História Troublesome Guy - Jikook - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Abo, Alfa, Beta, Jikook, Jikook Abo, Namjin, Ômega, Taeyoonseok, Yaoi
Visualizações 244
Palavras 2.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTEEEEEE, VOOLLTEEEEEEIIII AAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHH XD
Peço desculpa pela demora mas eu tava realmente sem tempo como já avisei antes '-'

Capítulo 13 - Nervosismos e Confrontos


Fanfic / Fanfiction Troublesome Guy - Jikook - Capítulo 13 - Nervosismos e Confrontos

Anteriormente......

“Então?” – Finalmente falo para aqueles dois que não paravam de se entreolhar todos melosos. - “Ao que parece correu bem a vossa semana enquanto tive fora.”

Agora!! XD

“Você nem sonha, a gente aproveitou que o Jungkook tava ocupado contigo e passámos a semana inteira com o Hobi.” – Aquele sorriso quadrado maroto do Tae mostrava o quão satisfeito e feliz ele estava com isso.

“OH!” – Aí é que percebo. – “Donde surgiu essa intimidade toda pra chamar ele de Jungkook?!” – Repouso as minhas mãos na cinta e os encaro com cara feia. Por quê? Talvez, SÓ talvez, eu não tenha gostado desse jeito súbito do Tae tratar do Jungkook.

“Aish, acalma essa raba Jimin. A gente tem o Hobi e ao que parece o Jungkook deixou bem claro quem que ele quer.” – Yoongi me lança um olhar malicioso e um sorriso atrevido.

“Como assim?!” – Eu inconscientemente me exaltei e praticamente berrei a questão. Alguns olhares se direcionaram pra nós mas eu não ligava e apenas mantinha uma cara confusa e de certa forma nervosa. Será que o Jungkook já tem alguém e apenas se aproveitou da minha situação no cio? Se eu sonho que-

Sou interrompido dos meus desvaneios quando sinto uma mão pousar na minha bochecha e uns dedos puxando a minha gola levemente pra baixo.

Pestanejo algumas vezes para perceber o que está a acontecer e então percebo o rosto do Suga muito perto do meu e um sorriso travesso nos lábios.

“A prova está bem aqui, ChimChim.” – Ele sussurrou e eu apenas fiquei mais confuso e perdido.

“Chim, o Jungkook é bem selvagem uh? Você completamente marcado até cima.” – Ele começa a rir que nem gazela e então o Yoongi se afasta rindo junto mas de forma mais calma e discreta.

A realidade demora pra me atingir e quando percebo o que eles estavam falando sinto o meu rosto ficar completamente vermelho e rapidamente tapo o rosto com as mãos.

Discretamente, aproveitando que os dois estavam entretidos a rir-se da minha desgraça, espreito por entre os dedos na direção do Jungkook e o vejo me encarando de forma animalesca enquanto o Hobi apenas fica suspirando enquanto assiste a atitude do amigo.

Pera. Não me digas que ele ficou mal interpretou o que acabou de acontecer ou que ele ficou com ciúme…. Naaaa. Tou viajando demais. Vish.

“Chim, nós até ficamos felizes por você finalmente ter tido finalmente uma transa em séculos.” – Me viro rapidamente pra ele chocado. Ele pensa que eu sou o que? Um velho? – “Mas e seu namorado? Chan- Chanyeol? Isso.” – O Tae me lançou um olhar de repreensão tão assustador que até me arrepiei todo.

Merda. Tinha até esquecido desse jumento. Aish. Digo o que agora? Pense Jimin!!!

Chamei-os com o dedo e então eles se aproximaram bem de mim.

“O Chanyeol não é meu namorado.” – Sussurrei envergonhado.

“O QUE???” – O Tae berrou com tudo nos meus ouvidos e eu me encolhi no chão tapando os ouvidos com força, assim chamando a atenção de todo o mundo. – “Ai, desculpa Chim. Esqueci que os teus ouvidos são muito sensíveis.” – Ele se agachou na minha frente acompanhado pelo Yoongi, fazendo alguns carinhos nos meus cabelos negros.

“E-Ele é meu primo.” – Tentei me recompor mas meus ouvidos estavam zumbindo.

“Por que você não disse logo?” – O Suga me olha confuso e desiludido.

“Era pra….” – Fodeu. Agora digo mesmo a verdade? Aish. Não quero.

“Pra?” – Tae começou a mover as mãos me incentivando a continuar.

“Pra fazer ciúmes ao Jungkook.” – Digo de uma vez, baixinho, fechando meus olhos com força não querendo encarar eles.

Eles se agarram a mim com tudo quase me fazendo cair pra trás enquanto sussurravam palavras encorajadoras e falando que estavam felizes por mim.

Se eles já reagem assim só por falar que fiz aquilo pra causar ciúmes, imagina se eu digo que gosto dele…. Eles devem ter surto e já ficar estendidos no chão.

