História Tudo pode mudar em uma noite - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Taegi Jikook Namjin Bts
Visualizações 8
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse é bem curtinho, só porque o outro tem cap é bem mais longo e vai demorar pra postar.

Capítulo 5 - C.5.


Fanfic / Fanfiction Tudo pode mudar em uma noite - Capítulo 5 - C.5.

Por Yoongi:

Estava sentado no sofá da sala e ao meu lado estava Taehyung cabisbaixo aparentemente cheio de vergonha em frente dos outros membros, e sentado a nossa frente estava Jin, muito chateado porque vociferava coisas em frente a todos os meninos do grupo.

- Não posso acreditar Yoongi, que você foi capaz de fazer algo como isso - começou a dizer - você corrompeu o mais inocente de todos os meninos... - olhei e vi Jimin com cara de nojo.

E tudo começou por terem nos encontrado em uma situação bastante comprometedora.

FLASHBACK ON

Estava deitado na cama do quarto de Tae, que parecia satisfeito porque não tinha mais ninguém ali além de nós dois. Ele pulou em cima de mim, me prendendo contra a cama, abrindo minha camisa rapidamente e lambendo tudo o que podia da minha pele.

- Tae... - gemi quando começou a chupar insistentemente um dos mamilos - Tae... por Deus, estamos no seu quarto, Jimin ou Jungkook podem entrar.

- Shh... quietinho, se continuar se movendo demorarei mais com isso - falou separando-se de meu mamilo e passando ao outro.

Volteei minha cabeça para ver a porta, porque não a tranquei quando entrei? Tae começava a baixar lentamente por meu peito até topar com o meio de minhas pernas, que guardavam uma crescente ereção, deixou um beijo ali por cima das calças, eu estava me desesperando com a sua paciencia.

- Tae... se apresse - supliquei.

- Não, hoje será devagar - droga, realmente ele estava tomando o seu tempo.

- A merda esse "devagar" - falei com irritação.

Rapidamente dei a volta, agora ficando por cima, me sentei sobre suas pernas e tirei sua camisa de uma vez.

- Hyung... calma - disse tratando de segurar minhas mãos quando comecei a desabotoar suas calças.

- Calma nada - falei - dane-se a paciencia.

Comecei a repartir beijos por todo o seu abdomen, fui baixando por seu peito até encontrar meu objetivo, seu maravilhoso membro ainda guardado dentro de suas calças, meti uma mão ali dentro e comecei a massagea-lo habilmente.

- Mgh... - gemeu Tae entre dentes por minhas carícias - Hyung... - pôs suas mãos em meus ombros - Para... - disse fechando os olhos.

A porta do quarto foi aberta repentinamente, merda, era Jimin, o vi surpreendido enquanto ele abria os olhos, provavelmente eu estava do mesmo jeito, tinha me encontrado com as "mãos na massa", deu meia volta e começou a gritar.

- JIN... JIN! YOONGI HYUNG ESTÁ TRANSANDO COM TAEHYUNG - maldito pirralho, não podia ter ficado calado?

FLASHBACK OFF

- YOONGI! - gritou Jin irritado ao ver que eu não respondia.

- O que? - perguntei.

- Como "o que?" - disse - Por que você fez isso? 

- Eu...

- Jin... - disse Namjoon interrompendo - É óbvio, porque ele quis - respondeu, merda, não ta ajudando Namjoon.

Jin o olhou furioso, e ele levantou as mãos em sinal de rendição.

- Cale-se Namjoon - falou, voltou a olhar pra mim - Você... - disse apontando com seu dedo pra mim - Porque não disse que eram namorados? Quer dizer, somos uma familia, deciam ter falado - disse pondo as mãos na cintura.

- Tae e eu não so... - levantou sua mão direita para me deter. 

- Não venha me dizer que não, é óbvio que são, a menos que você estivesse obrigando o meu bebe a sastifazer seus desejos - terminou olhando-me com uma mão na boca, em sinal de reprovação.

Olhei pra Taehyung furioso, porque agora a culpa era minha?

