História Tudo Muda - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki
Visualizações 15
Palavras 1.930
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiii finalmente capituloooo.

Superrr, animada para escrever. Não sei se vai ficar bom. Me avisem do que acharam.

Se vcs notaram eu não botei sobrenome, vcs iram entender depois.

Capítulo 8 - Vão se acostumando, não somos que nem as antigas.


Fanfic / Fanfiction Tudo Muda - Capítulo 8 - Vão se acostumando, não somos que nem as antigas.

Narrador on 

Já tinha se passado um mês  desde as meninas terem se mudado para mansão Sakamaki. 

O resuma da ópera é, as meninas ficaram a semana inteira, chingando, e arranjando briga com Tougo. 

Maria, seguiu o que Bruna disse apesar de sempre estar com sono. 

Anna continua irritando Reiji, para ver qual é seu limite de paciência. 

Bruna e Subaru, brigam toda hora 

Helena e Leito tiveram seus desentendimentos, mas agora "São amigos" 

Mariana não conseguiu falar com Kanato ainda, só é bolsa de sangue que nem ele mesmo diz. 

Julia você brigando com Shuu por ele sempre estar quieto e ela sempre estar cantando. 

Mais ou menos isso, agora elas estavam sentadas no sofá da sala falando sobre seus amigos e que queriam os ver. 

Julia- Que tal ligar para eles?- Falou Julia já discando para ele. 

Helena- Eles nunca atendem, por que iriam atender agora, só gostam de mandar mensagem. 

Maria- Tenta de uma vez.

Julia ficou o número e esperou eles atenderem. 

?- Julia, onde você está, o que aconteceu, vocês querem nosatar do coração em não dar notícias antes. 

Julia- O que aconteceu, por que esse desespero?- falou a mais velha calma, pois sabia que se falasse mais alto iria acordar os outros moradores.  

?- Quando fomos lhe visitar vimos os corpos de sua mãe e sua tia jogados no chão sem vida, achamos que tinha acontecido algo. 

Naquele momento Julia travou, não consegui imaginar sua mãe e sua tia mortas. 

Julia- Você está brincando né- Seu amigo diz que não, Julia disse que iria ligar de pois, e desligou a chamada, deixando seu celular cair e seu corpo perdendo a força indo de encontro ao chão. 

Maria- Julia o que aconteceu? Fala. 

As meninas olhavam Julia chorando não conseguindo falar. 

Julia- A Mamãe foi morta junto a nossa tia, elas estão mortas, encontraram o corpo jogado no chão sem vida. 

As meninas entraram em choque. Não acreditavam no que ouviam não estava certo. 

Cada uma saio correndo para um lado pois sabia que os meninos não iam atrás delas, graças ao sono. 

Julia correu até o final do Jardim onde tinha uma resinto, tinha dois bando de cimento e uma fonte no meio das dos bando,( Parece no anime, primeira temporada, Shuu, toma o sangue de Yui no banco de cimento ) 

Bruna foi parar perto de uma torre, não conseguia chorar, estava tudo confuso, não consegui derramar uma sequer lágrima, mas quando olhava para seus olhos não tinha vida, nao tinha nada a não ser á tristeza, de perder mais alguem importante. 

Maria saio correndo a montanha que sempre ia quando era noite, sabendo que não podia dormir, aquele lugar era reconfortante, a deixava calma, naquele monto, não importava se estava com capuz ou sem, só não queria voltar a aquela mansão. 

Mariana saio correndo até o final da casa subindo no sótão, ela queria se esconder e chorar onde ninguém a achasse ou a procurasse. 

Helena saio correndo e foi parar no meio da floresta ela sempre gostou de lá, a fazia bem, naquele momento, estava tão abalada que não conseguia pensar em Mariana só conseguia pensar que deveria estar lá com sua mãe. 

Anna saio correndo sem destino parando perto de um rio chorando, nunca gostou de demonstrar este seu lado ela só queria sumir, piscar e ver que nada que Julia disse era verdade. Ela se encostou na árvore e ficou lá a tarde toda. 

Não somos de ferro, uma hora iremos desabar, e quando acontecer é bom ter alguém, ou pelo menos sumir por um tempo, até toda a dor acabar e você levantar fingindo que está bem. 

