História Tudo começou em uma balada - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail Nalu
Visualizações 263
Palavras 1.251
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - A louca


Fanfic / Fanfiction Tudo começou em uma balada - Capítulo 8 - A louca

lucy on 

Hoje e sábado avia se passado 3 semana depois do jantar na casa do natsu nossa nunca perguntei a faculdade que ele faz me levantei peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem do meu rosado sim eu chamo ele assim agora dês do dia da casa dele e vive me chamando de minha loira então não vou deixar só ele ne chamo ele de meu rosado sempre no intervalo nós pegamos pelos cantos e na saída ele me puxa para um canto e ficamos mais um pouco só minha irmã e meu cunhado, cunhado entre aspas ne por que ne  temos que aproveita já que em casa não pode ne estávamos no intervalo deitados na grama juntinhos olhando o céu  

Natsu: você vai na festa ne? Por favor minha loira diz que sim – fala subindo em mim  

Lucy: eu vou kkkkk – falo rindo e beijo ele  

Natsu: ai sim - me beija mais sem sair de cima de mim paramos de nos beijar – gata você poda sei la levar umas 3 amigas para meus parças não encherem meu saco e nem atrapalhar agente  

Lucy: sério – falo feliz e subindo nele - eu ia te pergunta se podia levar elas – falo mais feliz e beijo ele  

Natsu: claro que pode você pode tudo – fala e me beija mais ele seita comigo ainda no colo dele e me abraça mais ficamos assim até alguém nos atrapalhar puxando meu cabelo pra mim sair de cima do natsu 

Lucy: ai meu cabelo  

???: solta agora o meu nat sua loira oxigenada  

Lucy: loira oxigenada? Aonde minha flor aqui e original mesmo – falo jogando meus lindos e sedosos cabelos loiros para trás – e outra como assim seu nat eu não vi seu nome nele e olha que eu vi ele todinho – falo convencida e com olhar safado   

???: não preciso colocar meu nome nele todo mundo sabe que ele e meu  

Natsu: da pra para – quase grita para nos duas 

Lucy: vai defender ela?  

???: e logico que vai ele e meu noivo – mostra a aliança  

Lucy: como e que e?  

Natsu: para as duas primeiro eu não to defendendo ela calma deixa eu termina – ficamos as duas paradas de braços cruzados olhando pra ele – segundo você - aponta pra cara dela - não e minha dona como a lucy disse não tem seu nome em lugar nenhum dizendo que e minha dona – eu olho vitoriosa e ela indignada – e terceiro você ainda usa isso pra que?   

???: por que você e meu noivo logico – ia abraçar ele mais ele a empurra  

Natsu; não somos mais noivos deve fazer o que sei la uns 3 anos e meio  

Lucy: nossa ai essa doeu kkkkkkkkk 

???; cala boca loira azeda  

Lucy: vo te mostra jaja quem e azeda – ia bater nela  

???: está me ameaçando garota escuta aqui eu posso muito bem te processar por agressão a figura publica  

Lucy: publica onde nunca nem ouvi fala de você  

Natsu: ela não e mais famosa já faz um tempo – fala no meu ouvido  

???: nat vamos não vou perder meu tempo gastando saliva com essa loirinha ai 

Natsu: vai você to muito bem aqui obrigada – fala e abraça minha cintura ela fica indignada 

???: quem e essazinha ai que você me troco aposto e uma nojenta e está com ela por pena  

Natsu: opa pera ai primeiro ela não e essazinha ai não ela não e você não ela diferente de você não e qualquer uma não ela não sai por ai dando pra qualquer um que ve não igual você ela se respeita então antes de fala abobrinha da minha garota se olhe primeiro no espelho beleza e segundo o nome dela e lucy e ela e minha futura esposa – ele fala e ela ficava cada palavra de boca mais aberta e eu ficava vermelha – beleza agora cala boca e fica ai por que quem vai sair sou eu fui – fala e me puxa ela fica la parada de boca aberta  

Lucy: nossa valeu – falo tímida  

Natsu: pelo que só falei a mais pura verdade – dá um sorriso - você e linda tímida – fico mais vermelha – se você continuar assim não me responsabilizo pelos meus atos – fala e eu sorrio ele me dá um selinho e saímos andando e sorrindo no meio do caminho  

Lucy: vida – fico vermelha com o que eu falei – desculpa meu rosado  

Natsu: não por favor me chama assim de novo eu gostei – dá um sorriso  

Lucy; vida? - ele assente e eu sorrio – ok vida quem era ela – falo e o sorriso dele logo se desfaz e o meu também 

Natsu: você quer mesmo saber?  

Lucy: se não quiser fala não precisa mais eu queria saber sim  

Natsu: vou resumira história ok por que ela e chata e não gosto de lembrar – assenti – ok ela e minha ex noiva eu namorei ela quando tinha 14 anos ficamos juntos até meus 16 quando descobri que ela me traiu eu amava ela então você já sabe como eu fiquei ne então - eu o interrompi  

Lucy: não quero saber mais nada você já falou o suficiente – falo com as mãos no rosto dele dou um selinho nele – agora só esquece ela e pensa em mim - ele assentiu nos beijamos mais um pouco  

E saímos andando por ai eu já tinha perdido a 1 aula com essa bagunça então resolvi ficar o resto dela com natsu sentamos em um banco de madeira no jardim na frente da escola ele deitou e colocou-a cabeça no meu colo fiquei fazendo cafune nele ele acabou que dormiu eu fiquei rindo com cena ele estava dormindo tão profundo que faltava babar em mim o sinal tocou e fomos assistir a última aula e desde o jantar vamos embora todos juntos e pior que não foi ideia nossa e sim dos nossos pais cada semana e um semana passada foi eu e a mavis nós buscamos eles e deixamos eles em casa essa semana e deles eles nos buscam e nos deixam em casa durante o caminho estávamos so ouvindo música e cantando rindo e conversando entre-se ate  

Natsu: ou zeref – fala estava eu e natsu no banco de trás abraçados e zerefe mavis na frente ele dirigia e estava de mãos dadas com a minha irmã   

Zeref: fala  

Natsu: adivinha quem volto? 

Zeref: quem? Não me diga que e as vadias? – fala olhando pra ele pelo retrovisor 

Mavis: que vadias?  

Lucy: nem me olha prefiro não comentar  

Mavis: que vadias cunha  

Natsu: as eu não sei que a lisputa ta de volta  

Mavis: lisputa? Esse e o nome dela?  

Zeref: não amor – ri – o nome dela e lissana mais ganhou o apelido de lisputa por conta que ela e puta de carteirinha tomara que a outra não tenha vindo nem o outro  

Mavis; ata mais quem e essa? 

Lucy: a galinha do natsu – eles me olham sem entender mais minha irmã entendeu muito bem  

Mavis: ata agora saquei  

Natsu: minha o que minha nada sai fora – eu e mavis rimos da cara dele   

Mavis: cunha galinha que a gente fala agente se refere as ex de vocês  

Natsu: ata nossa que susto ainda bem por que minha e só minha loira ne loira – fala e me da um beijo todos rimos e zeref e mavis também se beijam eles nos deixam em casa nos damos um selinho e entramos eu vou para cama e me jogo pego meu celular e mando mensagem no grupo  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...