1. Spirit Fanfics >
  2. Trust Me ---- Camren ( adaptada ) >
  3. 31 - Capítulo

História Trust Me ---- Camren ( adaptada ) - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê meus bebês ❤️😍
BOa noite 🙈
Como estão? 🙂
Espero que bem, lógico 👏❤️
Vamos ler? 📖
Vamos lá 😉

Capítulo 31 - 31 - Capítulo


Camila foi pra casa com sua mãe e tomou banho, colocou um vestido vermelho soltinho e uma sapatilha preta, fazia calor naquela noite. Deixou o cabelo molhado e se olhou no espelho.

Ela sentia que estava mais feliz, mais viva e bonita, gostava do reflexo que estava vendo. Suas olheiras diminuíram um pouco e seu corpo não estava mais tão magro. Pela primeira vez em meses ela sorriu em frente ao espelho, estava se sentindo radiante.

- Pronta? - Alê apareceu bem vestido na porta do quarto. Olhou a filha sorrindo em frente ao espelho e sorriu também. - Você está linda.

- Obrigada papai. - virou pra ele. - Você também.

Os dois desceram e Sinu os esperavam na sala, foram pra garagem e entraram no carro, Alê apertou o controle do portão e ele abriu automático.

Eles passaram na casa ao lado e deram uma buzinada, logo Lauren apareceu perfeitamente linda e entrou dentro do carro.

- Oi, gente! - falou fechando a porta, sentando ao lado da Camila.

- Oi Laur. - Sinu e Alê falaram juntos.

- Oi Camz. - beijou a bochecha da morena, que sorria e olhava encantada pra vizinha. - Você está linda.

- Você também. - deitou a cabeça no ombro dela. - Tão linda.

Os pais da Camila ouviam tudo e se olharam rindo, era fofo ver como a filha ficava envergonhada na presença da Lauren.

O caminho até o Cabello's Restaurant foi um silêncio agradável. Camila ficou com a cabeça deitada no ombro da morena de olhos verdes, sentindo aquele perfume gostoso que só Lauren tinha. Lauren pegou na mão de Camila e entrelaçou seus dedos, dando um pequeno beijinho ali.

Quando chegaram no restaurante, Alejandro abriu a porta para as três e sentaram numa mesa no canto. Todos cumprimentaram o chefe e ele foi simpático conversando com todo mundo. Camila sentou ao lado da Lauren, de frente pros seus pais.

- O que vão querer? - Sinu perguntou pegando o menu em cima da mesa.

- É a segunda vez que venho aqui, não sei o que pedir. - Lauren disse envergonhada. - Da última vez minha família pediu massa.

- Tamales Lo. - Camila a olhou. - Você vai gostar.

- O que é tamales?

- Uma comida cubana, tenho certeza que vai adorar. - Alejandro falou seguro.

- Então eu quero tamales. É de que?

- Camarão, mas tem outros sabores.

- Eu gosto de camarão, então tudo certo.

Alejandro chamou o garçom e pediu pra capricharem nos tamales, também pediu vinho e claro que o garçom atendeu claramente o pedido.

- Lauren, gostaríamos de agradecer por ajudar a Camila. - Sinu falou segurando uma taça de vinho.

- Eu faria qualquer coisa pela filha de vocês. - disse envergonhada, fazendo todos sorrirem.

- Não precisa ter vergonha, já sabemos o que rola entre vocês.

- Pai!! - Camila falou vermelha. - Não fala isso.

- Vocês não estão bravos com a gente? - Lauren perguntou confusa.

- Pelo contrário, nós adoramos você e ficamos muito felizes.

- Eu queria um pai como você Alejandro, não sabe o quanto é incrível. - ele sorriu lisonjeado.

- O pai da Lo não aceita ela. - Camila disse. - É um ridículo.

- Por isso ele não quis dizer que ela estava em casa... - Sinu falou pensativa. - Agora tudo faz sentido.

- Como assim? - Lauren franziu o cenho.

- Seu pai falou que você não estava em casa quando fomos lá hoje. Praticamente fechou a porta na nossa cara.

