História True Love - Yoonmin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Monsta X
Personagens BamBam, Hyung Won, I'M, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joo Heon, Jungkook, Ki Hyun, Mark, Min Hyuk, Rap Monster, Show Nu, Suga, V, Won Ho, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Namjin, Vhope, Yoonmin
Visualizações 131
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.😘🐇🐰

Capítulo 4 - Mudando...


Fanfic / Fanfiction True Love - Yoonmin - Capítulo 4 - Mudando...

POV YOONGI

 Estava muito preocupado com o meu menino, ele parecia tão assustado, que a única coisa que queria fazer era cuidar dele até ele não me quer mais perto dele. Sabia que o HyunWoo queria se aproveitar do Jimin, quando os dois estavam se aproximando eu já sabia que tinha algo de errado.

 Creio que se o Hoseok não houvesse chegado naquela hora, eu teria matado o HyunWoo, pois vontade não me faltava, posso dizer no momento em vi aquela cena fiquei cego pelo ódio, mas o que estava me deixando louco era não saber nada do meu pequeno, queria estar com ele agora. Hoseok havia falado que o TaeHyung estava cuidando do Jimin, me sentia mais tranquilo com isso.

 - Yoongi sei que você só estava tentando proteger o Jimin, mas não precisava deixar o HyunWoo em coma. Você sabe que caso ele volte do coma ele pode querer se vingar de você. - Diz meu amigo, era possível sentir a preocupação do mesmo.

 - Sei... Mas não ligo ele tentou machucar o Jimin. O que fiz com ele é pouco. - Digo com raiva. Não sentia medo de saber que o HyunWoo poderia fazer algo comigo, e sim que ele fizesse ao meu pequeno.

 Estava no meu quarto tentando dormir, mas acabava por ficar pensando em como o Jimin deve estar. Ele é tão frágil, que me daria medo de toca-lo, sentia que poderia o machucar com um simples toque. Nunca havia sentido algo tão forte por alguém, mas tenho certeza de que isso não é ruim. Sempre tive dificuldade em expressar os meus sentimentos, e acho que com Jimin não será diferente. Tenho medo de acabar fazendo besteira, e depois ficar parecendo um idiota.

                                                (***)

Não consegui dormir nem um pouco, estava muito preocupado com o Jimin, ficava a cada instante me perguntando como ele deve estar se sentindo. Fiquei pensando em não tentar me aproximar do Jimin agora, pois o mesmo não ia muito com a minha cara, mas acredito que o mesmo deva ter mudado nem que seja um pouco sobre o pensamento que tinha sobre mim.

 

Imagino que o meu pequeno, não irá ir para escola por alguns dias. Como naquela escola às notícias circulavam rápido, não dúvido que já soubessem o que estava acontecendo.

 

No dia seguinte...

 

Todos na escola me encaravam com medo, algo que não me encomodava. Estava conversando com o Hoseok, quando me deparo com um menino de roupas um pouco largas, não conseguia acreditar que era o meu Jimin daquela maneira, o mesmo não parecia aquele menino no qual me interessei.

 

"Ele realmente está muito mal, e isso me preocupa..."  Pensei enquanto o observava.  

 

POV JIMIN

Meus pais não haviam me perguntado nada, agradeci mentalmente por isso, não queria que eles sentissem nojo de seu único filho, já bastava eu mesmo ter esse sentimento por mim. Pelo motivo deles não saberem, sou obrigado a ir para a escola e encarar os olhares sobre minha pessoa.

Com toda a preguiça do mundo me arrumo para ir para o inferno, vulgo escola. Não iria colocar por um tempo vestidos ou saias, então optei por buscar minhas roupas masculinas, sim tinha algumas guardadas, normalmente às coloco quando estou me sentindo horrível. E esse era o sentimento que estava sobre mim, me sentia horrível.

Quando desci de entro com meu Appa, recebi um olhar de espanto, pois o mesmo não é acostumado a me trajando tais roupas.

- Bom dia Appa. - Digo sem ânimo algum.

- Bom dia filho. Está tudo bem filho? - Me questiona preocupado.

- Está sim. Appa pode me levar para escola? - Perguntei-lhe. Não queria mais ir para nenhum lugar sozinho. Tae e eu haviamos combinado de ir juntos, mas isso foi antes de tudo isso acontecer.

- Mas você e o TaeHyung não vão ir juntos? - O mais velho pergunta.

- Por favor Appa. - Emploro para o mesmo.

