História Tudo começou em uma balada - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail Nalu
Visualizações 252
Palavras 1.538
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Aproveitando um pouco


Fanfic / Fanfiction Tudo começou em uma balada - Capítulo 7 - Aproveitando um pouco

lucy on 

Depois de zeref ter falado aquilo para o pai saímos todos juntos mais no final da escada nos separamos natsu me levou para o jardim era bem grande sentamos na grama e natsu começa a me beijar bem calmo e tranquilo ele então me deita no chão e começa a passar mão pelas minhas coxas ele estava em cima de mim estava muito bom ele começou a deixar o beijo mais selvagem ele ia levantar o meu vestido mais eu paro  

Natsu: o que foi não ta bom? - fala ofegante - Anão já sei você não ta pronta tudo bem eu espero – sai de cima de mim 

Lucy: não e isso e que aqui não ne agente ta no meio do seu jardim  

Natsu: ata relaxa vamos pro quarto não pera você então se entregaria pra mim?  

Lucy: acho que sim – fico vermelha e tímida - você e um cara legal sinto que posso confiar  

Natsu: e você pode mesmo mais não vou te pressionar ok se você não estiver pronta so falar que não fazemos ok  

Lucy: tudo bem  

Natsu: vamos ficar mais um pouco aqui até eles saírem daquele andar por que la que e meu quarto mais você tem certeza que quer hoje por que assim, vai ser muito rápido 

Lucy: eu não sei eu nunca fiz nada assim você já?  

Natsu: eu já então acho que você merece mais, mas se você quiser  

Lucy: eu não sei  

Natsu: que tal assim a gente só tenta hoje depois pra você ver como e se der tempo ne kkkkk  

Lucy: você que manja disso kkkk 

Natsu: só que a buceta não e minha kkkkkkkk só o pau então você que decide  

Lucy: desde que seja com você, você vá devagar por mim pode ser 

 Natsu: qual suas expectativas  

Lucy: por incrível que pareça eu não crio  

Natsu: aaaaa mentira por que? Todo mundo cria um sonho pra esse dia  

Lucy: nunca sai como planejam então eu prefiro apenas deixar rola sabe  

Natsu:: esperta kkk agora vamos para de conversa e vem aqui pra mim te beijar muito – rimos e  ele me beija  

Nos levantamos ainda nos beijamos e saímos de mão dadas pelo jardim ele me abraçava me beijava chegamos numa arvore ele me escora nela e começa me beijar e beijar meu pescoço eu estava gostando que a taça que eu segurava foi para o chão eu enrolei minhas mãos no pescoço dele e coloquei uma mão no cabelo nos beijamos até que alguma coisa certa minha cabeça  

Lucy: ai ai – falo e eu e natsu olhamos pra cima da arvore e zeref e mavis estavam la rindo –eii o que vocês dois tão fazendo ai?  

Mavis: vendo a pouca vergonha de vocês - fala rindo e zeref apenas sorri eles estavam sentados mavis estava escorada no peito dele ele escorado na arvore fazendo cafune nela -  quale lucy que perde a virgindade debaixo de uma arvore no quintal pro filho do chefe do papai  

Zeref: você e virgem?  

Lucy: valeu mavis  

Natsu; algum problema zeref ela ser virgem  

Zeref: não nenhum so que não tem cara a mavis também e  

Lucy: mentira  

Mavis: eu menti pra você lucy para as meninas aquele dia por que não queria ser a única virgem  

Lucy: aaaa sua chata você me deixo ser virgem sozinha – dou um tapinha nela  

Mavis: foi mal maninha – fala rindo rimos também até que vemos o igueenl e meu pai passarem  

Natsu: la vai o papai mostrar a adega vou aproveitar vem lucy 

Zeref: e dois vem mavis  

Saimos correndo para dentro natsu entra em um quarto comigo e zeref entra em outro com a mavis acho que esse e o quarto dele e legal grande a cama dele então e enorme eu fiquei olhando até escutar ele trancar a porta ele me abraça por trás eu fecho os olhos e deixo ele me guiar ele então começa a beijar meu pescoço e andar para frente até acama dele ele então me deita e vai descendo os beijos pelo meu decote meu e então beija meu corpo por cima do vestido ele desce beija minhas pernas tira meus sapatos e beija meu pé sobe os beijos até a barra do meu vestido e puxa um pouco e beija por cima da calcinha me olha e dá um sorriso eu retribuo o sorriso ele então tira meu vestido e me deixa apenas de langeri ( langeri nas notas finais)  

