1. Spirit Fanfics >
  2. Trust >
  3. Prólogo : Harry

História Trust - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eu sei que não é a melhor escrita do mundo, mas é feita com muito amor e carinho para vocês. Espero que gostem e se deliciem com mais este prólogo, agora na visão do sequestrado.

Queria dedicar esse prólogo a minha linda prima Leticia, que daqui a pouco vai poder ler essa fanfic 💛

Capítulo 2 - Prólogo : Harry


Fanfic / Fanfiction Trust - Capítulo 2 - Prólogo : Harry

“Coliseu, também conhecido como Anfiteatro Flaviano, em italiano: Anfiteatro Flavio. É localizado no centro da cidade de Roma, capital da Itália. Construído com tijolos revestidos de argamassa e areia, e originalmente cobertos com travertino e é o maior anfiteatro já construído e está situado a leste do Fórum Romano.”

Esse era o começo das informações que o site de busca me indicava, e minhas lentes estavam ansiosas por isso. Minha viagem para a Itália foi inesperada, estava esperando respostas de algumas entrevistas que eu fiz, meus pais estavam se divorciando, e tinha acabado de terminar um namoro de quatro anos.  Mas eu precisava disso, meu coração precisava disso. 

Ao chegar no meu destino, havia muitos turistas com suas famílias, crianças, idosos, gente de todo tipo e, é isso que me encanta: A felicidade das pessoas. Começo a tirar fotos das pessoas olhando aquele monumento, foto de paisagens que capto lá dentro, e do Coliseu como um todo. Sigo caminhando para um parte mais afastada que tinham poucas pessoas admirando aquelas enormes pedras, e seus detalhes sobre as lutas que ocorriam naquela arena. Sorrio olhando as fotos que havia tirado até ver dois homens vindo na minha direção.

- Você é Harry Styles? - Um dos homens me perguntando olhando-me de cima a baixo.

- Sim, sou eu. Por que? - Não tendo tempo nem de ouvir a resposta, já sinto o outro homem colocar um pano no meu nariz e boca fazendo-me inspirar um odor que eu chutei ser clorofórmio por ter um forte cheio. E depois de alguns segundos, me senti pesado e fechando os olhos sem conseguir ter força própria. A última coisa que eu vi foi meu corpo sendo carregado até um carro preto, e apaguei ao entrar no carro.

...

Não consegui dormir a noite toda depois que tudo aconteceu, o sequestro, o tratamento dos sequestradores e ficar dentro desse quarto sem nenhuma explicação. Não sei o que pensar, e também não consigo entender que faria isso comigo. Eu não tenho dinheiro, não tenho família rica, não tenho herança, não há motivos para sequestro. Até que escuto a porta abrir e vejo uma mulher loira, um pouco mais baixa que eu, pele clara com a neve, cabelos longos presos em um coque, uma saia rosa clara, combinando com um top e um blazer da mesma cor. 

- Olá, eu me chamo Anne-Marie Bianchi, e você é Harry Edward Styles, estou certa? - Concordo com a cabeça abaixada, olhando para o chão. Vejo-a se abaixar até onde estou levantando meu rosto fazendo encará-la novamente. - Eu estou aqui para propor um acordo. Eu o sequestrei, porque o quero. Quero você como meu homem, ao meu lado, leal a mim. Você não irá sair daqui, você não poderá mais viver sua vida antiga. Sua nova vida agora é comigo, você querendo ou não. Então, como eu disse, quero lhe propor um acordo, e está tudo descrito no contrato que iremos assinar. Eu lhe dou seis meses para se apaixonar por mim, e se ao final disso você não quiser mais, eu deixo você ir para onde quiser, e não farei nada para fazer você ficar contra a sua vontade. 

- Você pode ter me trancado aqui, você pode saber minha vida inteira, meus amigos, minha família, meus antigos relacionamentos, mas você nunca, nunca terá o meu amor. - Olho-a nos olhos e despejo todas essas palavras em cima da mesma tentando me libertar de todo sentimento ruim que estava em meu coração e em meu pensamento. -  Ela sorri dando-me um beijo em cada canto de minha boca. 

- É isso que nós vamos ver, anjo. - Sinto-a soltar meu rosto com força e levantar-se saindo daquele quarto fazendo questão de fazer barulho com seus saltos no chão gelado de mármore. - Tem um banheiro à sua frente, arrume-se sairemos em 10 minutos.

Ouço suas palavras e fico pensando como alguém é capaz de sequestrar outra pessoa para obrigá-la a ser sua. Tantas coisas passavam em minha cabeça nesse momento, mas eu só queria falar com minha família, dizer que estava bem, explicar porque não mandarei mais fotos da viagem. Ela irá fazer da minha vida um inferno, mas pode ter certeza que eu irei retribuir. 

“You may have my number

You can take my name

But you'll never have my heart.”

“Você pode ter meu número

Você pode tirar meu nome

Mas você nunca terá meu coração.”

- Skyfall (Adele)


Notas Finais


Nossa ultima previa, antes de começarmos a entender tudo que aconteceu até chegar aqui!

Até a próxima! Deixem suas opiniões, tudo é importante aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...