História Túlipas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oe gente, espero que estejam todos bem. Esta One-Shot da Vi e da Caitlyn era uma idéia que eu tive faz muito tempo quando li outra história em espanhol no ao3 mas nunca tinha conseguido escrever pois acabava complicando demais, mas uma frase ecoou na minha cabeça “Fazer o simples bem feito é mais difícil do que fazer o complicado” e aqui estamos. Espero que gostem

Capítulo 1 - Pétalas roxas


O buquê de tulipas antes feito com amor e carinho agora se encontravam totalmente encharcado, a roupa social tão cara agora estava desarrumada e suja por sangue e pétalas da cor roxa e toda a esperança da rosada estava perdida enquanto descia a rua com o intuito de voltar para casa. Era engraçado acreditar que tiros, socos e até altos níveis de toxinas não foram capazes de a matar, mas malditas tulipas roxas que cresciam em seus pulmões estavam conseguindo sugar sua vida rapidamente.

Naquela manhã Vi havia saido e comprado flores, se arrumado e partido para área mais nobre de Piltover, aonde sabia que encontraria sua amada. A zaunita estava cheia de esperanças de seu amor ser recíproco e que as malditas flores que cresciam em seus pulmãos fossem embora, mas logo suas expectativas foram derrubas com um tiro certeiro compostos por uma frase “Aprecio sua honestidade Vi, mas infelizmente não posso dizer que meus sentimentos em relação a você sejam recíprocos”, e um fechar de portas, e logo uma tempestade que banhava a cidade. Vi nunca se sentiu tão patética.

As flores teimavam sair de sua boca acompanhadas por sangue e uma falta de ar, decidiu parar de andar pelas ruas e focar em sua respiração após sentir seu corpo fraquejar.

Vi se recusou a fazer a cirurgia para retirar as flores, não queria matar o único sentimento bom que sentiu em toda sua vida. Em Zaun não sentiu nada além de ódio, em Piltover não sentiu nada além do preconceito mas ao lado de Caitlyn tudo era possível, tudo era bom e com gosto de cupcakes. Ela preferia morrer feliz ao invés de viver mais uma vez uma vida sem sentido.

Não se aguentando mais em pé, Vi caiu de joelhos em meio a rua, com o buquê molhado e sua visão turva, focava em sua respiração cada vez mais pesada enquanto memórias de momentos felizes com Caitlyn voavam em sua cabeça. 

 Quando se encontraram pela primeira vez e Caitlyn a fez a proposta para trabalhar na polícia e Vi a achará burra. Quando foram para a primeira missão em dupla e Vi viu o quão inteligente a xefire é. A primeira vez que Vi levou uma bronca de Caitlyn por ter roubado seus deliciosos cupcakes. Tudo em Caitlyn encatava Vi, até seus defeitos eram perfeito. 

Vi preferiu não contar a Caitlyn sobre a sua doença, ela queria ter seus sentimentos recíprocos por amor e não por pena. Segurou durante meses a dor que crescia cada vez mais e quando foi se declarar, não deixou a vontade de tossir domina-la. 

Caitlyn…” Vi sussurou com seu último suspiro.

A zaunita já não conseguia mais respirar, o mundo se apagava a sua volta pela falta de oxigênio em seu organismo, mas antes de tudo se tornar uma escuridão absoluta um gosto familiar de cupcake de morango invadiu seu paladar, e com um sorriso Vi deixou o seu torso cair sobre o chão e tudo desaparecer em meio as flores.


Notas Finais


Por favor, se tiver algum erro me avisem. Leiam a fanfic no ao3 “Lejos de ti” e não se cobrem tanto pessoinhas. Fiquem bem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...