História Tudo por você (kaisoo) - Capítulo 47


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lu Han, Sehun, Xiumin
Visualizações 244
Palavras 1.612
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 47 - SEGUNDA TEMPORADA..........


Fanfic / Fanfiction Tudo por você (kaisoo) - Capítulo 47 - SEGUNDA TEMPORADA..........

           Kyungsoo......

Dois anos se passaram muita coisa aconteceu, mais tudo tem ido bem. Nosso primeiro ano de casados foi intenso, primeiro por que descobri que meu marido é muito desorganizado, ele parece não saber que lugar de toalha é no banheiro e as roupas sujas são no cesto . Ai você me pergunta mais kyung você não tem empregadas? e eu te respondo sim temos, mais odeio sentar na cama e ela estar úmida por que ele esqueceu a toalha, mais com o passar dos meses ele melhorou bastante , ele ja sabe pendurar a toalha 😂.

Também as nossas faculdades que tomam muito do nosso tempo,e ainda ajudamos meu pai na escola para seguranças, e eu sendo o próximo rei tenho que participar de muitas reuniões e assembleias com os outros monarcas. Todo esse trabalho nos causando varias brigas , estresse e tevê um momento no meio do ano passado que pensei que ele me deixaria. O que aconteceu é que juntou tudo o que ja tinhamos e ai ainda apareceu uma cobra, sim eu confio no Nini Mais aquela vaca ja tinha me falado coisas, insinuado que ele estava com ela, quem é ela vou te falar.

krystal Jung uma aluna de direito, no começo se fez de amiga ate perceber que o Nini não daria bola pra ela, ai ela começou a tirar fotos dele é me mandar, tirar fotus nuas e mandar para ele dizendo que foi engano. Ai foi a gota que faltava, eu briguei muito com o Nini dormimos separados pela primeira vez depois de casados, nos sofremos.

No outro dia dessa briga terrível fiquei em casa e eu estava muito mal, chorava o tempo todo, meu pai me viu e veio conversar comigo .

Sr.Do- Filho por que você está assim?- eu estava sentado no balanço em frente no quintal ele se sentou ao meu lado, e eu o abracei e chorei, ele ficou me controlando.

Kyung - Pai acho que o meu casamento esta por um triz, eu só Jongin estamos brigando muito, faz meses que não fazemos amor- ficou vermelho ao falar isso- E ontem brigamos feio por conta de uma vaca da faculdade dele, e dormi no quarto de hóspede.- Eu chorei ainda mais.

Sr.Do - Filho vocês estão se esforçando muito, trabalhando muito e esquecendo do casamento de vocês, filho quanto a essa mulher, cadê aquele meu filho que fazia ate Alfas temerem ele?- ele me olhou nos olho- Filho vocês tem que diminuir essa distancia que colocaram entre vocês, isso esta afetando ambos , ele também não esta bem hoje ele não comeu quando saiu e pelo que conheço dele não deve ter comido nada até agora- Só ai eu me toquei que realmente a 2 dias não o vejo se alimentar, fiquei tão perdido em meu próprio medo que me esqueci do meu Alfa, meus olhos se encheram de lagrimas - Filho seu cio bem em 2 dias se me lembro bem, eu vou fazer uma viagem que vai durar uma semana, na verdade estou de saída. Faça um jantar para vocês e conversem, e quanto a tal mulher deixe que ela conheça o verdadeiro ômega de Jongin e duvido que ela ainda tenha coragem, mais mesmo que ela tente se lembre do amor de vocês.- Meu pai beijou minha testa e foi em direção a entrada da casa.

Quando meu pai saiu olhei a hora eram 17:00 Jongin chegava as 19:30, mandei uma mensagem para ele.

Eu ❤❤

Jongin precisamos conversar seriamente, precisamos resolver as coisas e não pode passar de hoje....

A mensagem foi lida e alguns minutos depois eu obtive a resposta.

Amor ❤❤

Esta certo chego em casa as 19:00 ,vou sair mais cedo daqui. Tchau....

Eu sinto angustia e medo dos dois lados

, eu estava com medo de termos acabado com nosso casamento. Fui para a cozinha e preparei um jantar simples mais bem gostoso. Temperei uma carne e coloquei no forno, junto com batatas para assar. Fiz uma salada de palmito com alfaces e tomate, e coloquei o arroz para cozinhar naquela panela de fazer arroz ,coloquei cenouras, queijo e milho no arroz e liguei a panela, o bom dela é por eu poder ficar despreocupada, deixei tudo pronto e fui tomar um banho, demorei 20 minutos no mesmo. Sai da banheira peguei uma toalha me sequei peguei uma cueca Box vermelha, uma camisa de Jongin e uma calça de couro que realça minhas curvas, passei um leve perfume ja que meu aroma ja esta forte pelo cio , quando chego na cozinha a panela de arroz ja desligou a a carne esta quase pronta, vou para a sala me sentar.

