1. Spirit Fanfics >
  2. True Feelings >
  3. Momento Amizade

História True Feelings - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


*Boa leitura!📖📚📱💻💕😍

Capítulo 5 - Momento Amizade


 

***{❤️️}***

*Pov. Camila

 

Alguns podem achar que sou uma cretina por não dormir com a Lolo, mas eu não sou, só não quero confundir as coisas e acabar com a nossa amizade. Acho que fui longe demais transando com ela, mas o fato é que não me controlei, fiquei tão excitada. O jeito fofa da Lauren não ajudou em nada manter a sanidade.

 

Estou aqui no quarto da minha crush, sinto-me ardida para caramba, o pênis da Lauren é enorme, parece uma cavala, não sei como consegue esconder tão bem. Estou com medo de ficar grávida, preciso conversar com alguém, posso até ligar para minha mãe, mas não estou preparada para perguntar certas coisas a ela. Claro que irei contar a respeito da minha primeira vez, isso terá que ser pessoalmente, não por telefone.

 

Não sei se depois de transar com a Lolo, terei coragem de transar com o Shawn, sei lá, ele não desperta o fogo que a lolo me despertou apenas com um beijo.

 

Imagino o quanto Jennifer deve ser quente, se a lolo novinha já manda super bem, Jen experiente deve ser uma deusa do sexo.

 

Começo a explorar seu quarto, entro no enorme closet e é exatamente como imaginei, uma parte roupas de grifes, incluindo terninhos e vestidos maravilhosos, na outra parte sapatos de diversas marcas e modelos. Observo mais um pouco, suas roupas do dia a dia na outra parte, definitivamente a mulher é bastante vaidosa.

 

Continuo a explorar e chego nas gavetas, abro a primeira e vejo alguns sutiãs, a segunda calcinhas e cuecas boxes, pego uma calcinha de rendas, aposto que ela não usa isso, deve ser de alguma amante, com certeza tem várias. Desço para terceira gaveta e encontro algo que me deixa de boca aberta. Dentro da gaveta tem: chicote, anel peniano, lubrificante de diversas marcas e sabores, "pó mágico louca sensação" que safadinha, e essas algemas rosas personalizadas com pedrinhas, com certeza gostaria de algemá-la na cama e depois chicoteá-la, em seguida cavalgar feito uma putinha em cima dela.

 

Humm, masturbador vagina com vibrador.... Puta merda daria tudo para ver Jen se masturbando, enfiando o pau dentro dessa vagina de silicone. Infelizmente nenhum vibrador estilo pênis, também ela não precisa, a não ser que goste que enfie nela ou ela meter em alguém, acho que nesse caso não precisa.

 

Camisinhas de diversos marcas e sabores, pego uma caixa e começo a ler a de sabor chocolate.... Extra fina, extra-grande...pego outra extra-grande ultra-sensível de sabor morango. Não me espanto em saber que ela é enorme, Lauren deve ter herdado isso dela.

 

Aposto que a Jauregui deve ter de 22 a 23 cm, eu nem consegui atracar direito com minha mão, por isso estou tão dolorida, tenho até vergonha de contar para minhas amigas que transei com uma cavala, devia ter dado para o Shawn primeiro, já senti o pau dele duro quando estávamos nos agarrando não achei grande, senti por cima da roupa, definitivamente ele não é um cavalo como minha amiga.

 

Fecho a gaveta e exploro mais um pouco o quarto, bocejo e decido me deitar. Olho para cama enorme, lembro da lolo triste quando disse que não queria dormir com ela. Droga, eu não sou má, preciso voltar e dormir com a lolo.

 

Pego meu celular em cima da cama e sigo para fora do quarto de Jen. Caminho até o da Laur, abro a porta e adentro vendo-a quietinha assistindo os incríveis, seus olhos estão vermelhos, subo na cama e toco nela.

 

-Está chorando?

 

-Sim, saudade da mamãe. É a primeira vez que fico longe dela. –Fala manhosa. Deito ao seu lado, puxo a coberta para cima de mim. –Deita nos meus braços?

 

-Eu não, você disse que não queria dormir comigo depois do sexo, porque íamos parecer um casalzinho. –Fala jogando na minha cara.

 

-Me desculpa, lolo.... Vem logo, deixa eu cuidar de você, e agora será como sua melhor amiga. –Lauren senta na cama me olhando, o biquinho presente a coisa mais fofa.

 

-Não sei se quero.

 

-Ah meu Deus, estou lidando com uma bebê...vem logo fofinha.

 

-Eu não sou fofa.

-É sim, ainda mais fazendo esse bico.

 

-Ok, Camz..., mas ...deixa para lá. –Se aproxima deitando em meu braço, puxando a coberta sobre nós novamente. –Acho que era você para estar em meus braços, porque eu sou maior.

 

-Nada disso lolo, eu sou mais ativa. –Sorrio.

 

-Nem é verdade, foi eu que fiquei por cima.

 

-É daí eu engoli você, então venci...-Começamos a sorrir de nossa besteira...O silêncio se fez presente, apenas o barulho da TV ligada, a sensação muito boa de ficar assim com ela. Depois de minutos sinto sua respiração calma contra meu pescoço, sorrio e dou um jeito de pegar o controle para desligar a tv, aperto no botão e são as luzes do quarto que se apagam, procuro outro botão e finalmente a tv desliga deixando o ambiente escuro, não do tipo aterrorizante, apenas aquele escurinho agradável. Fecho os olhos e fico contando carneirinhos até o sono me vencer zzzzzzzz...