Os meninos levantam e não conseguem achar as meninas  

Eles não sabiam o que tinha acontecido, só conseguiam sentir o cheiro de lágrimas, e viram as portas abertas, os celulares das meninas jogados no chão, sabiam que elas não os alegavam por nada neste mundo. 

Cada um foi atrás de sua noiva. 

Reiji on 

 Fomos atrás de nossas noivas, mesmo não nos empurrando, sabemos que se elas morrecem não teriam outra noiva tão  cedo. 

Reiji anda por uma hora, quando nota que é final da tarde, eles dormiram muito. 

Encontra Anna deitada dormindo numa árvore, perto do riu. Quando se aproximou para a levar para casa, vê seu rosto com lágrimas, ela ainda estava vermelha de tanto que chorou e seus olhos ainda estavam inchados. Se perguntava o que tinha acontecido para fazer todas as meninas se separarem e forem para num local ta o estranho. 

Pega Anna em estilo noiva e a leva para mansão a botando no sofá. 

Reiji off Shuu on 

Vou andando a até o final do Jardim é um lugar que sempre vou para ficar quieto, sabia que Julia estava lá, por que já tinha visto ela neste lugar várias vezes, sorriu se lembrando do que aconteceu. 

Chegando lá, vê algo que nunca imaginava ver, não de Julia, uma menina semprsempre sorridente, alegre, e que nunca deixá  á tristeza transparecer em sua face.

Entra lá calmo, sabendo que se entrasse muito rápido ela poderia notar sua presença. 

Algo imprevisto aconteceu, Julia sabia que tinha alguém entrando e se virou imediatamente secando as lágrimas e botando um sorriso no rosto, sabia que era mais falso do que qualquer sorriso que ela deu no meio dessas semanas que ele  passa  a observando.

Julia- O que faz aqui?# falou mostrando um sorriso e se aproximando da saida 

Shuu- Não minta para mim, sei que estava chorando, e não me venha com esse sorriso amarelo que não me engana. 

Julia- Por favor não faz ficar mais difícil do que já é, finje não ter visto nada e vamos voltar para a mansão. 

Ele assentiu dando meia volta e indo em direção a sua casa onde Julia sentou onde Anna estava com a cabeça apoiada sentando e apoiando a cabeça de Anna em suas pernas e acariciando seus cabelos ruivos tentando a acalmar enquanto dormia e tentando se acalmar.

Shuu off Kanato on 

Fui atrás de Mariana, ela da muito trabalho, podia ser que nem as outras e ficar bem quieta, mas não ela tem que falar de mais, encher meu saco. Mas não me encomodo, por que? Me pergunto isso desde a primeira vez que a vi.

Não consigo a achar, sei que suas irmãs saberá onde ela está por isso fiquei na sala esperando Helena aparecer. 

Fico abraçado a Teddy esperando a volta das outras meninas. 

Kanato off Subaru on 

Ando do Jardim todo e acabo encontrando Bruna perto da Torre de minha mãe, quando ia me aproximar vi que ela começou a falar. 

Bruna- Eu entendo ter perdido você, já se passou dois anos, sem lágrimas sem nada, sem sentimentos, a única coisa que eu queria era vingança, mas agora vejo que não posso ter isso, mas agora te perder é muito difícil, é como se eu estivesse estranha. Não consigo chorar, só consigo ficar confusa, preocupada, não por mim mas pelas meninas. Vou arranjar um jeito de fazer elas esquecerem.

Subaru a  olha fica pensando em quem que pode a fazer ficar assim, sem demonstrar nada nenhuma expressão, mas quando se olha no fundo dos seus olhos pode se ver, tristeza, remorsos, como é possível a última vez que vi esses olhos foi quando Yui falou algo sobre irmãs, não lembro direito. 

Me aproximo, vejo ela levantar surpresa e me olhar com uma cara surpresa, mas não desaparecia o olhar de tristeza. 

Subaru- Bruna, algumas meninas estão na sala, e foram achadas nos lugares mais frios da casa ou do Jardim. Queremos que vocês voltem e nos contém o que aconteceu. 

Bruna não falou mais nada apenas foi andando até a porta e adentrando na casa.  

