História Tudo que sinto é dor.. - Jikook - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Jikook
Visualizações 572
Palavras 1.745
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Triste :'3
Boa leiturinhaaaa

Capítulo 19 - Adeus Seoul


Fanfic / Fanfiction Tudo que sinto é dor.. - Jikook - Capítulo 19 - Adeus Seoul

Pov.Jungkook On

Jk - Que idiota – digo depois que Jimin sai da sala aos prantos

Hs - Por que idiota? – Hoseok pergunta

Jk - Simples, eu disse que amava ele e o idiota acreditou, ele achava mesmo que eu ia levar adiante? – solto uma risada debochada

Sg - Mesmo assim cara, você não podia dizer que amava ele, se ia descartar como você faz com todos não precisava iludir, isso todos nós já deixamos claro pra você! – diz se levantando - Sabemos que seu jeito mulherengo você não vai mudar, mas ao menos pode ter o mínimo de compaixão? Sabia que quebrou o coração de alguém? – Suga estava vermelho de raiva

Jk - Eu tenho meus motivos! – digo rápido

Hs - E quais seriam? – cruza os braços

Jk - Ele podia me denunciar! – tampo minha boca após perceber o que tinha dito

Nj - E por que ele te denunciaria? – Namjoon que até então estava calado se pronuncia

Jk - P-por q-que e-eu. E-ele.. E-ele

Sg - Ele o que Jungkook?

Jk - EudeiECSTASYpraele – digo rápido

Sg/ Nj / Hs – O QUE?

Pra vocês que não sabem Namjoon eu Suga e Hoseok costumávamos dar essa droga pra pegar quem queríamos ou até pra pessoas que eram meio broxantes na hora "H", então simplesmente dávamos essa droga pras pessoas, Namjoon era o melhor amigo de
G - dragon ná época e conseguia pra nós, eu nunca soube os detalhes, pra falar a verdade só soube quando falei pessoalmente com
G - dragon pra pegar a droga e dar para Jimin.

Depois de muito tempo usando a droga com meus amigos ela nos deu muitos problemas inúmeras confusões inimagináveis, cansados de tantos problemas combinamos parar de usar a droga, mas depois fui falar com G - dragon pois o único modo de pegar Jimin era esse, e eu não tinha mais escolha

Flashback Jungkook On

Jk - Eaí G - dragon

Gd - Jungkook? Que surpresa – sorri cínico

Jk - Tá, vamos direto ao ponto – cheguei mais perto do mesmo

Gd - O que seria? – pergunta jogando o chiclete que mascava segundos atrás no chão

Jk - Qual é o nome daquela droga que Namjoon comprava antigamente com você? – pergunto

Gd – Olha.. Ele já comprou muitas.. – me encara

Jk - Não.. É só.. É aquela que tu usa no sexo, eu não sei nem como funciona! – digo frustrado

Gd - Ahh.. Lembrei ECSTASY né? Humm ele comprava sim... Bom essa droga ativa os hormônios fazendo os mesmos ficarem á flor da pele.
Pode te ajudar se for essa...

Jk - Tudo bem.. Quanto custa? – pergunto, se eu ligava de essa ser a droga certa? Claro que não! Não seria eu a tomar mesmo

Gd - São ****** – diz

Jk – Ok, acho que tenho isso aqui! – vasculho meus bolsos até achar uma quantidade de dinheiro um pouco maior do que o preço - pode levar tudo.. Só quero a droga em três dias, fechado? – pergunto estendendo o dinheiro

Gd - Fechado! – pega o dinheiro de minha mão e guarda dentro do casaco

Flashback Jungkook Off

Sg - Jungkook.. Seu...seu – Suga ia vir pra cima de mim mas Hoseok segura o mesmo

Sg – você é maluco? Não lembra do nosso acordo? Sabe o que pode acontecer se ele te denunciar!? – ele gritava se debatendo nos braços de Hoseok

Hs - Calma Yoon – abraçou o mesmo que se acalmou na hora - vai ficar tudo bem huh? – beija a testa do menor - você até que é bem fortinho pra esse tamanho – ele ri mas logo Yoongi levanta a cabeça e encara Hoseok com um olhar mortal - Tudo bem, parei – levanta as duas mãos em sinal de rendimento

Nj - Genteeee, poderíamos voltar ao assunto aqui? – abençoado seja Namjoon, apesar de não gostar de bronca acho pior ficar de vela desse casal que faz cu doce 24hs por dia

Sg - Eu não digo nem nada mais, Jungkook que se vire – Suga empurra Hoseok para o mesmo sentar na cadeira e deita no colo do mesmo esticando as pernas em algumas cadeiras disponíveis
que haviam ali

Pov.Jimin On ( Jungkook Off ) 

Corro até minha casa e subo para meu quarto, se eu vou deitar na cama e sofrer com playlists somente constituídas por músicas tristes de letras depressivas? Queria! Mas não é isso que vou fazer.

Pego uma mala que estava meio empoeirada em cima do armário, nunca pensei que usaria ela de novo e cá estou eu jogando todos os meus bens dentro da mesma e fechando -a

Tomo um banho e coloco uma roupa normal indo até a porta da frente puxando a mala de rodinhas abrindo a porta e trancando a mesma. Paro enfrente a casa e respiro fundo

Ando até a universidade para desfazer a matrícula, toda a minha sorte é que estamos no começo do ano e nem prova tivemos, por isso as coisas ficam mais fáceis.

