História Triplets - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Rap Monster, Suga
Tags Amor, Bebes, Casamento, Família, Gravidezmasculina, Jin, Monjin, Mpreg, Mpregnamjin, Namjin, Namjin!mpreg, Namjoon, Rapmonster, Seokjin, Trigêmeos, Triplets, Yoonseok
Visualizações 114
Palavras 2.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amoresss
Volteiiii!!!
Esse é o 4º e último prólogo.
Ou seja, o primeiro capitulo é o capitulo oficial e oficial início da fanfic.

Boa leitura do nosso último prólogo

Capítulo 4 - Prólogo 4


Fanfic / Fanfiction Triplets - Capítulo 4 - Prólogo 4

Prólogo 4

 

Quando a palavra grávido começou a fazer parte do vocabulário de Jin e Namjoon a vida do arquiteto e do professor começou a ficar um tanto agitada. Eram exames, preparatórios, compras, vitaminas, exercícios, cremes para evitar estrias, arrumação do quarto, roupas, presentes e mais presentes que os 3 bebês que ainda nem tinham nascido já ganhavam e muito alvoroço e cuidados porque uma gravidez de trigêmeos é uma gravidez de trigêmeos. 

 

Nos primeiros meses de gravidez Jin continuava a trabalhar normalmente, já que no comecinho não havia tanto problema, mas quando estava chegando no quinto mês, o arquiteto teve que diminuir consideravelmente suas atividades, trabalhando em casa na maioria das vezes. Sua barriga era bem maior do que uma barriga normal de 5 meses, então isso atrapalhava ainda mais o moreno. Seus filhos pesavam e se mexiam demais, causando dores, inchaço e cansaço. 

 

Namjoon agora só trabalhava segundas, terças e quintas, e por mais que não trabalhasse quartas e sextas, nos dias em que trabalhava dava aulas de manhã, de tarde e à noite. Mas preferia assim, mesmo que trabalhasse o dia inteiro 3 vezes por semana, tinha suas quartas, sextas e fins de semana livres para curtir a gravidez junto a Jin e cuidar de seu marido. 

 

A cada mês que se passava a lista de histórias que Namjoon tinha para contar apenas crescia. 

 

Nos 3 primeiros meses, a gravidez foi marcada por uma palavra e ela se chamava: Manha. Jin ficou completamente manhoso -não que ele já não fosse normalmente mas o mais novo ficou 3 vezes mais. Namjoon costumava passar 3 horas dos dias em que não trabalha preparando as aulas dos outros dias e nesse momento Jin sempre entrava em ação. 

 

-----Flashback on-----

 

-Nam?-Jin chamava escorado na porta do escritório que tinham em casa segurando a barra do casaco de moletom cinza que vestia. 

-Oi príncipe-Namjoon respondeu sem nem olhar para o marido, estava digitando algumas coisas no notebook e se parasse esqueceria o resto da frase. 

-Nam-Jin chamou mais uma vez e Namjoon sabia exatamente porque ele estava o chamando de novo, e assim olhou para o marido. 

-Diga, meu príncipe-Sorriu ao ver que Jin usava seu moletom cinza que marcava um pouquinho sua barriguinha de 2 meses e que coincidentemente era conjunto da calça que estava usando naquele momento. 

-To com saudade-Disse Jin com um bico perfeitamente infantil e fofo. 

-Vem cá, vem-Namjoon chamou batendo nas próprias coxas mostrando que era para o marido se sentar ali. Mas ele sabia que Jin sentaria ali mesmo sem ele mandar". 

-----Flashback off-----

 

A gravidez inteira dos trigêmeos, com toda certeza, foi marcada por um sentimento:Ciúmes. Tanto da parte de Jin como da parte de Namjoon. Ambos sempre foram ciumentos quando o assunto era o marido mas depois da gravidez, se tornaram o triplo. 