Subaru off Laito on 

Como os outros fui atrás de Helena, estava preocupado, neste meio tempo eles a gente virou " bons amigos" mas o que eu sentia era diferente, algo que nunca senti, era diferente. 

Laito, acorda, foco, continua andando e para no meio da floresta e vê Helena deitada em uma das árvores, virada de costas para  mim, achando que não tinha ninguém a sua volta. 

Ela soluçava, desesperada. Não parava fiquei a observando por meia hora, quando seus soluços começaram a sessar ela fala sozinha, achando que ninguém ouvia. 

Helena- Já não basta este sentimento de vazio, agora te perder, você  sabia que Mari não ia suportar te perder, nem Anna, agora tudo que a gente precisava era te perder, não é fácil estar num lugar que não te faz feliz, agora, vejo que tudo vai desabar, e eu não vou conseguir tirar ela de la.

Laito se aproxima de Helena, com a consciência pesada, por não saber o que sua "amiga" achava de la. 

Quando chega mais perto dela a abraça. Helena fica assustada com tal ato. Ainda está em choque pelo que ouviu de sua prima. 

Laito- Vamos voltar todos estão esperando. 

Helena assentiu e se levantou começando a andar em direção a sua nova casa. 

Ayato on Laito off

Quando vejo que todas as meninas somem, todos começam a procurar, tinha quase certeza do lugar onde Maria estava, ela sempre vai lá no meio da noite, não entendo o porquê dela não dormir, no horário das irmã mas é assim já me acostumeizacostumei vejo ela sair da cama e ir andando até uma montanha ali perto, lá ela fica observando as estrelas. Mania chata, conserteza. 

Quando chego lá. Vi que o céu já estava escuro sem nenhuma estrela, a lua mas aparecia, as nuvens a tamparam. 

Maria- por que, você nao podia ir, para quem vou contar tudo o que acontece, Yuu sumiu, não faço a mínima ideia de onde ele esteja, agora a pessoa que eu mais confiava morreu, junto à outra pessoa que amo com todas  as forças mesmo ele estando morta( se vcs leram à outra fic vai saber do que eu estou falando)  não vou esquecer vocês dois, e prometo, até aparecer você não aparecer, eu vou cuidar de tudo. 

Ayato se aproxima curioso do que ela falava, teve a impressão de ter visto fios pretos em volta de seu capuz. Mas ai Maria se virou e viu que Ayato estava a observando. 

Ayato- todo mundo está na sala te esperando e esperando a Helena para nossa conversa. 

Maria levantou ajeitando o capuz e foi na frente de Ayato. 

Quando chegaram. Viram Helena descer com Mariana. E as outras meninas sentadas no sofa com nenhum ânimo. 

Parece que não tinham falado nada. 

Maria- O que vocês querem saber? 

Reiji- Por que sumiram do nada e do nada encontramos todas vocês separadas, com olhos vermelhos de tanto chorar, e estarem num lugar tão  estranho. 

Maria- Não jurei contar, se elas quiserem contar que falem. Eu estou cansada deste dia.- vi Maria subir as escadas. Sua expressão era de tristeza e raiva. 

As meninas explicaram aos meninos, depois foram aos quartos, deitarem, e esperar que tudo que aconteceu no dia de hoje fosse um sonho. 

Algo que os meninos estavam certos. Elas não estam que nem as outras, eram diferentes, mas um diferente bom, um que fizesse um lado que nunca agiam mostrado antes aparecer. 

As vezes só precisamos nos afastar e esquecer que tudo a nossa volta existe. Tem vezes que é melhor entrar em nosso mundo onde a justiça ocorre, e o que queremos ao nosso lado estará lá. Mas a pena é que isso não ocorrerá, enquanto estivermos vivos, passaremos por coisas que não gostar e outras que iremos amar. Depende da bondade do destino parando para dar um ar de felicidade para nós guiar até a luz. 



Notas Finais


Obrigada por lerem, bjsss

Me digam o que esta o achando?

Desculpa os erros, Boa leitura. O próximo capítulo vai fazer elas esquecerem os problelas de hoje.

Não deu 2.000 palavras mais foi quase. Da próxima vez tento fazer um maior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...