História Tudo pode acontecer! - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~shelleyhennig

Postado
Categorias Shelley Hennig
Personagens Personagens Originais, Shelley Hennig
Tags Bromance, Garyloze, Romance, Shelleyhennig
Visualizações 3
Palavras 1.191
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Romance e Novela, Saga, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey guys.
Mais um capítulo pra vocês, eu sei que estou atrasada .
Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 4 - 2011 part-4


Que merda...

Gary você está quase pra beijar a sua nova parceira de trabalho... Mas perai e a Victoria? Gary, Gary, GARYYYY... ACORDA VOCÊ TEM NAMORADA.

Na mesma hora me levantei do sofá me separando dela, a mesma se levantou assustada.

Gary: Ahn... Me desculpa, não posso.

Shelley: É e-eu sei, foi um erro meu desculpa.

Gary: Não, tudo bem, não foi culpa sua. Por um momento eu me deixei levar pelo... embalo do momento.

Shelley: Eu acho que eu vou levar essas coisas lá pra cozinha.

Gary: Deixa que eu te ajudo...

Shelley: NÃO... não precisa.

Gary: Bom, então eu acho que já vou.

Shelley: OK, então eu te vejo amanhã no Set?!

Gary: Claro!

Dou um beijo na bochecha dela e saio em direção ao meu carro.

...

Chegando em casa vejo Mag sentada na cozinha com um copo de leite na mão.

Mag: Sr. Gary, a sua senhorita Victoria ligou.

Gary: Hum, eai?

Mag: Eu disse que não sabia aonde o senhor estava.

Gary: Ta Mag, obrigado. Eu estava... conversando com uns amigos.

Subo para o meu quarto e tiro toda a minha roupa, entro no chuveiro e tomo um longo banho quente.

Depois de alguns minutos de puro banho saio enrolado na toalha e pego a primeira cueca que eu vejo na gaveta. Me deito na cama e pego meu celular, respondo algumas mensagens e desligo, mas alguns segundos depois ouço meu celular tocar, pego ele e vejo que é a Victoria me ligando, confesso que fiquei na dúvida se atendia ou não, não estou com cabeça pra falar com ela hoje, acabei não atendendo, ai caiu na secretária eletrônica.

S.E:

    Oi, sou eu, eu meio que tenho que falar com você sobre algumas coisas, por favor quando você ver isso me liga de volta. Eu tenho que ir, mas daqui a dois dias eu to indo pra Los Angeles, assim podemos conversar, mas por favor me liga antes desses dois dias. Beijo...

Depois de ouvir isso eu podia ter a certeza de que eu não ia conseguir dormir.

...

Já de manhã bem cedo, são exatamente 05:45, resolvo sair da cama e ir lá pra sala jogar videogame por um instante.

Chego lá e Bouth está na cozinha bebendo água, convido ele a jogar comigo e o mesmo recusa dizendo estar ainda com muito sono, então eu joguei sozinho. Se passaram os minutos e eu lá jogando até que não segurei e adormecido no sofá, me espantei com alguém me cutucando, olhei pra ver quem era e era Mag.

Mag: Sr. Gary, não vá me dizer que dormiu ai desde ontem a noite?

Gary: Claro que não, vim pra cá eram umas 6:00hrs. E por falar nisso que horas são?

Mag: São 08:15.

Me levanto do sofá e vou até meu quarto alongando e estalando minha coluna.

Tomo um banho rápido, pego minha camiseta preta com minha camisa xadrez vermelha e preta por cima, minha calça jeans preta rasgada no joelho e meu vans vermelho, acabo complementando com um óculos escuro para disfarçar as olheiras, desço para tomar café.

...

Chegando no set dou de cara com uma das amigas da Shelley, a Britt.

Britt: Olá.

Gary: Oi.

Britt: Tudo bem?

Gary: Comigo não mas vamos fingir que estou ótimo, e você?

Britt: Eu tô bem, mas... por que você não está bem?

Gary: Um monte de coisa acontecendo na minha vida, minha mente está totalmente embaralhada, como se fosse um quebra-cabeça de 500.000 peças pra serem montadas em apenas um ou dois dias.

Britt: Nossa, sua vida é tão complicada assim a ponto de você mesmo não consiga organizar?

Gary: Ah você não faz ideia...

Britt: Rsrsrs. Me conta mais sobre você!

