1. Spirit Fanfics >
  2. Turma da Monica Jovem - Ensino Médio >
  3. Cada um na sua casa

História Turma da Monica Jovem - Ensino Médio - Capítulo 55


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, esse uns dos penúltimos caps, a história está chegando no fim. Então, aproveitem enquanto podem♥

Capítulo 55 - Cada um na sua casa


Fanfic / Fanfiction Turma da Monica Jovem - Ensino Médio - Capítulo 55 - Cada um na sua casa

Na ida, Cascão com Magali iam de mãos dadas enquanto Cebola morria para levar Monica que se rebatia no ombro. Tony deixou Carmen na casa dela, Denise aproveita para ficar junto dando um beijo no Xaveco de despedida. Tony e Xaveco, no fim, foram embora juntos. Rosinha e Chico tiveram que sair cedo por conta dos pais dela. Apenas ficou Aninha com Titi, Amanda com Dc. Cascuda com Quim tinham saído juntos, o assunto era quieto, nenhum abria a boca. Ela resolve dizer algo depois que chegaram no ponto de ônibus:

—Eu não quis dizer por aquela intenção Quim. Mas terminamos com eles a umas semanas naquele dia e não tinha tempo de começar a gostar de mim. Isso seria meio que desconfortável para mim. Namorando você ainda gostando do meu ex. - deu uma risada fraca.—Hilário não?...desculpe por querer namorar você somente para esquecer meu passado.

—Tudo bem. Eu me irritei porque ainda gostava da Magali. Olha, podemos recomeçar juntos para esquecê-los juntos. Que tal?

—Seria uma boa idéia. - sorriu ela.

—Então... - e chegaram na frente da frente da casa dela.—Oficialmente estamos namorando agora?

—Sim. Boa noite. - ergue seus pés dando um selinho na bochecha dele e direto corre para dentro de sua casa.

Quim ficou ali parado pensando em várias vezes que esse era o certo. Mas, tudo tem o seu tempo. Era sua hora de esquecer a Magali de vez e aceitar o seu presente. No casamento, chegou Franja com Aninha e Titi perto de Dc e Amanda sentados na cadeira em frente a mesa. Aninha cruzou os braços dizendo:

—Ela bebeu?

—Até demais. Ela não consegue nem abrir os olhos. Nem falar.

—Parece que ela dormiu. - afirma Titi.

—É porque ela dormiu, Titi. - concluiu Franja com os braços cruzados.

—Mas sua esposa está chiquê e lindíssima hoje, né Franja? - disse Dc.—Eu achei ela incrível.

Franja e os demais olharam para trás vendo Marina tirar fotos no estúdio com sua família, aquele sorriso era maravilho e inesquecível ao Franja. Ele ama muito a de cabelos cacheados marrom com mexas loiras. Além de ser um amorzinho, era uma menina calma e meiga com todos e, artista profissional. Franja deu aquele suspiro de orgulho dizendo:

—Ela é.

—Falando nisso, vocês compraram uma casa para morarem?

—Oh, eu comprei uma mansão mas primeiro vou esperar ela terminar o colégio para morarmos juntos.

—Decidiram se vão ter...filhos?

—Filhos!? - Franja se assusta.—B-bem... - começa a suar passando a mão na nuca.—Ela não me mencionou nada disso ainda. Mas se decidirmos, vai ser depois que ela terminar o colégio, isso eu te garanto. Sabe, não quero atrapalhar os estudos dela.

—Você é bem compreensivo com ela. Ambos de sorte de tê-los um ao outro. - afirma Aninha passando gelo na testa de Marina.

—O que quer dizer com isso, Ana? - pergunta Titi.

—Nada demais. Só o modo de eu ter uma namorado sarado que se importa com o próprio corpo para impressionar as meninas, não é nada demais mesmo.

—Conversaremos em casa. - Titi ergue uma sobrancelha.

—Franja, venha tirar uma foto! - disse sua mãe puxando ele para o estúdio para a família dele com a de Marina tirarem uma foto em coletivo.

Quando Cebola chegou na frente da casa de Monica, olhou seus amigos dizendo:
—Vou deixar ela na casa. Os pais dela devem estar dormindo.

—Toma cuidado. - disse Magali.—Cuida dela, da minha melhor amiga.

—Pode deixar. Cascão falow.

—Falo, careca. - deram as mãos e logo Cascão foi indo embora com Magali abraçados.

Cebola abre a porta correndo até a sala e a jogando com tudo. Monica segura o cabelo de Cebola com força e olhando para ele com cara fechada, sua cara parecia estar em outro mundo:

—Por que você ousou me trazer a força? Seu tarado!

—Me solta Mo! Por favor, tá doendo!

—Ah, eu preciso de água! - começa a balançá-lo e depois o solta.—Onde estamos? No paraíso?

—Não. Estamos na sua casa e é melhor falar baixo. Seus pais vão acordar.

—E daíí?

—Você está mesmo sem cabeça, né? Eu já volto. - fechou a porta indo para a cozinha encher o copo d'água.


Notas Finais


E aí? Algum elogio ou critica? Estou ouvidos a qualquer frase que vier♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...