História Tudo Mudou.: Suga - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Tokyo Ghoul
Personagens BamBam, Hinami Fueguchi, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Hinami Fueguchi, Romance
Visualizações 37
Palavras 1.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii nenês.

Tudo bom?

Comentem e votem

Boa leitura

Capítulo 13 - 13 : i. "don't". love. u :


->> Min Yoongi <<-

Assim que o Namjoon abre a porta, saio da sala e vou direto para o banheiro. Não quero que ela me veja, mesmo desejando isso durante esses sete anos. 

Escuto risadas e palavras carinhosas, um breve silêncio que suponho que seja que estão se abraçando. Tentando recuperar o tempo perdido em apenas um gesto.

Alguém bate na porta do banheiro e a abro devagar. Taehyung está com uma cara de irritado, sem dizer nada, ele me puxa para fora do cômodo pelo braço e me leva até a sala.

De longe consigo ver os cabelos ruivos e vivos que um dia já toquei. Lembro deles entre os meus dedos, macios e cheirosos. Continuam compridos.

Tae pigarreia e ela vira rapidamente. Quando me vê, fixa em meus olhos. Eu via a cor de sua íris verde, porém hoje está em um azul igual a cor do mar. Hinami se aproxima lentamente e engulo em seco. O que eu faço?

Como esperado, primeiramente ela dá um abraço apertado no Tae, o que me deixa um pouco com raiva, mas é isso que eu mereço. 

Quando eles se afastam, ela volta a olhar para mim e apenas curva um pouco a cabeça. Faço o mesmo.

- A comida vai esfriar!! - Jin grita, pondo na mesa o último prato e talheres que faltavam.

Jimin e Jungkook sentam um do lado do outro, Namjoon e Hoseok, Hinami e Yume na estão à frente do Jimin e Kookie, ao lado delas estão Jin e o Taehyung. Sento ao lado do Tae.

Alguns segundos depois, Hinm começa a conversar e eu apenas observo. Quando ela sorri, perco o fôlego e... parece que a garota percebe que estou olhando e se fecha.

- Com licença, vou até o banheiro.

Assim que ela sai, todos os meninos se ajeitam em suas cadeiras.

- O que foi isso Suga? - Hoseok pergunta.

 

- O que? - Bebo um gole do refrigerante.

 

- Para de ser idiota, vai conversar com ela.

 

- Tipo o que? Ficar esperando a Hinami sair do banheiro e me ver do lado de fora como um desesperado? - Perco todo o meu fôlego.

 

- E você não está desesperado? - Namjoon pergunta cruzando os braços.

Estou. Fico implorando mentalmente todos os dias para que ela me perdoe. Quero tê-la de novo.

- S-sim... - Gaguejo. Me levanto e vou em direção ao banheiro e espero do lado de fora. Fico escorado na parede com as mãos nos bolsos.

 

->> Hinami Fueguchi <<- 

Tento achar desesperadamente algum objeto cortante dentro das gavetas da pia do banheiro. Alguma gilete, agulha, qualquer coisa. Porém, falho miseravelmente. 

Aconteceu tudo rápido demais, digo, encontrá-los assim. Era para eu estar feliz, mas veio a minha mente o dia em que fui embora e que fui fria com eles. Com a minha irmã, nem se quer disse a ela a cidade em que estaria. Sou egoísta demais, ao ponto de não querer que os meus melhores amigos me ajudem e me deixem felizes.

Juro que estou tentando me abrir para essas pessoas que Deus pôs em minha vida, só que é difícil demais. Desaprendi a ser alegre com os seres humanos que fazem parte do meu coração.

Poucas lágrimas escorrem pela minha bochecha.

Toc toc.

Puta merda, quem é? Jin? O espírito de mãe nele sempre prevaleceu e isso não mudou. 

- Jin - falo abrindo a porta. - Desculpa ser mal educada assim, mas precisava desse curto tempo sozinha e...

 

- Hinami. - Uma voz rouca surge e só assim posso ver o rapaz de cabelos negros a minha frente. 

Está com um semblante triste e isso me atinge de uma forma que não consigo explicar. Sua boca um pouco rachada, porém rosada. A pele lisa, porém mais branca que o normal.

- E-eu... - Tenta falar. - Er...

 

- Olha, não precisa dizer nada... - Me pronuncio com o dificuldade. É realmente agonizante conversar com ele assim. 

