beijou a bochecha dele -.


- Eu tambem te amo amor - se aconchegou mais no peito dele -.



[...]



- Você sabe onde o Appa vai fazer a surpresa 'pra omma oppa? - Ji perguntou 'pro irmão mais velho por cinco segundos -.


- Não desvia do assunto Ji! Você vai entrar sim,vem logo antes que eu te carreguei aqui 'pra dentro - ele falou revirando os olhos - a àgua está uma delícia vem.


- Mais e se tiver bichos aí Mi? Não,não e Não! - assim que ela falou o irmão saiu da àgua pronto 'pra leva-lá até a mesma -.


- Se não for por bem... irá ser por mal! - pegou ela é pulou com a mesma na àgua,submergiu rindo mais logo recebeu tapas no braço pela irmã - Aí Ji! Calma não tem bicho nenhum aqui! Não me bate - segurou seus pulsos,eles acabaram ficando muito perto -.


- Por que você sempre faz isso? Você sempre me contraria Mirem! - disse com um pouco de raiva, ela viu que o mesmo desviou de seus olhos indo diretamente a sua... boca! Sua respiração desregulou,ele chegou mais perto ao ponto dela sentir suas respirações se misturarem -.


- Você já beijou alguém jirem? Já deixou que alguém os provasse? - perguntou ainda tentado a fazer tal maluquice... mais ele não podia evitar... ele já estava condenado todavia desde seu último cio,onde se tocou pensando na irmã mais nova. Ele sabia que por serem irmãos era errado,mais era mais forte que ele.


- N-não nunca f-fui beijada... - ela estava tremendo,mais não de medo ou frio. Estava anciosa... ela não sabia se ele iria adiante com isso,entretanto ela queria que fosse -.


- Desculpa mais eu preciso fazer isso... pelo menos uma vez na vida... - chegou mais perto segurou seu queixo à beijando de um jeito doce e extremamente delicado,ele por incrível que pareça tinha medo dela simplesmente quebrar em suas mãos. Pediu passagem com a língua que foi cedida mesmo que exitante,ele encontro o músculo quente dela e os entrelaçou começando uma dança delíciosa. Podia ser o primeiro beijo dela mais ela tinha o melhor professor a insinar-lhe,Mirem pois sua mão na cintura da irmã e deu um aperto trazendo-a 'pra mais perto de sí. Ji levou suas mão até o cabelo dele e os prendeu alí, Mirem sugou sua língua e lábio inferior. Encostaram as testas ofegantes esperando as mesmas se regulares.


- Me desculpa Ji... eu-eu.. desculpa mesma eu sei que é errada me desculpa - ele disse afobado. Não sabia o que iria dizer,e se ela nunca mais falasse consigo? Como ele iria conviver com ela depois disso? E se seus pais soubessem? -.


- N-não foi só sua culpa... eu tambem retribuir... - disse baixinho não conseguindo olhar nos olhos do irmão,estava com muita vergonha 'pra fazer tal ato. Quando ela iria dizer algo ela sentiu um calor muito forte,franziu o cenho. Como ela ficariam com esse calor todo na àgua gelada?


- Mi tem algo de errado... eu tô com muito ca-lor - quando falou a última palavra uma pontada veio forte em seu ventre fazendo ela gemer de dor,logo depois sua entrada  escorreu lubrificação natural  e piscando. Sentiu mais pontadas - Mi-rem e-está doendo m-me ajuda...


- Ji o que houve com seu cheiro? Não!? Você entrou no cio Ji? Diz que Não! Aí meu deus o que eu faço? - Ele sabia que se ele pedisse ele a satisfaria... o problema é que eram irmãos e seus pais os matariam -.


- Mi por favor e-está doendo... a-anw... por f-favor...!? - ela dizia sôfrega e manhosa -.


- Nossos pais iram nos matar Ji! Você sabe que teremos que arca com nossas consequências se eu realmente te ajudar... - disse desesperado. Como ele falaria Não? Como deixariam ela com dor? -.


- Se vo-você não me ajudar eu-eu irei atrás de outro alfa q-que o fa-ça - disse se contorsendo mais nos braços do lúpus -.


- Ninguém vai tocar em você Jirem! Eu não vou deixar eles encostarem um dedo em você - saiu da àgua com ela em seu colo. Que Deus perdoa-se ele pelo que ele irá fazer. Foi rápido até a cabana já indo direto ao quarto,deitou ela na cama. Tirou o biquíni dela e deixando completamente nua em sua frente,tirou sua blusa e short e box ficando nu na frente da mesma. Jirem olhou seu irmão e viu o quanto ele era bonito,ele tinha um abdômen todo definido e braços fortes,havia poucos pelos em sua pele leitosa. Ele desceu beijos por seu pescoço e indo até seu seios onde estimulou o esquerdo e chupou o direito o eriçando.


- A-anw Mirem... por f-favor anda logo... - disse ofegante sentido esparmos em seu corpo,cada nova sensação que sentia,ela queria mais... queria que seu irmão a fudesse com vontade e sem pudor algum -.


- Seu pedido é uma ordem bebê - ele levou seu dedos até a entrada dela.