- Ele não merece a filha maravilhosa que tem. - Alejandro falou sério. - Preconceito já é ridículo, mas com a própria filha passa do limite.

Camila percebeu que Lauren ficou um pouco chateada, então resolveu mudar o assunto.

O jantar seguiu animado, Lauren se sentia em família e não poderia estar mais feliz de ver Camila sorrindo e conversando com seus pais. A morena de olhos verdes não parava de pensar em o quanto Camila era linda.

Quando a comida chegou, Lauren olhou um pouco estranha pro prato.

- Você vai gostar Lo. - Camila falou já pegando um tamale. - É a melhor coisa do mundo.

Lauren comeu aquilo e arregalou os olhos por tamanha perfeição, a família Cabello riu da reação dela, sabiam que iria adorar.

- Como eu nunca comi isso antes? - perguntou surpresa.

- Só tem aqui no nosso restaurante. - Alejandro falou. - Tem muitas coisas que só fazemos aqui.

Após o jantar, Camila e Lauren estavam começando a ficar tristes por ter ir embora, elas sabiam sabiam que depois daquilo teriam que cada uma ir pra sua casa. Então Camila teve a brilhante ideia de:

- Vamos ao banheiro? - sussurrou no ouvindo da Lauren, que assentiu na hora.

As duas levantaram, Sinu e Alê olharam e riram. Eles não são bobos, já tiveram a idade delas.

Quando Lauren fechou a porta do banheiro, sentiu sua cintura sendo puxada por Camila, virando seu corpo pra ela e encaixando suas bocas. Automaticamente abraçou o pescoço da morena e beijou aqueles lábios rosados. As duas andaram até a pia durante o beijo, Lauren agarrou na cintura da vizinha e a suspendeu, fazendo sentar no mármore e se posicionou no meio das pernas dela. A morena de olhos verdes se permitiu levantar um pouco o vestido vermelho da Camila e apertou suas coxas, fazendo ela suspirar um sua boca. Lauren permaneceu com a mão na coxa da morena e desceu seus beijos pro seu pescoço. Camila gemia baixinho sentindo os beijos molhados dela, desceu suas mãos e entrelaçou na mão quente da Lauren agarrado em sua coxa, mas com a outra mão puxou o cabelo da vizinha e fez suas bocas se encontrarem de novo.

Camila estava sentindo aquela mesma sensação estranha, mas era tão bom, e ela não queria parar de sentir aquilo. Elas separaram o beijo por conta da falta de ar e ficaram se olhando nos olhos, com as testas encostadas, logo Lauren deu um sorriso e lhe deu um selinho.

- Eu não quero sair desse banheiro. - Camila falou manhosa.

- Somos duas, devemos passar a noite aqui.

- Com você não seria má ideia. - beijou seus lábios.

- Você nesse vestido ficou tão...- olhou todo o corpo de Camila mordendo o lábio inferior. - Perfeita.

- Para Lolo. - falou toda vermelhinha, fazendo Lauren sorrir. - Você também está perfeita, na verdade não tem um dia que eu não pense isso.

- Quero ver falar isso quando me ver acordar de manhã. - falou rindo.

- Vai continuar perfeita. - tocou de leve na ponta do nariz da morena, que sorriu adorável e a beijou.

Elas ficaram ali se beijando por um tempo, sentindo uma a outra, nenhuma das duas se importou quando uma cliente do restaurante foi até o banheiro e viu as duas ali. Apenas ignoraram e Lauren pegou na cintura da morena, a colocando de volta no chão.

Camila ajeitou um pouco o vestido e Lauren se olhava no espelho.

-Vamos?

-Vamos.

As duas entrelaçaram suas mãos e saíram do banheiro conversando. O que elas não sabiam, é que a família Miller estava jantando no Cabellos Restaurant, e quando Bea viu as duas saindo do banheiro juntas, seu sangue ferveu.

Ela cerrou o punho e se controlou pra família não perceber sua irritação. Bea queria lançar uma faca em Camila, jogar uma cadeira ou enfiar um garfo em seu braço, mas se conteve em ficar quieta observando as duas de longe. Deu um sorriso diabólico ao lembrar do que faria com a 'magrela' e relaxou em seguida



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...