1. Spirit Fanfics >
  2. Trouble >
  3. Vinte e três

História Trouble - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - Vinte e três


Depois que Sirius levou Remus para casa, eu só tive notícias do garoto no final do domingo. Ele me disse apenas que estava tudo bem e que nós nos veríamos na segunda-feira, na escola. Eu não me preocupei muito, esse era o jeito de Remus e eu já estava acostumada. Eu chegara à Hogwarts cedo e fora direto ao meu armário pegar meu material e eu decidi dar uma arrumada nele. James não perdeu a chance de ser o primeiro a falar comigo pela manhã, como em todos os dias que ele me via chegando na escola.

— Remus te falou algo ontem? — Ele me perguntou e eu neguei com a cabeça.

— O Remus de sempre — repondi. — Por quê?

— Sirius dormiu lá — ele disse e eu virei meu rosto em sua direção, com um sorriso. — Não sei de nada, ele não me falou — Potter ria.

— Pode me chamar de cupido — eu disse, piscando um olho

Pus o último caderno na mochila e fechei o armário logo em seguida, me virando em direção a entrada. A aula não iria demorar para começar e Remus ainda não havia chegado, isso não era do feitio do garoto.

— E quando a cupido vai ter tempo para a sua vida amorosa? — Ele questionou, se aproximando um pouco mais e apoiando-se com uma das mãos no armário.

— Quando eu achar o garoto certo — respondi, revirando os olhos e afastando-o.

Ele iria falar algo, mas eu vi Sirius e Remus andando em nossa direção. Eu cutuquei James com o cotovelo e apontei para os dois com a cabeça, fazendo o mesmo logo encarar os amigos. Suas atenções não estava em mim e James. Black encarava o mais alto, enquanto falava algo, e o outro encarava seus pés. Notei que o moreno tinha um de seus braços atras de Lupin e sua mão estava no bolso da calça. Eu cruzei os braços e me apoiei de lado no armário. Sirius disse algo a Remus que o fez rir. Logo os dois estavam parados a nossa frente. Eu encarei Remus com as sobrancelhas arqueadas em curiosidade e ele apenas mordeu o lábio inferior. E eu sorrir, entendendo o que ele queria dizer. James e Sirius pareciam ter a suas próprias conversas por olhares.

— Eu vou abrir uma agência.

Quebrei o silêncio e fazendo todos virarem a sua atenção para mim

— Foi um casal, Evans — James respondeu, revirando os olhos.

— Você está com inveja porque eu percebi que seus dois melhores amigos estavam apaixonados antes de você, Potter — rebati e vi que tinha ganhado quando ele abriu a boca e a fechou novamente.

Eu sorri e antes que qualquer um de nós pudesse falar algo, o sinal tocou indicando a primeira aula do dia. Remus me acompanhou até a sala, enquanto Sirius e James seguiam para as suas aulas. Remus me contou o que acontecera entre os dois no final de semana antes do professor chegar. Ninguém deixou de notar os olhares e os cuxixos nos corredores por conta de Sirius e Remus, que agora pareciam colados um no outro. Alguns eram surpresos, mas eu sabia que haviam alguns comentários preconceituosos no meio. Eu me segurava para não socar a cara de alguém toda vez que escutava alguma coisa ruim sobre eles. Droga, logo agora que o Remus estava feliz. No almoço notei que James parecia estar no mesmo dilema que eu, mas não falamos nada sobre e deixamos o assunto correr normalmente na mesa. Até que Malfoy se aproximou de nós, e como sempre, sendo apenas inconveniente.

— Quer dizer que a Lily acabou levando chifre — ele disse, com uma falsa cara triste.

Deu para ver a raiva tomar conta de James naquela hora. Eu o encarei e Sirius o segurou pelo braço, antes que ele fizesse algo.

— E o Potter, como fica nessa história toda? Será que ele finalmente tem chances com a ruiva mais rodada de Hogwarts? — O olhar do loiro foi de mim para James e eu respirava fundo para não lhe dar outro soco.

— Malfoy, quer ter o prazer de sentir o meu punho no meio da sua cara de novo? — Disse calmante, me levantando. — E olha que legal, você até pode trocar essa experiência com o Ranhoso, já que os dois babacas não souberam levar um fora.

— Fora, Lily? Até onde eu me lembro você adorou ter os meus lábios no seu... — Ele disse segurando no meu braço e se aproximando.

Antes que ele pudesse dizer mais alguma coisa, meu joelho parou entre suas pernas e eu vi a dor passar por seus olhos. Isso o fez me soltar. Notei que todos os olhares estavam em mim e James também estava de pé. Sirius, Doe e Lene tinham um sorriso no rosto, enquanto Remus tinha uma cara de tédio. Eu decidi sair daquele lugar e juntei minhas coisas, deixando-os sozinhos ali.

Parei em meu armário para pegar o material da próxima aula e me veio a mente o que acontecera na festa em que eu ficara com Lucius. Eu ainda me perguntava o que eu tinha na cabeça por ter querido ficar com ele. Suspirei, encarando os próximos horários. Juntei minhas coisas e comecei a andar para atrás da escola. Não estava mais cabeça para aulas. Eu passava pelo refeitório quando ouvi uma voz. Já não tinha mais ninguém por ali, o sinal já tinha batido e todos seguiam para as salas de aula.

— E Lily Evans foge de seus problemas mais uma vez — eu me virei e o vi vindo em minha direção.

— Na verdade, eu soco a cara dos meus problemas — disse sorrindo, quando ele já estava próximo a mim.

— E considerando que você nunca me socou — ele começou com o seu típico sorriso —, eu não sou um problema?! — Eu ri com aquilo.

— Você é um outro tipo de problema, Potter — respondi, revirando os olhos.

Nós ficamos em silêncio por um momento.

— Eu vou com você — ele disse e eu arqueei as sobrancelhas. — Você não vai se distrair sozinha e eu te levo para casa depois, está tudo certo.

Eu ponderei aquilo por uns segundos. Considerando o tempo que tinha desde que o sinal batera, a gente não tinha muito tempo antes do Flich aparecer, então não valia a pena discutir com Potter sobre ele me acompanhar ou não. Acenei com a cabeça para que ele me seguisse. James deu um sorriso vitorioso e me acompanhou até o lado de fora da escola.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...