História Tudo é culpa do destino( taekook) (vkok) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Histórias Originais
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Taekook
Visualizações 8
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, eu esqueci de falar no capítulo anterior, mas a idéia da fic é da -Strawberry-Juh
Okay?Bem dou todos os créditos a ela também pelas capas das minhas fanfics, vou deixar uma história dela nas notas do autor😘

Capítulo 2 - Atração pelo desconhecido


Fanfic / Fanfiction Tudo é culpa do destino( taekook) (vkok) - Capítulo 2 - Atração pelo desconhecido

Jeon Jungkook onn

Não há o que falar sobre mim,sou só um alfa lúpus puro e idiota que não consegue se defender, apanho do meu pai praticamente todos os dias, tenho marcas pelo meu corpo em todas as partes, mesmo sendo só um alfa comum, meu pai é extremamente imprevisível e uma coisa que eu aprendi desde sempre é que se deve respeitar os pais e os mais velhos,  minha mãe morreu no meu parto e meu pai me culpa,ele diz que eu sou uma praga, que jamais deveria ter nascido, pois por minha culpa minha mãe,  a mulher que ele amava morreu... Ele acha que eu não me culpo?Ele acha que só ele chora a noite?! Só ele que sofre?! Não sei se sofro por ser culpado pela morte da minha omma ou se me culpo por ser tão insignificante que nem mesmo meu pai me ama, será que alguém um dia vai me amar? Ou não...

                      ••••••••••••••••••••••••••••

Vejo meu pai adentrar no quarto com um cinto em suas mãos
 Sr.Jeon - seu alfa insignificante...Por que você nasceu???Hã? ? Você merece morrer isso sim!

*ele me bate com o cinto em minhas costas e eu grito de dor*

-ahh ap-pa por favor...Não

*ele me olha sereno e sorri ladino, ele estava bêbado, de novo, nem se  eu morresse ele iria parar*

-oh seu alfa de merda! Nem se defende,um lúpus não age assim Jeon!!! Você não serve pra nada a não ser apanhar filhinho...Ainda bem que sua mãe morreu, caso contrário, morreria de desgosto de você!

*uma cintada atrás da outra e meu gemidos de dor se tornaram constantes... Eu não aguentava mais isso, queria sair dali morrer ou sei lá, ser outra pessoa...*

-P-pai por favor paraaa

*ele parou e me olhou, depois se virou*

Sr.Jeon - nunca mais, está me ouvindo?! Nunca mais me chame de pai seu muleke!!!!!

*ele estava bravo, esta era a única maneira de ele parar, mas sempre eu ficava sempre comer, por isso sou magro e feio muitooo feio....ninguém iria me querer... Ele sai e eu passo o restante de uma pomada que eu tinha escondido nos ferimentos, a dor era infernal... Está decidido...Esta noite eu vou fugir de casa

                    ••••••••••••••••••••••••••••••••

                           Taehyung onn
                                Kook off

                   ••••••••••••••••••••••••••••••••


Me levanto cedo, era meu primeiro dia sozinho, eu aprendi algumas coisinhas quanto a comida por isso hoje fiz um café da manhã caprichado.
Fui até a faculdade do dia anterior, eu iria estudar lá, mesmo não gostando da tal da Lisa, qual é a possibilidade de cairmos na mesma sala?
Bem, sou bom de memória, então vou até lá sozinho já que me recordo do caminho, chegando lá vou direto a direção que eu já sabia onde ficava pois explorei bem  no outro dia, falei com a diretora e ela me falou os informativos do colégio e como sou maior de idade não precisei da minha mãe para fazer a matricula na escola, ela me entregou o uniforme e eu começaria no começo do ano letivo ou Seja, em exatamente...2 dias! Mal posso esperar!

Ls- então você vai mesmo estudar aqui?

*a mesma menina me pergunta, já estou perdendo a minha enorme paciência com ela, ela não tem nada pra fazer não? Fica só me seguindo?*

-sim, vou

*respondo - a do me virando para ir embora mas a alfa me põe contra a parede, me fazendo soltar um gemido de dor*

Ls- você tem um cheiro de maracujá bem agradável sabia?

*ela cheira meu pescoço*

Ls- vou te marcar, meu omegazinho!

*vejo suas presas e começo a me debater desesperado, até eu ouvir a voz de outra mulher, era a tal da Jennie*

Jn- Já chega! Lisa,  você não pode marcar ele assim não!

Ls- e o que uma ômega vai fazer a respeito?

Jn- Lisa nós somos amigas! Ou você não sabe mais o significado disso?!.

