História Truth Or Dare? (Nct Dream) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, Personagens Originais, RenJun
Visualizações 73
Palavras 730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - D É C I M O - S E G U N D O


                              "S/n On"

- Por que filha?..._perguntou meu pai quebrando o silêncio dentro do carro - O que te levou a fazer isso? 

- Eu não sei..._disse baixo mexendo em meus dedos em uma ação nervosa

- Por seus caprichos? Humilhou um amigo por nada_disse sem me olhar - Quantas vezes já conversamos sobre isso S/n? Quantas vezes eu e sua mãe te explicamos? Que não se deve julgar alguém apenas pela sua religião,orientação sexual ou cor de pele,você não é nenhuma criança S/n

Aquelas palavras doíam mais que tudo naquele momento,ver meu pai tão deçepcionado comigo doía,eu me sentia tão mal e tinha vergonha de encara-lo nos olhos,é claro que eu não havia feito nada,mas ninguém quis me ouvir 

- Eu esperava tudo de você filha_disse finalmente me olhando - Menos isso

Ligando o carro suspirou cansado,dando partida evitando olhar para mim,me encolhi no banco ainda mais,olhei para a janela arrumando uma distração para que não ficasse tão triste,enquanto pensava o quanto Ana me colocou em uma fria
  Ao chegármos em casa não o esperei sair do carro para entrar,queria evitar qualquer contato com ele pelo menos por hoje,até que ele pudesse absorver o que tinha aconteçido

- Filha_suspirou alíviada minha mãe se levantando do sofá

- Mãe_soltei o ar pela boca ao sentir ela me abraçar fortemente

- Você está de castigo,por um mês,sem saír de casa,sem festas,sem encontros depois da escola,sem finais de semana com os amigos_apontou o dedo para mim - De casa para a escola e da escola para casa!

Minha mãe soltou o abraço entre nós duas,deu um olhar de "mãe lobo" para meu pai me fazendo tremer

- Vá para o seu quarto querida_sorriu passando a mão por meus cabelos

Engolindo seco baixei a cabeça subindo para meu quarto,não olhei para meu pai mas eu sentia seu olhar queimando sobre minhas costas,ao chegar em meu quarto deixei minha bolsa em cima da cama indo até a porta colocando meu ouvido sobre ela

- Isso não é justo com ela_disse minha mãe 

- Homofobia,sabe o quão grave é isso? Nossa filha cometeu um erro gravíssimo e isso é injustiça?_perguntou se alterando

- Por favor,eu conheço ela,ela não faria isso com um de seus melhores amigos acredite em mim_jurou minha mãe 

- Não tem o por que discutirmos,está decidido e pronto!_falou meu pai autoritário

Apertei os olhos cansada,em pensar que meu pai se arrependeria de falar isso se soubesse da história toda,mas eu não fazia questão de tentar me explicar,pois sabia que não me ouviriam então nem tentei,Depois de um tempo alí,finalmente tive coragem de me levantar trocar de roupa e procurar algo útil para fazer,passaria quatro dias trancada em casa provavelmente tendo que aguentar os olhares do meu pai

- Licença_pediu minha mãe antes de entrar no quarto com um sorriso tímido

- Toda_sorri deixando meu fone de ouvido de lado,a observei se sentar ao meu lado na cama em silêncio - O que foi?

- Me desculpe pelo seu pa!_disse precendo desabafar 

- Ah tudo bem mãe,não se preocupe com isso_sorri pegando sua mão - E mais uma vez,me desculpe por isso

- Não se desculpe querida,não se desculpe_disse passando a mão em meus cabelos

- Ainda bem que ele não tirou seu celular,assim você pode ouvir suas músicas e assistir suas coisas_sorriu fraco - Eu vou descer,ainda tenho que terminar o jantar

- Tudo bem,quando estive pronto me chame_disse a observando andar até a porta logo sumindo do meu campo de visão...

                     "Ana On"

- Por que que a S/n saiu chorando com o pai dela?_cheguei perguntando para Jeno que estava conversando com Jaemin

- Renjun fez com que a S/n pegasse uma suspensão de quatro dias só isso_sorriu Jeno irônico

- Suspensão?_perguntei olhando para Jaemin que assentiu com a expressão séria

- Mais do que mereçido_disse Chenle se aproximando com os braços cruzados

- Você não sabe o que tá falando_disse o repreendendo - Vocês não sabem

- E você por acaso está sendo tão traíra quanto ela_disss Jeno

- Eu estou falando um fato que ninguém quer acreditar,a S/n não teve nada haver com isso_disse me alterando

- Você estava animada com ela hoje no almoço,então poderá sentar com ela e com aquelas outras_fez uma cara de nojo
- Sua ausência não fará diferença no nosso grupo,assim como a da S/n não fez

- Eu pensei que fossemos todos amigos_disse olhando para Jeno e Jaemin que permaneciam quietos 

- Nós tinhamos uma amizade Ana_disse Chenle

- Então tá bom_sorri falsa - Sendo assim! Aproveitem bem o que resta dela...


Notas Finais


Foi curto desculpa ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...