1. Spirit Fanfics >
  2. Trust Me ---- Camren ( adaptada ) >
  3. 33 - Capítulo

História Trust Me ---- Camren ( adaptada ) - Capítulo 33


Escrita por:


Capítulo 33 - 33 - Capítulo


Bea puxou com força o cabelo da Camila, a fazendo gemer de dor e seus olhos encheram de lágrimas. A morena tentou empurrar a garota, mas a cada movimento Bea empurrava um pouco mais aquela tesoura em seu braço.

- Tente se defender e enfio isso de vez em você. -  falou séria olhando nos olhos castanhos. Viu a cara de pavor da Camila, riu prendendo mais a mão em seu cabelo e virou a morena de costas pra ela, dando impulso em sua mão e fazendo com que a testa da Camila batesse com tudo na parede. - Você não sabe com quem se meteu. -  fez ela bater de novo a cabeça na parede.

A morena começou a chorar de medo e dor na testa, estava quase vomitando em suportar aquelas batidas.

- Você vai vomitar? -  perguntou rindo. - Como é fraca! Isso é pouco do que pretendo fazer. Você sozinha em casa e aquela porta aberta facilitou tanto. - virou Camila de novo e riu ao ver a testa vermelha dela. - Isso é pra você aprender a não tocar mais em mim. - deu um tapa forte na bochecha da morena. - E isso é por beijar a Lauren. - outro tapa. - Agora vem o melhor...- mostrou a tesoura e os olhos da Camila arregalaram.

Lauren comprou todas as coisas que pretendia pra Camila: chocolate, bala, e um panda rosa, que ela achou que a morena ia adorar. Amarrou as sacolas no guidão da bicicleta e seguiu pra casa da vizinha, prendeu a bike no poste em frente à casa e pegou as sacolas.

Quando parou em frente à porta, notou que ela estava entre aberta e um desespero tomou conta do seu corpo. Jogou as sacolas no chão e correu até a escada, viu a cena que tanto temia. Bea estava prensando Camila na parede e estapeando até não dar mais. Lauren nunca sentiu tanta raiva.

Ela correu até a Bea e a puxou com tudo pelo cabelo, fazendo a garota tombar um pouco e largar a Camila.

- EU FALEI PRA NÃO ENCOSTAR NELA. - deu um soco no nariz machucado da garota e pegou a tesoura de suas mãos, jogando longe. Bea gemeu de dor e tapou o rosto por causa do nariz. - Você é uma é uma péssima pessoa, Beatrice! Não sei porque as pessoas naquela escola querem ser como você. Eles só te idolatram porque tem sorte de ser bonita e rica, mas se conhecessem você por dentro é um LIXO. - empurrou ela até fazer suas costas baterem na mesma parede em que estava batendo na Camila. - Eu me arrependo de pensar que um dia poderíamos ter algo. -  riu debochada e olhou bem nos olhos da Bea. - Tenho pena de quem realmente se apaixonar por você.

A garota ia falar alguma coisa, mas Lauren tapou a boca dela e sujou as mãos de sangue por causa de seu nariz.

- Agora SAI daqui! - apontou pra porta do quarto. - E você vai sair daqui sem dizer nada, está me entendendo?

Pegou a garota pelos cabelos e levou ela até à porta do quarto, desceu a escada com as mãos presas em seu cabelo e Bea gemia de dor, mas não falou nada.

Quando Lauren soltou seu cabelo, a garota saiu praticamente correndo de dentro da casa.

Lauren respirou fundo e fechou a porta, mas logo lembrou de Camila e correu até o quarto. Seu coração errou uma batida ao ver a morena chorando e soluçando abraçando as pernas na cama.  Sentou ao lado dela e envolveu em seus braços.

- Está tudo bem, baby. - falou baixinho fazendo ela se aconchegar toda encolhida em seu peito. - Aquela garota não vai mais fazer nada. - beijou o topo de sua cabeça. - Eu estou aqui com você.

Camila tremia, chorava de dor, raiva e medo nos braços de Lauren, que a abraçava apertado. Sua testa parecia que iria cair a qualquer momento de tanta dor.

