História Tudo bem - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Violencia, Yuri
Visualizações 73
Palavras 568
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, LGBT, Orange, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capítulo contém hot.
Decidi colocar em só um para que quem não goste possa pular sem perder algo.

Capítulo 14 - Seja minha


- Sendo assim...

Levantou e caminhou com certa dificuldade até onde eu estava.

Respirou e só então percebi que estava chorando.

- Eii? O que foi?

- Não me deixe... Se pudesse parar eu pararia, juro. Mas eu preciso do dinheiro. E você é tudo que tenho.

Estava tão vúlneravel que não havia o que dizer.

Não sei se consigo decidir algo agora. Preciso pensar.

Mas não agora.

Tudo que quero é beijá-la e dizer que está tudo bem.

 

E foi o que fiz.

Levei meus lábios em encontro ao seus e a conduzi em um beijo lento.

Pousei a mão sobre sua face e a acariciei. Gostaria que ela soubesse que sempre estarei com ela.

 

Lou respondeu me pegando no colo e me colocando em cima da mesa de plástico.

E intensificou nosso beijo em um rítimo excitante.

Seus lábios tinham gosto do uísque misturado ao cigarro, mas, ainda assim, era tão bom.

Suas mãos se apressavam para retirar tudo que havia em cima da mesa. Os copos e garrafas joganos no chão não continham nenhuma importância.

Lou parou o beijo e me olhou ofegante.

- Seja minha.

A puxei pela blusa e retomei o beijo.

Lou me pegou no colo e me levou até o balcão.

Retirou minha blusa o mais rápido que conseguia. Levou a boca ate meu pescoço onde distribuiu leves chupões. Não conti os gemidos que pareciam lhe dar mais gás. Senti sua mão tatearem minhas costas em busca do fecho do sutiã. Voltou sua atenção para os meus lábios enquanto desabotoava aquela peça.

Afundei a mão em seu cabelo enquanto ela conduzia uma trilha de beijos ate meus seios. Não pude controlar meus gemidos de prazer ao sentir sua língua rodear meu seio. Suas mãos arranhavam de leve minhas costas, o que só intensificava o prazer que sentia.

Já estava louca. A afastei e abri o fecho do short e desci o zíper.

- Me faça sua.

Lou retirou o short e carregou a calcinha junto. Não se demorou em beijar meus lábios novamente. Meu coro estava quente de pura excitação, precisava de mais.

Guiei sua cabeça ate minha vagina e Lou passou sua língua por toda sua extensão. A essa altura estava tão molhada que poderia chegar ao clímax apenas com isso.

Sua língua alcançou meu clitóris e eu curvei o corpo para traz apenas para sentir melhor tudo isso.

Seus movimentos me faziam gemer alto e eu já não tinha controle pelo meu corpo.

Senti que estava próxima de atingir o clímax quando Lou parou abruptamente.

Me olhou como se estivesse esperando por isso desde que nos conhecemos. Seus olhos castanhos pegavam fogo e eu não pude não gemer quando ela introduziu seus dois dedos em mim.

Eu não conseguia fazer nada a não ser gemer de prazer enquanto a sentia se movimentando dentro de mim.

Lou me beijou para tentar abafar o som ao passo que aumentava o rítimo dos movimentos em minha vagina.

Não consegui segurar e tudo veio de uma só vez. Meu corpo se estremeceu e meu corpo caiu em direção ao seu.

Lou me segurava enquanto ofegava.

- Vista suas roupas.

- Mas por quê agora?

Agora não. Eu preciso de mais.

- Vamos para minha casa.

Me apressei para me vestir assim que entendi o recado.

Lou juntou algumas garrafas de uísque na bolsa e pegou mais cigarros.

Ainda temos muito dia pela frente.


Notas Finais


flw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...