História Trouxa aos 21. - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Amor, Bts, Drama, Trouxa
Visualizações 127
Palavras 1.277
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi♡♡♡
Cap novo para vocês...

Capítulo 41 - Ciúmes do Kim.


Fanfic / Fanfiction Trouxa aos 21. - Capítulo 41 - Ciúmes do Kim.

Por Alice.

- Finalmente saí de lá! - eu disse saindo do carro.

O clima estava estranho desde que saí do hospital, primeiro foi a ligação estranha da Sophia, depois Jungkook super animado a viagem toda e depois Jimin nervoso de uma forma suspeita:

- Por quê vocês estão agindo desse jeito estranho? - perguntei.

- Hã... Nada, entra logo... - disse Jungkook apressando o passo.

- SURPRESA!!! - os confetes voaram na minha cara.

- O quê? - tomei um susto. - Vocês... Vocês... Meu deus... - comecei a rir daquilo.

Eles haviam decorado o lugar com balões e fitas, fizeram uma bela refeição e distribuíram sobre à mesa, me deixando com a visão de um banquete incrível. Até colaram uma placa na parede que dizia: " Bem-vinda Alice!".

Sophia correu para me abraçar e disse:

- Que bom que você está de volta! Não via a hora de ter você nessa casa de novo! 

- Alice, meu amor, bem-vinda! - Leo beijou minhas bochechas carinhosamente.

- Você gostou? - Valentina perguntou.

- Eu adorei! - sorri feliz.

- Bem, vamos comer! - disse Namjoon animado.

Depois de falar com todos, sentei na mesa e começamos a nos servir:

- Eu não sabia se você iria se incomodar se a gente chamasse uns convidados diferentes e tal. Espero que não se aborreça e bata em alguém... - disse Suga.

- Está tudo bem, eu consigo me controlar. - brinquei.

O chefe do grupo participou do momento junto com sua secretária, uma loira que Namjoon estava secando desde que pôs os olhos na garota, ela soltava risinhos e as vezes olhava para ele envergonhada, eles estavam paquerando e todo mundo estava notando.

Por Jin.

A comida estava maravilhosa, tudo quentinho e bem temperado, nossos chefs fizeram um ótimo trabalho. Todos comeram bem, o clima estava radiante se não fosse pelo fato de Namjoon estar olhando para a secretária loira e gostosa do patrão. Eu tentei não ligar mas de vez enquanto escutava sua voz na minha mente.

Não vou olhar para mais ninguém além de você....

Com certeza não vai, Namjoon. Pensei por muitos  dias sobre nosso relacionamento e nunca via a forma de ficarmos bem juntos. Ele nunca iria querer isso, e eu estava apenas sendo ridículo por continuar com esses pensamentos tolos.

Terminamos de comer e decidi sair daquela zona de desconforto, fui até a cozinha e comecei a lavar alguns pratos:

- Posso ajudar? 

- Hãn...- encarei Leo por alguns segundos. - Ah, claro.

Me pus um pouco para o lado e o garoto me ajudou enxugando os pratos:

- Você parece estar voando, completamente em outro mundo. Aconteceu alguma coisa? 

- É... Nada não. - voltamos ao silêncio. - É que, eu gosto de uma pessoa, mas ela não gosta de mim... - decidi falar 

- Ahh... Agora entendi. - ele respondeu. - Mas e então, você vai desistir? 

- Ele é um cara complicado... Não gosta de caras como eu. - respondi.

- Jin... Isso é realmente chato. - ele parou o que estava fazendo e me olhou. - Pode ser difícil mas, você deve respeitar a opinião dele, sabe? Se ele não quiser nada com você, vai precisar seguir em frente... E eu tenho certeza que outras pessoas vão querer ter algo assim contigo...

Seus olhos eram realmente de tirar o fôlego, a torneira continuava a despejar água sobre os pratos enquanto olhávamos um para o outro, ele sorriu e cessou a água, me abraçando por trás e olhando por cima do meu ombro:

- No Brasil a gente não gasta tanta água assim, fechamos a torneira, ensaboamos tudo e despois é que lavamos, isso economiza muita água, sabia? - ele sussurrava em meu ouvido enquanto esfregava os pratos.

Sua voz grossa me dava leves arrepios, eu já estava muito corado naquela situação, ele simplesmente mostrou interesse em mim e eu não sabia o que fazer:

- Leo...