*elas começaram a discutir e eu sai dali rapidamente, corri até em casa! Que eu já havia decorado o caminho...ótimo, já não me perderia mais indo para a faculdade*

* Chego lá e me deito no sofá, eu queria fazer algo diferente, acho que sei lá ver a cidade a noite, acho que é isso que irei fazer! Adormeci com meus pensamentos*


                          •••••••••••••••••••••••
                           Durante a noite

                      Kook onn

                  Taehyung off
                         ••••••••••••••••••••••••

Peguei tudo o que eu precisaria para fugir dali. A noite se aproxima e eu não posso perder qualquer possibilidade de fuga...
Desci para a sala e vi a cena mais nojenta do mundo, meu pai estava...transando com uma mulher que eu nunca nem vi na vida, isso já tinha se tornado frequente.
Mas, meu foco não é essa nojeira e sim minha fuga, passo por lá o mais rápido e devagar possível, assim que saio de casa, uma enorme tormenta Começa, não posso mais voltar, só preciso seguir em frente!
Eu andava sem direção, conheço Busan com a palma da minha mão, eu iria para um parque e depois procuraria emprego para pagar um hotel bem simples mesmo, não sou acostumado ao luxo

              ○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○

Já tinha uns 5 minutinhos que eu caminhava, parei por ouvir um barulho, parecia que alguém estava chorando...
Me aproximo de onde vinha o barulho, e vejo um garoto ele estava agachado no canto de um banco com a cabeça entre as pernas, seu cabelo castanho e seu cheiro de maracujá me chamaram atenção, era um ômega lindo...

-Com licença,eu posso lhe ajudar?

*pergunto e eu acho que ele não me ouviu,  pois a chuva estava muito forte e ele aparentava estar com frio, tiro minha jaqueta preta e coloco sobre o mesmo que levanta a cabeça me olhando assustado, seu cabelo estava colado em sua testa, ele era a primeira maravilha do mundo meu Deus, não sou nada comparado a ele*

-não devia estar na chuva a essa hora, está tudo bem?

*me intrometi a perguntar e fui surpreendido com um abraço*

?-me leva pra casa, por favor me leva embora daqui!

*ele parecia em pânico eu apenas retribui seu Abraço e pedi para ele vestir a jaqueta e perguntei Onde ele morava ele me falou o endereço e por conhecer bem a cidade, eu fui direto para lá e o ômega sorriu ao seu ver em casa novamente, a casa era grande, provavelmente ele era muito rico,meu Deus, eu estava morrendo de frio e o mesmo me vê naquele estado e me empurra para dentro de sua casa*

?- Qual é o seu nome?

*ele me pergunta e eu sorrio*

-Jungkook, meu nome é Jeon Jungkook e o seu?

-Taehyung,  Kim Taehyung é o meu nome! Você parece estar com muito frio! Venha!

*apenas o sigo, a casa é maior por dentro, andamos um pouco e chegamos a uma porta, suponho ser o banheiro*

-Pode ir tomar banho! Tem toalhas novas na gaveta...

-olha Taehyung, não precisa

-Haha, você acha mesmo que vou deixar um anjo como você, nessa chuva?Com frio?! Nem morto! Vamos anjinho, pode banhar, quer que eu lhe Faça chocolate quente? Está com fome?

*ele me Perguntava e eu apenas lhe pedi o chocolate quente, ele era fofo, muito fofo!
Mas será que ele já tem alfa? Ah Jungkook! Onde que um ômega desses iria te querer?*

*tomo meu banho, e me lembro que minha mochila molhou, junto com minhas roupas...merda é agora? Saí do banho ainda molhado com a toalha em minha cintura*

-olha eu...éh

* o ômega entra sem aviso no banheiro, acho graça e resolvo brincar um pouco, mas sem abuso claro*

-gosta do que vê?

*o ômega me encara envergonhado*

-sim, gosto.

*arregalei os olhos com que eu ouvi em resposta e o ômega se aproximou me colocando contra a parede*

-o chocolate está pronto, senhor Jeon

*Disse meio...provocante?*

-Taehyung, não sei quem você é, mas mexe com o meu psicológico,  então eu te aconselho a se afastar, depois que eu começar eu não vou parar não!

*ele cora e se afasta, tem roupas na gaveta foi tudo que eu ouvi depois que ele saiu, comecei a rir e então me vesti e desci vendo o mesmo dormindo no sofá, que gracinha acho que estou ficando viciado nesse cheiro, que perfume em*


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...