1. Spirit Fanfics >
  2. Tudo Por Você! - Version Fallen >
  3. 7. Festa cheia de surpresas

História Tudo Por Você! - Version Fallen - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 8 - 7. Festa cheia de surpresas


Fanfic / Fanfiction Tudo Por Você! - Version Fallen - Capítulo 8 - 7. Festa cheia de surpresas

Eu tiro aquele negócio da aula e Penn vêm até mim, e me devolve meu colar

— Obrigada - Colocando e o olhando

— Vamos tomar um ar - falou Penn, agente foi pro banheiro se trocar e coloquei uma roupa confortável, fomos pro meu quarto — Pensei que você e sua irmã eram próximas

— E somos, mas ela tá com namorado e não quero ficar de vela, sabe?

— Oh se sei... E você e Nathan?

— Ele se tornou legal, ele não era assim

— Talvez aja esperança para ele! - falou Penn e sorrio

— Pode ser. Mas hoje é a tal festa do Roland, você vai?

— Sim... Olha isso! - Ela me mostra uma foto minha com o Daniel em 1854, em Páris — Eles são idênticos a você e ao Gregori, acho que são parentes

— Somos nós Penn

— Não pode ser... Esse colar foi feito pra ser parecido como antigo?

— Ele é antigo... - Falei — Daniel me deu em 1854!

— Isso é impossível - falou Penn

— Tenho um segredo pra te falar! Não pode contar a ninguém- falei

— Por que vai contar pra mim?

— Você é minha amiga, não é? - falei e ela assentiu — Tem direito de saber!

Vera entra no quarto e eu a olho, ela sente o clima estranho

— Atrapalho?

— Não... Não Vera! - falei — Eu te falo depois melhor, ok Penn?

— Ok - falou Penn saindo correndo e Vera me olha desconfiada

— O que houve? - Vera é desconfiada pra caramba e é difícil de despistar

— Nada não - falei começando a me arrumar

— Eu chego no quarto, tem um clima super pesado e esquisito no ar...

— Deve ser o perfume fedido do Cam - falei e ela rir

— Não desvie do assunto Lucinda Price!

— Não têm nada acontecendo e você, conseguiu alguma pista!

— Pista? - falou Vera — Não... Eu descobri que a senhorita Sofia trabalha com os iluminados

— Isso explica ela ser tão fanática!

— Verdade, mas eu descobri que ela está trabalhando pra uma pessoa que não vemos a milênios!

— Milênios? - falei e Vera sorrir — Lúcifer?

— Exato!

— Por qual motivo? - falei

— Qual seria maninha... Você! - falou Vera — Ele nunca conseguiu superar que a mulher, quer dizer, anjo que ele amava o troco pelo um anjo mais forte

— E mais bonito - falei rindo — Mas como conseguiu descobrir tudo isso?

— Segredo de estado querida! Então... Vamos ficar alertas pois ela vai voltar - falou Vera, eu só arrumei meu cabelo, saímos do quarto e ela trancou e me deu a chave

— Com certeza - falei

⟣──────⟨ ◇ ⟩──────⟢

Festa do Roland

Era numa floresta, escura, Vera me falava que Cam queria fugir com ela para viajar pelo mundo, eu pego meu celular que vibrava

“Está muito bonita pombinha”

Eu olho um lanterna e o dono da mensagem era Nathan que acena, Penn me salva me dando uma bebida e Vera foi pros braços de Cam.

— Você vai me explicar tudo amanhã não é? - falou Penn e eu a olho, ela devia estar muito confusa

— Quando tivermos sóbrias e sem dor de cabeça? - falei, ela assentiu sorrindo — Eu lhe explicarei e responderei as suas dúvidas

— Obrigada - falou ela, Todd a leva para conversar, vejo Daniel sentado num tronco, Gabbe foi até ele, o abraçando e o beijando na bochecha. Saco... Mas o pior disso é a Molly

— Oi pirada - falou, ela pega uma madeira com fogo, eu olho o fogo e termino minha bebida — Não tá com medo? Talvez apavorada por matar aquela gente!

— Pensei que tivesse superado por Lúcifer nunca te amar

— Cala a boca - Ela tentou me acertar, eu desviei, só que minha mão não, o fogo tinha acertado mas nenhum ferimento — Por que não têm nenhum ferimento?