[...]



- Como vamos contar isso a eles... eu tô com medo Mi! - disse abraçando mais o pescoço do irmão que a carregava nas costas até a casa deles. Acabaram de sair da cabana,eles ficaram os cinco dias de cio na cabana,agora era a pior parte... falar com seus pais -.


- Eu sei bebê... mais é melhor contarmos se não iria ser pior - chegaram na porta de casa. Mirem tirou as chaves do bolço abriu a porta e entrou,sentiu o cheiro da comida de sua omma - Omma!? Appa!? Então em casa!? - disse alto logo escutando sua omma lhe chamando até a cozinha - é agora Ji....  - foram até a cozinha sentando nas cadeiras da bancada -.


- Oi meus amores! Eu e seu Appa estamos fazendo o almoço. - ele dizia mechando as panelas e o jungkook cortando algumas coisas -.


- Precisamos falar com os senhores... é importante - falou e Ji se encolheu na cadeira. Os mais velhos deram autorização 'pra falar o assunto - Omma esses dias que ficamos na cabana sabe? Bom aconteceu um problema... eu queria muito que os senhores escutem sem interromper-me? - falou tanto ser calmo -.


- Está me preucupado Mirem.... o que houve? - disse aflito -.


- O que aconteceu foi que bem... a Jirem teve seu primeiro cio e... eu a ajudei - disse de cabeça baixa. Tae arregalou os  olhos e se engasgou tendo a mesma reação do marido ao seu lado -.


- V-vocês fizeram s-sexo? - Ele estava sem reação o que ele poderia falar? Por ordem natural isso era errado... ele sabia que Mi era diferente com a irmã,mais nunca se passou pela sua cabeça que eles transariam. Já jungkook iria ter um infarto à qualquer momento -.


- Sim... - disse baixo esperando a ser xingado,deserdado ou qualquer outra coisa -.


- V-você é apaixonado pela Jirem Mi? - Ele disse tentando acalmar seu marido -.


Ele olhou 'pra irmã,ele não poderia mentir... desde pequeno sentiu algo diferente pela irmã,mesma que ela nunca mais falasse  consigo ele teria que falar ' pros pais isso - Sim omma. Eu sou apaixonado por ela desde pequeno... - olhou 'pros pais que estavam incrédulos -.


- Jirem você já s-sentiu algo pelo seu irmão? - disse engolindo em seco -.


A mesma abaixou a cabeça e disse - Eu-eu já tive alguns so-sonhos que eu e-e o Mi fa-faziamos coisas... depois dos treze a-anos - disse de cabeça baixa -.


- Aí meu deus - murmurou 'pra si mesmo - então é por isso do instinto protetivo meu filho? - disse 'pro Mirem - por isso você marca território desde pequeno? - Ele acentiu - Eu sabia que tinha algo de diferente em vocês... 


- Omma eu só não conseguia ver todos quererem ter relações com a Ji... não conseguia imaginar tocarem nela... me desculpa - disse recluso -.


- Jirem lembra do que eu te disse na praia de Busan? - perguntou. Ele estava encaixando as peças,ele havia notado que eles era diferente mais não sabia que era assim... -.


- S-sim - afirmou -.


- Lembra que eu disse que os lúpus só se apaixonam uma vez e que estão destinados a ficar com essa pessoa? - ela acentiu - isso não é coinsidência... vocês se gostarem... ter tudo igual... vocês são destinados. 


- O que? - Mirem disse levantando a cabeça - como assim?


- Meu Appa contou a lenda de lúpus 'pra vocês certo? - jungkook se pronunciou pela primeira vez depois do que foi dito. Eles acentiram - aquela história é verdadeira. Todos os lúpus marcam seu primeiro amor,todos da nossa família foram assim. Eu sua Omma e seus avós tambem.... não podemos impedir de vocês ficaram juntos,são lúpus e são destinados um ao outro...



[...]


- Você tem o dom da confusão néh? Caramba... - Yejin falava na sala juntos de seus pais "primos" e "tios" de consideração - mais estão aceitando isso de boa?


- Yejin menos! Chega de perguntar as coisas 'pra eles  - Minnie revirou os olhos por causa da curiosidade da filha -.


- Mais omma eu sou muito curiosa - falou pedinte -.


- Acho muito legal vocês juntos - Seokin falou dando de ombro pelo fato deles serem irmãos - Mi sempre foi um bobinho apaixonado pela Ji desde criança mesmo. Não é como se fosse novidade.


Todos ficaram falando do gêmeos e do namoro deles. Sim era uma surpresa,mais fazer o que? Eles se gostavam,eram destinados e já haviam até transado... só tinham que aceitar e deixar eles serem felizes sem julgamentos nem nada.  


Notas Finais


Então gente esse é o final mesmo da história :( não irei mais postar mais nenhum bonûs. Espero que tenham gostado. E eu não betei ele qualquer erro desculpem.

Acabei de betar a capitúlo,todos os erros foram corrigidos.

Beijos @JungKookie_A obrigado pelas ticas fofa ;)

Beijos com queijos amores 💖💜😻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...