História Tudo mudou - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Bobby Finstock, Chris Argent, Cora Hale, Derek Hale, Erica Reyes, Jackson Whittemore, Lydia Martin, Melissa McCall, Natalie Martin, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stiles Stilinski, Victória Argent
Tags Allison, Lydia, Lydia Martin, Scott, Scott Mccall Stiles, Stiles Stilinski, Stydia, Teen Wolf
Visualizações 59
Palavras 1.541
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii gente, demorei um pouquinho, mas aqui estou com mais um capítulo.
Só queria deixar claro que o alfa não é o Peter como em Teen Wolf.
Boa leitura ❤

Capítulo 4 - Conversar


Fanfic / Fanfiction Tudo mudou - Capítulo 4 - Conversar

 

Lydia foi até o vestiário masculino onde ela tinha certeza que Scott estaria. Tinha certeza porque os meninos ficavam nas terças na escola para o treino. Ela sabia que não podia entrar lá, mas não se importou. 

Quando entrou foi rodeada por vários olhares maliciosos dos meninos que estavam lá. Novamente não se importou, já estava acostumada, seguiu em frente quando viu Scott pegando suas roupas de treino no armário. 

- Scott, você esta se sentido... Diferente? - Lydia perguntou parando na frente do garoto. 

- Lydia? O que esta fazendo aqui? - Perguntou Scott se assustando com a amiga. - Não vai me dizer que o Stiles também te contou sobre aquele negócio? 

- Sobre lobisomem? É, ele me ligou hoje mais cedo me contando e isso pode fazer sentido Scott.

- Eu não estou me sentindo diferente. - Lydia olhou para ele como se soubesse que ele estava escondendo algo. - Ok, talvez eu tenha me sentindo mal ontem mas isso não significa nada ta bom? Era só uma dor de cabeça.

- Vai dizer que foi só por isso que deixou a Allison sozinha na rua ontem? 

Scott abriu a boca para falar algo, mas foi interrompido pelo treinador.

- Lydia, não pode ficar aqui. - O treinador Finstock afirmou.

Lydia revirou os olhos e marchou até a porta de saída.

Quando chegou no estacionamento, Allison a esperava escorada no capô de seu carro. 

- Você demorou. - Allison falou quando viu a amiga em sua frente. - Tava falando com quem?

- Com um professor sobre um trabalho. Vamos?

Allison assentiu e as duas entraram no carro da morena.

No caminho para a casa de Allison, avistaram muitas pessoas em frente a uma casa. 

- Allison para ali. - Disse Lydia apontando para o local onde estava as pessoas desconhecidas.

As duas desceram do carro e foram em direção às pessoas que haviam ali. Viram alguns polícias e uma equipe de socorro no local. 

- O que aconteceu? - Perguntou Allison a um homem que estava observando. 

- Dois adolescentes foram mortos ontem a noite, só os encontraram agora no quintal dessa casa. - Disse o homem apontando para a casa em sua frente. - Se chamavam Clary e Sam Cooper.

Lydia viu um dos corpos jogado no chão, estava com arranhões profundos e cheios de sangue no abdômen. Ficou apavorada. 

- Allison, vamos. - Lydia falou saindo do local, sendo seguida pela nova amiga. 

Allison entrou no carro depois que Lydia já havia entrado, não falou nada apenas dirigiu para sua casa. Allison pensou que talvez ela os conhecia, por isso não tocou no assunto. 

Estacionou seu carro ao lado da calçada de sua casa e as duas saíram do carro, antes que Lydia caminhasse até a porta, Allison a interrompeu.

- Lydia. - Allison esperou a garota se virar para ela, para prosseguir. - Você os conhecia? 

- Não, não é isso. Eles eram da nossa escola, mas eu nunca havia conversado com nenhum deles. É só que... Ontem eu estava sozinha na rua a noite, você estava, e nós estamos aqui, bem. 

- E isso é bom, não é? 

- É, claro que é. Só é estranho. - Lydia disse olhando para baixo. 

- Vem aqui. - Allison a puxou para um abraço apertado e reconfortante. 

Lydia se sentiu triste por não poder contar tudo para Allison, não podia contar que ela havia visto algo que talvez fosse um lobisomem e que poderia ter matado ela, Allison provavelmente não acreditaria. Estava com medo só de lembrar da noite anterior. Sabia que talvez aquilo tenha matado os dois irmãos e que por algum motivo ela ainda estava ali. Mas por quê? 

•••

O treino havia acabado e Scott depois de ter ido para casa, foi a floresta para correr. Algo que ele fazia todos os dias, mas havia parado por achar que a coisa que o mordeu ainda estivesse lá. Dessa vez ele foi ainda de dia. 

Estava correndo pela trilha que havia na floresta, sem olhar para os lados. 

Avistou de longe algo preto na sua frente. Parou de imediato, olhou para lá e não havia nada, olhou em volta caminhando em círculos lentamente. Voltou para a posição que estava quando parou de correr, e encontrou Derek parado em sua frente, levou um enorme susto e soltou um grito alto. 