- Olha pra mim, baby. Deixa eu cuidar desses machucados. -  falou cautelosa e Camila a olhou.

Os olhos da Lauren encheram de lágrimas, doeu muito ver aquela garota adorável com o rosto todo machucado. Sua testa estava sangrando um pouco e suas bochechas extremamente vermelhas, seu cabelo bagunçado. Ela queria assassinar Beatrice por ter feito aquilo com sua Camz.

- Vamos cuidar disso, certo? - perguntou segurando as lágrimas. - Vem cá. - levantou da cama e pegou na mão trêmula de Camila, que apenas levantou segurando firme em seus dedos.

Lauren levou a Camila até o banheiro do quarto e abriu a torneira. Limpou suas lágrimas e deu um sorriso triste de lado.

- Vai doer, mas é preciso pra tirar o sangue e o curativo ficar limpinho. - molhou a mão e passou delicadamente na testa da morena, que gemeu de dor e apertou o lábio inferior.

Depois que Lauren limpou o rosto da Camila, pegou a toalha e secou os machucados, já dava pra ver melhor onde estava realmente machucado mesmo vermelho.

- Onde tem band-aid e essas coisas?

A morena apontou pro armário embaixo da pia e Lauren se agachou pra pegar uma caixinha branca com uma grande cruz vermelha na frente. Ela tirou dali uma gaze, algodão e um creme antibiótico, leu o que dizia no tubo do creme e parecia perfeito pra ferida da Camila.

- Acho que isso está ótimo. - virou de novo pra Camila e sabia que ela estava mal demais, mas precisava cuidar daquele corte antes.

A morena fez o curativo na testa da Camila e a mesma a agradeceu dando um pequeno selinho em seus lábios.

- Deita comigo? - pediu em um sussurro abraçando a cintura da morena, que assentiu a encolhendo em seus braços. - Não quero ficar sozinha.

- Deito baby. Mas eu trouxe umas coisas pra você. - Camila a olhou confusa. - Vou ali pegar, tá bem? - beijou seus lábios e ela sorriu fraco assentindo.

Camila ainda estava tremendo um pouco, sua cabeça doía muito, mas saber que Lauren comprou coisas pra ela fazia com que a dor amenizasse um pouco.

Sentou na cama quando a morena saiu do quarto, mas logo ela chegou com algumas sacolas nas mãos.

- Você gosta de doce? - Lauren perguntou sorrindo, fazendo a outra sorrir também.

- Gosto, mas faz tempo que não como.

- Eu trouxe muitos. - abriu as sacolas em cima da cama e ali tinha tudo que é tipo de doces. Os olhos da Camila brilharam. - Queria fazer uma surpresa pra você, mas as coisas não saíram com o esperado.

- Você é incrível Lo. Eu amo doces. - levantou e abraçou apertado Lauren, mas viu que atrás de suas costas ela segurava outra coisa. - O que é isso?

- É pra você. - entregou um panda rosa pra ela. - Ele é fofinho como você.

Camila deu um sorriso como nunca tinha dado antes, aquele panda era a coisa mais fofa que ela viu na vida. Abraçou aquela pelúcia e olhou Lauren, que sorria perfeitamente.

- Eu não sei o que fiz pra merecer você. - colocou o panda em cima dos doces na cama.

- Eu sei o que fez. - Lauren disse abraçando a cintura dela, que a olhou confusa. - Nasceu.

- Besta. -  riu e beijou a morena. - Você é tão linda. - fez um carinho em sua bochecha, e Lauren riu apaixonada. - E eu devo estar com a cara horrível.

- Não está, Camz. É linda sempre. - Camila sorriu envergonhada, mas gostou do que ouviu. - Agora vamos esquecer o que aconteceu e vamos ver um filme comendo doces.

- Mas você não tem prova amanhã?

- Tenho, e já estudei o bastante.

- Você me promete uma coisa? - Camila falou cautelosa abraçando o pescoço dela, que assentiu confusa. - Promete que a Beatrice não vai chegar perto de você?

- Eu prometo Camz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...