 

----Flashback on-----

 

Jin estava deitado no sofá da sala um jogando um joguinho de piano que ele adorava no celular do marido quando este recebeu uma mensagem. 

 

"Oi, meu professor preferido. Tudo bem? Queria falar com você a respeito daquele trabalho que você passou aula passada"

 

Jin leu e releu aquela mensagem algumas vezes e em todas a forma com que a menina se referiu a Namjoon não descia em sua garganta. Àquela altura Jin ja havia fechado a cara e esperava Namjoon terminar de descer as escadas do apartamento. 

 

-Não sabia que certas alunas podiam ter o número dos professores-Jin olhou para Namjoon o fuzilando com o olhar.

-Ham? Do que está falando, amor?-Namjoon perguntou  ao chegar na sala

-Eu? Nada, só queria saber quem é essa vadiazinha que te chama de MEU professor preferido-Jin gritou a parte do meu enquanto mostrava a mensagem a Namjoon. 

-Ah, essa é a Park MinHi, minha aluna do primeiro período-Namjoon falava calmo 

-Primeiro período e já está nessa intimidade? Imagina quando estiver na formatura, vai estar dividindo cama com a gente.-Jin estava furioso 

-Você está com ciúmes da minha aluna?-Namjoon soltou um risinho

-Ah, você notou? Palmas pra você, Namjoon-Jin debochou

-Amor, sabe que não precisa, eu só tenho olhos para você-Namjoon tentou chegar perto mas Jin se afastou 

-E ela parece só ter olhos pra você-Jin disse olhando a mensagem pela milésima vez

-Não viaja, amor, ela é menor de idade-Namjoon disse se jogando no sofá 

-E daí? Nunca ouviu falar que essas menininhas vivem se apaixonando pelos professores?-Jin jogou o celular de Namjoon no sofá quase o fazendo cair. 

-Príncipe, olha-Namjoon segurou o rosto de Jin o fazendo olhar em seus olhos- Eu AMO você, você sabe disso. Não ligo pra aluno, muito menos pra aluna nenhuma, eu só quero você- Disse puxando Jin para um beijo, que no começo resistiu um pouco, ma logo se rendeu aos encantos do marido."

 

-----Flashback off----

 

O parto das crianças estava quase confirmado que seria prematuro, já que nenhuma barriga aguentaria 9 meses com 3 bebês lá dentro, ainda mais se tratando de um homem. 

Jin era tratado como bebê por Namjoon quando este estava presente a gravidez inteira, o arquiteto costumava o chamar de marido babão e papai coruja e o mais velho nem ligava. 

 

Quando descobriram que teriam 3 meninos idênticos, Namjoon quase explodiu de felicidade, sempre sonhou em ser pai de um menino e agora viriam 3 de uma vez só. Já Jin, por mais que estivesse muito feliz, tinha uma pontinha de esperança de que um de seus bebês era uma menininha, mas estava radiante por ter a oportunidade de ser pai/omma de 3 homenzinhos. Agora Jin tinha 4 homens em sua vida. 

 

A escolha dos nomes foi bem fácil, Jin escolheu um que decidiram que iria ser do mais novo, Namjoon o outro que acabou ficando com o bebê mais velho e juntos escolheram o nome do bebê do meio, ficando assim: YoungBin, YoungJae e YoungKyun. 

Todos os 3 bebês teriam Young introduzindo seus nomes porque Young significa sempre, eterno, infinito, para sempre e o casal gostava de dizer que aquela família seria eterna. 

 

Logo no comecinho dos 8 meses, Jin sentiu fortes dores em seu ventre indicando que havia chegado a hora de seus bebês nascerem, era um sábado a tarde e Jin tinha acabado de preparar o quartinho de seu trio favorito. 

