História °Trying to start over° - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinjin, Jinyoung, Jungkook, Mark, MJ, Moonbin, Rap Monster, Rocky, Sanha, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts
Visualizações 24
Palavras 1.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei...😪❤

Desculpem qualquer error ortográfico. 💕😇

Capítulo 17 - Cap 17


Fanfic / Fanfiction °Trying to start over° - Capítulo 17 - Cap 17

Cap 17

~Taehyung on

Passamos a tarde assistindo doramas e comendo. Estava escurecendo e então tenho que me preparar para o pedido.

-S/n vem aqui rapidinho por favor!

A (s/n) se levantou e me seguiu ate a cozinha.

-Você acha que ela vai aceitar? Porque eu não sei como reagir se ela falar que não.

(S/n)-Se ela não aceitar, o que eu acho impossível. Você fala que estava treinando para me. Que tal?(a mesma riu)

-Ai ela me mata, e te mata depois.(rio)

(S/n)-Relaxa tae! Ela vai aceitar. Caso contrario eu namoro com você.

-Ta bom! Se ela não aceitar a gente ate casa.(rio)

(S/n)-Adorei a ideia.(riu)

-Meu deus.(Rio)

~Taehyung off

~(s/n) On

Taehyung me chamou para falar sobre o pedido, então ele ficou inseguro sobre a resposta da Hee. Mas eu brinquei com ele para deixa-lo mais confiante.

O Taehyung voltou a sentar ao lado da hee, sem nenhuma expressão. Eu continuei na cozinha, e lembrei que tinha que pegar meus pertences.

-Pessoas lindas, estou indo buscar alguns pertences.

Suga-Posso ir com você?

-Você que ir por que, quer me ajudar? Ou só por que aqui esta chato?

Suga-Os dois!(falou sem expressão)

-Não!Eu me viro.

Suga-Você é chata!

-O que disse?

Suga- Que você é chata. Me deixa ir com você!

-Ok! Mas se me insultar outra vez, não apareça nunca pra me.

Suga-Tudo isso porque eu falei que você era chata? Cacete, tu é muito-(Jimin o impediu de terminar)

Jimin- Cala boca! (Falou sério)

-Deixa Jimin. Deixa ele terminar.

Suga-Obrigada!(falou tirando a mão do Jimim de sua boca)

Jimin-Para de falar merda. E (s/n) é melhor você ir sozinha do que com ele.

Sook-Eu com ela.(Se levantou)Vamos!(Me puxou)

Andamos até o carro do Tae, e se olhamos.

-Nós duas somos menor de idade !

Sook-Eu não vou dirigir.

-Então eu vou.

Sook-E se pararem a gente?

-Quem disse que nós precisamos parar?

Sook-(s/n), você é louca? Se a gente não parar vamos presas.

-Que nada! A gente foge pra Saturno.

Sook-A claro! (Riu) Esqueci que você tem parentes lá.

-Isso mesmo, minha mãe é dela.(ela ficou séria) 

Sook-De onde tirou isso?

-Ela que falava! (Entramos no carro)

Jimin- EIIIIIIII! SUAS LOUCAS.(Correu até nós)

Sook- O que aconteceu?

Jimin-Vocês são menor de idade! Eu vou com vocês.

-Entra ai!(sai e ele entrou)

Jimin- As vezes acho que só estou me envolvendo com pessoas loucas.

-Já pode ter certeza!

Sook-Vamos logo!(riu)


Jimin dirigiu ate a minha casa.


-Finalmente!(falei indignada)

Sook-Você dirigi muito devagar! Tudo isso é medo da morte?

Jimin-Um pouco!

-Ela foi me visitar ontem, a gente tomou um café.

Sook-Ela quem? A morte?

-Sim! Ela é bonita.

Jimin-Você esta bem?(Pós a mão na minha testa)

-Sim! Vamos entrar.

Adentramos na minha casa, e ele estava la. O meu e a sua novo namorada. Ele tem cara de sapo! Entramos e estávamos subindo as escadas quando o meu pai se pronunciou.

Pai-(s/n) antes de ir, preciso falar com você. (Apena o olhei com reprovação e subi)

Subimos ate o meu quarto, peguei o que pude. Roupas, objetos importantes e o principal o diário da minha mãe. Sim ela tinha um diário, eu comecei a ler mas ainda falta muita paginas.

Sook-Pronto?

-Sim! Vocês conseguem levar ate o carro?

Jimin-Claro! Não ta tão pesado assim.

-Ok! Eu falar com meu pai.

Sook-Se precisar de ajuda, grita.

-Ta bom.

Descemos as escadas, eu fui em direção ao meu pai. E Jimim junto com a Sook foram para o carro.

Pai-Pode nos dar licença?(falou com a namorada)

Ela-Sim!(Saiu para a varanda)

Pai-Senta aqui!(pos uma cadeira a sua frente)

-Estou escutando.(Me sentei)

Pai-Eu não quero que você me odeia.

-Eu-(fui interrompida)

Pai-Eu sei que errei. Mas eu preciso de você e você precisa de me.

-É, eu preciso de você sim. Mas eu consigo seguir em frente.

Pai-A gente prometeu lembra?

-Lembro!(falei segurando as lagrimas)

Pai-A gente não se odeia, se amamos.

-Então pede pra ela parar!(falei séria)

Pai-Eu conversei com ela. Ninguém bate nas minhas filhas.

-Assim espero. Se isso voltar a acontecer eu mato ela.

Pai-Você não é assim (s/n).

-ELA AGREDIU A MINHA IRMÃ!(Gritei chorando)

Pai-Acalme-se filha, isso não vai se repetir.

-Ok!(Me levantei)

Pai-Onde esta indo?

