História True Love Kiss - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Baekmin, Witch!au, Xiubaek, Xiubaek Otp Da Nação
Visualizações 60
Palavras 944
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Fluffy, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu e minhas oneshots xiubaek estão vivíssimas
esse plot é na verdade de uma longfic que eu desisti de postar (to criando outro plot) mas não queria desperdiçar o plot, então... aqui estamos

boa leitura ♡

Capítulo 1 - , único.


Minseok tinha que aprender a se controlar.

Sua vó sempre o dizia que o controle era o ponto essencial na vida de um bruxo, e inclusive passava a ele vários exercícios diários para controle da respiração, dos feitiços e etc.

Mas ainda era um novato. E percebia isso quando os armários de sua casa abriam sozinhos quando ele fica irritado com as lições de casa, ou quando a televisão de tubo na sala chiava e a sua vó reclamava, gritando e xingando Minseok de todas as formas por ter atrapalhado sua novela.

E percebeu isso também quando calou a boca de Baekhyun sem querer, levando o dedo aos lábios quando o amigo passou a falar sem parar do quanto estava frustrado por ter sido trocado em uma simples prova em dupla da escola, quando começou a ter suas crises de ciúme e começar até mesmo a tocar no assunto de saber o segredo de Minseok. Foi nesse ponto, onde o coração do bruxo passou a palpitar com força, que ele começou a pedir desesperadamente que Baekhyun calasse a boca, fazendo sinal de silêncio e ficando aliviado quando o amigo enfim parou de falar.

Mas quando Baekhyun passou a mexer suas mãos de forma frenética, Minseok não precisou usar sua intuição para saber que havia alguma coisa errada, principalmente quando levantou a cabeça e viu que o amigo mexia os lábios sem produzir som, o rosto contorcido em uma mistura de surpresa e pânico.

Foi quando Minseok arregalou os olhos.

— Baekhyun! — quase gritou ao constatar que havia silenciado o amigo. — Calma, calma, calma! É um feitiço, é um feitiço! — Baekhyun acenou freneticamente com a cabeça, ainda tentando mover os lábios, tentando dizer alguma coisa. — Ah... Como eu desfaço isso?!

O bruxo levou as mãos à cabeça, amassando os fios loiros nos punhos fechados, desesperado ao constatar a mente em branco. Nunca havia usado um feitiço de silenciamento. E se nunca havia usado, não fazia a menor ideia de como desfazê-lo.

Baekhyun parou de mexer os braços, agora com as mãos tocando os lábios, como se pudesse sentir o feitiço, de alguma forma. Minseok o encarou, ainda desesperado, pensando até mesmo em ligar para sua vó, embora duvidasse que ela fosse lhe ajudar nesse assunto. Iria rir, dizer um “se vira” e desligar. Isso se atendesse.

— Baekhyun... Eu sinto muito! — disse, correndo para o amigo que ainda tocava os lábios. — Você sabe, quando eu me descontrolo, eu... — Baekhyun assentiu, e Minseok ficou surpreso ao ver que o outro não estava nem ao menos com medo, não mais. Parecia admirado. — Baekhyun! Eu não sei o que fazer, eu não sei como desfazer isso, nem sabia que eu conseguia fazer esse feitiço, me desculpa, me desculpa!

Baekhyun apenas balançou a cabeça, sorrindo para tentar consolar o bruxo. Minseok sentiu as mãos suarem. Odiava ser um bruxo nessas horas, principalmente quando ainda estava aprendendo a controlar seus poderes. Agora seu amigo estava sofrendo nas mãos de um feitiço e Minseok não tinha a menor ideia do que fazer.

Mas Baekhyun parecia ter.

— O quê? — perguntou Minseok quando percebeu que Baekhyun queria dizer alguma coisa, voltando a mexer os braços freneticamente. Apontou para si mesmo, depois para Minseok, depois para seus lábios silenciados. — Não entendi, Baekhyun. — O outro repetiu os gestos, arregalando os olhos e balançando o dedo indicador ao apontar para os lábios novamente. — Baekhyun, eu não sei o que está querendo dizer. Não sei como refazer isso. Ah... Vou ter que acabar ligando pra...

Revirando os olhos, Baekhyun não foi nada sutil quando puxou o bruxo desesperado pela cintura, unindo suas bocas em um ato que fez Minseok arregalar os olhos, quase perdendo equilíbrio pela maneira que foi puxado. De início, a surpresa não o deixou reagir, mas quando Baekhyun o tocou de forma mais suave, conduzindo o beijo ao mover os lábios, Minseok por um minuto se esqueceu da situação e fechou os olhos, uma mão no ombro do mais novo.

Mas então se afastou, com duas mãos no peito de Baekhyun, olhando-o sem disfarçar sua surpresa e confusão. Porém, Baekhyun, por outro lado, parecia satisfeito enquanto abria os olhos.

— Funcionou? — disse ele, se surpreendendo ao constatar que sua voz havia voltado, e surpreendendo também ao bruxo. — Ah, meu Deus, Minseok, funcionou!

Ele rira, mas Minseok não entendia o que estava acontecendo. Estava feliz pelo mais novo ter conseguido quebrar o feitiço de alguma maneira, mas seu coração ainda palpitava pelo fato de Baekhyun tê-lo beijado.

— O que você fez? — perguntou, se afastando do mais novo, meio surpreso, meio assustado.

Baekhyun o encarou com um sorriso bobo no rosto. Minseok se perguntava se o mais novo era capaz de ouvir seus batimentos cardíacos, porque o bruxo estava à beira de um ataque.

— Eu disse pra você que filmes de contos de fada não eram inúteis! Funcionou! — Ele bateu palmas, comemorando consigo mesmo enquanto Minseok ainda o encarava sem entender.

— O que você fez, Baekhyun? — repetiu a pergunta.

— Não se lembra? — E baixando a voz, como se contasse um segredo, continuou: — Somente um beijo de amor de verdadeiro é capaz de quebrar feitiços.

A risada escandalosa de Baekhyun se fez presente mais uma vez quando Minseok arregalou os olhos, surpreso o suficiente para fazer a televisão na sala chiar.

— Eu estava brincando — disse Baekhyun, tentando acalmar o outro para fazer a televisão voltar ao normal. Mas logo voltou a sorrir novamente: — Mas a resposta só pode ser essa!

E então saiu correndo para sala, como se temesse que Minseok começasse a jogar os móveis da casa em si, embora o bruxo ainda estivesse estacado, surpreso demais para fazer ou dizer qualquer coisa.

Bem, até que não era mentira...


Notas Finais


xiubaek é aquele casal que se ama e não assume acho que isso não é novidade pra ninguém

+
enfim eu tenho 3 os prontas pra postar, uma talvez eu poste na sexta se eu tiver coragem (pq não é fluffy rs) e as outras duas eu ainda to pensando se posto ou não, mas se eu me decidir vem as duas na semana que vem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...