1. Spirit Fanfics >
  2. Try Again >
  3. Vinte

História Try Again - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - Vinte


— O que vai acontecer agora?

Os dois estavam na sala, guardando as últimas coisas de Josh. Eram poucas, já que o espaço o obrigava a isso.

— Vamos levar isso pro seu carro e...

— Não, você sabe o que quero dizer — a verdade era que a culpa já pesava em suas costas, porque um relacionamento frio como o que ele tinha com Jenna não justificava fazer isso com ela. Justo Jenna que havia sacrificado tanto quanto Tyler para manter o que tinham. Tyler se sentia um idiota por ter levado sua vida durante anos daquele jeito, achando que estava tudo bem. Agora depois de conhecer Josh ele sabia que havia sido mesmo um erro esperar que algum dia as coisas entre ele e Jenna não apenas funcionassem, mas sim fluíssem.

Por mais que ele sentisse ter errado, havia experimentado a sensação de estar com alguém que gostava realmente, e não sabia se seria capaz de abrir mão daquilo.

— Ah, isso.

— Não isso. Nós, Josh. É sobre nós — Tyler queria parecer mais sério, porém tudo que conseguiu foi parecer assustado.

Josh o abraçou, fazendo um carinho suave sobre seu cabelo, deixando Tyler lembrar-se de como era quando estavam juntos.

Tyler sentia-se seguro, mas infelizmente não podia morar dentro de um abraço, precisava voltar para a realidade. Josh o abraçou mais forte, apoiando o rosto da forma como podia no ombro alheio.

— Deixa ela e fica comigo — sua voz saiu baixa e claramente ele tentava conter o tom choroso. 

Tyler estava surpreso, não esperava que Josh fosse ser tão direto. 

— Josh, eu... Eu não... — procurava inutilmente palavras para entregar. Josh apenas manteve o abraço.

— Você não a ama, e nem ela te ama também. É muito cedo pra dizer que nos amamos, mas temos algo que pode ser muito bonito. Você só precisa me dizer que quer tentar.

Tyler sentia-se pressionado por sua própria consciência. Afastou o outro, segurando em seus ombros.

— Tenta entender meu lado, Josh. Eu não posso simplesmente começar isso, negar o mundo só pra ficar com você — uma lágrima escapou ao perceber o que iria fazer. Ele não poderia continuar com aquilo e iria acabar o quer que fosse que tinham.

— Não estou te pedindo pra jogar tudo pra ar. Apenas pedindo uma chance de te fazer feliz.

Josh era estupidamente perfeito. Tyler não sabia se seria forte e resistiria.

— Mas é exatamente isso que vai acontecer. Eu vou desistir de tudo que tentei manter: minha relação com a Jenna, o que minha família espera de mim — nesse momento Tyler pareceu finalmente realizar tudo que estava prestes a desmoronar — meu deus, Josh. O que minha família vai pensar de mim? Somos homens e eles jamais me perdoariam, eles jamais aceitariam. Eu não quero perder minha família — Tyler estava se alterando, começou a passar as mãos sobre os cabelos, descontando sua frustação neles. Josh tentou se aproximar mas Tyler o impediu, já chorando — Não quero que pensem que sou uma decepção! — era horrível querer estar com Josh, mas ter medo das consequências.

— Então é isso que você pensa de mim? Que sou uma decepção? — Josh sentiu-se magoado com o que ouviu.

Tyler percebeu no mesmo instante o que havia falado, e dessa vez iria consertar isso antes mesmo de Josh pensar que era verdade.

— Claro que não! Eu te admiro e jamais vou pensar isso. Você fez de tudo por mim, tem orgulho de quem é e não se importa com outros. Eu não, sou um covarde, Josh. E não sei se consigo ser metade do que você é.

Josh se aproximou e acariciou o rosto de Tyler, com todas as imperfeições que o tornavam perfeito: a barba por fazer, as olheiras da noite mal dormida, os lábios com leves sinais de terem sido mordidos em excesso. 

— Se eles não aceitam você do jeitinho que você é assim todo bagunçado e confuso que gosto tanto, eu agora sou sua família, e eu te amo. Amo a pessoa que você é, e não o que os outros te forçaram a ser. 

Tyler corou no mesmo instante. Parecia ser muito cedo para falar sobre amor, mas no momento que ouviu Josh dizer que o amava pareceu perfeito. 

— N-Não diga isso — sentia-se nervoso com a aproximação do outro, mas manteve-se naquela bolha de emoções sem se afastar — Você nem me conhece direito.

Josh encostou seu nariz no de Tyler, sem se importar em ter tido sua declaração ignorada. Ele não desistiria tão fácil de alguém que fazia seu coração bater tão rápido. Alguém que o aquecia com um sorriso.

— Eu vou dizer isso até você me dizer que sabe, que sabe o quanto é amado. Eu sou humano, Tyler. Eu não me importo em dizer meus sentimentos, falar que gosto, sorrir, desejar o melhor. 

— A-As pessoas não costumam fazer isso.

— Eu sei. E acho triste que muitas prefiram se fazer de difíceis em amar. Que se neguem a demonstrar amor. É como se fosse um defeito ter emoções, e eu não quero ser assim. Eu quero que você fique comigo, e eu vou te dar flores, cartões feitos à mão, te levar pra tomar sorvete, dizer que estou com saudades. Te fazer se sentir completo por ser você mesmo.

Tyler não teve tempo de responder, porque Josh selou seus lábios num beijo cheio de significados, mas o mais importante deles: cheio de amor.

Tyler estava tão assustado.

Era mesmo possível amar tão rápido? E se tudo desse errado? Se ele não fosse capaz de amar? 

Josh parecia ler seus pensamentos, pois separou o beijo e olhou em seus olhos, sorrindo em esperança de que Tyler afastasse os pensamentos negativos.

— Você nunca vai saber se não tentar.




Notas Finais


só em fanfic pro tyler n gostar da jenna pq a vdd é q eles inventaram o amor verdadeiro

desculpa se esse capítulo ficou uma droga, eu n gostei mas quero terminar a história logo

e esqueci de comentar: trair alguem n é legal ok
jjslsk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...