- Ele começou com isso tudo - disse levantando-me.

- HA - disse Jin soltando um riso fingido - falou que ele começou com isso - pôs uma mão no peito em sinal de indignação - Yoongi, você é o mais velho, portanto, seja responsável pelos seus atos e não coloque a culpa no garoto - falou ele.

Depois disso pegou a mão de V para dar-te um abraço de mãe protetora, Tae escondeu sua cara no pescoço de Jin. Por que isso estava acontecendo? Se ele começou tudo isso e praticamente tinha me violado em primeiro lugar, sim, eu o busquei depois, mas ele começou tudo, era injusto, porque agora a culpa era minha?

- Isso não ficará assim, a partir de hoje, Tae dormirá comigo para assim você não poder abusar dele.

- Hyung... - sussurrou Tae falando em fim - Eu... - separou-se de Jin e juntou os indicadores - Eu... quero ficar com o hyung.

Jin pegou seu rosto entre as mãos para olhá-lo.

- É o que você quer? - Tae assentiu com a cabeça. Jin deixou de ver Tae para dirigir-me uma mirada irritada.

- Muito bem... - disse - Tae, deixarei que durma com Yoongi.

- O QUE??? - gritei.

- Cale-se, será responsável por suas ações - falou.

Está falando como se eu o tivesse engravidado - disse com sarcasmo.

- Guarde teu silencio - disse - Tae dormirá com você e pronto, e se eu souber que outro dos meninos presencie mais uma vez uma cena dessas, você vai se dar muito mal Yoongi - voltou a ver Tae com carinho - vamos meu bem, te ajudarei com suas coisas, e controle seus hormônios Yoongi.

E sem mais, foi com Tae e me deixou com quatro pares de olhos me olhando estranho e confusos.




A única coisa boa era que minha cama era enorme, ou seja, suficientemente grande para nós dois, o ruim é que eu não pedi isso, eu gostava do meu espaço, e ter que comparti-lo com a bolinha de hormônios, correndo o perigo de que me faça algo enquanto eu não estiver consciente, não era legal. Por que Jin concordou com isso? Não entendo. Uns toques em minhas costas me tiraram dos meus pensamentos.

- Hyung... - escutei a voz de Taehyung na escuridão do quarto - Hyung... - voltou a chamar.

- Soltei um suspiro como resposta.

- Hyung - suplicou - Não me ignore, por que está chateado? - perguntou.

- Ainda pergunta? - disse chateado.

- É que... eu não entendo.

- O que você não entende? Por culpa das suas loucuras os meninos sabem o que fazemos.

- Te chateia que eles saibam? - perguntou triste.

- Tae... não é isso, me chateia que você se faça de inocente em frente a todos e eu fique como um pedófilo abusador. Como se EU tivesse te obrigado quando sabemos que você começou - disse - Agora me deixe dormir.

Conclui a pequena discussão dando a volta para ficar de costas pra ele. Senti um aperto em minhas nádegas.

- O que acha que está fazendo? - perguntei.

- Sabe o que dizem, você precisa agarrar as oportunidades quando elas aparecem - comentou feliz.

- Volte a fazer isso, e dormirá sozinho - falei irritado.

Depois de meu ácido comentário, Taehyung me volteou para que eu ficasse de barriga para cima e com um rápido movimento se posicionou em cima de mim. Recorreu com sua boca, desde meu umbigo até minha boca, para beijar-me sensualmente. Passei uma de minhas mãos por seu pescoço e a outra entre suas pernas.

- Sabia que você não conseguiria resistir hyung - falou se separando de mim com um sorriso.

- Não é verdade - respondi.

E sem cuidado algum dei uma joelhada em suas partea baixas com toda a força que eu tinha.

- AIIII! - se queixou saindo de mime colocanso suas mãos na área dolorida.

- Falei que dormiria sozinho - disse pegando meu travesseiro e meu lençól para sair do quarto com todo o swag que eu me permitia sentir naquele momento.



Notas Finais


Kkkkkkkkkkk tadinho do Tae.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...