História Tudo Por Você (Em edição) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter, Lucius Malfoy, Remo Lupin, Severo Snape, Sirius Black
Tags Harry Potter Yaoi, Harry X Severus, Snarry
Visualizações 448
Palavras 3.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Para os leitores que leram ao Comunicado Breve eu agradeço aos comentários e a compreensão logicamente respondi aos quais davam para formular alguma frase, entretanto exclui esse capitulo, pois ele atrapalha na sequência da história e para mim ele já não era mais necessário já que estou postando a continuação.

Meu lado sentimental queria muito manter ele por causa dos comentários de vocês, mas como eu não gosto de encontrar uma interrupção no meio da história tem muitas outras pessoas que podem não gostar também. Vou aproveitar para agradecer a todos que vem enviando seus comentários tentei responder a todos mais tem alguns comentários que não tem como responder só ler então muito obrigado pelo seu apoio. vou deixar nas notas finais o link para a fic. Feitos Um Para o Outro. Boa leitura.

Capítulo 7 - Capítulo VI: TOMANDO O CONTROLE DE HOGWARTS!


TUDO POR VOCÊ

Por: Kaziel Qafsiel

 

Capítulo 6: Tomando o Controle de Hogwarts!

 

Lucius – Ué eu não te disse?

Draco – Não, você me contou um ano antes que eu entrasse para Hogwarts que Narcisa não era minha mãe e que quando eu aprendesse Occlumency você me contaria quem era. Então a mais ou menos dois anos atrás o senhor me contou que eu tenho um pai ômega e que ele é Sirius Orion Black. Mas nada sobre eu ser herdeiro de Hufflepuff.

Harry – Mais o que? Como? Quando? Por quê? Isso não pode ser possível meu padrinho não se juntaria com um loiro falso e esnobe.

Lucius – Isso não é da sua conta e não preciso ser seu tipo para que seu padrinho seja meu.

Harry – Eu não preciso saber sobre isso!

Draco – Eeeei! Eu ainda quero saber sobre ser o herdeiro de Hufflepuff.

Lucius – Porque Sirius é o único Black que herdou a linha Hufflepuff e quando você completou um ano seu pai e eu o levamos a Gringotts para fazermos seu teste de herança. Assim saberíamos quais títulos você poderia futuramente reivindicar e com seu pai você herdou a linha Hufflepuff.

Alguns minutos depois...

Harry – Pelo menos agora será mais fácil pedir ao Gringotts os históricos de Hogwarts desde que ela foi criada.

Sev – Acho que eles só podem entregar isso para os quatro Lordes, sendo assim teremos que nos tornar Lord para ter acesso a tal documento.

Lucius – Então acho que temos que fazer uma viagem a Gringotts.

Harry – Isso terá que ser na parte da tarde, Sev e eu temos uma entrevista com o The Quibbler marcada para as nove horas.

Lucius – Achei que vocês teriam que fazer uma coletiva de impressa.

Harry – Não, os Potters e os Princes têm o costume de fazer as entrevistas com um jornalista de confiança.

As horas tinham passado muito rápido, a entrevista já tinha sido realizada. Luna fez com que a entrevista fosse bem divertida, essa seria sua primeira matéria para o The Quibbler a matéria já estava revisada e aprovada pelos entrevistados e seria publicada na manhã de manhã. Tudo tinha sido tão rápido que quando os magos perceberão já era 15:30 horas da tarde então decidirão por ir logo a Gringotts.

No escritório do Rei Gringotts...

Harry – Sr. Gringotts viemos aqui para reivindicar os títulos de Lord Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff.

 Gringotts – Já não era sem tempo! A única coisa que vocês têm que fazer é colocar os respectivos anéis em seus dedos se ele se ajustarem quer dizer que vocês foram aceitos por seus antepassados e agora são os lordes das casas.

Harry, Sev e Draco – Certo!

Seguindo as instruções de Gringotts fizeram o que foi dito um a um começando por Harry e logo Sev e Draco ao mesmo tempo e não foi surpresa para o mago loiro e o duende que os três foram aceitos. O duende tinha um grande sorriso nos lábios, Hogwarts tinha donos novamente.