Gary: Não tenho muito o que falar.

Britt: Então me conta esses seus problemas, ou melhor, o que mais te atormenta.

Gary: São tantos.

Britt: Bom, temos ainda 30min antes de comerçar a gravar então...

Dei um sorriso pra ela e coloquei meu braço em seu ombro, fomos andando assim e conversando sobre coisas aleatórias por um tempo.

Britt: Rsrs. É sério, ele bateu "sem querer" no cavalo e o animal saiu correndo comigo, e eu gritando desesperadamente igual uma doida... Rsrsrs

Gary: Rsrsrs. Oh meu deus, aiai só você pra me fazer rir. Rsrsrs.

Continuamos a rir mais um pouco até que ela veio até nois.

Britt: Ah, oi Shelley.

Shelley: Oi, só vim avisar que já estão esperando vocês pra gravarem o episódio.

Britt: OK nós já estamos indo!

Shelley foi na nossa frente, enquanto eu e a Britt fomos de mãos dadas até lá.

...

Gravamos mais um EP, mas ficou incompleto então iremos terminar amanhã.

...

Estava sentado no mesmo lugar de sempre no Starbucks, bebendo meu café gelado, até que vejo Shelley se aproximando.

Shelley: Você gosta mesmo daqui né?

Gary: Com certeza!

Ela se senta ao meu lado, alguns segundos depois meu celular toca, pego ele e vejo que é a Victoria mas não dou importancia então coloco em cima da mesa.

Shelley: Não vai atender?

Gary: Não.

Shelley: Por que?

Gary: Não estou com cabeça pra falar com ela.

Shelley: Gary, se tiver algo haver com o que aconteceu ou quase aconteceu ontem...

Eu não me segurei e beijei ela.

Foi um beijo calmo que só durou uns 10 segundos.

Shelley: Por que você fez isso?

Gary: Shiii... Não faz eu me arrepender disso.

Shelley: Ok.

Nos levantamos e fomos embora dali.

Fomos para a casa dela, entramos e nos sentamos no sofá e nos olhamos por alguns poucos segundos, eu naquele momento só queria uma coisa e foi o que eu fiz, a beijei mais uma vez e como da primeira vez foi um beijo suave e calmo mas que dessa vez demorou mais tempo. Depois de um tempinho nesse mesmo ritmo decidimos aumentar a velocidade do beijo deixando de ser um beijo calmo e passando a ser um feroz, era como se a gente precisasse daquilo, naquele momento nada mais importava, eu puxei ela para o meu colo mas sem desfazer do beijo, ela envolvia os braços no meu pescoço enquanto suas mãos adentravam meus cabelos e as minhas passavam de sua cintura até suas coxas, passei a não beijar mais sua boca e sim seu pescoço, ela dá gemido meio abafado e contrai a costa...

Até que somos interrompidos pela campainha. Merda.

Gary: Vai lá.

Ela me olha chateada e sai de cima de mim.

Quando eu vejo ela volta com duas garotas. Phoebe e Britt.

Phoebe: Gary? Você por aqui?!

Gary: Pois é, mas como eu tava falando pra Shelley eu tenho que ir pois eu... vou sair com uns amigos que eu não vejo faz tempo.

Britt: Tem certeza, eu e a Phoebe queremos levar a Shelley pra comer pizza.

Shelley: Gente o Gary tem mais o que fazer, pelo o que ele me falou são amigos de muito tempo. E eu não estou afim de sair hoje.

Phoebe: Ah é mas a senhorita vai, ele pode até não ir mas você vai nem que a gente te arraste pelos cabelos!

Gary: Bom vocês que se decidam pois eu tenho mesmo que ir. Tchau pra vocês.

Phoebe, Britt e Shelley: Tchau Gary.

Sai de lá e fui parar em uma loja de bebidas, comprei duas vodkas e bebi as duas bem rápido como se fossem água. Ainda bem que eu não fui de carro, aproveitei e andei um pouco, pensei sobre o que estava acontecendo comigo até que cheguei em casa, entro e já dou de cara com a pessoa que eu menos queria ver nesse momento.

Exatamente, minha namorada Victoria!

Victoria: Oi Gary.


Notas Finais


Se gostou deixa nos comentários e dêem nota, pois ajuda muito.
E outra eu vou postar outro capitulo agora então já deve estar postado.
Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...