1. Spirit Fanfics >
  2. Tudo sobre você - Hwang Hyunjin >
  3. An unexpected pair

História Tudo sobre você - Hwang Hyunjin - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, eu disse que voltaria em julho, né?? Kkkkkkkkkk aqui estou eu!!

Eu consegui a capa da maravilhosa @niiwa e quero agradecer imensamente a ela por essa capa pq realmente precisava (prometendo para mim mesma q só iria postar se tivesse uma capa decente)

Espero que vocês gostem e me desculpem se tiver qualquer erro! 💜

Capítulo 2 - An unexpected pair


— Cadê mamãe e papai? — perguntei para meu irmão assim que cheguei em casa.

— No trabalho — Juyeon disse, jogado no sofá enquanto assistia algum tipo de série.

Após tirar meus sapatos na entrada, dei um tapa em sua perna para que ele desse espaço para eu sentar.

— Como foi a aula hoje? — ele perguntou sem tirar os olhos da televisão.

Olhei para o meu irmão e observei o jeito que ele estava. Sem camisa, cabelo bagunçado, cara inchada — provavelmente de tanto comer e dormir —, ou seja, um inútil. Nem parecia que já havia se formado no colegial há dois anos.

— Péssima — respondi, voltando minha atenção para a televisão. — Você acredita que eu não estou na mesma sala que Renjun e Heejin?

— Acredito.

— E para piorar... — parei de falar assim que notei o que ele havia dito. — Espera. Quê? Você acredita?

— Acredito, mamãe e papai disseram que você iria para uma sala nova — Juyeon respondeu, dando de ombros.

— Espera aí — peguei o controle da mão dele e dei pausa na série, e Juyeon não fez questão de contestar, finalmente olhando para mim. — Como assim você sabia disso e não me contou?!

— Porque ouvi assim que vocês estavam saindo — ele deu de ombros, intercalando seu olhar dos meus olhos para o controle. — E era muito cedo para eu raciocinar.

— Você não serve para nada mesmo, Juyeon — falei, entregando o controle para ele e indo para meu quarto, mas parei no meio do caminho para gritar: — Eu te amo!

— Eu não! — Juyeon gritou de volta, me fazendo rir.

Mas não estava caindo a ficha que meus pais haviam me colocado em outra sala de propósito. E por que haviam feito aquilo?

Será que descobriram que tentei ser trainee? Não, acho que não. Senão, não deixariam eu sair mais de casa. Ou será porque queimei todas as provas do ano passado? Não, também acho que não.

Então, minha mente me levou novamente para aquela sala estranha. Onde todos pareciam robôs ao ouvir o professor falar sobre o ano letivo.

Havia percebido que os novatos já haviam encontrado seu grupinho na sala, bem, exceto um.

O garoto sentado ao meu lado se chamava Hyunjin, e ele fora o único garoto que após se apresentar, ficou calado até o final do dia. Ele era muito bonito e deveria fazer daquilo uma vantagem, mas sua personalidade não ajudou muito com as pessoas a sua volta. Suas respostas, por exemplo, eram monossilábicas ou murmúrios, e no refeitório, não estava em lugar algum.

Até mesmo Yeonjun — o carrapato de Mia — tentou se aproximar dele, mas foi em vão.

— Estranhos — murmurei para mim mesma, me referindo àquela sala.

Assim que saí do banheiro, ouvi a voz dos meus pais. Não demorei muito para correr em direção a entrada.

— Mãe! Pai! Tudo bem? — falei, não dando a menor chance de eles responderem. — Como foi o trabalho? Imagino que tenha sido ótimo! Mas queria perguntar uma coisa: Por que me trocaram de sala? — finalizei minha fala tentando deixar um sorriso no rosto.

Olhava para os dois que permaneciam calados já dentro de casa. Meu pai olhou para mim mãe, mas logo saiu, fugindo do assunto.

— Queríamos que você estudasse mais nesse seu último ano — minha mãe finalmente disse, colocando as chaves do carro em cima do pequeno cômodo da sala. — E para você não se distrair, colocamos você nessa sala.

— Mas, mãe... — abrir a boca para argumentar, mas nada. Olhei para meu irmão que parecia estar imóvel no sofá desde que eu havia ido para meu quarto, então a brilhante ideia surgiu. — Juyeon teve o direito de estudar com seus amigos no último ano dele.

— Justamente por isso, e olha como ele está — mamãe murmurou a última parte, e eu tive que segurar a risada. A mulher foi andando para a cozinha e eu a acompanhava. — Tenho certeza que você fará novos amigos.

— Mal posso esperar — suspirei, porque se aquele primeiro dia havia sido daquele jeito, mas podia esperar para o final do ano.

Poderia dar essa chance aos meus pais, não é? Errado!

Assim que entrei na sala no outro dia, uns me olharam de baixo para cima, outros me ignoraram por completo e até mesmo ouvir alguém falar que "a solitária chegou".

Era fato, eu odiava aquela sala e nunca teria um amigo sequer nela.

Mas o que me chamou a atenção foram as bancas, que ontem estavam individuais, agora formavam duplas. Bom, exceto pelas cadeiras da lateral esquerda, que continuavam individuais, mas ninguém ocupava o lugar.

Sentei-me em uma banca de duplas. Eu não poderia ser um alvo fraco nessa sala. Tinha que mostrar que estava tudo sob controle. Mas uma coisa eu tinha certeza, Mia estava por trás de qualquer coisa que estava envolvendo meu nome.

Esperei poucos minutos antes do sinal tocar. Até observei Hyunjin sentar em uma das cadeiras solitárias, se isolando de tudo e de todos. Eu deveria fazer que nem ele, mas já era tarde. No final de tudo, acabei ficando sozinha.

— Ei, Eunji — Mia se aproximou da minha banca e me encarou. — Por que você não vai sentar nas cadeiras individuais? Deve ter gente querendo formar duplas mas você está ocupando o lugar.

Era o que me faltava.

— Então, se querem formar duplas, tenho um espaço bem aqui ao meu lado — falei, sem desviar meu olhar daquela garota.

Mia deu um riso abafado e olhou para a turma que tentava ao máximo não demonstrar que estavam interessados na conversa.

— Alguém quer formar dupla com ela? — Mia perguntou, e houve um silêncio na sala.

A garota a minha frente deu um sorriso vitorioso para mim e ergueu uma de suas sobrancelhas, me desafiando.

Dei um suspiro baixo e coloquei minhas mãos no compartimento da banca para pegar minhas coisas e me retirar.

Mas o barulho de uma bolsa sendo jogada em cima da carteira ao meu lado, chamou minha atenção. E logo em seguida, Hyunjin sentou na mesa ao lado.

Olhei para o novato confusa, assim como todos na sala.

— O que você está fazendo? — Mia perguntou. Olhei para ela que diferente de todos, tinha uma expressão de raiva estampada na cara.

— Você perguntou quem queria formar dupla com ela — Hyunjin respondeu, olhando para Mia sem hesitação nenhuma. — Bom, estou aqui.


Notas Finais


Quem vcs acham q Hyunjin é? Será ele uma pessoa má e afrontosa msm?? Tamtamtammmmm

Mas eu fico bem nervosa (de um jeito bom) postando uma nova fic com um artista diferente, então espero que vocês realmente gostem :)

Só queria dizer que tbm as atualizações vão ocorrer a cada duas semanas, enquanto termino minha outra fic e evitar q eu fique confusa, xoxo 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...