História Trouble Love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Chefe, Justin Bieber, Secretária, Sexo
Visualizações 97
Palavras 976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


◇ Olha eu dnv
◇ Desculpe qualquer erro.

Capítulo 7 - Word lying


" Porque eu fico em pedaços

Quando estou aberto

E eu não sinto como se

Eu fosse forte o suficiente " - Broken (Evanescence)


        Nathalie Point Of View 

Faltavam quase 25 minutos para meu expediente acabar, o que me deixava completamente aliviada. Queria apenas chegar em casa tomar um banho, comer e assistir TVD  ( MInha série favorita ).

O almoço que com Florence foi completamente agradável, ela me mostrou fotos de seu filho James e seu ex-marido André.

Escuto o telefone tocar e logo atendo. 

— Boa noite, aqui fala Nathalie Banks secretaria do Senhor Justin Bieber. — meu corpo trava e todos os meus pelo se arrepiam quando esculto a gargalhada do meu chefe. 

 — Você deveria saber endentificar minha chamada. 

— Sinto muito senhor Bieber é o meu primeiro dia.

— Venha na minha sala preciso tratar de um assunto com você, pode entrar sem bater. 

Antes mesmo de eu  falar qualquer coisa ele desliga na minha cara, se não fosse o meu chefe eu daria um soco em sua cara.

Gostoso mal educado 


      Justin Bieber Point Of View 

Horas Antes/ Elevador. 


— Eu quero demitir aquele baleia, ela não pode rir de mim. — A voz de Megan soa completamente irritada, Nathalie por alguma razão havia dado risada dela o que resultou em uma pequena briga entre eu e ela. 

— Se você demitir ela, eu irei contratar outra secretaria. — Falo o mais frio possível vendo minha namorada ficar tensa em minha frente.

— Da próxima eu não irei deixar passar.

— Relaxa. — dou um beijo fazendo a mesma apertar o meu pau disfarçadamente...nao que alguém irá falar nada, até porque a empresa é minha. 

— Sua mãe estava falando de casamento. — quando ela fala isso qualquer tipo de bom humor dentro de mim vai embora.

Tanto minha família quanto de Megan queriam nosso casamento, algo que não estavestava em meus planos. 

— Eu não irei casar com você. 

— Mas...

— Mas nada Megan, esquece esse assunto. — dou um ponto final nessa hiatoria antes que resultasse em mais brigas. 

— Ok. — Suspira e logo sorrir. — Vamos comer. 

                      ● ● ●

                     Agora

Desliguei o telefone na cara de Nathalie,  não queria muito assunto queria ela aqui em minha sala, para me deliciar com sua beleza e voz. 

Nathalie não era do tipo de mulher que estava acostumado a pegar, mas de alguma forma quando ela me olhou e se apresentou uma chama acendeu dentro de mim, eu queria comer ela e tenho certeza que seria algo difícil em se fazer. 

 — Licença. — Olho pra frente logo vendo Nathalie entrando com a cabeça baixa e mexendo em seus dedos. 

— Sente-se. — Digo vendo a mesma me obedecer. — Semana que vem haverá uma pequena festa na empresa para comemorar o aniversário de 7 anos dela e você terá que l participar dela.Tera muitos convidados importantes e talvez eu precise que você anote algo pra mim. 

— Ok...não haverá problema. — E mais umas vez não me encara, o que me deixa com raiva.

— Me olhe quando estiver falando comigo. — então vejo ela soltando um breve suspiro e logo me encarando, meus pelos se arrepiam se eu nao tivesse de paletó ela veria isso. 

— Sinto muito. — Com suas bochechas coradas ela me encara. Eu diria que estava fofa. 

O que você tá pensando imbecil ?  

Dou uma leve balanceada na cabeça para tirar meus pensamentos idiotas. 

 — Megan queria te demitir. — Falo me lembrando do acontecido do elevador. 


— Porque?  — sua voz rouca faz um frio passar por minha espinha e logo sinto meu pau dar sinal de vida. Droga! 

— Você deu risada dela. 

— Pra falar a verdade dei risada da minha amiga Florence e não da sua namorada. — me encara. 

— Ela não achou isso 

— Ela não  tem que achar nada. — sua resposta  me pega de surpresa e logo me deixa com raiva. 

— Olha como fala, ela é sua chefe tanto quanto eu. 

Vejo ela travando o maquixilar, porque tão gostosa ? 

— Sinto muito chefe. 

— Você tem namorado ? — mudo de assunto mesmo sabendo que não, já que Chris fez uma breve pesquisa sobre ela. 

 — Agora eu devo satisfação da minha vida pessoal ?  

Vadia irritante, essas eram as palavras que definiam ela. 

— Sim, não quero meus funcionários prejudicando o desempenho da empresa  por causa de namoros. — dou á primeira desculpa que veio na cabeça. 

— Não, não namoro. 

Então vejo seu celular tocando e logo atende rapidamente. 

— Eu estou ocupada agora. — morde seu lábios nervosa. — Eu ja disse que irei te ajudar, tchau. — então desliga me olhando envergonhada. — Sinto muito.

 — Quem era ? — Pergunta curioso

 — Minha irmã, tendo uma crise por causa do vestido de noiva dela. 

—  Oh sim, por que terminou o namoro ? —   Mudo de assunto logo vemdo  ela ficar tensa. 

— Eu emgordei e então ele me trocou, está noivo pra ser mais exato. 

Como alguém pode trocar uma mulher dessa ? Por que engordou ? Ele é louco ?  

— Você pretende namorar ? 

Eu não estava me entendendo, mas queria saber mais e mais sobre a mulher em minha frente. 

— Não, nunca irei cometer esse erro novamente. — Podia ver mágoa em sua voz.

— Ele está noivo de quem ? 

Ele ficou noivo da minha irmã. — arregalou os meus olhos e vejo Nathalie se encolher  com os olhos cheios de lágrimas. 

— Sinto muito. 

— Não sinta, eu já superei isso...estou seguindo em frente.— limpa as lágrimas que caiam do seu rosto.

Eu sabia que era mentira, eu podia sentir. 

Eu não era de sentir triste por alguém, mas Nathalie assim na minha frente fez isso mudar, não a conhecia e nem nada do tipo. Mas sabia que era uma mulher maravilhosa. 






 


Notas Finais


Eai ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...