História True Love Never Has To Hide. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Super Junior
Personagens Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk"
Tags Donghae, Drama, Eunhae, Hyukjae, Romance, Superjunior, Yaoi
Visualizações 99
Palavras 1.888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieennnn bem não vou me estender muito aqui!!!
NANY, FRAN oia eu aqui traveiz hahahah 0/
Espero que gostem, esse é um início por​ esse motivo o capítulo curto, conforme o andamento vamos voltando aos nossos capítulos normalmente enormes hahhaha
Música sugerida para o capítulo: Sandcastle- Beyoncé
Vão lá ler!!!! U.u
Boa leitura!!!!

Capítulo 1 - Reencontro


O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente...

                                     (Mario Quintana)

 

 

 

 

*Lá estava ele sentado mais uma vez no balanço solitário daquele parque, sendo aos poucos coberto pela neve que iniciara a cair, trazendo consigo o inicio do inverno que prometia ser um dos mais rigorosos já visto em toda a Coreia do Sul, me aproximava dele calmamente não queria o assustar, pois sei que se ele estava ali mais uma vez sozinho algo deveria ter acontecido em sua casa, as brigas entre seus pais eram cada dia mais intensas e já cogitavam a separação, com isso ele sofria, pois amava seus pais e não queria os ver separados , mas também não os queria ver brigando. Ao me aproximar dele pude ver que ele chorava intensamente segurando sua cabeça entre os joelhos, quando fui a sua casa para nos despedirmos fui informado por sua mãe que ele tinha saído, percebi logo que olhei para a bela senhora de cabelos negros a minha frente que ela havia chorando, não me prolonguei ali agradecendo a informação e me despedindo dela sai a sua procura, eu sabia exatamente onde o encontrar, aquele lugar tornou-se o seu refugio particular, pois todas as crianças do condomínio já não eram mais tão crianças assim, nós também já não éramos mais aqueles dois garotos que brincavam horas sem se cansar ali naquele parquinho, eu definitivamente levaria ótimas lembranças dali principalmente dos momentos que dividi ao seu lado.

Estar indo embora de Seoul para Londres não estava sendo fácil para nenhum de nós dois, eu não queria o deixar e ele mesmo tentando demonstrar ser forte também estava sofrendo com minha partida, se eu pudesse escolher com toda a certeza deixaria tudo de lado para continuar ali ao seu lado, mas eu era apenas um adolescente que não mandava em minha própria vida. Suspirei triste e me posicionei a sua frente de joelhos o abraçando o sentindo soluçar devido ao seu choro.

 

- Sinto muito ter que ir embora e o deixar aqui, meu coração está em pedaços desde o dia que meus pais falaram que iriamos nos mudar, por favor me perdoe, você sabe o quanto Te Amo, sinto muito!-

Ele levantou a cabeça olhando em meus olhos, ele estava com o rosto molhado por lagrimas e o ver assim só feriu mais ainda meu coração, respirou fundo e falou em um tom amargo de magoa que me atingiram a alma.

 

- Você me Ama? Tem certeza disso? Acho que não! Não significo nada para você, se me amasse de verdade não me abandonaria aqui sozinho, se verdadeiramente me Amasse como diz você ficaria ao meu lado e mesmo que enfrentássemos dificuldades seriamos felizes, pois estaríamos juntos, mas você não me Ama você está enganado, ao contrario de mim eu realmente Te Amo ao ponto de falar para meus pais que sou gay, a ponto de os enfrentar sozinho para poder assumir o que sinto por você e desencadear uma briga feia entre eles por minha causa e agora meu pai encontrou o motivo que queria para sair de vez de casa e deixar a mim e minha mãe sozinhos! E você o que vai fazer com isso? Simplesmente vai embora me deixando para trás, vai viver uma nova vida, quem sabe até conhecer outra pessoa que vai preencher seu coração e te fazer me esquecer, não sinta, não lamente por algo que você não sente de verdade, siga sua vida que eu seguirei a minha, tirarei de mim este sentimento que está me machucando a ponto de me fazer enlouquecer, quem deve sentir muito aqui sou eu por ter te conhecido, por ter me apaixonado por você e por ter Te Amar mais que a mim mesmo, você não merece esse sentimento, agora vá, deixe-me siga sua vida que seguirei a minha! –

Diante de suas palavras não consegui fazer nada a não ser chorar, meu rosto estava molhado por completo e sentia meu peito querer sair pela boca, definitivamente não eram essas as palavras que esperava ouvir dele em nossa despedida, jamais imaginei que minha partida desencadeasse nele a dúvida sobre meu Amor e a magoa que via em seus olhos, eu sabia que naquele momento ele estava magoado e que tudo o que estava falando era apenas para de alguma forma me fazer sentir mais mal do que já estava me sentindo por ter que o deixar, mas também me magoou suas palavras duras mesmo indo embora eu não merecia ouvir aquelas palavras, passei a manga da camisa em meus olhos para tentar conter as lagrimas que se derramavam sem parar depositei um selar em seus lábios não sendo correspondido olhei em seus olhos e falei entre soluços o que meu coração mandou.