Harry – Gringotts quero todo o histórico e avaliações feitas desde a construção de Hogwarts, mas uma coisa sendo os donos de Hogwarts podemos tomar decisões como: quem será o diretor, quem serão os professos e que alunos vamos aceitar ou que matérias serão apresentadas sem importar o que o ministério queira?

Gringotts – Exatamente senhor Prince-Potter. Por que essa surpresa? Hogwarts não deve nada ao ministério.

Lucius – Olha pelo que eu sei o Conselho de Governadores de Hogwarts tem autoridades sobre o sistema educacional de Hogwarts.

Gringotts – O conselho só tem autoridades sobre a escola se a mesmo não tiver seus herdeiros disponíveis. Agora temos três herdeiros que ganharam a autoridade sobre todas as heranças o conselho pode ate continuar ativo e dar palpites sobre o currículo escolar e professores mais a última palavra é a dos donos da escola. E quanto ao histórico posso te oferecem uma visão geral já que sou o duende responsável por administrar as contas de Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff.

Bem desde que as escola não teve mais herdeiros dignos de tomar posse ela ficou nas mãos do conselho e do direto o que não foi bom desde que Dumbledore assumiu o mandato de diretor adjunto, algumas das matérias que aos olhos de Dumbledore eram artes escuras foram proibidas e alguns serviços que a escola oferecia aos alunos e professores revogados em seguida o numero de alunos descendentes de criaturas magicas caíram até que muitos poucos foram permitido por Dumbledore as bolças que oferecíamos para alunos que não tinham condições para pagar seus estudos foram aos poucos sendo fechadas.

A escola economizou bastante dinheiro mesmo porque Hogwarts não recebe patrocínio. Então quando Dumbledore assumiu as finanças de Hogwarts os gastos começaram e aumentarão quando ele se tornou diretor. Ele estava desviando dinheiro da escola pagando alguns professores mais do que deveria, pagando pouco ao que merecem mais e pagando por professores que nem existem.

Harry – Tem como você criar uma ação contra Dumbledore. Quero também um histórico detalhado sobre cada professor aqueles sem diplomas e títulos de mestres serão demitidos e dependendo do seu desempenho e vontade podem volta círculo de tutores depois é claro de terem conseguido um título de mestre. Gringotts eu sei que não tem nada a ver com Hogwarts, mas eu gostaria de saber quem é dono da casa dos gritos e se ela está venda.

Gringotts – A casa dos gritos pertence a você senhor Prince-Potter. Ela é sua herança através da linha Peverell.

Harry – Ótimo, quero contratar só duende para fazer a reforma de Hogwarts e transformarem a casa dos gritos em uma escola.

Gringotts – Farei o inventário de tudo creio que tudo estará feito dentro de um mês então tudo estará pronto para uso assim que o ciclo escolar iniciar.

Com tudo já resolvido os magos voltarão para a Manor Potter.

Draco – Pai não teria uma forma de tirar o papai do véu da morte teria?

Harry – Eu também gostaria de saber se isso é possível.

Lucius – Na verdade é possível sim e desde que Bella jogou Sirius no véu da morte no ministério viemos em segredo fazendo os preparativos necessários para tirarmos ele de lá, já temos os medi-magos a disposição agora só temos que ir à sala onde o véu da morte fica e puxar seu pai de lá. Graças a Merlin Bellatrix pesquisou muito e deixou tudo preparado para retirar Sirius de lá.

Harry – E por que Bellatrix faria isso?

Lucius – Bella pode até ter sido fiel ao Lord mais ela também é muito fiel a família e com o Lord perdendo a sanidade cada vez mais ela sabia que seu lado seria o perdedor assim como ela também sabia que tudo era culpa de Dumbledore então por precaução e segurança de Sirius ela decidiu que o lugar mais seguro seria o véu ela só não sabia como atrair Sirius até lá mais no final o Lord nos ajudou sem saber agora é só seguir as instruções de Bella e Sirius estará de volta.

