1. Spirit Fanfics >
  2. Tudo graças a um...todinho! >
  3. O novato...

História Tudo graças a um...todinho! - Capítulo 1



Notas do Autor


Bem... Essa história tem um título estranho?
"Sim"
Ela vai ser boa?
"Eu espero"
Então, aproveitem!

Capítulo 1 - O novato...


Fanfic / Fanfiction Tudo graças a um...todinho! - Capítulo 1 - O novato...

Eu estava saindo do mercado. O sol estava forte, esse dia tava muito quente e claro. Nenhuma nuvem ou sinal de chuva. Enquanto eu andava pela calçada para chegar na escola eu escutava música e tomava o meu toddynho. E sim, eu gosto muito de toddynho. Quando eu mais andava eu menos prestava atenção as coisas a minha volta, até que eu sem querer esbarro em alguém, eu fui tentar falar algo como desculpas.

-D-desculpa moço,eu não vi você';disse eu,um loiro desastrado;'

-Ah, não tudo bem,não tem problema!';o moço sorriu,demonstrando não estar bravo comigo;'

-Ata,mas desculpa mesmo,bem eu já vou indo, tchau';eu repetia a palavra desculpa por quê eu não queria parecer mal educado.;'

-Claro, tchau!';ele sorria,não parava de sorrir;'

Ele foi embora, e eu segui o meu rumo para a aula. Era 7:30 faltava 15 minutos para começar, mas eu um ser de tamanho médio, comecei a acelerar.

Eu estava acelerando o passo como eu dizia para chegar na escola mais rápido, eu tinha 16 anos, estava no segundo ano do ensino médio.

{As 7:43}

Eu tinha chegado na escola. Eu joguei o todinho no lixo e fui para a sala 4C. Quando eu cheguei ao meu local de estudo a professora tava entrando, mas ela deixou eu entrar. Eu me sentei na minha classe e ela mandou pegar os materiais e eu como desastrado abri a mochila e percebi que não tinha trazido o estojo, só os cadernos. {Miojinha: comigo aconteceu ao contrário. Eu não tinha trazido os cadernos, só o estojo. Eu tinha uns lápis pra desenhar em casa e eu tinha que estudar. Como eu fui burra aquele dia. :')}; eu não sabia o quê fazer, eu era o novato e começar o ano pedindo material seria vergonhoso para mim, mas eu olhei em volta e vi uma pessoa ela parecia ser simpática então olhei para ele e disse.

-Ei, poderia me emprestar uma caneta por favor? Eu acabei esquecendo o estojo em casa';eu sussurrei e estava com esperanças de ele emprestar;'

-Claro, kkkkk você deve ser o novato. Tudo bem eu empresto, mas qual é o seu nome?';ele me fez essa pergunta sussurrando também. Ele era curioso e queria saber sobre mim por ser novo;'

-Ah, claro, meu nome é Matheus! E obrigado pela caneta!';eu o respondia enquanto pegava a caneta que ele estava alcançando para mim;'

Ele sorriu e eu sorri de volta, nós viramos para frente e eu peguei o caderno da matéria de matemática, enquanto a professora passava umas questões que eu até tava gostando eu anotava e escrevia tudo. {Miojinha: Fato inútil: minha matéria favorita é matemática, bem legal. :D}; depois de 2 horas estudando  matemática o sinal para o meu descanso bateu. Eu guardei o caderno e deixei a mochila na cadeira peguei um toddynho que estava guardado e sai da sala, procurando alguma coisa de interessante para fazer ou ficar. Eu achei um banco na sombra de uma árvore, logo eu me sentei lá esperando que algo acontecesse, mas já que nada veio a ocasião do loirinho (eu) peguei os fones e comecei a escutar música. Então eu sinto alguém tocando no meu ombro, eu tirei o fone e olhei para trás, era o meu amigo de antes, o quê me salvou com uma simples caneta! Ele disse.

-Eu quero saber se eu posso me sentar com você';ele dizia convicto que eu ia permite;'

-Claro! Mas então, você não me falou seu nome...';eu dizia enquanto ele se sentava no banco;'

-Meu nome é Adrian!';disse animado;'

Eu peguei outro toddynho que estava no meu bolso do casaco(sim,casaco fino e no bolso){Miojinha: queria um casaco assim.} e ofereci para ele. Ele agradeceu mas não quis.

-Não sabe o quê está perdendo!';eu dizia animado por quê eu teria mais um toddy só para mim;'

-Ah, eu não quero, pode ficar para você mesmo

-Ok!

Enquanto a gente conversava eu bebia meu achocolatado favorito, o sinal bateu e a gente voltou para a nossa sala.

{Depois de aulas chatas que não precisam aparecer}

Eu peguei tudo e guardei na minha mochila, e então fui para a saída da escola. Enquanto eu caminhava para chegar na saída me deparei com alguém familiar que estava parado esperando provavelmente um carro. Eu cheguei nele toquei nas costas para ver quem era, quando ele se virou vi que era o moço que eu tinha esbarrado mais cedo quando sai do mercado.

