História True Love - Haleb - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Kate Randall, Lucas Gottesman, Melissa Hastings, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Tom Marin
Tags Emison, Ezria, Haleb, Pll, Pretty Little Liars, Spoby
Visualizações 115
Palavras 1.873
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


❀Hello minha Kebrada!👋❀

Demorei mais voltei 😂😂

Espero que gostem do capítulo! (também né,olha o tamanho do spoiler que eu dei com a foto da capa 😂)

❀BOA LEITURA!!❀

Capítulo 60 - Eu aceito!


Fanfic / Fanfiction True Love - Haleb - Capítulo 60 - Eu aceito!

Aconselho vocês a lerem esse capítulo ouvindo: Hold On – Chord Overstreet & Deepend

...

–Não, você está ficando louco...– ela diz se aproximando de meu pescoço – nós temos que sair daqui!

–Sair?Por que?

–Vamos ser felizes!Vamos ficar com nossos filhos!

–Mona!Dá pra você acordar e enxergar as coisas?

–O que você tem Caleb?Não quer mais saber de mim?Não se lembra de quando você me queria e dizia que estava livre pra ficar comigo?

–Bom...acho que ele não precisa se lembrar! – Hanna surge e vai pra cima dela.

Elas começam a brigar uma com a outra.

–Achou que eu não sairia dessa,não é? – disse Hanna.

–Veremos! – disse Mona tentando sair de baixo mas Hanna parecia mais forte.

–Dá pra vocês pararem logo com isso!Logo tudo isso aqui vai pegar fogo! – digo desesperado.

Elas até param,mas Mona não e dessa vez parte pra cima de Hanna.

–Mona...solta ela!Me tira daqui e nós vamos sair...– tento resolver a situação pois não estava aguentando ver Hanna apanhando daquele jeito.

Até que vejo a Hanna caindo no chão.

–Hanna!Hanna,nãããããão! – vejo ela não se levantar e começo a fazer força desesperado tentando sair.

Até que faço força e consigo soltar as algemas da cama.

–Vamos! – digo indo pegar a Hanna.

–Não...– diz Mona entrando na frente me impedindo de pegar a Hanna – ela não vai.

–Vou sim! – Hanna pega um pedaço de vidro que tinha no bolso da calça e enfiam na perna da Mona.

Hanna se levanta com dificuldade e fica próxima a Mona.

–ahh...e essa corrente é minha – Hanna puxa com toda força arrancando a corrente da Mona, fazendo um corte no pescoço dela.

–Você está bem? – pergunto vendo a Hanna meio ofegante.

–Eu...não...– Hanna desmaia mas a tempo consigo segurá-la.

–Vamos!Vou lhe tirar daqui! – a pego em meus braços,vou até a janela e a abro.

A coloquei deitada na grama,tirei o casaco que ela estava e coloquei em baixo da cabeça dela.

–Eu já volto! – digo saíndo e me despedindo com um beijo em sua testa.

•POV HANNA•

–Aonde eu estou? – acordo e eu estava em uma ambulância.

–Você sofreu um acidente...mas continue deitada – diz uma enfermeira.

–Aonde está o Caleb?

–Quem é Caleb? – perguntou a enfermeira.

–Sou eu...– diz Caleb aparecendo – ela está bem?

–Sim!Eu vou...vou deixá-los a sós! – disse a enfermeira saíndo.

–E você,está bem? – pergunto me aproximando.

–Sim...– ele diz segurando em minha mão – você se mostrou muito esperta e forte! – ele diz tentando me fazer sorrir e conseguindo.

–Eu? Não fui não,eles que bobiaram – digo – aquilo que ela disse...

–Não liga pras coisas que ela fala!Sabe que ela tem problemas...e além do mais,eu te amo!

–Tá...eu seí disso! – digo sorrindo e ele se aproxima me beijando.

–E você?

–O que tem eu? – me faço de desentendida.

–Você...

–Claro que eu te amo!Muito,muito e muito! – digo me aproximando e novamente o beijando,só que mais intenso que da última vez.

–Vamos pra casa? – ele diz me abraçando.

–É o que eu mais quero!

–Oiii! – Aria,Spen,Em e Ali batiam na porta da ambulância.

–Minha bebê!Como está? – diz Em me abraçando.

–Muito bem! Graças ao meu herói! – digo rindo e olhando pro Caleb.

–Eu vou deixar vocês conversarem...vou lá falar com o Toby! – diz Caleb.

–Ok!

–hum...ele é tão atencioso! – disse Spen – não sabe o quão preocupado ele ficou...

–É,posso imaginar! – digo rindo.

–Você está realmente bem? – pergunta Aria.

–As coisas ruins já passaram!As marcas vão ficar,mas nada melhor do que o tempo! – digo.

–Isso mesmo! – diz Em.

–E logo...chegam mais duas lindas pessoas! – diz Spen.

–Como você se sente? – pergunta Ali.

–Eu, muito feliz, muito mesmo! – respondo.

–Eu tenho que falar uma coisa pra vocês...– disse Spen.