Harry – Não corre riscos de o ministério jogarem meu padrinho em Azkaban novamente.

Lucius – Não! Porque ele não matou os muggles e Pitter estava vivo estão eles podem até chegar tentar manda-lo para lá por traição mais eu sei que seus pais Fizeram um contrato para o guardião do segredo e o mesmo está com o duende responsável pelas contas Blacks só não fizemos nada antes por causa do perigo que Dumbledore representava agora já não será tão perigoso sem falar que assim que eu ter meu marido de volta em meus braços irei expor o erro do ministério e Dumbledore depois de tudo eles separam pai e filho.

Sev – Sem falar que enviarão um ômega inocente para Azkaban sem ter tido um julgamento fazendo isso o ministério infligiu duas leis.

Harry – Sabe sou novo nos costumes e leis do mundo magico e não é como se as pessoas me dizem as coisas normalmente elas estavam mais preocupadas em escondê-las de mim e não me deixar descobrir por mim mesmo.

Sev – Enviar um ômega para Azkaban é desumano, pois, os Dementadores lês causam muita dor e danos muitas vezes irreparável então não importa que crime o ômega tenha cometido é proibido deixá-los por um logo tempo em exposição aos Dementadores. E o mesmo é valido para um mago (a) gravido.

Harry – Ninguém sabia que meu padrinho era ômega?

Lucius – Não muitas famílias escondem o gênero dos ômegas até que o mesmo esteja casado o único além da família que saberia desse status seria o diretor e a enfermeira da escola tudo para manter o ômega seguro e protegido e mesmo assim o diretor não revelou ao ministério que tinha enviado um ômega para Azkaban e eu vou usar isso para que o ministério não faça nada contra Sirius mesmo até porque o novo ministro é um dos cãozinhos adestrados de Dumbledore. Então assim que eu estiver com Sirius em um lugar seguro irei fazer uma coletiva de empresa e irei revelar cada prova que os duendes administradores das contas Malfoy e Black vieram coletando durante todos esses anos.

Alguns minutos depois o elfo domestico apareceu anunciando que já era a hora do jantar.

Tip – Mestre o jantar já está pronto e servido.

Harry – Obrigado Tip eu acho melhor a gente ir comer agora o dia foi cansativo e cheio dê surpresas e se vocês quiserem ficar aqui hoje temos muitos quartos de hospedes disponível.

Lucius – Obrigado acho que vamos aceitar.

Logo que os magos saíram da sala e sentirão o cheiro da comida perceberão o quão faminto estavam por sorte a mesa tinha muita comida o que daria para satisfazer a todos. Depois de jantar Sev foi verificar Noah ao ver que o pequeno estava muito bem foi tomar um banho só depois que saiu do banho que Sev percebeu o quão exausto ele estava que mal tocou o travesseiro que acabou adormecendo sem notar que Harry havia se juntado a ele na cama e o estava abraçando.

Enquanto isso Lucius não para de pensar em Sirius e o quão ansioso ele estava para recuperar seu preciso ômega e finamente poder se casar em um ritual especial com ele marca-lo e mostrar para o mundo que é o dono do belo ômega. Já Draco não sabia muito bem em que pensar acabara de descobrir que por culpa do ministério ele havia perdido seu pai por quase dezoito anos e agora ele tinha mais poder do que já teve o pequeno mago também pensava em sua graduação como medi-mago em que área se especializaria.

Com a cabeça tão cheia que Draco nem soube quando dormiu só soube que acordou na manhã seguindo quando o maldito sol entrava em seu quarto. Sabendo que já não conseguiria mais dormir decidiu por levantar e fazer suas necessidades matinais. Em um quarto a algumas portas seu pai fazia o mesmo. Já no quarto de Harry e Sev as coisas eram diferentes enquanto um mago alfa queria se aproveitar do corpo de seu belo ômega o mesmo queria levantar e olhar seu filhote.

Sev – Vamos Harry temos convidados hoje e temos que ver como está Noah você sabe que ele nunca esteve longe de mim por muito tempo desde que a morte nos entregou ele.