 

Namjoon não pôde assistir o parto pois seria um tanto delicado e Jin estaria completamente desacordado, então o professor ficou na sala de espera juntamente com seus amigos e padrinhos dos bebês. Namjoon avisou a seus melhores amigos, à tia de Jin, a seus pais e a seu irmão e cunhado que os bebês estavam nascendo e todos, menos os pais de Namjoon que moravam em Busan,  disseram que chegariam assim que possível ao hospital. 

Os primeiros a chegar foram Tae e Jungkook, respectivamente irmão mais novo de Namjoon e seu namorado, sendo seguidos por Yoongi e Hoseok que estiveram presentes à gravidez inteira.

 

Depois de cerca de 5 angustiantes horas naquela sala de espera, Namjoon foi surpreendido com doutora Sook o chamando.

 

-Nasceram, Namjoon. Nasceram exatamente 20:55 da noite-Doutora Sook dizia sorrindo enquanto tinha as duas mãos nos bolsos do jaleco.

-E como eles estão? E Jin, como está? Como eles são?-Namjoon metralhou a doutora de perguntas e ela só sorriu. 

-Todos estão bem, Jin ainda está desacordado mas já foi levado para o quarto e passa bem, ja ja você poderá o ver. Seus filhos nasceram prematuros, como bem sabe, e foram levados para a incubadora, mas todos estão saudáveis só precisam ganhar um pouco mais de peso. Jin, assim que acordar, será levado até a incubadora dos bebês para alimenta-los. Eles não poderão ficar no quarto com vocês por serem muito pequenos e frágeis, mas fora isso está tudo ótimo e eu acho eles a sua cara-Doutora Sook sorriu mais abertamente. -Vocês podem vê-los pelo vidro.-Disse levando todos que estavam presentes para o berçário. 

 

Assim que chegaram, Namjoon logo colou  o rosto no vidro e Tae pegou o celular para tirar a primeira foto dos sobrinhos para mandar para toda a família.

Doutora Sook se colocou ao lado de Namjoon e fez sinal para a enfermeira mostrar o primeiro bebê. Com muito cuidado e com uma paciência admirável, a enfermeira tirou o primeiro bebê da incubadora e o levou até o vidro para que todos pudessem o ver.

 

-Este é... YoungBin, o mais velho-Disse Sook tirando uma folha do bolso do jaleco. 

Namjoon só sabia sorrir ao olhar aquele pequeno bebê apenas com uma fraldinha minúscula. 

-Este nasceu com 1 quilo e 950 gramas e 36 centímetros.-Doutora Sook contava. 

Logo a enfermeira colocou YoungBin de volta em sua incubadora e pegou o próximo que era perfeitamente idêntico ao primeiro.

-Este é YoungJae, o do meio. Nasceu com 1 quilo e 790 e com 34 centímetros-Sook deu as informações do menino. 

 

E logo o terceiro chegou perto do vidro e a essa altura do campeonato todos, principalmente  tia Sook, que coincidentemente tinha o mesmo nome da doutora e Namjoon, o pau mais coruja da face da terra. 

 

YoungKyun era o menor e de longe o mais magrinho. 

 

-Este é YoungKyun, o mais novo e o mais frágil. Nasceu com apenas 29 centímetros e 1 quilos e 400. Ele é quem vai inspirar maiores cuidados, mas, como os outros, ele nasceu inteiramente saudável-Doutora Sook tranquilizou Namjoon que chorava de alegria, emoção e mais vários sentimentos misturados.

 

Assim que Doutora Sook viu que Jin estava bem o suficiente para ir de encontro com os bebês, deixou ele e Namjoon sob responsabilidade de uma enfermeira. 

Namjoon precisou colocar uma roupa especial e passar por um processo de esterilização assim como Jin que vestia os trajes do hospital. 

Jin estava extremamente feliz e ansioso para conhecer seus bebês e quase batera em Namjoon porque o mesmo brincava que tinha conhecido os meninos primeiro. 

Todos já haviam ido embora, o horário de visitas já havia terminado, deixando Jin com o marido. 