–Fala – diz Em.

–Como o caso da Hanna foi resolvido,em breve eu e o Toby viajaremos! – diz Spen não muito feliz.

–Não precisa ficar assim! – digo.

–É...quem sabe você volte! – diz Aria.

–Voltar?Só se tivesse algum casamento – diz Spen.

Todas ficamos olhando pra Aria que faz uma cara de desentendida.

–Então vocês...– diz Ali.

–Aquela briga foi boba,ele me pediu desculpas...

–Por que?Brigou com o Ezra? – pergunto.

–Sim! – disse Aria se aproximando – eu fiz uma coisa,na qual eu não me orgulho muito...– ela segurava em minhas mãos.

–Fala,está tudo bem!A Hanna voltou pro Caleb e...– disse Em.

–Tá,a algum tempo eu fiz uma coisa pra Mona...

–Que coisa?

–Ela descobriu que eu sou infértil e fez eu passar o seu e-mail pra ela...

–O que?Isso não tem problema!Como ela disse...tudo passou!

–Então...tudo bem...?

–Claro! – digo a abraçando.

Ficamos um tempo conversando,elas até me sugeriram alguns nomes pros bebês.

–É,eu queria muito que fosse um casal!Mas o que for, não tem problema!

–É,eu vou embora! – disse Spen.

–Eu até iria sugerir pra gente sair,mas tô muito cansada! – digo.

–Ah, qualquer coisa combinamos de nos reunir pouco antes da Spen ir embora – disse Ali.

–É, então tchau! – digo.

DIAS DEPOIS...

–Bom dia! – disse Caleb – achei que eu acordaria primeiro que você!

–Não!Eu vou...

–Hanna? Você prometeu que...

–Caleb,é difícil!Eu preciso voltar pra empresa...

–Mas você tem que se cuidar!

–Eu sei!Mas deixa eu ir uma última vez? – faço carinha do gato do Sherek.

–Ah...não faz isso comigo!

–Isso o que? – me deito na cama.

–Isso...– ele diz sorrindo e acariciando meu rosto – você vai,mas depois eu vou te buscar.

–Me buscar?Por que?

–Uma surpresa!

–Ah,ok! – digo triste por ele não me contar o que é.

–Mas antes...– ele me puxa me fazendo ficar em cima dele.

Começamos a nos beijar,um beijo quente que cada vez mais transmitia desejo.

–E-eu...– digo tentando me afastar mas o desejo era maior.Passo meus braços em volta de seu pescoço e começo a levantar a barra da camisa dele, enquanto ele beijava meu pescoço – Ca-caleb!

–Que foi? – ele para de me beijar e eu aproveito e consigo sair.

–Eu estou indo! – me olho rapidamente no espelho pra arrumar meu cabelo.

–ok – ele faz cara feia.

 ⊱∽∽∽∽∽∽∽∽∽∽∽⊰✾⊱∽∽∽∽∽∽∽∽∽∽∽⊰

Logo chego na empresa.

–Hanna?O que está fazendo aqui? – pergunta Maria.

–Oi Maria,está tudo bem também!E eu vim pegar minhas coisas!

–Desculpa,é que você não deveria vir aqui!

–Mais gente!Eu tô muito bem!

–Hanna,a alguns dias você estava presa em um lugar que ninguém sabia,te machucaram...

–Eu sei de tudo isso!Só estou tentando fingir que não aconteceu e ficar bem...– saío andando e vou até minha sala.

Comecei a arrumar minhas coisas, guardar em umas caixas.

–Oi Hanna! – Spen bateu na porta – Soube que você estava aqui porque a Maria me disse.

–Oi! É...eu vim pegar minhas coisas.E você?

–Eu também vim pegar minhas coisas!Vamos daqui uns dias!

–Mas já?

–Infelizmente e felizmente sim!Como você está?

–Muito bem! Você está parecendo ótima!

–É que...eu estou tentando engravidar.

–O que? Verdade?

–Sim! – ela diz sorrindo.

–Se você quer mesmo,espero que consiga!

–É...o que acha de sairmos pra tomar um café?

–Eu até queria mais o Caleb disse que faria uma surpresa...

–Ah,vou indo então!Depois me conta tudo!

–Ok!

Fiquei arrumando umas poucas coisas que faltavam.

–Hey! – Caleb aparece.

–Me assustou!

–Não era minha intenção! – ele se aproxima e dá uma beijo rápido.

–Aonde nós vamos?

–Surpresa...

–Você é chato! – digo virando meu rosto.

–Não sou...só posso te dizer que são duas supresas...

–Duas?!Me conta!Vai!

–Vamos logo assim você descobre antes!

–Tá bom!

Descemos o elevador,ia me despedir de Maria mas ela não estava lá.

–Vou colocar isso...

–Pra que vai colocar essa venda? – pergunto curiosa.

–Não confia em mim?

–Claro que eu confio! – digo e ele coloca a venda.

Escuto ele entrar no carro e depois ligá-lo.

Andamos por um tempo,até que deve ter chegado no lugar e ele parou.

