História Tudo o que você é - 3 temporada - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias 30 Seconds to Mars, Cara Delevingne, Esquadrão Suicida, Jared Leto, Margot Robbie
Personagens Cara Delevingne, Jared Leto, Margot Robbie, Shannon Leto
Tags Cara, Develigne, Esqudrão, Jared, Jargot, Leto, Margot, Robbie, Suicida
Visualizações 101
Palavras 2.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii jargot lovers!!!
Cara, desculpem a demora, mas como avisei, quando se volta de férias as coisas não são mais simples heheheh Mas estou aqui <3
Nesse capítulo fiz pela primeira vez em minhas fanfics o ponto de vista de um personagem que não é nenhum dos principais e ainda por cima fictício, geralmente escrevo como narradora nessas horas, mas dessa vez quis fazer dessa forma pra ficar diferente e testar minhas habilidades através dos olhos de outros personagens, espero que tenha ficado legal :)

Amo vcs!
Super beijo de luz!

Capítulo 7 - Mau sinal


Fanfic / Fanfiction Tudo o que você é - 3 temporada - Capítulo 7 - Mau sinal

POV Margot

Acordo com certa dificuldade e me remexo na cama tentando me situar. Aos poucos vou sentando na mesma e esfrego os olhos pra “acordar” de vez, observando toda a maquiagem da noite anterior sair e sujar minhas mãos. Pelo jeito eu cheguei ontem e não tive tempo de nada, muito menos de tirar a maquiagem, bom, pelo menos eu vesti a camisola e não dormi com as roupas da festa, penso comigo mesma olhando pra mim.

Vou lembrando da noite passada e começo a rir sozinha me recordando de tantos momentos engraçados: a farra da limosine com as meninas, aqueles gogo boys sarados dançando em cima de mim, eu me acabando de beber e dançar com a mulherada, Cara me agarrando e .. aquilo que escutei no banheiro. Na mesma hora meu sorriso se desfaz. Não devia dar atenção a um bando de desconhecidas, mas mesmo assim, aquelas coisas que elas falaram mexeram comigo, será que eu estava realmente tomando a decisão certa de me casar com um cara tão cobiçado como o Jared?

Confesso que isso estragou um pouco minha noite divertida, mas tentei não focar nisso e voltei pra festa pra dançar com as meninas, mas Cara, me conhecendo bem, percebeu meu semblante estranho.

- flash back on –

- Que foi, mulher? Que cara é essa? – ela pergunta super bêbada praticamente berrando devido a música alta e senta ao meu lado na mesa enquanto eu tomava mais um gole do meu drink.

- Nada, ué.

- Nada o caralho! Não mente pra mim! Fala logo, eu te conheço.

- É que ouvi umas coisas no banheiro feminino.

- Gente fazendo sexo? Oba, vou lá agora! – ela diz empolgada.

- Não, besta. – rio – Ah, umas meninas falando coisas de mim e do Jared. Que sou trouxa de confiar nele e casar com ele, essas coisas ..

- Mano, que filhas da puta! Eu mato essas vacas! Meg, relaxa, meu .. – ela diz colocando os braços em volta dos meus ombros e fala tão pertinho que sinto o cheiro do álcool saindo de sua boca – Essa mulherada é recalcada!

- Mas e se for verdade? Ele ta lá na despedida de solteiro dele fazendo sabe lá Deus o que. Vou fuçar aqui nos stories e instagram dele pra ver se ele postou alguma coisa. – digo já procurando minha bolsa pra achar meu celular.

- Não, porra! – Cara grita pegando minha bolsa antes que eu – Não vai não. Depois vê alguma coisa e fica a noite toda com cara de cú e sofrendo, me dá essa merda aqui. – ela cata meu celular e coloca no dentro de sua própria bolsa.

- Cara!

- Vai ficar comigo até o fim da noite! Não vou deixar você mesma estragar sua despedida de solteira com minhocas na cabeça! E agora vem, vamos dançar. – ela me puxa pela mão e eu acabo esquecendo essa história pelo resto da noite e volto a me divertir sem nem lembrar do celular.

- flash back off –

Volto dos meus pensamentos ainda em minha cama e lembro que Cara ia dormir em casa. Olho pra baixo e a doida está dormindo ainda com a roupa da noite passada capotada num colchão no chão. A maquiagem borrada, toda descabelada e provavelmente babando no meu lençol. Rio ao me recordar que ela realmente conseguiu beijar aquela minha prima e ficou se vangloriando disso até chegarmos em casa, não acredito que ela conseguiu. Mulher bêbada é uma desgraça mesmo!

Ainda bem que tomei um remedinho pra uma possível ressaca ontem a noite antes de sairmos porque já sabia que a noite seria punk, então hoje estou destruída, mas pelo menos não estou morrendo de passar mal, apenas uma dor de cabeça incômoda. Vou a banheiro, faço minha higiene, tomo banho e volto de roupão e cabelos molhados para o quarto, enxugando o cabelo. Cara continua dormindo que nem pedra.