Chego até a universidade e vou até a sala da diretora, logo batendo na porta e escutando um "entre"
Abro a porta da sala e adentro a mesma, o lugar era até que bem bonito, uma mesa de vidro grande,uma cadeira acolchoada na qual a diretora estava sentada e uma do outro lado da mesa, um computador cheio de imagens das incontáveis câmeras da faculdade, um sofá minúsculo no canto da sala, vários papéis em cima da mesa e na frente dela uma mulher de fios grisalhos com um coque perfeito acima da cabeça, óculos quadrados e uma roupa social bem formal me fitava.

? - O que deseja senhor Park? – pegunta ajustando seu óculos acima do nariz

Jm - Gostaria de desfazer minha matrícula – digo me sentando

? - Bom senhor Park  não pode decidir essas coisas! Somente seus pais, apesar de já ter seus 18 anos não posso deixar que faça isso – diz a mulher

Claro que ocultara a parte de que minha omma morreu

Jm - Bom..  Irei embora da cidade e não vou assistir nenhuma das aulas do ano inteiro – digo

? – Então vai mudar de cidade? Sendo assim posso deixar que desfaça sua matrícula! – diz pegando alguns papéis em umas gavetas

? – Aqui está! Assine aqui e está livre, uma pena mesmo querer sair senhor Park, você é um ótimo aluno, boa sorte! – me estende uns papéis que logo trato de assinar, levanto da cadeira acolchoada e abro a porta

Jm - Ah, diretora.. Poderia passar em minha sala pra me despedir de meus amigos? – pergunto esperançoso

? – Claro! Irei contigo, tenho que dar alguns recados em sua turma, aproveitamos o tempo vago deles! – diz se levantando

Arrasto minha mala de rodinhas até a porta da sala com a diretora em minha frente, odeio despedidas, a diretora entra na sala e todos dizem
"Bom dia diretora Min" como sempre.

Fico estático na porta esperando ela terminar os recados para a turma, quando ela terminou todos ficaram aliviados, afinal os recados eram sobre provas e matérias desinteressantes até que ela diz

SraMin – Uma última coisa! – todos reviraram os olhos - E nem virem os olhos em.. Bom, vim avisar que Park Jimin irá sair desta universidade, e o mesmo está aqui para se despedir de seus amigos.

Quando entro na sala todos olham pra mim e eu corro para Tae que já chorava com Jin e Lisa

Tae - Por que você vai embora? – pergunta alto chorando como eu

Jm - Não é nada Tae..

Abraço Jin

Jin - Vou sentir sua falta! – me aperta em seus braços

Jm - Eu também! – choro em seu ombro

Corro para Lisa

L - Não creio! Eu vim para cá e você vai embora! – me abraça chorando

Jm - Em breve você me verá Lisa, não se preocupe

SraMin - Park, Gostaria de dizer algo a turma?

Jm - Gostaria – agora é hora de superar a vergonha e dizer tudo que guardei até agora

Vou até a frente do quadro e limpo minhas lágrimas

Jm - Sei que boa parte das pessoas que estão aqui não vão com a minha cara e só pra constar que eu tô cagando pra vocês – arranco algumas risadas - estou aqui pra dizer a alguns que não pude conhecer, que continuem sendo assim e que eu podia ser invisível pra vocês mas vocês não foram pra mim, mesmo que você se apaixone toda hora – olhei para Taehyung, - mesmo que se separe por muito tempo –olhei para Lisa - mesmo que você goste de alguém que não merece você – olhei para Jin,- mesmo que você brigue com seu namorado –olhei para Jackson, -mesmo que você quebre as coisas, – olhei para Namjoon - mesmo que você durma muito – olhei para Suga, - mesmo que você seja bem retardado as vezes –olho para Hoseok que ri - e  mesmo que você magoe alguém – olho para Jungkook e uma lágrima escorre pelo canto de meu olho
E mesmo se não tiver coragem encare seus problemas– ando até Jungkook e paro em frente a sua mesa - encare seus problemas como eu não encarei os meus, lembre - se que quem um dia disse te amar – solto uma risada sarcástica - só quer tirar todos os resquícios de felicidade que seu corpo ainda tem.. Mas não fique com medo de se apaixonar.. E sim, com medo de se apaixonar por pessoas como ele – aponto pra Jungkook - Por mais que não deva – algumas lágrimas desciam por meus olhos - acabei acatando sua ordem.. Vou sumir – cheguei perto de rosto de Jungkook e por centímetros nos não ficamos encostados - tente não ser mais babaca, acho que já feriu um coração, quantos mais quer pra sua lista? – saio de sua mesa e vou até a de Namjoon - pegador não combina com você..sua pessoa certa está bem na sua frente só você não consegue ver – olho para Jin e para ele novamente, indo pra mesa de Yoongi - olha você dorme muito sabia? Te admiro, conheço alguém que tem uma cama bonita pra você dormir, – olho pra Tae e vou pra mesa de Hoseok – seu sorriso é lindo mas ficaria bem melhor junto com um quadrado que eu conheço... – pego minha mala e olho para Jungkook – você pode ter tido meu corpo, mas nunca vai ter meu coração – saio da sala   

Chamo um táxi e vou até o aeroporto e pego meus documentos junto com o dinheiro que minha omma deixou para mim após sua morte e pago a passagem, sento em uns bancos que ali haviam e fiquei chorando por longos minutos até ouvir

"Passageiros para Daegu comparecer ao portão de embarque"

Levanto do banco e pegando minha mala caminhando até o tal "portão de embarque"

Chegando lá paro em frente ao avião

Aqui deixo minhas memórias boas e ruins

Subo os degraus
E entro no avião







































Adeus Seoul



















Notas Finais


As coisas estão muito tristes :'''''''3
Espero que tenham gostado s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...