“Hey, de qualquer forma.” – Me afasto deles e então finalmente nos levantamos. Eu ajeito minha roupa e meus lindos cabelos. – “Como vocês ficaram a saber do meu cio com o Jungkook?” – Indaguei curioso.

“Ah, obvio. Sua mãe.” – Suga riu. – “A gente foi ligando vez ou outra pra saber de você e ela é que contou pra gente que você estava passando o seu cio com um alfa.”

“E depois o Hobi contou que o alfa, não era qualquer um mas sim o gostosão do Jungkook.” – Tae finalizou rindo.

Suspirei pesado.                                                                   

Já nem se pode confiar em ninguém, vem-se tudo a saber logo logo. Aish.

Bem na hora o toque de entrada faz-se presente e logo todos começam a dirigir-se para o edifício.

Lentamente, sem qualquer vontade já, seguimos aquela multidão.

“Já agora, o que o seu appa reagiu a isso tudo? Ele é bem protetor.” – Yoongi se vira pra mim curioso.

“Ah, ele esteve de viagem a semana toda e chegou ontem no final do dia. E hoje ele ainda não falou nada por isso deduzo que a minha omma ainda não contou nada pra ele.” – Estico meu braços na minha frente, me espreguiçando.

“Você vai se ferrar muito quando ele souber.” – Yoongi se vira pra mim com aquela cara ‘Você se fudeu’ que me tira do sério. Eu ainda me pergunto por que gosto tanto desses dois, eles parece que querem sempre me ver na merda. Aish.

“Opa! Parece que o senhor charmoso ta apreciando um certo alguém.” – O Tae me cutuca com o cotovelo e quando olho na direção que ele aponta vejo o Jungkook, ainda no seu lugar habitual, me devorando com os olhos enquanto mordia o lábio.

OH SANTO SENHOR ALGUEM ME AJUDA POR QUE EU NÃO SEI SE AGUENTO!!!

Geeeente, esse ser humaninho não pode ser real, ele é gostoso demais puta que pariu.

Mas aí é que a realidade me atinge ne.

Quando os alcançámos o Suga e o Tae se atiraram ao Hoseok e eu fiquei sem saber o que fazer.

Tem situação mais vergonhosa que esta? Isso não é possível.

Vendo que eu não iria mexer um musculo, ele sorri de lado e se aproxima de mim chegando bem pertinho do meu pescoço.

Quando sinto a sua respiração bater no meu pescoço eu me arrepio todo e abro a minha boca pra ver se conseguia respirar melhor. Parecia que o ar me fugia, estava se tornando difícil de se respirar.

“O cheiro está bem fraco. Assim não dá.” – Ele sussurra aquelas palavras e fico completamente perdido. Ele ta falando do meu cheiro?

“O que?” – Consigo manter a voz firme e sinto-o sorrir agora junto do meu ouvido.

“O meu cheiro em você está demasiado fraco.” – Ele esclarece a minha dúvida e eu fico envergonhado. – “Vamos ter que resolver isso por que eu quero todo mundo sabendo que você é meu.”

Foi aí que fiquei mais envergonhado e sem saber o que fazer.

Jungkook me deixa demasiado confuso. Será que ele gosta mesmo de mim ou ele está apenas me vendo como um objeto e apenas se aproveitando de mim?

De qualquer forma, vou manter-me no plano. Ser difícil.

Os outros apenas encaravam a cena com sorrisos provocativos nos lábios então eu finalmente respiro fundo, repouso uma mão no seu peitoral bem definido e gostoso pra caralho e com um sorriso atrevido e convencido o empurro e recuo.

Assim que me assegurei de que tínhamos uma distancia segura entre nós, ajeito meus cabelos analisando a cara de confuso dele. Dá até aquela vontade de rir da cara fofa dele mas vai que ele se irrita? Ainda tomo no meu claudio então melhor não arriscar minha sorte.

“Pena que eu não sou seu não é mesmo?” – Falo da forma mais sedutora e provocante possível e vejo-o cerrar os punhos e me encarando de forma séria.

“Jiminie.” – Ele chama pelo meu nome de forma séria e repreensiva e juro por tudo que por um segundo até pensei em ceder. Esse deus grego da porra ainda vai dar cabo de mim. – “Não me provoque. Eu já deixei bem claro pra você a quem você pertence por isso nem se atreve a me contradizer.” – Seus olhos estavam nitidamente querendo mudar de cor mas dava pra perceber que ele estava se tentando controlar á medida que lentamente se começava a aproximar de mim.

O lobo dele é bem possessivo e irritadiço. Por não falar selvagem ne mesmo.