Vou até sua bolsa e decido resgatar meu celular, depois que Cara o raptou eu fiquei tão envolvida o resto da noite com as meninas e cheguei tão cansada em casa que era a última coisa que eu pensei em fazer. A bateria estava fraca, mas ainda assim dava pra mexer. Vejo uma mensagem de Jared e já fico aflita, afinal a despedida dele foi ontem e estávamos meio brigados.

Leio sua mensagem e preciso sentar na cama. Não acredito que ele fez questão de fazer uma festa com os fãs e chamou aquela biscatinha que subiu no palco com ele! Vou correndo pra suas redes sociais e vejo aquela maldita garota em fotos com ele, não me interessa se é junto com outras pessoas, essa vaca estava lá! Que ódio! Na mesma hora aquilo que as garotas do banheiro falaram explode em minha mente. Eu realmente sou uma trouxa! Inevitavelmente meus olhos se enchem de lágrimas e escorrem de meu rosto, não acredito que ele fez isso comigo! Por mais que sua mensagem diga que nada aconteceu e ele pede desculpas por ter sido babaca comigo, o fato daquela menina estar na festa dele me deixa sem chão. Estou muito magoada e já imaginando um milhão de besteiras que ele possa ter feito! Me sinto uma verdadeira idiota!

Meu choro se torna mais pesado e acabo acordando Cara ao lado.

- O que .. o que foi? – ela pergunta com um olho aberto e outro fechado com os cabelos caídos no rosto inchado.

Nem consigo responder. Apenas fico quieta chorando em silencio.

- Meg .. o que houve? – ela pergunta preocupada.

Dou o celular pra ela e mostro a mensagem de Jared e as fotos onde a menina aparece.

- FILHO DA PUTA, VELHO! – Cara grita quase me fazendo morrer de susto – Gente, que raiva! Vou matar esse Jared! Porra, que imbecil!

- Viu só? Aquelas mulheres do banheiro tinham razão, sou uma trouxa.

- Meg .. – Cara se aproxima de mim, sentando-se na cama ao meu lado – Calma! Olha .. to muito puta com a atitude desse seu noivo escroto, mas até então não sabemos se ele catou aquela fã ou não...

- Claro que catou! Ta na cara que sim! E eu idiota aqui sendo a corna da história .. ai que ódio! Por causa dele vou cancelar esse casamento, Cara! Não tem jeito nós dois! – levo as mãos ao rosto tentando em vão segurar as lágrimas.

- Meg! Calma, caramba!!! Olha .. o que ele fez foi ridículo mesmo, isso de dar uma festa de birra pra te provocar com o lance dos fãs serem prioridade pra ele e bla bla bla .. mas até então é isso que você sabe e ele já se desculpou. Agora se ele catou ou não alguém são outros 500 e isso você não pode ter certeza, conversa com ele e resolve isso, pô. Vai. – diz ela me dando o celular – liga pra ele e resolve essa merda, não aguento ver você assim, eu tô de ressaca, toda fudida aqui e ainda vou ter que te consolar a tarde toda? Ah, não, tenho mais o que fazer, vai sobrar pra mim. Vai, liga logo.

Acabo rindo das gracinhas de Cara e seguro o celular na minha mão, secando as lágrimas nos meus olhos. O que Cara diz tras um pouco de razão pra minha cabeça, mas não sei se tenho coragem de falar com ele agora.

- Eu .. eu não sei, amiga ..

- Olha, vou tomar um remédio extra forte e um super banho pra ver se curo essa minha ressaca do mal, quando eu voltar espero que a senhora já tenha ligado e resolvido essa treta, hein? Ah, e fala pro Jared que mandei ele se fuder! Ai.. homens.. ta vendo por que gosto de mulher, né? Vou lá!

Cara pega suas coisas e parte pro banheiro, enquanto eu permaneço ali sentada na cama sem saber como agir. Depois de alguns minutos pensando e olhando pro celular, decido apenas mandar uma mensagem a Jared, do contrário, com certeza iríamos brigar por telefone de novo. Me desanimava saber que nossas brigas estavam frequentes, ainda mais sabendo que estávamos noivos e de casamento marcado. Mas a culpa era toda dele, que insistia em agir como criança. Eu o amava demais, mas sinceramente essas brigas me preocupavam, não sei se confio mais nele e eu começo a me questionar mais uma vez se estou realmente fazendo a escolha certa.

Respiro fundo e mando a seguinte mensagem:

“Jared, não quero discutir isso por telefone e nem por mensagem, mas estou muito magoada. Quando você chegar em L.A conversamos pessoalmente.”