-Embora! Cuide-se e cuide da minha irmã.

Pai-Vai me abandonar?

-Não!Só não vou mas morar aqui.

Pai-Onde vai morar?

-Na casa do Taehyung.

Pai-Ok! Eu confio nele. (Me abraçou)

-Pai?

Pai-Sim filha?

-Eu te amo.

Pai-Eu também te amo! Vocês são meu poço de força.

-E você o meu.(O abracei mais forte)

Pai-A gente ainda vai continuar se vendo?

-Sim! Final de semana podemos sair juntos.

Pai-Ok! Tchau.(Saiu do abraço)

-Tchau.(faço reverência)

Sai da casa ainda chorando, mas logo parei ao ver Jimin e a Sook.

Jimin-Tudo bem?

-Sim!(Sorriu)

Sook-Então vamos!

Entramos no carro e fomos para casa, antes passamos em uma sorveteria e pedimos três de creme.

~(S/n) Off

~Hee On

Estava na casa com o Taehyung e o mesmo falou que iriamos passar o final de semana na praia. E que iriamos para a praia essa noite.

[...]

(S/n) On

Voltamos para casa, subi para o quarto do Tae para perguntar onde eu ficaria.

-Tae? (Bati na porta)

Tae-Entra.(Entrei)

-Então, eu queria saber em qual quarto Irei dormir.

Tae- No quarto em que o suga está.

-Mas ele mora com você!

Tae-Isso eu já sei.

-Nós dois no mesmo quarto? Não acho uma boa ideia, mas.

Tae-Vocês se entendem um dia.

-Ok! Vou arrumar a minha bolsa.

Tae-Seja rápida, já estamos de saída.

-Pode deixar papai.(selei sua bochecha)

Sai do quarto do Tae e fui direto ao do Suga. O mesmo estava dormindo, mas ele suava muito e estava tremendo.

Cheguei mais perto para conferir se ele estava bem, coloquei uma das mãos em sua testa e ele estava queimando de febre.

-Suga?(o chamei)

Ele não respondeu, apenas resmungou. Fui ate o quarto do Taehyung e falei que o Suga não passava bem.

Tae-Mas, ele estava bem  a pouco tempo.

Seguimos ate o quarto do suga, o Taehyung o pegou nos braços e o levou ate o carro, fomos direto para o hospital.


Chegando lá eles o levaram direto para uma sala. Eu e o Tae esperamos por alguns minutos, mas o tae parecia apressado, pois estava olhando para o relógio em cinco e cinco segundos.

-Tae? Você pode ir, eu fico com ele.

Tae-Seria egoísta da minha parte deixar você cuidar dele sozinha.

-Vai! Você precisa pedir a Hee em namoro, antes que ela acabe encontrando outro.

Tae-Tem certeza? Você queria tanto ir.

-Se ele ficar melhor, amanhã a gente vai.

Tae-Ta bom! Se cuida e cuide do suga.(Me deu um selar na testa)

-Tchau.(Sorri)

[...] Já eram quase 10hrs da noite e nada do suga sair da sala, nem o medico veio dar notícias. Eu já estava ficando angustiada.

Já estava quase dormindo, meus olhos estavam ficando cada vez mais pesados.

Suga-Se você dormir ai vai ficar com dor.

-Hum?(abri os olhos) Você esta bem?

Suga-Sim! Vamos?(estendeu a mão) 

Dr-Ele ainda precisa de cuidados. 

-Ok! Irei cuidar dele.(segurei a mão do suga) 

Suga-Obrigada!(agradeceu ao médico) 

-Tchau!(fiz reverência) 

[...]

Assim que chegamos em casa o suga se jogou no sofá, e eu fui para a cozinha.

-Quer algo?

Suga-Quero,carinho.(fez bico)

-A febre te fez muito mal.(Ri)

Suga-Ta bom.

Andei ate ele e sentei no sofá, colocando a sua cabeça em minhas coxas. Comecei a alisar seus cabelos.

Depois de algum tempo alí, o olhei e percebi que o mesmo dormia.

-Suga? Vamos pro quarto.

Suga-Ok!(falou em um sussurro)

O ajudei a levantar e subi com ele ate o quarto. Esperei o mesmo deitar e me derigi ate a porta do quarto.

Suga-Onde você vai?

-Vou fechar as portas.

Suga-Faz o favor de voltar.

-Ok.

Fechei todas as portas e janelas, saí conferindo tudo. Afinal do estávamos nós dois em casa, não podíamos arriscar.

-VOLTEI!(gritei entrando no quarto)

Suga-Ai deus!(colocou a mão no peito)

-Desculpa.(pedi rindo do mesmo)

Suga-Você é maluca?

-Eu acho uma essa pergunta desnecessária.(Deitei ao seu lado)

Suga-É verdade! Já esta escrito na sua cara que "Sim".

-Ofendeu!(fiz birra)

Suga-Desculpa! Desculpa por isso e por outras meras faladas.(me abraçou)

-Tudo bem! Não levei pro coração.

Suga-Que bom. Você é um anjo, não pode sofrer por qualquer coisa.(olhou em meus olhos)

-Eu não tenho culpa, por tudo causar um estrago em me.

Suga-Claro que não, você só é frágil. Eu gosto disso!

Eu não respondi nada, apenas o olhei.

Ele ficou me olhando, parecia estar olhando a minh alma quebrada. Logo em seguida ele olhou para os meus lábios, e foi chegando mais perto. Já podia sentir sua respiração batendo em meu queixo, ele passou o polegar em minha bochecha e senti meu rosto corar.

Suga-Tão linda envergonhada!



Notas Finais


Bjs da tia Drika. 😘❤

E Desculpe-me por está adiando o pedido de namoro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...