— Devia escolher melhor com quem você quer brigar - falei sorrindo, os pés de Molly começaram a pegar fogo, todos a olham e eu saio da vista, Nathan veio até mim

— Pombinha pombinha - falou Nathan com um sorriso malicioso — Que coisa feia que você fez!

— Ela provoco... - falei desanimada, Nathan ver Daniel olhando seus movimentos para perto de Luce e ele sorrir

— Ela mereceu - Eu o olho surpresa, ele me entregou uma bebida das caixas, era vodca pura — Ela provoca todo mundo. E você, como está?

— Fisicamente bem, psicologicamente... doida

— E emocionante? - falou ele

— Terrível - falei bebendo tudo, ele sorrir pra mim

— Esse lugar não é pra você pombinha

— Eu sei...

— Então como veio para num lugar com gente ninfomaníaca, com depressão e violenta!

— Talvez eu não seja tão inocente... - falei

— Você não pensa em sair?

— Todo dia, demônio! - falei e ele sorrir diabolicamente

— Talvez, um demônio charmoso, possa te ajudar pombinha com o seu destino

— Como? - falei

— Te entregar o sexo, claro e te amar pelo resto da vida

— Você é corajoso! Mas obrigada pela sua oferta - falei saindo, Daniel foi até Nathan

— O que quer com a Luce? - falou Daniel

— Tudo... - falou Nathan — Você a faz sofrer e não a protege, então eu irei fazer isso já que você é fraco!

— Calma aí gente - falou Roland chegando nesse momento — Isso aqui é uma festa! Mas já que o assunto é Luce, o que o Cam tá escondendo?

— Do que tá falando? - falou Daniel

— Você não percebeu? - falou Roland — Luce parece como naquela vez que fomos expulsos do Céu só que suas habilidades melhoradas e mais fortes!

— Tá dizendo que a Luce é um anjo caído novamente? - falou Daniel, ele olha Nathan que sorrir — Fala logo!

— Tudo que eu sei... É que Lúcifer a quer... Para ver o seu sofrimento e te-la como rainha no Inferno!

— Isso nunca vai acontecer! - falou Daniel — Então é esse seu propósito?

— Eu não respondo mais a ele, Daniel!

— Então a maldição pode ter acabado? - falou Roland, chamando a atenção dos dois

— Possivelmente - falou Nathan

— Ou Lúcifer só quer me atormentar mais e mais - falou Daniel o olhando

— Acredita mesmo que Lúcifer é tudo isso? - falou Nathan indignado — Ele é poderoso mas não chega nem perto de nosso pai!

— Isso o Nathan têm razão - falou Gabbe, sendo abraçada por Roland — Mas quem pode confirmar que a Luce não é mais humana?

— Vera? - falou Roland

— Ela não revelaria nem sobre tortura Roland, esqueceu que ela era o anjo das torturas

— Puts, pior que é verdade!

— Cam... - falou Nathan, fazendo Daniel percebe seu raciocínio

— Por que ele? - falou Gabbe

— Cam sabe esconder as coisas! - falou Daniel — E Luce...

Me sento num tronco e Ariane vêm até mim

— O Nathan gosta de você!

— É...

— Mas seu coração já pertence a outro?! - falou Ariane sorrindo

— Completamente - Eu olho o colar e sorrio

— Como fez Molly pegar fogo? - falou Ariane

— Pensei que o Cam já tivesse falado...

— Não... O Cam é demoníaco mas tem palavra

— Depois eu te falo Ari - falei

— Ok... - Eu vou pegando atalho para ir de volta ao meu lindo e maravilhoso quarto

⟣──────⟨ ◇ ⟩──────⟢

Ainda na festa...

— Cam... - falou Ariane e o grupinho paro na frente dos dois

— Vai acontecer o Apocalipse? - falou Cam apertando Vera adormecida em seus braços — O que houve?

— O que Luce é?

— Eu não sei

— Está mentindo Cam - falou Nathan

— Eu só sei que a Luce conseguiu seus poderes celestiais de volta nessa reencarnação, só não sei o que ela é, ok?

— E a maldição? - falou Daniel

— Acho que já acabou! - falou Vera que acorda

— Acha?

— É, eu não sei bem mas acho que nosso pai tiro essa maldição, pergunte a própria Luce gente! - Falou Vera


Notas Finais


Deixe seu comentário se gostou, obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...