1. Spirit Fanfics >
  2. Truly, Madly, Deeply in Love >
  3. Not having you in my life

História Truly, Madly, Deeply in Love - Capítulo 118


Escrita por:


Notas do Autor


O que uma pandemia não faz? Esses dias em quarentena eu lembrei dessa historia, acontece que nos meus arquivos eu tinha esse capitulo pronto e o ultimo capitulo também já esta feito. Então eu vou dar uma lida na historia e relembrar td, porq faz muito tempo, e vou tentar terminar ela.
Não sei se ainda há leitores mas não custa tentar pelo menos dar um final para a historias desses personagens. Não se se vou conseguir, mas prometo tentar. se você continua por aqui, obrigada.
Então, acho que nos vemos por aqui.

Capítulo 118 - Not having you in my life


Fanfic / Fanfiction Truly, Madly, Deeply in Love - Capítulo 118 - Not having you in my life

POV Liam

Sempre fui o cara que ajudava a todos, na verdade me desdobrava para auxiliar meus amigos e familiares em tudo o que eles precisavam, não é a toa que muitos me chamava de “Daddy”, mas até o mais forte acaba chegando ao seu limite. A festa era para sair perfeita, estávamos vários dias trabalhando para ser um dia incrível e no final, acabou sendo um desastre.

Porém nada me preparava para aquilo... quando a enfermeira me disse que não haviam achado os batimentos cardíacos do meu filho, eu simplesmente fiquei sem chão, eu não podia acreditar no que estava acontecendo, nas últimas semanas estávamos tão empolgados e do nada, acabou. E nem tivemos a chance de conhece-lo.

Apenas tive força de abraçar minha esposa e ficar ali chorando com ela em meus braços, pela primeira vez eu não fazia ideia do que eu iria fazer.

 

POV Zayn

Estávamos na delegacia, Rachel estava dando seu depoimento enquanto eu esperava do lado de fora. Tudo começou a dar errado de uma hora para outra, que ninguém podia esperar que isso fosse acontecer. Rachel ainda estava em choque, a verdade é que eu sabia que eu precisava cuidar dela, agora mais que nunca. Acontece que nós não tínhamos notícias de nenhum dos nossos amigos, mas eu sabia que ela iria se responsabilizar pelo o que havia acontecido com a Emily, eu só rezava para que nada pior ocorresse.

 

POV Harry

A enfermeira que havia chamado o Liam saiu da sala e veio em nossa direção, só de olhar para ela eu sabia que algo muito errado estava acontecendo.

-Vocês são acompanhantes do senhor e a senhora Payne?

-Sim – respondo um pouco apreensivo – Como está o bebê?

-Algum de vocês poderiam me acompanhar por favor, acho que eles precisam da ajuda de vocês.

-Não vai me dizer que... – A voz de Simon falha de repente e ele abaixa a cabeça.

Louis volta a chorar e eu sinto meu coração se quebrar em mil pedaços, aquilo não podia estar acontecendo, não com o Liam e Chloe.

Me levanto, mesmo não tendo ideia da onde eu havia arrumado forças para tal, acompanho a enfermeira e assim que entro no consultório vejo a cena mais desolada do mundo, Liam e Chloe abraçados chorando desesperadamente. Eu não sabia o que fazer, apenas caminhei até eles e os abracei.

-Sinto muito – é o que sai da minha garganta, seguido de lagrimas silenciosas. Eu precisava ser forte por eles.

 

POV Stela

-Poderia ser pior – diz o médico analisando o raio x – Você vai usar uma bota ortopédica por uns dias.

-Tudo bem doutor – respondo aliviada, mas ainda com muita dor.

-Vou te receitar uns analgésicos e depois poderá ir para a casa.

-Ok – respondo simplesmente.

Minutos mais tarde quando saímos de seu consultório Niall e eu vemos Louis e Simon na sala de espera, caminhamos de vagar até eles. Eu já estava com a bota, mas a dor ainda era muita, os analgésicos ainda não haviam feito efeito.

-Alguma notícia da Emily? – Niall pergunta assim que nos aproximamos. Eu me sento, pois não consigo ficar de pé por muito tempo por conta da dor.

-Ainda não – Louis responde, ainda com a voz embargada.

-Onde estão os outros? – Niall torna a perguntar agora sentado ao meu lado.

Simon abaixa a cabeça e Louis esconde o resto entre as mãos. Eu não sabia o que estava acontecendo, mas sabia que coisa boa não era.

-O que houve? – minha vez de tomar a palavra, estava aflita apenas pela expressão dos dois.

-Chloe perdeu o bebê – Simon responde com os olhos marejados.

Sinto como se tivesse levado um tapa na cara, fico paralisada. Aquilo tudo era um pesadelo.

-Isso não pode estar acontecendo – falo segurando a mão do Niall – Não pode.

Não tivemos tempo de dizer mais nada, se é que havia algo a ser dito, pois no mesmo instante um médico aparece perguntando sobre os familiares de Emily e em um pulo Louis se levanta e caminha até ele, com Niall e Simon logo atrás.

 

POV Louis

-Como ela está? – pergunto desesperado, eu precisava de uma notícia boa depois de tudo aquilo.

-Estável – o médico responde – A cirurgia ocorreu perfeitamente, agora ela está no quarto. Fraca, mas estamos confiantes.

-Que bom – Simon diz quase como um suspiro.

-Posso vê-la? – pergunto.

-Sim, só o senhor me acompanhar – ele responde e eu assinto com a cabeça. Niall e Simon me dão tapinhas nas costas e voltam para seus lugares enquanto eu sigo o doutor – Vou deixá-los a sós, daqui meia hora a enfermeira irá vir aqui ver como ela está, se precisar de algo antes disso, aperte o botão de emergência.

-Obrigado doutor – então ele se retira e eu vejo minha namorada ligada a tubos de oxigênio, remédios em sua veia e o único som que havia na sala era do aparelho que mostrava seus batimentos cardíacos.

Sento na poltrona a seu lado e pego em sua mão, estava gelada.

-Quando você sair dessa vamos andar de mãos dadas por ai, tanto que você vai ate enjoar – brinco, colocando seu cabelo atrás da orelha – Eu te amo – sinto minhas lagrimas escorrem pelo meu rosto - Eu não te disse aquela hora, mas eu te amo, então sai dessa logo, porque não posso suportar a ideia de não ter você na minha vida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...