Assim mesmo, curta e grossa. Jared chegaria em alguns dias e dai conversaríamos e eu já estava com dor de cabeça só de imaginar essa DR, que vontade de socar esse maldito, foi muita sacanagem, não consigo parar de imaginar ele com a garota ou quem sabe outras mais, afinal, despedida de solteiro era a desculpa perfeita pra putaria, meu deus, tire essas imagens da minha cabeça, senão acho que enlouqueço de vez! Mas por enquanto não quero tomar nenhuma atitude precipitada. Mesmo assim.. a dúvida martela minha cabeça .. Será que depois de tudo que passamos nosso destino era realmente seguir caminhos diferentes?

**

POV Lindsay

Chego no meu apartamento com um sorriso de orelha a orelha, ainda não acredito no que acabou de acontecer. Imediatamente me jogo na cama e tento ligar pra minha melhor amiga, mas a maldita não atende. Eu estava muito empolgada, precisava urgentemente contar tudo pra ela, então resolvo mandar um áudio no whatsapp:

- “Amigaaa, você não vai acreditar no que aconteceu ontem! Olha isso, porraaaaaaaaaaaaa!!”

Na mesma hora mando uma foto que tirei ontem enquanto Jared estava totalmente apagado na cama: uma foto minha ao lado dele, encostando a cabeça em seu peito, ele só de cueca e eu de calcinha, mas cobrindo os seios, que estavam encostados nele também.

Em 2 minutos minha amiga responde com áudio:

- “CARALHOOOOOOO O QUE É ISSSO??? VOCE TRANSOU COM O JARED LETO NA DESPEDIDA DE SOLTEIRO DELE SUA PIRANHA SORTUDA???? AHHHHHHHHHHHHHH! COMO ASSIM??? ME CONTA!!”

Rio da sua mensagem empolgada.

- “Posso te ligar agora?” – pergunto.

- “Não dá amiga, mas me manda áudio que vou respondendo aos poucos. Me conta isso, meu deus!! To chocada!”

Reviro os olhos, pois queria ligar, acho mais fácil, mas já que não dá vai por áudio mesmo.

- “Então gata, quase isso. Ele me convidou pra despedida de solteiro dele ontem, né.. por eu ter subido no palco aquele dia e tal, e eu quase enfartei. Chegando lá, eu óbvio parti pra cima dele, mas o maluco inacreditavelmente resistiu, você acredita?? Fiquei puta, ainda mais porque ele usou o argumento que era por causa da Margot Robbie, que não ia fazer nada porque gostava dela e bla bla bla. Mano, que raiva! O cara a vida toda uma galinha assumido e agora vem pra cima de mim com essa de fidelidade. E eu lá passando a mão e ele nada, me rejeitou o filho da puta. Mas logico que eu não ia deixar por isso mesmo né, você me conhece.”

Enviei o primeiro áudio, alguns segundos depois parti pro outro pois odeio áudios longos.

- “Daí, minha filha .. eu acho que ele achou que eu fui embora, mas fiquei escondida ali no meio da galera observando e vi que ele estava bebendo todas, no fim da noite estava mega chapado, mas chapado mesmo! Era a minha chance! Dei um jeito, descobri o quarto dele do hotel e do meu jeito ninja invadi. Sim, invadi, amiga, me julgue, mas por ele vale a pena ir pra cadeia. Hahahah A ideia era agarrar ele ali, aproveitar que tava super beudo e tals, mas o besta de tão bêbado capotou na cama antes mesmo de eu sair do banheiro onde estava escondida. Chamei ele, chacoalhei e nada, o cara tava morto, mas eu não ia perder a oportunidade né.. tirei umas fotos com ele dormindo mesmo, arranquei a roupa e no dia seguinte dei de loca falando que tínhamos transado.”

Alguns segundos depois minha amiga responde:

- “NÃO ACREDITOOO QUE VOCE FEZ ISSO, LINDSAY, SUA LOUCA!!! Então nem rolou nada, mas você fingiu que sim? Mano, você é foda. Isso quer dizer que ele realmente ama aquela sem graça da Robbie, hein! Como pode? Mas e aí??”

- “Que ódio dele falar dela pra mim, amiga, você não tem noção, parecia um bobo apaixonado, não sei o que aquela vadia fez pra ele ficar assim!!! Mas enfim.. E aí que ele acordou e eu lá pelada em cima dele, tadinho, deu até dó, ficou apavorado, menina, sem entender porra nenhuma. E eu com aquela cara de convicção que transamos loucamente noite passada e ele que não lembra porque tava bêbado. Hahahahahahah Sou demais, pode falar! Ele ficou desnorteado e falou pra eu ir embora e não falar pra ninguém, mas foda-se, o que importa é que eu tenho um plano me mente.”

- “Que medo de você, gata. Posso saber esse plano?”

- “Calma, com o tempo você vai saber.”

Respondo do jeito mais confiante possível e realmente eu estava. Se tudo der certo essa história com Jared vai render muito mais do que eu imaginava. 


Notas Finais


Sempre tem as fãs loucas, né gente? Essa é uma delas!
E ai, o que acharam? Vai dar bosta sim ou com certeza?
Até a próxima :*
beijaooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...