História Tudo por um clã - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shinki, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Itahina, Naruhana
Visualizações 178
Palavras 526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Perdão pela demora.

Hanabi tem 16 anos.

Capítulo 2 - Laço de sangue desfeito


O sol mal tinha nascido quando Naruto acordou com alguém batendo em sua porta.

Ele foi atender sonolento, usando uma cueca box laranja sem camisa. 

Quando abriu a porta viu Hanabi sorrindo com as mãos para trás. 

– Oi, Hanabi – Ele boceja. 

– Eu não vim te ver ontem porque você chegou muito tarde da missão – Ela disse, entrando. 

– Tudo bem, eu estava dormindo mesmo – Ele fechou a porta – Alguém te viu saindo? – Caminhou até o sofá e se sentou. 

Ela fez que não e sentou do lado dele. 

– Você quer comer alguma coisa? – Perguntou o Uzumaki. 

– Não, quero fazer outra coisa – Ela colocou a mão no membro dele e apertou por cima cueca. 

Ele sorriu de lado, com os olhos fechados por causa do sono. 

– Não – Disse, pegando a mão dela e afastando – Eu só vou tirar sua virgindade se seu pai permitir.

– Ou seja, nunca! – Bufou. 

A garota sentou no colo dele. 

– Eu quero fazer uma coisa pra você, Naruto! – Colocou os braços em torno do pescoço dele.

– Melhor não. 

– Até parece que você não quer! – Revirou os olhos – Me beija pelo menos! 

– Hun... Depois – Fechou os olhos, tentando dormir, naquela posição mesmo. 

Hanabi franziu o cenho, odiava a falta de interesse que Naruto tinha com tudo. 

Mesmo assim, beijou o loiro que logo correspondeu. 

[...]

Itachi caminhava pela vila com uma flor de cerejeira na mão.

Parou na porta de Sakura e bateu duas vezes. 

Não demorou muito para que ela fosse aberta pela própria rosada. 

– Sakura, podemos conversar? – Perguntou calmo. 

– Claro – Ela sorriu.

Itachi entrou, Sakura fechou a porta e os dois foram até o sofá da sala e se sentaram. 

– Pra mim? – Perguntou a rosada, apontando para a flor na mão do Uchiha. 

Ele assentiu e entregou a flor. 

– Sakura – Pegou a mão dela – Você foi minha primeira mulher e eu te amo muito – Suspirou – Mas preciso casar com Hinata, pelo clã! É a minha responsabilidade.

– Tudo bem – Sorriu gentil. 

– Tudo bem? – Levantou os olhos – Não está triste? 

– Itachi... Eu gosto muito de você, mas eu conheci outra pessoa... 

– Outra pessoa? – Começou a suar – Eu conheço essa pessoa? 

– Ah – Ela riu, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha – Você conhece muito bem. 

Ela arqueou a sobrancelha. 

– Quem é? É o Naruto? – Franziu o cenho. 

– Então... Sabe há 20 anos atrás, sua mamãe e papai esqueceram a camisinha... 

– Sasuke? – Proferiu o nome do irmão, incrédulo. 

– Pois é... 

– Não acredito, Sakura! Meu próprio irmão? – Levantou – Ele não pode fazer isso comigo! Ele sabia quanto a gente se amava.

– Aconteceu... Estávamos lá e aconteceu – Se levantou e colocou as mãos no ombro de Itachi, que estava de costas. 

– Isso não é desculpa, Sakura! Ele é meu irmão. 

– Me desculpe. 

– Vai se ferrar! Sua vaca sem seios. 

Sakura arregalou os olhos e tornou-se a sentar no sofá, pouco ofendida. 

Itachi saiu da casa dela com pressa. 

Percorreu a vila esbarrando em todo mundo. 

Quando chegou em casa, viu o na porta, conversando com o pai. 

Simplesmente se aproximou e acertou um soco que fez o Uchiha mais novo desmaiar. 

– Que isso, Itachi? – Fugaku agachou perto do filho inconsciente – Por que bateu no seu irmão? 

– Ele não é mais meu irmão. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...