-Ah, oi você também estuda aqui?';dizia o moço de cabelo ruivo;'

-Oi, sim eu estudo eu não sabia que você estudava aqui!';eu estava curioso;'

-É, eu estudo aqui só que eu fui para o lado contrário que você por causa que eu queria pegar no mercado uma latinha de refrigerante';dizia o ruivo enquanto sorria para mim;'

-Bem, amanhã a gente pode se ver? É que eu tenho que ir.';eu dizia isso por causa que queria conhecê-lo mais;'

-Sim! Amanhã na escola eu te encontro na entrada...ok?';ele parecia animado;'

-Ok! tchauuu';eu me despedia do mesmo;'

-Tchauuu';se despedia de mim  ascenando um pouco;'

Eu fui para casa, era um pouco longe mas eu não dava bola, eu gostava de caminhar. Até que escuto passos de alguém correndo e quando olho para trás o ruivinho tava indo até mim até que ele tropeçou e caiu encima de mim, aquilo doeu, mas não era muito de se importar!

-Ah! Me desculpa eu não queria, se machucou?!';dizia o ruivo preocupado;'

-N-Não, estou bem(////)';ele estava encima de mim por causa da queda, mas ele era até que pesado;'Só que por favor,sai de cima de mim!

-Ah, desculpa kkkk

Ele se levantou e me ajudou a eu ficar em pé novamente. Quando nós estávamos de pé e bens, nós começamos a andar até a minha casa e conversando até que eu pergunto.

-Por quê veio correndo, para ficar conversando comigo?';eu estava muito curioso;'

-É que o carro não chegou, e eu queria te conhecer mais, e caminhar um pouco não mata ninguém né?

(Diretor=Mata sim;-;){Miojinha: Olha, depende em qual país, estado e cidade. No meu estado, neh, talvez. Mas a minha cidade é calma. :D}

-Ata, bem...vamos indo então!';eu sorri para ele;'

{Um bom tempo conversando}

Quando eu estava na frente de casa, eu me despedi dele e entrei. Ele sorriu, ascenou para mim e se despediu. Eu entrei em casa e vi minha mãe fazendo bóia.

-Oiiii! ';eu dizia feliz;'

-Oiiii desastrado! kkkk';ela ria;'

-Mas credo! kkkk';e eu ria junto;' {Miojinha: Tal mãe, tal filho.}

-Seu pai está trabalhando e vai guardar suas coisas! ';dizia ela como aviso,e sobre guarda era um aviso de morte se eu não guardasse;' {Miojinha: muito minha mãe.}

Eu disse ok e fui para o quarto. Troquei de roupa e deitei na minha cama e fiquei lá no celular pensando em alguém jeito de me distrair... Eu fiquei olhando vídeos enquanto estava deitado com uma bermuda e sem camisa. Está calor hoje quer que eu faça o quê?

Então depois de um tempo minha mãe me chamou para comer, eu desci e comi e meu pai? Trabalhando,ele só volta a noite... A comida estava muito boa, eu gostei muito dela estava iguais as outras,sem erros só delícias... Depois disso fiquei batendo papo com minha mãe.

Até que alguém bate na nossa porta, quando atendo era o ruivo e meu amigo. Isso as 4:21... Eu olhei para eles e perguntei.

-COMO CONSEGUIRAM SABER AONDE MORO?! ';eu gritei de curioso mas não estava bravo;'

-Bem, eu vim até aqui com você e falei para o seu amigo!';dizia com aquele sorriso;'

-Ah, desculpa o grito!'; arrependido de ter soltado as minhas cordas vocais;'

-Tudo bem!';dizia o meu amigo de cabelo castanho;'

Eles me convidaram para sair,eu aceitei me despedi da minha mãe e fomos andar pela cidade. Chegando mais para um parque que tinha mas para o lado esquerdo da cidade, bem na ponta da cidade na verdade. Quando chegamos nós deitamos na grama e ficamos lá conversando sem saber o quê fazer. Depois o ruivo nos chamou para ir num lugar especial.

-Um lugar especial? Eu topo!';dizia eu bem animado;'

-Claro, por que não?';falava o meu amigo de cabelos castanhos;'

Ele nos levou para uma praia que ficava lá perto, você saia da área urbana da cidade e virava a direita, que você chegava numa praia. Ele sorriu e nos convidou para ir no Mar, claro que aceitamos. Nós tiramos as camisas guardamos os tênis e as camisas na mochila do ruivo e pulamos, nadamos e rimos muito naquele mar... tava bem divertido. 

{As 19:30}

 Nós fomos para uma barraquinha de sorvete que tinha ali perto. Nós pegamos o dinheiro e pagamos o sorveteiro. Eu tinha pedido de baunilha, o de cabelo castanho um de chocolate e o ruivo uma casquinha de morango. Nós começamos as andar novamente até às nossas casas enquanto tomávamos sorvete. A gente largou o de cabelo castanho da casa dele e o ruivo me levou para a minha. Quando chegamos na porta a gente foi se despedir, então ascenanos um para o outro e ele piscou para mim.

-(////)';eu fiquei envergonhado e entrei para casa o mais rápido possível, mas também não quis parecer grosso;'

Ele riu um pouco e foi embora. Eu dei oi para minha mãe e pai, só que eu disse que não queria jantar que ja tinha comido... Então fui para o meu quarto, coloquei um pijama e fui dormir que eu estava exausto daquele dia enorme...

Continua...




Notas Finais


Bem,espero que tenham gostado
"Qualquer erro me avisem"
E espero que gostem dessa história
E desculpa não postar rápido essa história.
Eu estava sem inspiração e não sabia o que fazer.
Tchauu

Miojinha: terminei de corrigir, bora pro próximo capítulo. >:D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...