1. Spirit Fanfics >
  2. Trocada por um Toddynho - Imagine Jeon Jungkook >
  3. Por isso eu não esperava....

História Trocada por um Toddynho - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


OLÁ BEBÊS!🐰
Como estão? Espero que super bem!
ESTAVA TÃO ANCIOSA PARA POSTAR UM CAPÍTULO NESSA FIC KSKSKSKS PQ EU QUERO TRETAAAAAAAAA😅💞 Ksksksksk OBRIGADA PELOS FAVORITOS E COMENTÁRIOS🐰💞💞💞 AMO VOXES🐰🌷❣

Boa leitura🐛

Capítulo 8 - Por isso eu não esperava....


Fanfic / Fanfiction Trocada por um Toddynho - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 8 - Por isso eu não esperava....

Park S/N

Point Of View

Bruxelas, Bélgica


Um dia sem Jeon Jungkook.

Não queira falar isso, mais eu ainda estou sofrendo e o pior, estou com saudades dele. Chorando com um pote de sorvete ao meu lado e assistindo um filme de romance qualquer, enquanto sofria por um certo alguém. Eu já disse isso um MILHÃO de vezes, mais vou falar de novo, eu sou T-R-O-U-X-A e anta por sinal, além de estar me arrumando para ir a uma balada a noite, eu tô aqui com a bunda grudada no sofá e sofrendo por alguém que não merece minhas lágrimas.

Faz vergonha e pena o estado que estou. 

— S/N, você não está escutando a companhia?  — Exclamou mamãe, lá na cozinha.  — Vai atender a porta criatura!

Eu estava tão distraída que nem ouvi a campahia tocar, está vendo o que dor de amor faz? Até surda você fica! 

— Ah não, mãe! — Choraminguei, levando mais uma colher de sorvete para minha boca. — Vai a senhora! 

— VAI ATENDER A PORTA, PARK S/N! — Gritou irritada e eu revirei os olhos.  — GAROTA PREGUIÇOSA! 

Ninguém respeita mais as pessoas que estão sofrendo hoje em dia.

Eu com toda a PREGUIÇA existente nesse mundo, fui abrir a porta para o ser que atrapalhou o meu drama e sofrimento pelo meu ex, seja quem for merece morrer. 

Mas quando abrir a porta e deparei-me com Kim Taehyung, parado em minha frente com um buquê de flores, todo cheiroso, arrumado, eu quis morrer. Minha situação não está uma das melhores, meu cabelo está todo bagunçado, não estou nem um pingo CHEIROSA e os trapo de roupa que estou usando? É uma visão dos infernos, cega qualquer um.

— Olá, S/N! — Disse Taehyung, sorrindo para mim. — Como está? 

Isso é bem coisa de mamãe.

— Oi, Taehyung! — Falei toda sem graça. — Estou bem e você? 

Tinha esquecido como esse garoto é lindo. 

— Estou melhor agora! — Oi? — Sua mãe disse que você queria mim ver, então eu larguei tudo que estava fazendo para vim aqui falar com você.

EU SABIA, QUE TINHA O DEDO DE MAMÃE NISSO! 

— Querendo ti ver? — Forçei um sorriso. — Tô tão feliz por ter vindo.

Meu cu que tô feliz.

— Aqui trouxe para você! Entregou-me um buquê de flores e eu fiquei toda bobinha. Dá licença, não é todo dia que se ganha um buquê de flores. — Sua mãe me contou que você terminou com o Jungkook, sinto muito! 

Hummmmmmm.....

— Obrigada são lindas! Convidei o mesmo a entrar e aproveitei quando ele estava de costas para tentar arrumar o ninho de passarinho na minha cabeça. — Você e minha mãe são bem amigos né?  

Perguntei, enquanto sentava no sofá.

— Somos sim, sua mãe é legal! — Falou, se sentando ao meu lado. — Faz tanto tempo que agente não se vê.

Afastei um pouco dele, não quero que ele sinta o meu cheiro, o cheiro do sofrimento, o cheiro de alguém que não tomou banho faz 1 dia.

— Verdade.

— Então S/N, você aceita sair comigo hoje anoite? — Perguntou ele, de cabeça baixa todo tímido. — Eu sei que você saiu de um relacionamento faz pouquíssimo tempo e irei entender caso não aceitar.

Mas gente, que homem! 

— Olha Ta.....

Fui interrompida pela campahia da porta novamente e levantei-me para atende-lâ, engraçado, só chega visita em casa, quando nós estamos parecendo um MONSTRO de tão feia. Abri a porta já irritada e fiquei ainda MAIS quando vi o INGRATO do Jungkook, como ele tem CORAGEM de vim aqui em casa? E ainda com malas? COM MALAS? 

— Está fazendo o que aqui? — Vociferei brava, mau conseguindo olhar para a cara dele. — VAI EMBORA! 

— Calma! — Disse ele, olhando para mim. — Por que tanta raiva? 

Respirei fundo. 

— VAI EMBORA, JUNGKOOK! 

Gritei mais uma vez.

— Eu só vim trazer suas roupas, afinal, eu não quero mais nada seu lá! — Falou, e eu senti meu coração doer e uma vontade imensa de chorar. — Sabe como é minha namorada? Ciumenta! 

Eu? Eu? 

— Está tudo bem por aqui, S/N? — Perguntou Taehyung, se colocando ao meu lado. — Jungkook? 

Tentei mim manter firme e não chorar. Mas está difícil.

— Taehyung? 

Os dois se encaram de um jeito estranho e eu preferi ficar queita.

— Sim, o que você está fazendo aqui? Veio provocar a S/N? 

Jungkook riu.

— Eu que te pergunto, porque você está aqui? Pelo que eu saiba você e S/N não são amigos! — Cruzou os braços, parecendo estar com ciúmes. — Ou são? 

— Ah, você não sabe? —  Perguntou Taehyung.

— Não sabe o que? 

Eu e a S/N estamos namorando! 


QUÊ?


Notas Finais


HAHAHAHHAHAYAYAYAYAYYAYAAYGAGATATATGAGAGAGAGAGAGAYGAGAGAGAGGAGAGAGAGAGGAGAGAGGWGAGAGAGSGSGSYYSGSGSGSGGSGSGSYSY TAEHYUNG AMOR! OBRIGADA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...