Eu me virei, ficando de frente para ele, nossos corpos tão colados, eu ia derreter a qualquer momento. Eu parei o que iria falar e fiquei olhando a sua boca, enquanto ele se aproximava de mim cada vez mais. Antes que pudéssemos nos beijar alguém tossiu no cômodo, nos dando um susto:

- Nam-Namjoon? - me afastei.

- Posso saber o que está acontecendo aqui? - ele perguntou sério.

- A gente só estava lavando a louça. - Leo encostou na bancada e piscou para mim.

- Lavando a louça? Aham, sei. Jin vem comigo. - ele me puxou.

Fomos até seu quarto e ele fechou a porta, me perguntou irritado:

- Que palhaçada é essa?

- Nada, Namjoon, a gente só estava conversando...

- Conversando, perto daquele jeito? Para de brincar comigo Jin... - ele riu.

- Do que isso te importa, Namjoon? Por quê não cuida da sua vida? Agora vai atrás da vadia loira que está lá embaixo, e tenta não comer ela na frente de todo mundo... - eu disse tocando no trinco.

- Oi? - ele me puxou pela blusa. - De que merda você está falando Jin? Deixa de ser ciumento, ela é só uma amiga!

- Ciumento? Eu? Pode me explicar que porra foi essa agora? - perguntei.

- Estou apenas cuidando do que é meu, Jin. - ele me olhou sério. - Eu disse que iria ser só seu, que não iria olhar para ninguém além de você, mas isso não cabe só a mim. Você também tem que só meu... - ele se aproximou me prendendo contra a parede.

- N-Namjoon... - meu coração estava prestes a explodir.

- Você é só meu, Jin. Entendeu? 

Como eu poderia discutir depois de ouvir aquelas palavras. Mordi os lábios apreensivo. E ele sorriu malicioso enquanto segurava forte meus braços contra a parede:

- Essa boca é só minha...

Seus lábios vieram de encontro aos meus, começou um beijo calmo e suave, e depois ele foi aumentando a intensidade, sua língua brincava na minha boca enquanto seus braços ainda me prendiam. Eu estava rubro de vergonha, mas quanto mais fazíamos aquilo, mais eu me acalmava. Na nossa falta de ar ele se separou com um sorriso vencedor nos lábios:

- Esse pescoço é só meu...

Ele me puxou pela cintura e colou nossos corpos. Beijou toda a extensão do meu pescoço, deixando chupões e mordidas. Senti os arrepios caminharem pelo meu corpo e mesmo sem querer, acabei deixando um gemido escapar.

- Ah, Jin... - ele me tinha em seus braços. - Eu preciso saber, de verdade, se o seu coração também vai ser só meu...

- Namjoon... - sorri envergonhado com aquela brincadeira encantadora. - Sempre foi seu... Só estava esperando que você o aceitasse... 

Ele sorriu animado e me abraçou forte. E aquelas palavras eram verdade, mesmo sem saber ao certo quando esse sentimento começou, eu sempre estava esperando por ele. Não importava aonde eu estava meus olhos sempre procuravam pelo garoto, e eu agradecia a Deus quando tínhamos que trocar de roupa durante o show, só para ter a visão daquele corpo suado. E com a passar do tempo, eu ficava mais apreensivo, trabalhávamos juntos e morávamos na mesma casa, não parecia certo esconder aqueles sentimos. E todas as vezes que ele me pegava encarando-o e sorrindo como um bobo, ele sorria de volta e até vinha conversar comigo.

Hoje ele me mostrou o quanto me queria de verdade e eu não conseguia conter meu sorriso durante o resto do evento. 

Por Jimin.

- O Jin parece tão feliz... - disse no ouvido de Alice.

- É verdade...

- Bem... - disse o chefe para todos ouvirem. - Vamos começar agora uma nova fase das nossas vidas, espero que todos aqui tenham grandes conquistas e façam o seu melhor. Próxima semana BTS vai começar seus trabalhos com o novo álbum, vamos entrar na correria de novo e espero bons resultados de vocês! Vamos fazer um brinde a recuperação de Alice e a nova fase do BTS! 

- VIVA!! 




Notas Finais


Curtinho mesmo ♡♡ Bjos
Posto mais depois♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...