As 18:50 a porta da frente é aberta e ouço passos entrando na casa apressados, continuo sentado, ele entra na sala, coloca sua mochila em cima do sofá, nossos lobos estão em agonia profunda em duvidas de como seria aquela conversa.

Jongin - kyung .... por...fa...vor não me abandona - eu fui pego de surpresa por aquelas palavras, e o tamanho da angustia que senti, ele caiu de joelhos na minha frente, encostou a cabeça nos meus joelhos e eu ouvi seus soluços, e isso foi o estopim para minhas lagrimas, passei a mão em sua cabeça, desci pela sua face tocando seu queixo fazendo ele olhar para mim.

Kyungsoo - Jongin no momento em que eu disse sim naquele altar, foi para a vida toda, mais eu pensei que você ia pedir o divórcio para ficar com aquela garota- eu chorava, olhando para ele ainda na minha frente.

Jongin - Amor você foi meu escolhido desde aquela sua entrada na minha sala - eu sorri e ele também - aquela ômega é um nojo, ja disse a ela mil vezes que nunca vou querer ela mais ela finge não entender, eu quebrei o cel dela quando vi o que ela nos mandou, e disse a ela que vou pedir una liminar para ela não poder chegar perto. Amor olha eu resolvi - ele me deu um papel com, era ele trancando a matrícula da faculdade - Amor eu prefiro parar a faculdade , que perder você- Meus olhos se encheram de lagrimás .

kyung - Amor Eu te amo mais que tudo, não vou te deixar nunca, mais algumas coisas vamos ter que encontrar uma maneira de não nos afastarmos,estamos trabalhando tanto que não temos tempo para nos então vamos continuar com o que fazemos e arrumar tempo para nós, quanto a sua faculdade eu sei que é seu sonho e não quero que pare confio em você mais aquela mulher...- meu sangue ferve ao pensar na puta - eu vou fazer exatamente o que meu pai disse - eu sorri para ele, então lembrei da carne no forno- Amor vem vamos jantar e depois continuamos essa conversa, eu sei que você não come direito a três dias, me perdoe por não prestar atenção, eu estava tão envolvido em meu próprio medo que te perdi de vista - eu o abracei ,senti seu corpo mais magro, meu Deus quanto tempo ele estava sem se alimentar direito ,olhei para ele com olhos acusador - Sr.Do Kim Jongin a quantos dias você está sem comer direito?- ele olhou para os lados.

Jongin- Desde aquelas fotos e nossas brigas, eu não conseguia comer, eu realmente pensei que você ia me deixar - os olhos dele estavam como os meus Marejados.

kyung - Nunca mais faça isso, te ver assim é como esfaquear meu coração - puxei seu rosto para um beijo, quando nossos lábios se tocaram tudo sumiu, e só restou a nessecidade de provar que nunca o deixaria, senti suas mãos na minha bunda me fazendo subir em seu colo,meus braços emplacaram seu pescoço e minhas pernas sua cintura,ele andou te a mesa da cozinha, eu não precisava me preocupar pois meus pai tinha dispensado os funcionários e avisado meus irmãos para não vir.

Seus lábios deixaram meus lábios e desceram pelo meu pescoço,beijando lambendo, marcando,como eu senti falta dos lábios dele, ahhhh ...

Kyung - Amor coma primeiro, depois nos matamos a saudade - eu não queria parar mais ele tinha que comer, com muito custo ele parou de me beijar, e eu fui colocar a comida e peguei o suco. Comemos calmamente, de mãos dadas , não queríamos nos largar mais. Ele comeu e repetiu isso me deixou feliz, depois de colocar os pratos na pia, pegamos duas taças e uma garrafa de vinho e sentamos na sala, conversamos sobre tudo, e demos um jeito em nosso tempo para nunca mais isso acontecer, em meio aquela conversa com vinho o desejo cresceu novamente, só que dessa vez mais urgente, principalmente em kyung, que sentiu seu corpo esquentar por completo, sentiu um liquido descer por sua intimidade e seu membro ficar duro.

kyung - Nini me ajuda, Ta doendo... acho que meu cio adiantou pelo meu estado de ânimo - os olhos de Jongin logo ficaram Scarlet , era o Alfa assumindo e os de kyung também ganharam a mesma coloração, mais bem mais forte.

Alfa- Meu ômega eu vou fazer a dor parar, tenha calma, mais antes me desculpe por não ter cuidado de você, por não ter sido um bom Alfa eu prometo te recompensar e nunca mais deixar algo assim acontecer - O ômega ouviu as palavras de seu alfa e seu coração ganhou novamente alegria.

      Ômega - Eu te perdoo meu Alfa , eu sei que tudo será diferente não se culpe mais, meu amor por você é infinitamente maior que esses pequenos obstáculos - o ômega o beijou e só então eles começaram a tirar suas roupas.........


Notas Finais


Primeiro hot vem aiiii...... espero que gostem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...