Harry – Está bem mais assim que a noite cair você vai gemer meu nome até a dia raiar.

Sev – Posso viver com isso.

Enquanto Sev ia checar Noah, Harry tomava banhos.

Sev – Olha quem acordou cedo. Quer mamar ou uma troca de roupa? Vamos ver se você está sujo e depois te dou de mamar... Hum! Vamos toucar essa frauda molhada e tomar um maravilhoso banho e vestir aquele macacãozinho de leão que seu pai fez pra você, ele adora te ver nele ha!ha!ha! Eu gostaria de saber o que o grande Tom Riddle faria se vise que está vestindo um macacão de leão.

Noah – da.. da?

Sev pode ver no rostinho de seu filho que ele não estava muito contente de ter que vestir tal roupa.

Sev – Sim pequeno você ficara bravo, no entanto você fica uma gracinha vestindo esse macacão, vamos logo você deve estar com fome e eu quero mostrar pro seu tio o quão lindo você fica nesse macacão.

O banho de Noah foi rápido e logo ele estava vestindo um pequeno macacão em forma de leão para Sev essa era a melhor parte de ser pai, poder vestir seu filho com roupas fofas e ver o quão lindo ele fica após admirar seu filho por alguns minutos Sev começou amamenta-lo ele ficou fora de ar por uns bons minutos até ouvir a voz de seu alfa.

Harry – Sev eu sei que você ama ver nosso filho vestido macacãozinho em formas de animais mais eu acho que ele já está satisfeito e tá na hora de vim pro papai para arrotar enquanto Papi vai tomar um delicioso banho.

Sev – Está bem já vou.

Harry – Depois eu é que sou o pai babão mais que eu fiz um bom trabalho eu fiz! Você fica realmente adorável nesse macacão vou ver outros modelos e depois fazer mais alguns quem sabe eu faça um de serpente. Vamos para sala seu tio Luc já deve estar lá seu Papi disse algo sobre de exibir para ele e esfregar em sua cara que ele nuca poderá ver Draco vestindo algo tão fofo.

Harry ao estar divagando não percebeu que seu filho ficara feliz ao saber que iria ganhar uma roupa de serpente e com o pensamento de exibir seu filho Harry desceu rapidamente para sala onde encontrou os dois magos loiros.

Harry – Olha o que eu tenho aqui!

Ambos magos loiros olharam para o mago moreno que estava com uma preciosidade nos braços o primeiro em racionar foi Draco que correu até o moreno com a intensão de tomar o bebe para si.

Draco – Oh! Merlin ele está muito fofo mesmo sendo um leãozinho vamos Potter me deixe segura-lo. Vem aqui pro titio vem... Oh! Coisa linda você é tão fofo.

Lucius – Draco não o aperte! Você vai acabar machucando-o. De onde você tirou essas roupas em Potter? Não me lembro de ter visto nada parecido nas lojas e muito menos nos catálogos.

Harry – Quando ele veio pra cá eu pedi para os duendes me trazerem catálogos de roupas e coisas de bebes acabei exagerando e pedi do mundo todo e eles me trouxeram exatamente o que eu pedi e fico feliz por isso pois pude montar o quarto do Noah com coisa uteis e belas e quanto as roupas cada uma mais bonita que a outras então tomei as medidas do Noah e envie o pedidos mais algumas das roupas eu mesmos quis fazer principalmente os com características de animais quando eu a vi só pensei em quão fofo o Noah ficava.

Lucius – Então além de ser bom em decorações você também é com costuras em pelo que eu vi os tecidos não só são de boa qualidade mais o corte também está muito bom até parece que foi feito por um bom alfaiate.

Harry – Obrigado vindo de você é um bom elogio nunca pensei que eu fosse um bom costureiro pelo que eu aprendi com a agulha só dava para ajustar um pouco as roupas do meu primo e consertar os estragos nas minhas túnicas quando elas se danificavam.

Lucius – Se você quiser pode até trabalhar com roupas bem você ainda tem muito tempo para se decidir.