- Precisamos conversar Scott McCall. - Disse o homem alto e musculoso parado em sua frente. 

Derek começou a caminhar e Scott o seguiu mesmo com medo do que fosse acontecer.

- Você sabe que a mordida do seu abdômen que provavelmente já se curou, não foi uma mordida qualquer não é? - Scott apenas continuou o olhando e Derek prosseguiu. - É claro que você sabe, aquele seu amigo nerd provavelmente já te falou, mas você não acreditou. 

- Por favor, não diga que eu vou me tornar um lobisomem.

- Scott, o que te mordeu é um lobisomem, não um lobisomem qualquer, um alfa. Então sim você irá se tornar um lobisomem. - Disse Derek.

- Isso é impossível. Disse Scott parando no meio da floresta. - Você também é?

- Sim, mas diferente, não sou um alfa. Eu preciso da sua ajuda Scott, ele quer você na alcatéia dele e eu quero saber quem é ele, quem é o alfa. Ele matou dois adolescentes ontem.

- Se você não sabe, como eu vou saber? - Scott falou se afastando. - Olha, eu preciso ir embora. - Scott disse e saiu correndo rápido pela floresta deixando Derek para trás.

Já estava anoitecendo quando finalmente Scott saiu da floresta, olhou ao redor para saber se Derek estava o seguindo, para a sorte de Scott, ele não estava.

Voltou a caminhar pelas ruas da pequena cidade. Passou pela frente de sua casa onde o carro de sua mãe não estava, tendo certeza que ela já havia ido para o hospital onde trabalhava á noite em alguns dias da semana. Não entrou, apenas seguiu em caminho a casa de Stiles onde contaria sobre o que Derek havia falado para ele. Os dois não escondiam nada um do outro, afinal, eram melhores amigos há muito tempo. 

Foi atendido por Stiles quando chegou. Contou tudo para o amigo que escutava com atenção. 

- E se ele for o alfa? E se foi ele que te mordeu? - Stiles disse depois de Scott ter falado por quase um minuto. 

- Talvez, mas e se não foi ele, quem foi? 

- Scott, só pode ter sido ele. Derek está te chamando para ajudar ele a achar um alfa? Ele quer que você faça parte da alcatéia dele, lobisomens precisam de uma alcatéia. 

- Como você sabe? 

- Eu disse que passei a noite toda pesquisando. 

Scott arqueou as sobrancelhas e soltou uma risada baixa, Stiles levava mesmo as coisas muito a sério. 

Stiles mostrou para Scott algumas de suas pesquisas que havia feito na noite anterior, aquilo se tornou tão interessante para Scott que os dois acabaram pesquisando mais e descobrindo novas curiosidades sobre o que Scott se tornaria. Quando perceberam já estava tarde e Scott resolveu dormir na casa de Stiles.

•••

Lydia e Allison estavam em seus armários pegando seus livros para as próximas aulas que teriam. As duas estavam conversando e se conhecendo cada vez mais. 

Jackson apareceu atrás de Lydia passando seu braço em volta da cintura dela e depositando um beijo em sua bochecha. Lydia deu um pulo de susto. 

- Jackson, me assustou. - Lydia disse se virando para ele. - N-não está mais bravo? 

- Eu não estava bravo Lydia. Você só não pôde ir, eu entendo. - Lydia fingiu acreditar, sabia que ele estava bravo e que só voltou a falar com ela pelo fato de estar sedento por sexo. - E se você quiser pode ir lá em casa hoje. 

- Eu já estou indo, te encontro no intervalo Lydia. - Disse Allison.

Lydia apenas sorriu para a amiga que foi caminhando pelo corredor da escola logo depois.

- Quem é ela? - Indagou Jackson.

- Allison, minha amiga. 

Lydia notou que Jackson estava olhando demais para Allison que caminhava pelo corredor em direção a sala de aula, olhava demais para sua bunda! 

- Jackson, para. - Disse Lydia. 

- O quê? 

Lydia revirou os olhos e fechou seu armário. 

- Até á noite. - Lydia disse saindo de perto de seu namorado e indo em caminho a sala que teria aula de biologia.

Não havia mais ninguém nos corredores e Lydia provavelmente teria que aguentar as reclamações do professor por chegar atrasada, estava passando pela sala do zelador da escola onde ouviu alguns barulhos. Lydia se aproximou da porta fechada e colocou a mão na maçaneta girando e abrindo a porta lentamente, seu professor de matemática estava lá, com as mãos na cabeça virado de costas para a porta, quando ele viu que a porta havia abrido se virou rapidamente. 

- Você está bem professor? - Lydia perguntou. 

- Vá para a sala garota. - Disse o professor saindo às pressas da pequena sala do zelador e seguindo pelos corredores. 

Lydia ficou parada ali mesmo, franziu o cenho e tentou entender o porquê de o professor estar daquele jeito.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijoss 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...