História Tudo por você, Daryl. - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Lizzie Samuels, Maggie Greene, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Pete Anderson, Rick Grimes, Ron Anderson
Tags Daryl
Visualizações 107
Palavras 892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá olá olá
Mais outra ficcc beijos e espero que gostem. Amo vocês suas lindas, maravilhosas❤

Capítulo 16 - Não vou desistir de você


Fanfic / Fanfiction Tudo por você, Daryl. - Capítulo 16 - Não vou desistir de você

P.O.V Daryl 

Procurei ela em todos os lugares. Alexandria, Hilltop , no Reino, até naquele lugar aonde foi a nossa primeira vez. Não há achei, eu a perdi. Perdi meus dois amores. Por um instante a felicidade me consome, estava tão feliz. Mais resolveram arrancar tudo de mim, e quando eu tento recomeçar, vem outro e bagunça com tudo! Se passou uma semana, duas, três, um mês, dois meses. E eu ainda não a esqueci. Negan ainda estava vivo, não o encontramos mais, ele fugiu. 

- Daryl? Sou eu Carol. - Suspiro. 

- Pode entrar! - Estava na cozinha, tinha acabado de comer. 

- O Rick me contou que você anda muito deprimido. - Ela põe a mão nos meus cabelos. - é por causa dela? 

- Sim Carol, deu tudo errado. - sem pensar duas vezes a abraço. Sofria muito por Melanie, me culpava por tudo. Em deixar ela daquele estado sozinha com aquele imbecil.  Chorei,chorei. Homem chora também não? 

- Daryl nunca te vi assim. Você gostava mesmo dela. - Assenti enchugando as lágrimas. - Por que desistiu tão rápido de procura-la então? - ri. 

- Ela pode estar morta ou bem longe daqui. 

- Procurou em todos os lugares que vocês foram juntos? 

- Sim. - Ela se levantou pegando um copo de água e me dando. 

- Procura de novo. Nunca se sabe. - Confiava nela, tudo que ela me diz  que eu as vezes obedeço da certo, não custa tentar. - o que tá esperando? Vai logo. - ela ri. 

Começo a arrumar todas as minhas coisas necessárias pra essa pequena jornada. Não podia desistir, não posso desistir. Desci ja indo pra fora de casa. Carol estava na porta pegando a brisa, ela olha pra trás me vendo e logo abre um sorriso de orgulho. Ela se aproxima arrumando minha jaqueta. 

- Estou tão orgulhosa de você. - Ri. - Vai agora e só volte aqui com ela. - A abracei forte, ela retribui. 

- Obrigado. - Pego a minha moto dando partida. Que lugares vamos primeiro Daryl? O dia que saímos juntos foi quando procuramos alimentos e andamos bastante. Mais o lugar que mais marcou foi naquela cabana e é aonde vou primeiro. 

Ao chegar na cabana por fora estava tudo igual. Mas por dentro... tudo diferente. Alguém morava ali, fui em todos os cômodos da casa mais não tinha ninguém na mesma. Comi uma sopa de latinha  e fui no celeiro aonde havia guardado a moto indo pegar as minhas coisas. Tinha certeza que era ela. Escuto som de madeira caindo no chão atrás de mim. 

- D-daryl? - Era ela. 

- Melanie. - ela parecia em choque como se não fosse real. Ela se aproxima devagar e eu apenas observo cada passo seu. Ela estava tão linda, a sua barriga já estava um pouco grandinha e seu vestido, como ela tava sexy. Ela toca em meu rosto acariciando fecho meus olhos aproveitando cada segundo. Parece que fiquei um século longe dela. - Me descul... - Ela me beija e a correspondo. O seu beijo era apressado como se ela estivesse desejando isso por bastante tempo e só agora conseguísse o que tanto queria. Ela põe a sua mão na minha nuca enquanto minha mão passeava em seu corpo esculturado pelo melhor artista. Levantei o seu vestido podendo sentir o seu corpo que estava quente. Levei ela de uma vez empresando na parede. Suas pernas estavam entrelaçadas em minha cintura. Dava chupoes em todo o seu pescoço que aquilo ficaria a marca mais, ela não é importou. 

- Eu ... me perdoe Daryl. - Ela para de me beijar. Eu a olho e a mesma estava seria. 

- Eu é que tenho que pedir perdão. - Ela ri e volta a me beijar. - Senti tanta falta do seu beijo. 

- Shh - Ela põe o indicador na minha boca impedindo que falasse mais alguma coisa saindo do meu colo. Ela segura com força o meu membro fazendo assim segurar seu cabelo com força ela me olha e me beija logo, fica de joelhos abaixando a minha calça tirando o meu membro da cueca que já estava ereto. Não demorou muito pra já sentir a sua boquinha nele. Ela sim sabia me agradar. Mordia, chupava, beijava e quando cheguei ao meu orgasmo ela engoliu todo o meu líquido. 

- Agora vamos entrar. precisamos conversar. - Ela levanta sussurrando em meu ouvido. 

- Não, agora é minha vez. - Volto a beija-la colocando a mesma no chão. Levanto o seu vestido enchendo de beijinhos por todo o corpo. Vou até seus seios chupando um e com  massageando ela se contorcia toda. Coloquei dois dedos meu em sua intimidade e comecei a fazer movimentos . 

- D-daryl m-mais r-rapido. - falou Com certa dificuldade coloquei mais dois dedos e comecei a fazer os movimentos mais rápidos. Ela tentava arranhar a areia do local. Quando vi que ela ia chegar ao seu limite parei. - Que foi isso Daryl Dixon? Continua ! - Ela aumentou o tom. 

- Com tudo prazer. - dessa vez a chupei sentindo o seu maravilhoso gosto. Mel tentava abafar os seus gemidos. E dessa vez chegou ao orgasmo e Engoli todo o seu líquido. - Olha como você é gostosa - disse subindo beijando. - Agora sim podemos ir conversar. - ela ri.


Notas Finais


Gostou? Não esqueça de favoritar/comentar
Gente, deu pra perceber que não gosto de fazer hot né?
Mais o que seria uma fic sem ele? Eu particularmente só vejo fic que tem hot mais escrevendo não sou muito boa e fico meia que envergonhada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...