{***}

*Pov. Lauren*

 

Acordo sentindo um peso sobre meu corpo, abro os olhos e vejo os cabelos espalhados, lembro de ter dormido nos braços da Camz, como ela veio parar em cima de mim? Olho as horas e vejo que já passa das 11 h, ainda bem que hoje é domingo, então não temos com que nos preocupar.

 

Sorrio sendo invadida pelas lembranças da noite passada, minha primeira vez com a Camz, foi sensacional, só teve o ponto chato dela ir embora para o quarto da mamãe alegando que não queria dormir comigo para não parecer que somos um casalzinho. Chorei horrores depois que a deixei no quarto da mamãe e voltei para o meu, fiquei um tempo molhando o travesseiro e depois decidi acabar de assisti ao filme de animação que comecei a assistir com ela lá embaixo.

 

O filme já estava terminando quando ela adentrou o quarto e veio se deitar comigo, antes perguntou por que eu estava chorando, respondi que era saudades da mamãe. Camz como sempre foi uma fofa e toda a raiva que eu estava sentindo dela evaporou, deitei em seus braços e não custei a dormir, me senti tão em paz.

 

Agora acordo e ela está sobre meu corpo, e o pior de tudo é que meu amiguinho está animado com a situação.

 

-Camz. –Falo tentando a acordar. –Acorda bebê, preciso ir ao banheiro.

 

-Ahh..., humm, ...Luar...está tão macio... –Fala manhosa se agarrando ainda mais em mim.

 

-Por favor Camz, irei fazer xixi na calça.

 

-Ah lolo, você é muito chata. –Disse deitando para o lado. Levanto da cama e andando estranho vou para o banheiro, adentro e levanto as tampas do vaso, me alívio imediatamente.... Após a necessidade fisiológica, decido fazer minha higiene matinal.

 

{*Duas Horas Depois...}

 

Estamos na cozinha preparando nosso café da tarde, já são 13 horas. Depois que fiz minha higiene e sai do banheiro, Camila levantou e foi fazer a higiene dela. Quando acabou se arrumou e ficamos mais um pouco na cama assistindo bob esponja. Camz mandou mensagem para as meninas vim aqui em casa. Descemos, e aqui estamos acabando de fazer os sanduíches enquanto as baderneiras não chegam.

 

Já falei com a mamãe Jen pelo WhatsApp e a Camz com a dela, não contei nada sobre a minha primeira vez, preciso conversar com ela pessoalmente.

 

Sentamos no banquinho alto em volta do balcão e começamos a comer.

 

-Nossa, seu sanduíche é delicioso, Laur.

-Digo o mesmo do seu café. –Sorrimos.

 

-Agradeça a cafeteira. –Sorrimos. O celular da latina começa a vibrar em cima do balcão, vejo o nome e a foto do Shawn Mendes.

 

-Não vai atender? –Pergunto vendo que ela nem dá importância para a ligação do namorado.

 

-Eu não, amanhã nos falaremos na escola, na verdade terça, porque ainda temos um dia para cumprir de suspensão.

 

-Vai dizer a ele que transamos?

 

-Que pergunta boba, Lauren. Claro que não!

 

-Hum, melhor assim.

-Por que melhor assim?

 

-Sei lá, você pretende fazer sexo com ele?

 

-Não sei, estamos namorando, se acontecer será normal.

 

Sinto a raiva voltar, minha vontade é exigir que ela seja somente minha, mas não posso fazer isso, somos apenas amigas segundo ela, porque eu quero mais que amizade.

 

A campainha começou a tocar, levanto e vou atender, assim que abro a porta a cambada entra. Dinah, Vero, Lucy, Normani, Keana e Ariana.

 

-Olá Palmitinho. –Fala Dinah e as outras meninas me cumprimentam de maneira normal, sem apelidinhos.

 

-Fiquem à vontade, eu e a Camz estamos tomando café.

 

-Cria vergonha nessa cara, hora dessa já era para estarem almoçando. –Fala Vero.

 

-Ah, ficamos assistindo desenho.

 

-Nossa, como você é trouxa da bunduda, sei que nem de desenhos você gosta. –Fala Dinah já indo em direção a cozinha.

 

-Agora eu gosto! –Seguimos para a cozinha.

 

-Olá Camilinha, me dê esse sanduíche. –Diz Vero pegando da mão dela e dando uma mordida.

 

-Sua esfomeada. –Diz a latina e sorrio com sua carinha fofinha. As demais se sentaram e começam a comer conversando com a Camz, enquanto estou escorada na porta apenas as observando, Keana sorrir em minha direção, retribuo. A conversa é sobre as coisas que acontecem na escola.

 

{*Minutos depois...}

 

Camila levantou e pegou na mão da Dinah e foram para saída da cozinha, apenas as observo sumirem do meu campo de visão.

 

-Para onde elas foram? –Pergunta Ariana ainda comendo.

 

-Conversar. –Respondo o óbvio. Espero que a Camz não fale do meu pau para Dinah, senão terei sérios problemas.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...