–Posso tirar? – pergunto com as mãos em meus olhos.

–Não...espere que eu vou te ajudar a descer!

Ele saí e depois vai até mim e segura em minhas mãos me ajudando a sair.

Começamos a andar,até que ele para:

–Vou tirar! – ele diz passando a mão.

–Aonde...um cartório? O que vai fazer?

–Eu...– ele coloca a mão no bolso da calça e tira uma caixinha – eu seí que não são tão bonitas mas...

–São melhores que a que estávamos – digo rindo – essa era a surpresa?

–Sim!

–Eu...

–Aceita?

–É claro que sim! – digo sorrindo.Me aproximo colocando meus braços em volta de seu pescoço e selo nossos lábios.

–Desculpem atrapalhar,mas...– escuto uma voz familiar.

–Mãe!O que está fazendo aqui?

–Ajudei nisso e além do mais uma mãe não pode perder o casamento da filha!

–Eu já disse que odeio vocês – digo rindo.

–Ata...– disse mamãe rindo – na verdade foi tudo idéia dele!

–Te odeio então! – digo dando um tapa de leve em Caleb.

–Aqui...– mamãe me entrega o buquê – eu só tenho a dizer que...mal posso esperar para recebê-lo oficialmente em nosso família.

Caleb e eu trocamos olhares muito felizes.Realmente é muito estranho acreditar que alguém que a dias atrás queria nos matar,hoje está fazendo tudo isso!

–É,mas acho meio difícil porque a porta está fechada! – digo triste.

–Só parece! – diz minha mãe indo até a porta que estava fechada e batendo nela,no mesmo momento vem uma mulher abrir – está vendo!Com o poder de uma mãe se consegue tudo!

–Entrem! – disse uma mulher parecendo uma juíza.

Depois que entramos,esperamos a mulher arrumar alguns papéis que faltavam, mamãe assinou como testemunha.

–Ambos concordam? – perguntou a juíza.

–Sim! – dissemos sorrindo olhando um pro outro.

–Espera....! – disse Caleb voltando a mão no bolso e tirando a caixinha – aqui! – ele diz tirando a aliança que seria minha,e entendo o que deveria fazer.

–Eu aceito! – digo estendendo minha mão e ele coloca a aliança. Pego a outra aliança que seria dele.

–Eu aceito! – ele diz e coloco a aliança.

Depois que colocamos as alianças,acho que ambos não conseguíamos esconder a nossa felicidade. Selamos nossos lábios novamente.

–Bom,já que vocês se casaram...eu vou voltar pra minha empresa! – disse mamãe.

–Ok! – digo.

–Ah...eu tenho uma surpresa pra vocês! – disse mamãe.

–Essa que era a outra surpresa,mas eu juro que essa eu não seí! – disse Caleb.

–É,essa eu realmente escondi dos dois – diz mamãe segurando em nossas mãos – bom,como se casaram,não terão uma lua de mel,mas eu resolvi...resolvi dar uma casa pra vocês.

–Casa? – pergunto.

–Ela é bem diferente,agora que se casaram e estão esperando dois filhos, precisam de um lugar maior,e...é de frente pra praia.

–O que? Mamãe! Você é louca?

–Não minha querida!É um presente pra vocês!

–Muito obrigada mesmo senho...Ashley!

–Isso...Ashley!Não tem de quer,não se esqueça que agora você é da família também!

–Claro! – diz Caleb.

–Ok,eu vou embora então!

–Tchau! – vemos ela saíndo.

–Aonde nós vamos? – pergunto.

–Nós...vamos num restaurante nos encontrar com umas pessoas – ele me olha sorrindo.

–O que?Vamos ver os nossos amigos? – pergunto.

–Sim!Vamos senhora Rivers? – ele estende o braço.

–Claro senhor Rivers! – digo – aonde você vai! – ele saí correndo.

–Desculpa! – ele diz ofegante.

–Tá vendo?É isso que dá sair correndo e me deixar aqui sabendo que eu não posso correr! – digo ficando seria.

–Então...vamos! – ele fica agaixado e me pega no colo.

–Me põe no chão! – digo rindo feito uma boba.

–Pronto – ele diz me colocando no chão mas me deixando de um jeito como se fosse cair...

–Você é muito louco! – digo segurando em seus braços.

–Por você,é claro!

–Que frase mais clichê, não acha? – digo rindo.

–Não...– ele me agarra fazendo nossos lábios de aproximassem de um jeito profundo e me prensando no carro.

–Acho que temos que ir! – digo separando nossas bocas.

–Pode ser então! – digo me afastando e ele abre a porta do carro pra mim.

MESES DEPOIS...

                                  💝CONTINUA...💝


Notas Finais


O que acharam?

Mds,daqui posso sentir que vocês estão surtando!😂🙈

Eu sei que sou bem louca em passar esses meses mais vem muita coisa aí 😏 (hehehehehehe)

Espero ver vocês nos comentários! ( Estou sentindo falta de vocês ultimamente!😞)

Kisses💋

-Tia Ana louca das Kebradas💋😉✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...