 

- Eu Te Amo e Sempre Vou Te Amar!-

 

Deixei o pequeno embrulho que levei para o entregar a sua frente no chão próximo aos seus pés, ele não se moveu nem um milímetro e ainda chorando me levantei e fui embora, deixando com ele meu coração, eu jamais seria completo sem ele ao meu lado.*

 

 

Fui tirado de minhas lembranças por mãos tocando em meu braço e por uma voz me chamando, finalmente tínhamos chegado a Seoul depois de varias horas de voo finalmente chegamos, eu estava cansa e dolorido de ter ficado sentado todo aquele tempo, mas ao mesmo tempo estava ansioso por estar retornando ao meu pais, depois de tantos anos. Já não era mais aquele adolescente que sai para outro país triste e machucado, apesar de que a magoa ainda existia em meu peito, eu agora era um homem formado, dono de mim, um empresário bem sucedido no ramo empresarial que trabalhava arduamente para conseguir meu prestigio entre os mais conceituados empresários do mundo, e agora depois de tanto tempo estava retornando para presidir uma das empresas da família em Seoul, pois os administradores realizaram falhas na administração e não permitiria que a matriz inicial dos negócios de meus pais viesse a falir. Eu pessoalmente iria tratar de ajustar novamente tudo e demonstrar ao mundo mais uma vez toda a minha capacidade.

Agradeci a aeromoça por me acordar e sai do avião sentindo a leve brisa tocar minha pele respirei fundo, como estava com saudades desse lugar, já fazia tantos anos que não vinha a Seoul, durante o caminho para a empresa via as muitas mudanças que a cidade teve, sim eu estava a caminho da empresa antes mesmo de ir para casa descansar, despachei minhas malas pelo motorista e peguei um taxi para ir de uma vez por todas dar minha primeira olhada em como estava à empresa que era a menina dos olhos de meus país, depois eu descansaria o que mais queria naquele momento era demonstrar a todos a que vim, que não estava de brincadeira e que por mais que fosse o herdeiro de todo aquele império eu seria severo em minhas decisões e ações para colocar tudo em seu devido lugar logo todos iriam descobrir a que vim!

Desci do taxi em frente à entrada do imponente prédio e sorri animado, aquele seria meu mais novo desafio e definitivamente eu estava ali para vencer, perder não fazia mais patê do meu vocabulário, a última coisa que perdi no dia que fui embora de Seoul foi meu impulso para ser o homem determinado e rigoroso que sou hoje e não mais perderia em toda a minha vida absolutamente nada!

Entrei no prédio e me direcionei ao balcão de atendimento e logo fui reconhecido por as atendentes que me reverenciaram em cumprimento e devolvi a saudação e recebi meu crachá de identificação, entrei no elevador e apertei o andar da presidência que ficava na cobertura do prédio, um frio subiu por meu corpo, não sei porque, talvez por a emoção de estar finalmente ali, quando as portas do elevador se abriram a secretaria da presidência já me aguardava na entrada das grandes portas de vidro e me recebeu amigavelmente nos cumprimentamos e falei.

 

- Muito bem senhorita Sunny, espero que tenha preparado tudo o que lhe pedi e que o novo diretor financeiro já esteja me aguardando. –

 

Ela disse que ele estava me aguardando em sua sala e que o chamaria, que todos os papeis que pedi estavam em minha mesa, a agradeci e entrei na sala que foi a primeira a qual meu pai iniciou seus negócios, não pude deixar de me sentir feliz por star ali eu faria de tudo para deixar tudo em seu devido lugar novamente, sentei na grande cadeira de meu pai e me virei olhando pelas grandes janelas de vidro que me davam uma bela visão da cidade e do céu e pela primeira vez que entrei ali naquele prédio me permiti respirar fundo, tinha consciência de que não seria fácil fazer tudo o que tinha a ser feito, mas não me deixaria abater por nada. Escutei leves batidas na porta e mandei que entrasse e me virei para ver quem entreva, dei ordens para que Sunny fizesse o diretor financeiro entrar em minha sala tão logo chegasse e assim se fez, mas eu só não contava que o destino pudesse tripudiar tanto assim na minha cara, quando olhe ao homem a minha frente, vestido impecavelmente em um terno tão preto como seus cabelo, minha respiração falhou e meu coração acelerou em meu peito, era ele eu jamais poderia imaginar que o reencontraria tão cedo assim e que ainda mais por cima ele fosse o tão recomendado e renomado diretor financeiro que meu pai tanto elogiou e batalhou tanto para conseguir contratar.

Nos olhamos intensamente, ele diferente de mim estava com o olhar frio, concentrado com a postura de um impecável profissional que não se deixa abalar por qualquer trivialidade, eu deveria estar assim também, mas meu coração foi traidor, a emoção de o rever ali a minha frente ainda mais lindo do que eu me recordava depois de tantos anos sem um mínimo contato sequer me fez vacilar por mínimos segundos, ele percebendo meu estado quebrou o silêncio me cumprimentando formalmente.

 

- Senhor Donghae, bem vindo a Seoul e a empresa matriz de seu pai, trabalharemos arduamente para a reestabilizar! –

 

- Obrigada Senhor Hyukjae, esse é meu objetivo!

 

Mesmo em meu transe recuperei minha consciência e em meio ao meu nervosismo o cumprimentei de volta cheio de expectativas e questionamentos em minha cabeça, será que ele realmente fez o que falou que faria me esquecendo? Será que apenas eu estava abalado por estarmos nos reencontrando depois de tantos anos? Porque ele estava tão frio comigo como se não nos conhecêssemos? Eram tantos questionamentos em minha mente, que eu mal pude prestar atenção ao que ele me falava tão compenetrado, antes de viajar instrui Sunny para que prevenisse o novo direto financeiro a me fazer um balanço da situação em que a empresa estava e ali estava ele me falando minuciosamente sobre o que pedi, mas eu não deixava de me surpreender com sua frieza para comigo, eu queria muitas informações dentre elas queria que ele me explicasse o por que de me tratar como um estranho e o principal, porque ele não me tomou em seus braços me beijando ardentemente assim como fazia quando éramos mais novos, ou ele estava se fazendo muito profissional ou ele verdadeiramente cumpriu o que me falou, me esquecendo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, nos vemos em breve!!!!
Beijocas!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...