Jin estava detestando ter que andar naquela cadeira de rodas pelo hospital mas Namjoon o fez prometer que ele obedeceria a enfermeira.

 

Assim que chegaram a ala de incubadoras, a enfermeira guiou Jin e Namjoon para as 3 incubadoras do canto onde haviam as 3 plaquinhas com os nomes dos bebês. As plaquinhas eram idênticas as 3 pulseiras que tinham no braço de Jin, indicando que aqueles eram seus filhos. 

Namjoon estacionou a cadeira de rodas do lado de uma incubadora e o casal pôde ver a enfermeira abrir a primeira incubadora. 

 

-YoungBin-disse a enfermeira simpática de meia idade ao entregar YoungBin, agora vestido, a Jin que logo o levou de encontro ao peito o deitando lá com todo o cuidado do mundo. Namjoon abaixou junto ao marido e passou o indicador pelas mãozinhas minúsculas do bebê. Ambos se olharam e sorriram.

Curtiram o primeiro bebê por alguns minutos até chegar a vez de Jin conhecer o próximo. E do mesmo jeito que o primeiro, YoungJae foi colocado no colo de sua omma. Jin já chorava de emoção ao segurar os filhos e não sabia o que fazer além de decorar cada detalhe de seus bebês. 

A vez de YoungKyun chegou e foi a vez que Jin mais chorou. Seu bebê mais novo era muito frágil e delicado e acima de tudo forte por estar saudável mesmo sendo o que menos recebeu nutrientes necessários para se desenvolver. 

 

-Preciso que você tire leite para amamentarmos os bebês agora e mais tarde-Disse a enfermeira trazendo 6 bombinhas de tirar leite nas mãos, entregando-as para Jin, que estava com Namjoon ainda perto da incubadora dos bebês, logo em seguida e ensinando rapidamente como usa-la e se abastando um pouco para dar privacidade a Jin.

Com a ajuda do marido, o arquiteto conseguiu encher as 6 bombinhas rapidamente.

 

-Eles não vão precisar de mais não?-Perguntou Jin preocupado, achava que era pouco leite para seus filhos. 

-Eles ainda são muito pequenos, cada bombinha dessa vai os amamentar duas vezes, ou seja, temos aqui 4 mamadas para cada um. E eles estão tomando soro, então isso também os mantém alimentados e hidratados. De manhã você mesmo poderá amamentar eles, eles só precisam se acostumar a sugar-A enfermeira explicou calmamente e Jin e Namjoon assentiam mostrando que estavam entendendo. 

 

Após ver a enfermeira alimentando seus filhos pela primeira vez e se emocionar pela milésima vez no dia, Jin foi levado de volta para quarto, onde, mesmo contra sua vontade, deveria descansar e no dia seguinte veria seus bebês novamente. 

 

-Eles são tão lindos, né amor?-Jin disse sorrindo enquanto Namjoon o ajeitava na cama estreita do hospital. 

-Sim, príncipe, eles são lindos-Namjoon tinha um sorriso enorme e bobo no rosto. 

-Obrigado, obrigado por ter me dado esse presente-Jin agradeceu quando o marido sentou a sua frente na cama, olhando nos olhos do mesmo.

-Eu que deveria agradecer, príncipe. Obrigado por ter sigo forte e por ter dado a luz aos nossos filhos. Eu não poderia estar mais feliz-Namjoon respondeu fazendo um leve carinho no rosto do menor. 

-Eu amo você-Jin sussurrou para Namjoon sorrindo

-Eu também amo você-Namjoon sussurrou de volta, sorrindo e se aproximou para selar os lábios do marido em um selinho calmo.


Notas Finais


Sim, meus amores. A fic é com os bebês ja nascidos, focando na rotina de Namjin e dos bebes e como eu amo mt vcs, eu fiz os prólogos para mostrar como foi até o nascimento deles. Espero que tenham gostado e entendido o meu objetivo.

Espero vocês comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...