História Trouble - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Fairy Tail, Naruto
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Personagens Originais
Tags Lucy, Nalu, Natsu
Visualizações 221
Palavras 774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi oi, tudo bom com vcs?
devo dizer que amei escrever esse cap, e mesmo que tenha ficado curtinho espero que vcs gostem ^^
boa leitura!!!

Capítulo 14 - Surpreendida


Lucy 

Acordei com o sol na minha cara. Maldita janela aberta! Como pude me esquecer de fechá-la? Ah, acho que devo botar a culpa em um certo rosado. Sorrio, ainda com a cara enfiada no travesseiro, em uma tentativa falha de me esconder da luz. Passei a mão sobre o colchão, procurando o outro corpo que devia estar ali, e pelo tecido razoavelmente frio do lençol, suponho que ele deve ter saído faz tempo. 

Levantei a cabeça, abrindo os olhos com dificuldade e olhei pro relógio. 12:25. Bufando, saio da cama, coçando a cabeça. Fui até o banheiro, fazendo minha higiene matinal. Passei os dedos pelos fios do meu cabelo, deixando-os menos revoltados do que quando acordei. Caminhei lentamente até a cozinha, esperando encontrar uma mesa cheia e bem preparada pelo chefe Dragneel, como carinhosamente o apelidei depois de tantas vezes que cozinhou suas delícias pra mim, encontrando apenas um bilhete com o meu nome escrito. 

Vá até a janela, tenho certeza que vai gostar
ass : O Amor da Sua Vida 

 

Sorri divertida. Mal sabe ele que é verdade. Fiz o que estava escrito no bilhete, quase tendo um treco ao ver todos os meus vizinhos reunidos, em frente a minha janela. Bom, não em frente, mas olhando diretamente para a minha sacada. Assim que botei minha cabeça pra fora da janela, senti meu coração acelerar gradativamente, com a perfeita visão do meu namorado, que segurava um violão e usava um chapéu branco, estilo aqueles que os pagodeiros usam. Muito lindo. 

Quando eu ia questionar o porquê de tudo aquilo, Natsu se pronuncia :

- Espero que goste de meu presente meu amor, pois é de todo o meu coração - pendurou o instrumento no ombro e começou a dedilhar as cordas, me fazendo arregalar os olhos ao reconhecer a melodia - Homens sábios dizem que só os tolos se apaixonam, mas eu não consigo evitar me apaixonar por você - canta, olhando diretamente nos meus olhos e sorrindo ao me ver emocionada - Eu deveria ficar? Seria um pecado se eu não consigo evitar me apaixonar por você?

Como um rio flui 
certamente para o mar
Querida, assim vai 
Algumas coisas são destinadas a serem assim

Pegue minha mão
Tome minha vida inteira também
Porque eu não consigo evitar 
me apaixonar por você

Como um rio flui certamente para o mar
Querida, assim vai
Algumas coisas são destinadas a serem assim

Pegue minha mão
Tome minha vida inteira também
Porque eu não consigo evitar 
me apaixonar por você

Porque eu não consigo evitar
Me apaixonar por você

 

Senti algumas lágrimas escaparem, escorrendo pela minha bochecha. Sem conseguir me controlar, saí do apartamento, o deixando escancarado, correndo pra descer logo as escadas. Cheguei no térreo ofegante, mas assim que vi ele de braços abertos pra me receber, não parei pra descansar. Pulei em seus braços, o abraçando fortemente e agradecendo-o por ser essa pessoa tão bela e sempre estar comigo. 

- Feliz aniversário Luce - afundei meu rosto em seu pescoço, ouvindo aplausos e assobios. Me separei minimamente, apenas para poder beijá-lo e recitar a mesma frase que tenho dito regularmente :

- Eu te amo - sussurrei, olhando em seus olhos e vendo um brilho lindo ali, juntamente de seus lábios repuxados em um sorriso gigante, repetindo as minhas mesmas palavras.

Nada vai poder estragar meu dia.
 
~~~~~~~~~

Havia acabado de chegar no tal restaurante que meus amigos haviam feito reserva, apenas pra poder comemorar meu aniversário. Durante a tarde recebi meus pais, que finalmente conheceram Natsu, e que graças a Deus, o acolheram bem. Eu estava vestida casualmente, com um vestidinho curto que chegava na metade das minhas coxas e uma jaqueta jeans, com um tênis bem lindinho nos pés. 

Eu estava com um pressentimento, não sei porquê, de que algo iria acontecer. Só não sabia, se era bom ou ruim. Assim que ia entrar no restaurante, ouço uma voz, que faz tanto meu corpo quanto minha mente travarem. Ofego, me virando lentamente pra encarar a figura, que eu tanto me arrependia de ter conhecido, encostada em uma moto vermelha. Bem a cara dela mesmo

- Há quanto tempo, loira. Sentiu minha falta? Pela aliança no seu dedo acho que não. Não faz ideia, do quanto eu esperei por esse dia, Lucy - caminhou até mim, que continuava parada, chocada, sentindo minhas pernas bambearem e eu suar frio.

- V-você - exclamei, com a voz mais vacilante do que queria. 

Surpresa. Seria uma boa palavra pra descrever o que estou sentindo no momento. 

- Feliz aniversário, loirinha - sussurrou, próxima ao meu ouvido, fazendo todos os meus pelo eriçarem.

Ai, Deus!


Notas Finais


eae, oq acharam? aquele suspensizinho no ar, hummmm, adoro haha
comentem oq acharam ^^

música :
https://youtu.be/6ThQkrXHdh4

Kissus~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...