História Tróia (Yoonmin) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Super Junior
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Yesung
Tags Ação, Bangtan Boys (BTS), Flex, Lemon, Lgbt, Minga, Minimini, Minmin, Namjin, Romance, Suji, Sujim, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 51
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo já publicado no twitter

Capítulo 2 - Mãe


Fanfic / Fanfiction Tróia (Yoonmin) - Capítulo 2 - Mãe

Tróia [1.200 a.c]

Sima estava sozinha, a batalha naquele pequeno quarto acontecia entre ela e seu próprio corpo. Era tão difícil ter um filho nessas condições, no pior momento que alguém poderia imaginar. Súplicas saíam de seus lábios em forma de bramido. Doloroso, demorado e sangrento, talvez tanto quanto o massacre que acontecia fora daquele lugar minúsculo. Pingos de suor caíam de sua face e os lençóis eram sujos por sangue, Sima estava sem forças; cansada.

Enrolou parte do lençol e o colocou na boca para morder, fez o mesmo com outra parte para apertar e assim permaneceu por longos minutos, a jovem pensou que iria morrer! Clamava por proteção de Apolo, porém Apolo estava ocupado demais do lado de fora. Decidiu que não iria desistir quando Kallisto abriu a porta do quarto procurando por sobreviventes. Kallisto era outra escrava e melhor amiga de Sima. Ao ver a amiga em trabalho de parto preparou água e panos limpos, a incentivou para continuar e foi o apoio para jovem naquele momento difícil.

Um grito da mãe, um choro do bebê e um suspiro de alívio foram ouvidos nessa ordem. Kallisto lavou o recém-nascido e o entregou a mãe para a primeira amamentação, ela admirou os traços asiáticos do pequeno memorizando cada pedacinho daquele rosto; olhos pequenos, lábios finos, cabelos negros e lisos, pele clara...

— Seu nome é Yoongi. - A mãe disse enquanto acariciava as bochechas cheinhas do bebê. — Significa a esperança de viver sem problemas, é a esperança que eu tenho, filho. - Não conteve as lágrimas que começaram a cair.

Sima era uma viajante, seu pai mercador e viajavam longas distâncias para conseguir produtos variados. Ela não esperava que em uma dessas viagens a jovem seria sequestrada pelo exército Troiano e levada para o rei. Por causa dos seus traços, ela chamou atenção de Príamo, se tornando sua escrava, a favorita. Conseguiu um quarto um pouco melhor, roupas melhores e muita inveja das esposas de Príamo, principalmente depois que descobriram sua gravidez. Tinham muito medo dela conseguir o título de esposa depois do nascimento da criança e criaram várias tramóias ao longo dos nove meses seguintes, todas sem o resultado esperado.

Mesmo sendo sua escrava, Príamo estava cogitando seriamente a idéia de fazer Sima se tornar uma de suas esposas e esse era o medo de Hécuba, segunda esposa de Príamo e mãe do primeiro herdeiro de Tróia, Heitor. Era uma mulher controladora e usava manipulação para conseguir o que queria.

Depois da morte de Heitor em uma das batalhas contra Aquiles, o melhor guerreiro de Agamemnon, Hécuba obrigou Príamo a escolher Páris, seu segundo filho, como herdeiro de Tróia e fugiu junto ao filho para um lugar seguro levando algumas das riquezas mais valiosas com eles, deixando Príamo para resolver tudo, também sabia sobre Sima e a deixou para morrer, mas graças a Kallisto isso não aconteceu.

Os gregos chegaram nas proximidades do Palácio, saqueando tudo o que viam pela frente, obrigando Kallisto a fugir. Ela pediu Yoongi, o pequeno teria mais chances de sobreviver mas Sima não queria se separar do filho, tentou fugir mas não conseguiu, não tinha forças e agora já era tarde demais para salvar Yoongi, dependia da vontade dos gregos agora... Iriam deixá-la viver junto ao seu filho? Não aguentaria perder mais membros de sua família e pelos Deuses, era seu filho.

Um soldado grego a encontrou, se encantou pela beleza da jovem mãe e suas diferenças, a levou para a casa que invadiu onde permaneceram durante alguns dias, teve medo todo o tempo, medo dele fazer algo contra ela ou contra o bebê mas os dias passaram e ele não fez nada além de alimenta-la, cuidar dela e do pequeno. A sorte estava durando mas não era por tempo o bastante, logo descobriram que ela estava escondida alí, mandavam o soldado grego ir para diferentes missões e toda vez que ele saía, Sima corria perigo.

Não era troiana, contudo, era escrava do rei de Tróia. Gregos queriam o sangue de qualquer um com laços da família real. Páris havia sequestrado a noiva de Agamemnon e por este motivo a guerra se iniciou. Nada mais justo que matar o rei e estuprar suas mulheres, Agamemnon pensou.

Agamemnon conseguiu encontrar sua noiva e se casou com ela, Helena ficou grávida.

Yoongi tinha por volta de três anos quando a casa que viveu foi queimada. De alguma forma, Agamemnon descobriu sobre o passado de Sima, ele queria fazer ela sofrer embora ela não tivesse nada a ver com o sequestro de Helena. Deixou ela viver contanto que ninguém lhe desse emprego ou a ajudasse, ninguém seria punido se fizesse algum mal a ela; viver com medo era a sua punição.

Um dia, ela roubou pães para dar de comer ao Yoongi e foi pega. Erro terrível! Apanhou tanto que marcas roxas se tornaram visíveis por todo corpo mas conseguiu trazer alguns pães esmagados para alimentá-lo. Estava em fase de crescimento mas era menor e mais magro que as outras crianças da sua idade, adoecia com facilidade e não tomava banhos diariamente, pobre Yoongi.

Com cinco anos já viu o que a maioria dos adultos nunca sonharia em ver... Sua mãe vendendo o próprio corpo por comida e abrigo. Ela lhe dizia que ia ficar tudo bem, que um dia ia melhorar...

— Você sabe o significado do seu nome, querido?

— Não, deve significar que nasci para te fazer infeliz. - Yoongi não aguentava mais olhar para a própria mãe, achava que era sua culpa.

— Significa esperança de viver sem problemas... Irônico, não é? Problemas é o que você mais tem, desculpe. - A jovem tinha a voz cheia de emoções reprimidas.

— Não é culpa sua.

Com seis anos, Yoongi acordou e deu de cara com o corpo gélido de sua mãe pendurado por uma corda balançando, do seu lado havia um pedaço de pão e um copo d'água então, Yoongi pela primeira vez, desejou sobreviver.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...