 

- Eu preciso dizer pequen... digo, Hinami. - Surge gotículas de água em sua testa. Na tentativa de dizer o apelido que me dera quando estávamos juntos, me arrepio, lembrando apenas dos momentos bons. - Sou um idiota.

Eu sei que isso é verdade, mas não queria ouvir isso dele. Quero que fale que sente saudade... assim como... espera. Eu sinto falta dele?

- Yoongi, eu... - Puxo todo o ar que posso e solto logo depois.

 

- Antes que você diga o que tem para dizer, quero que saiba que nada dos meus sentimentos mudou Hinami. Sinto sua falta a todo instante, todos os dias. - Olha para o teto. - Eu preciso pedir desculpa pelo que fiz com você. Sabe aquela palavra que eu te disse? Aquela que falei com confiança na sua frente? - Engulo em seco. Óbvio que me lembro. - Estou com esse maldita palavra presa em minha garganta agora mesmo.

Merda Yoongi. Quero falar que - por mais que eu seja teimosa em não querer admitir - sinto o mesmo e que estou na mesma situação que ele. Mas o que eu digo é:

- Pois quer saber? - Cruzo os braços, para tentar segurar as lágrimas. - Não sinto mais isso. Você é para mim uma pessoa normal e babaca que ferrou mais a minha vida do que já era. Disse palavras que me feriram, mas com o tempo, estes sete anos... preenchi o vazio com a ajuda de pessoas que realmente se importam comigo. - Durante essa fala, estava olhando para chão e de vez em quando para os lados. Agora direciono o meu olhar para ele, suas bochechas estão vermelhas. A mandíbula travada e as mãos tremendo. Os olhos castanhos brilhando de um jeito que nunca vi em todo o momento que estive ao seu lado. Mágoa, arrependimento, raiva, tristeza. - Eu não te amo. Você ouviu? - Claro que é mentira. Assim que o vi, o meu corpo, alma e mente acordaram e tive vontade de abraçá-lo, porém o meu orgulho gritou mais alto. Assim que consigo botar todas as palavras para fora, não consigo mais controlar as lágrimas que saem dos meus olhos.

Ele morde o lábio inferior e duas gotas saem de seus olhos, e as esfrega rapidamente para tentar esconder a dor. 

Seco minhas bochechas molhadas e passo pelo Yoongi de cabeça baixa, pois se eu olhasse para ele, retiraria tudo que disse.

Assim que chego até os meninos e me veem nesse estado, se aproximam e me abraçam em conjunto. Todos dizendo ao mesmo tempo que não tenho motivo para chorar, que vai ficar tudo bem. Nada de perguntas irritantes.

De repente, escuto um barulho. Meu carro. O alarme não para de tocar e quando abro a porta, vejo dois bandidos levando o veículo embora. Não pude decorar os seus rostos, pois estavam cobertos.

- MAS QUE DROGA! - Bato minha mão na porta, frustada.

 

- Calma mana, vai ficar tudo bem. - Yume põe as mãos nos meus ombros. Me acalmar? Meu carro foi roubado.

 

- Com licença, vou ter que ligar para uma pessoa. - Me afasto um pouco e disco o número do Jackson.

~ Ligação On ~

Eu: Alô?

Jackson: Oi. Onde você tá? 

Eu: Vou te mandar o endereço por mensagem. Só... vem logo por favor.

Jackson: Claro claro. Já estou a caminho. Tchau.

Eu: Obrigada. Tchau.

~ Ligação Off ~

Assim que desligo, todos estão olhando para mim, incluindo o Yoongi, que está com os olhos inchados.

Não demora muito e o carro do Jack para em frente a casa. O rapaz alto e de cabelos negros vem até mim em passos largos, porém lentos.

Me despeço de cada um, e quando chega a vez do babaca, apenas olho para ele.

- Tchau pessoal, até logo. - Digo acenando para o grupo. Por que diabos eu falei isso? Quero mesmo vê-los de novo?

Me aproximo de Jackson e inesperadamente passa a mão pela minha cintura. Fico vermelha na hora.


Notas Finais


OII NENÊS, desculpa a demora.

O que vcs acharam?

Vai ter mais treta sim, pode deixar.

Quem vai ser no final? HinaGi ou Hinami e Jackson ( qual vai ser o shipp deles? Ksksks )

E... MT MT MT MT OBRIGADA AS pessoas que estão acompanhando a história!

Sério, eu estou mt feliz.

Amo cada um de vcs ❤️

BJin.

Até ❤️

🐼 Nana 🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...