Sev – E onde esta meu filho?

Harry – Foi raptado por Draco assim que eu desci.

Lucius – Pode-se disser que a culpa é sua por mostrar um bebe muito fofo e adorável para um jovem ômega.

Harry – Mais aí a culpa também é sua por que eu não sabia que Draco é um ômega.

Sev – Você deveria ter descoberto por sua aparecia delicada essa uma das características mais marcantes dos ômegas alguns usam roupas soltas outros um pouco justas como é o caso do Draco sendo assim seria mais que obvio seu status.

Harry – Nunca tive tempo para ficar olhando para outras pessoas sem falar que Draco nunca foi meu tipo e a gente nunca se deu bem então não é como se eu fosse descobrir se eu não fico olhando para seu corpo.

Sev – Draco me dá o Noah aqui e vá tomar café da manhã assim que você terminar eu te dou ele de volta.

Draco – Certo mais assim que eu terminar vou querer essa coisinha fofa de volta.

Sev – Não se preocupe ele voltara para seus braços Harry, eu e seu pai, temos assuntos para tratar enquanto isso você toma conta do Noah.

Draco – Não é justo mais eu aceito quem em santo juízo rejeitaria uma coisinha tão fofa!?

Alguns minutos se passaram desde que Sev desceu para o primeiro andar e nesse momento os magos estavam indo em direção do escritório e Draco ia junto, pois o assunto também interessava a ele só que nesse momento ele estava mais interessado no pequeno bebe em seus braços. Enquanto os três magos lidavam com as situações em que as contas das famílias Potter, Prince, Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff, Draco se divertia com Noah. Assim que tudo já estava resolvido os magos voltarão para a situação da escola.

Lucius – E bem como estão os planos para a reforma da escola?

Harry – Já pensei em como vou decorar as salas comunal, mas pretendo fazer algumas mudanças principalmente nas barreiras da escola eu andei dando uma olhada nos livros antigos de barreiras tentando achar a mais adequada, mas é de Hogwarts que estamos falando então está sendo muito difícil. Eu pretendo ver se a câmara dos segredos tem alguma biblioteca e desde que eu sou um herdeiro de dois dos fundadores pretendo ver se o castelo mostre a câmara secreta de Gryffindor isso é se ele tiver construído uma.

Lucius – Acho que cada um deixou uma câmara secreta contendo segredos que poderiam ser passados para seus herdeiros e que somente os mesmos pudessem ter acesso a ela.

Sev – Temos sorte se isso foi feito, já pensou o que aconteceria se eles não tivessem escondido algumas coisas o ministério já teria confiscados os artefatos há muito tempo.

Lucius – Vejo que vamos ter um pouco de agitação por um tempo antes de vocês se focarem em suas carreiras mais isso é bom até lá Draco já terá estudado uma boa parte do curso e estará atrás de um mestre pelo que eu soube se ele for muito bem na teoria ele passaria para a pratica e logo teria alguns anos de treinamento com um medi-mago de sua preferência isso é se o mesmo aceitar ser mestre.

Sev – E Draco já sabe que ramo da medi-magia vai escolher?

Lucius – Eu não sei.

Draco – Eu tive muito tempo para pensar e como irei trabalhar na loja com Sev seria prático que eu me especializar em criaturas magicas sei que na universidade onde cursarei medi-magia tem alguns especialistas bons e espero que pelo menos encontrar livros de medicinas nas câmaras, pois assim posso ser mais especializado que qualquer medi-maga daqui.

Lucius – Isso é verdade.

Continua...

(Estou muito feliz em saber que vocês realmente parecem haver gostado das mudanças e novos capítulos.) Espero que esse capítulo seja do agrado de vocês até à próxima.

 

Bem pessoal este capítulo já estava pronto só faltava ser revisado é por isso que a nota pode parecer meio que sem sentido para alguns. E este não foi o único que eu achei então em breve vocês terão disponível para leitura o capítulo 7 vai demorar um pouquinho, pois só tem metade dele pronta e muitas coisas precisão ser arrumadas.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...