- Ok... Aconteceu alguma coisa e você não quer contar para mim e para sua Omma? - Appa me conhecia muito bem, mas não iria contar nada do que havia acontecido. 

- Não aconteceu nada, está tudo bem, não precisa se preocupar. - Digo tentando convencer o mais velho.

- Ok... Então vamos. - Diz ainda desconfiado.

Pego minhas coisas, e saio na frente. No carro o silêncio estava presente, pego meu celular e meus fones, coloco em uma música qualquer, e direciono meu olhar para às ruas de Seoul. Antes de entrar na escola me despeço do meu pai. Saio do carro, e encontro Tae me esperando na entrada, vou até o mesmo, recebendo um olhar surpreso do mesmo.

Tae já havia me visto vestido assim, mas nunca me vesti dessa maneira para ir para escola. Resolvemos ir para sala de aula, pois não queria ficar vendo como às pessoas ficam me olhando. Enquanto estávamos passando pelo pátio da escola, percebi vários olhares, talvez pelo acontecido ou até mesmo pelo que estava vestindo, apenas ignorei e segui meu caminho.

Havia tocado o sinal, anunciado o início das aulas, não estava com cabeça para ouvir professor falando toda hora. Aos poucos foram entrando alguns alunos, e acabava por sentir olhares sobre mim, ato que me deixou um pouco encomodado. Tae havia falado que tinha uma surpresa para mim, não gosto muito de surpresas, mas o mesmo disse que isso iria deixar-me um pouco feliz, e esqueceria mais rápido de tudo o que aconteceu.

 

*Quebra de tempo*

 

Estávamos a caminho da casa do Tae, pois ele havia deixado tanto suspende na tal surpresa, que fiquei até curioso com o que seria. Quando chegamos falamos com a mãe do Tae, e a ajudamos com o almoço. Logo após o almoço Tae e eu subimos para seu quarto. O mesmo pediu para eu fechar os olhos, me guiou até sua cama, me fazendo sentar na mesma. Senti o Tae colocando algo em meu colo.

- Pode abrir os olhos. - Diz meu amigo. 

Quando abro meus olhos me deparo com uma cesta na qual havia um coelho muito fofo, seus pelinhos são branquinhos e seus olhos são em um tom um tanto escuros.

- Que fofo. - Digo animado, e pela primeira vez, depois de tudo que aconteceu, eu estava sorrindo. Deixo o coelho em cima da cama e dou um abraço no Tae.

- Obrigado TaeTae, te amo. - Falo contente pelo presente, e dou um beijo na bochecha do meu amigo.

- Tudo para ver o meu melhor amigo feliz, não gosto de te ver assim, sei que não vai ser fácil esquecer o que aconteceu... Mas não custa nada tentar, e nada melhor do que um animal de estimação para ajudar nisso. - Diz meu amigo sorrindo quadrado, amava quando o mesmo sorria assim.

- Me sinto um pouco melhor agora. - Digo enquanto faço carinho em meu coelhinho.

Tae e eu passamos a tarde conversando, meu amigo estava falando o quanto gostava do Hoseok, e que queria que mesmo já o pedisse em namoro.

- Jimin você não agradeceu o Yoongi por ele ter te salvado. - Diz Tae.

- Acabei esquecendo... Nunca imaginei que ele me salvaria. - Digo me lembrando do seu ato.

- Ele parece interessado em você... - Fala meu amigo todo empolgado.

- Não acho isso, ele deve ter namorado... E também ele não faz o meu tipo. - Falo desviando o olhar para meu o coelhinho.

- De onde você tirou isso... O Yoongi não namora. - Diz Tae com um tom confiante.

- Tem certeza, porque outro dia eu tinha visto ele é um outro garoto que não sei quem é, quase se engolindo, e depois vi os dois juntos no intervalo. - Falo olhando para o Tae.

- Deve ser alguém que fica no pé dele toda hora. - O mesmo diz tentando defender o Yoongi.

- Bom... Mas desde que ele me salvou, minha opinião sobre ele mudou. - Solto um leve suspiro.

- Mas para bom ou para mal? - Pergunta Tae.

- Não sei como explicar. - Me encontrava confuso, pois realmente não sabia como, mas minha opinião sobre Min Yoongi havia mudado... Só não sei se foi para melhor ou para pior.

 

 

 

 


Notas Finais


Demorei mais cheguei.
🐇🐇🐇
Será que o Jimin tá sentindo alguma coisa pelo Yoongi?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...