História Tudo pós balada - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Tentando entender


Fanfic / Fanfiction Tudo pós balada - Capítulo 14 - Tentando entender

_ Pode ir se quiser.

_ Ok. Eu não sei a versão que a Diana ouviu mas agora eu sei a sua versão então eu vou confiar em ti e vou falar o que você acabou de dizer para mim para o delegado e vamos ver o que ele vai saber da sua história pela visão da Diana.

_ Queria ver a mãe dela mas com certeza eu não conseguiria entrar em casa. Tentei ir lá alguns dias atrás e tinha um enfermeiro com ela.

_ Sim, eu deixei este enfermeiro à disposição dela.

_ O que ela tem é muito sério?

_ O suficiente para ela ficar em risco na sala de cirurgia pois ela não está com idade para ficar fazendo cirurgias de cabeça.

_ Não achei que aquela brincadeira iria se transformar em uma coisa tão grave assim.

_ Você refere a isso como uma brincadeira. Você é bom apenas com o trabalho porque com certeza como esposo e pai você deve comer pela alguns vacilos.

_ Quem nunca vacilou Augusto?

_ Todos. Mas a sua filha te respeita independente de qualquer coisa, ela só não queria ver como tu traiu a mãe dela e como isso tudo aconteceu com a mãe dela.

_ Você gosta mesmo dela não é mesmo?

_ Sim, e eu a amo. Não preciso da sua autorização já que a mãe dela me deu a benção.

_ Ok. Só faz um favor para mim. Não a deixe ficar sem ir na faculdade, é o futuro dela.

_ Ok. E mudando de assunto, como um ano do seu trabalho aqui na empresa?

_ Bom. Independente de todas as acusações que estão me fazendo por causa do que eu fiz aqui no seu escritório.

_ Quero que coloca uma borracha por cima disso pois você foi mandado a fazer isso e não fez porque queria. Foi errado de ter feito mas a pessoa que te contratou é capaz de matar qualquer um para conseguir o que quer. Você agiu por impulso e tentou proteger a sua família. O escritório a gente faz outro. Trabalho para que possa ter dinheiro para construir um novo sempre que necessário.

_ Obrigado pela consideração.

Eu me levanto e vou sair do pé na porta e ele vem atrás de mim.

_ Foi um prazer ter essa conversa com você.

_ Obrigada Sr. Lucas por ter me escutado e sobre o seu escritório e ter me entendido.

_ Tudo bem. Boa noite.

Saio do prédio e vou em direção ao carro e de lá venho para casa.

_ Oi, onde estava?

_ Estava um escritório vendo como ele está ficando depois da reforma e aproveitei e conversei com o seu pai. Ele me deu a versão dele só pelo fato do dia do acidente com a sua mãe e só de lá já vim para casa.

Jantamos e assistimos um filme.

Visão da Diana

Acordo e Augusto já não está mais aqui coloco alguns nuggets no forno e os como com requeijão e depois vou para a TV e Augusto chega.


Notas Finais


Desculpa a demora na atualização. Espero atualizar toda semana. Bjos ❤️.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...