Mantendo o meu sorriso atrevido, chamo o Tae e o Suga com o dedo, que depois de deixarem um selinho no alfa vêm pro meu lado e depois mando um beijo com a mão pro Jungkook antes de me virar e sair rebolando a minha bunda avantajada. Melhor coisa que minha omma me deu ne não?

“Nossa Chim tu ta arrasando o boy.” – Tae ri quando nos aproximávamos do cacifo dele pra pegar o material.

“Você podia deixar esse cu doce todo de lado e aproveitar que tem um boy daqueles a seus pés. Não é todo dia que se tem acesso a um pedaço de mau caminho que nem o Jungkook.” – Yoongi, querido. Tu quer ficar sem pinto? Foco no seu alfa, por favor? Obrigado, de nada.

“Olha só o merdinhas do Jimin. Já voltou do seu lamentável cio? Você podia nem ter voltado.” – Sabe aquelas ómegas lindas e encantadoras de antes. Ora aqui estão elas de novo, iluminando meu dia.

“E você poderia vazar da minha frente antes que você fique sem esse seu cabelo desbotado nojento querida.” – Ameaço com tudo e dou um passo em frente fazendo-a recuar hesitante. Ela sabe muito bem que o posso fazer e até sair safo disso tudo. Sou o protegido do diretor por causa da minha situação. – “Tu é chata pra caralho.”

Saio esbarrando nela quase fazendo-a cair e o Tae e o Suga me seguem rapidamente.

“Você vai se arrepender disso Jimin!” – Paro quando a ouço ameaçar-me e viro-me ligeiramente pra trás. – “Pensa que eu não sei que foi com o Jungkook que passou o seu cio? Essas marcas e o cheiro te entregam.”

“E? O que você tem haver com isso? Eu passo meu cio com quem eu quiser, meu amor.” – Debochei. Essa menina ta mesmo me tirando do sério. O que droga ela quer afinal?

“Jungkook será meu e quando isso acontecer eu vou esfregar isso bem na sua cara e mostrar o quão você é um nada.” – Ela rosnou passando por nós pisando fundo seguida pelo resto do bando.

“Aquela ali de certo que não ta bem. Devo avisar o hospício de que tem aqui mais uma louca perdida?” – Tae fala bem sério. Esse menino me assusta as vezes, credo. Se bem que se calhar seria o mais acertado a se fazer nesse caso.

Depois de chegarmos atrasados á aula, graças aquele projeto de gente irritante, pelo resto da tarde não houve quaisquer sinais de Jungkook ou Hobi ou nem do grupinho deles o que deixou nós três meio depressivos.

“Hey, tive uma ideia!” – Tae se levanta todo animado. Aí vem merda. Quando o Tae diz isso nunca sai coisa de jeito daquela boca. – “Bora ir numa boate! Tem uma muito boa no centro da cidade.”

“Boa ideia. A gente tem que se divertir um pouquinho como fazíamos antes. Ultimamente não temos tido tempo pra nós três.” – Yoongi sorri e dá um carinho nos cabelos do Tae que fecha os olhos todo satisfeito.

Troco algumas mensagens com a minha omma e aviso-os que poderia ir.

Visto que ainda era cedo, combinámos de mais tarde nos encontrarmos todos em minha casa pra me ajudarem a escolher alguma coisa pra vestir por que não sei por que caralhos eu nunca tou bem mesmo com um closet cheio de roupa. Parece que nunca tenho o que vestir. Aff.

Iriamos para a boate ás 22h, ás 19:30 em ponto já estavam os dois em minha casa me ajudando e depois de uma grande algazarra e depois de uma grande bagunça formada no meu quarto acabámos por escolher uma camisola de cabas preta com grande decote, um casaco fino azul escuro, uma calça preta bem justa, um sapato chique preto e um lenço vermelho e preto no pescoço (gente é a roupa de Blood Sweat and Tears).

Tae me ajudou passando maquiagem e depois fomos fazendo turno, eu fiz a do Tae e ele fez a do Suga.

Quando terminámos eram 21:15 então como ainda tínhamos tempo descemos pra ir comer com os meus pais e assim que minha omma nos viu começou logo fazendo um show e tirando fotos. Devo admitir, nós ta muito gato. Tou até imaginando a cara do Jungkook se me visse assim.

Meu appa claro que não ficou com boa cara e quando ia pra manifestar a sua oposição acerca da nossa saída, a omma sempre cutucava ele ou o interrompia mudando de assunto.

Faltando 15 minutos prás 22h, lá fomos nós pra boate no carro do meu appa, uma das coisas mais lindas nessa minha vida, o seu lindo Jaguar XJ. Não tem como não arrasar no bicho desses gente, chegamos que nem gente famosa até por que a gente quer chegar arrasando naquela merda.


Notas Finais


E aí? O que acharam do capitulo? Não teve nada demais senão ali aquelas pestes incomodando o Jimin ne mas logo logo vai ter GRANDES acontecimentos ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...