Natsu: gostei – sorri e eu fico tímida - sabia que você fica ainda mais linda tímida- fala no meu ouvido eu sorrio e mordo meu lábio inferior  

Ele tira a camisa e o peitoral dele e lindo todo trincado ele ainda estava por cima ele senta sobre mim e começa a me beijar e desabotoar meu corpete cada botão que ele soltava ele dava um beijo ele solto todos ele ja estava la embaixo quando ele abriu meus peitos são grandes deram uma pulada que o natsu falto babar em cima eu fiquei muito vermelha e tímida com a situação eu não sabia o que fazer nem como agir ele começou a chupar meus peitos eu arfava eu fechei os olhos e aproveitei eu gemia muito eu ia gritar quando ele colocou a mão na minha boca não me deixando gritar  

Natsu: se você gritar acaba a graça bebe – fala no meu ouvido com a mão na minha boca  

Lucy: desculpa- falo tirando a mão dele da minha boca ele deu um sorriso natsu inverteu me colocando por cima, mas eu não sabia o que fazer então fiquei muito vermelha  

Lucy; o que eu faço? - falo tímida  

Natsu: o que você quiser o que te der na cabeça de fazer você faz   

Lucy: nunca fiz isso não tenho a mínima ideia  

Natsu: começa me beijando depois so deixar rola  

Fiz o que ele falo e comecei a beijar ele até que eu resolvo fazer igual ele vou descendo os beijos pelo pescoço e peito eu beijava e dava leve mordidas e arranhava também olhava pra ele e sorria ele também parecia que eu estava fazendo certo parece que ele estava gostando pela cara cheguei na barra da calça dei um chupão que deixou uma marca ele sorrio ainda mais dei uma lambda até a boca dei mais um beijo e sorrimos voltei para baixo desabotoei o cinto e a calça quando eu ia tirar alguem bate na porta ele pede silencio e eu vou para o outro lado da cama me esconder  

Natus; quem e?  

Grandine: e a mamãe sei que você está com a lucy ai por que te conheço melhor saírem por que seu pai já está terminado lá embaixo se vistam e desçam com seu irmão tem algumas taças de champanhe lá embaixo disfarcem bem ok  

Natsu; valeu mãe – fala rindo  

Lucy: eu to fudida - falo me levantando e vestindo meu corpete  

Natsu: por que? - fala rindo e vindo até mim  

Lucy: sua mãe sabe o que ela vai pensar de mim que sou uma puta – falo me vestindo rápido e ele bejava meu pescoço - natsu para e sério  

Natsu: calma kkkkk minha mãe gosto de você ela não vai te acha puta nenhuma sabe por que?  

Lucy: porque? - falo calçando o sapato – e se veste – jogo camisa dele na cara dele  

Natsu; por que você e a primeira que eu trouxe pro meu quarto falei pra ela que so traria pro meu quarto a pessoa certa pra mim você e a primeira – ele fala e eu fico vermelha e tímida - você e linda vermelhinha tímida - me dá um beijo – agora me da a calcinha  

Lucy: o que pra que você já viu 

Natsu: eu sei mais eu não quero so ver eu quero ela  

Lucy: nem pensar não vou te dar minha calcinha  

Natsu: de lembrancinha por favor – faz cara de cachorro sem dono de novo  

Lucy: taaaaa – falo te beijo ele e ao mesmo tempo tiro minha calcinha – pronto – entrego pra ele  

natsu: adoroooooo – fala beija a calcinha e guarda no bolso  

Nos beijamos por um tempo até eu empurrar ele rimos e e saímos do quarto zeref e mavis também descemos lá para a sala pegamos as taças cada um uma natsu pegou um copo de wuisk zeref também bebíamos, conversávamos e riamos em pé para disfarçar como a grandine pediu zeref estava abraçado coma mavis e natsu comigo quando nossos pais chegaram eles nos soltaram para eles não pensarem nem nada afinal ninguém tem nada aqui mesmo chegaram conversaram mais um pouco e então nos despedimos eu e natsu demos um selinho disfarçado e mavis e zeref também dei um beijo na wendy e em grandine um abraço em zeref e igueenl beijou minha mão natsu para  disfarçar fez o mesmo mavis fez igual saímos entramos no carro voltamos pra casa chegando sob para meu quarto tomo um banho e na minha cabeça so passa `` esse menino me leva loucura´ ´pensava isso e mordia meus lábios pensando quanto aquilo foi bom terminei me troquei e deitei na minha cama dormi pensando naquilo de pouco tempo atrás ainda não acredito que deixei ele ficar com a minha calcinha   


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...