História Tvd 2.0 - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Youngjae, Yugyeom
Visualizações 9
Palavras 2.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores eu trouxe mais um cap lindíssimo pra vcs 💜

Boa leitura ^^

Capítulo 2 - II


Abri os olhos encarando o teto branco, me inclinei pra ter certeza de onde estava, observei os móveis brancos e um carrinho com alguns medicamentos ao lado da cama, estava em um hospital, mais tinha algo estranho, não dava pra ver nada pelo vidro da porta, tentei me levantar mais uma dor nas costelas me impediu então caí na cama fazendo um barulho não tão alto mais que fez com que um homem de cabelos loiros aparecer na porta

??? - Vejo que já se acordou - ele sorriu docilmente indo em minha direção que fez com oque eu me encolhesse naquela cama - Não tenha medo de mim, apenas irei cuidar de você - disse analisando os ferimentos no meu rosto, ele tocou delicadamente meu queixo para que erguesse o olhar, ele prestava atenção em cada machucado do meu corpo, diria que ele era um médico se não fosse pelas roupas descontraídas e que não parecia nem um pouco com roupas de médico.

Ele tirou o esparadrapo que tampava um dos meus machucados, olhei pra onde ele tinha tirado e não existia nada ali, mais pude ver que no esparadrapo tinha bastante sangue, arqueei uma sobrancelha confusa, ele sorriu pra mim e eu continuava confusa 

Hae - Porque tinha um esparadrapo em um lugar onde não estava machucado ? - falei baixo encarando sua face serena 

??? - Existia um ferimento aqui, mais cicatrizou - disse ainda sorrindo

Hae - Como cicatrizou tão rápido ? - disse mais pra mim do que pra ele 

??? - Não se preucupe com isso agora, meu nome é Kim SeokJin - estendeu a mão e eu a apertei - Você quebrou uma costela mais daqui pra amanhã já vai está curada, não tem com oque se preocupar - disse se afastando de mim - Tenho que resolver umas coisas agora, Jungkook vai vir aqui pra ficar com você, qualquer coisa peça a ele - se curvou minimamente saindo daquela sala toda branca em que eu estava, Jung quem ? 

Um moreno entrou se escorando na porta 

Kook - Como está se sentindo ? - disse cruzando os braços, reconheci aquela voz no mesmo instante

Hae - Olha eu tô bem, tirando pelo fato que fui espancada e quase estrupada por um grupo de idiotas, realmente, melhor impossível - disse sarcástica e com uma cara de tédio pra ele 

Kook - Você é muito mau agradecida - foi até mim - Eu que salvei sua vida - disse me encarando 

Hae - Tudo bem, mais você foi grosso naquela festa e eu nem disse nada - falei também encarando ele 

Kook - Você disse quando eu não estava mais ali, falou pelas minhas costas - disse sorrindo ladino e eu respirei fundo deixando claro que não queria continuar com aquela conversa - Tudo bem não vamos falar mais nisso - se sentou em um lugar vago no canto da cama - Daqui a pouco você melhora - disse analisando todo o meu rostos que fez com oque me deixasse desconfortável - Tá com fome ? - neguei olhando pra baixo - Tudo bem - se levantou se sentando na poltrona que havia ali 

Hae - Vai ficar aqui comigo toda hora ? - disse franzindo a testa e o mesmo soltou uma risadinha 

Kook - Quer que eu vá embora ? - disse rindo e eu bufei - Tá vendo você não quer - falou ainda rindo 

Hae - Cala a boca - disse revirando os olhos

Eu acabei pegando no sono outra vez, levantei da cama e não senti dores nas costelas mais, oque foi estranho, já que eu quebrei uma costela e ela curou rápido demais.  

Eu estava com a mesma roupa de ontem, sai da cama descalças mesmo, não era um hospital, a casa era toda branca com alguns detalhes creme oque dava um ar de sofisticação, desci as escadarias observando cada detalhe daquela casa enorme, quando cheguei no fim da escada fui em direção a uma sala de televisão que tinha um sofá enorme 

Jin - Já melhorou, foi mais rápido do que imaginei - disse rindo e eu me virei rápido, sua risada era estranha porém adorável oque fez eu também rir - Olha só você ri - disse sorrindo e eu neguei prendendo o riso - Tenho certeza que você tá com fome, escutei sua barriga roncando daqui - disse rindo e eu fiquei constrangida, pensei que só eu tinha escutado, ele me guiou até uma cozinha enorme onde tinha uma bancada, me Sentei ali admirando o lugar

Jin - Quantos anos você tem Hae ? - disse me entregando um prato de sopa - Parece nova pra uma moça que já está terminando a faculdade - disse se apoiando na bancada ao meu lado 

Hae - Eu tenho 21, e sim já estou terminando a faculdade - disse rindo desengonçada - Como sabe de tudo isso sobre mim ? - Indaguei pegando uma colherada da sopa que ele tinha me dado 

Jin - Bom... - coçou a nuca e foi interrompido pelo som da porta sendo fechada brutalmente - Min Yoongi tenha modos, temos visita - o moço de cabelos negros foi até nos com o olhar baixo - Hae esse é o Min Yoongi, Yoongi essa é a Chan-Hae - me apresentou a ele e me curvei minimamente e ele fez o mesmo

Yoongi - Desculpe, não sabia que tínhamos visitas - disse sem graça e eu sorri

Hae - Não se preocupe - ele sorriu de canto indo em direção as escadas 

Jin - O jantar sai às sete - disse encarando o moço que apenas assentiu - Não ligue pra ele, sempre foi assim - disse dando de ombros e eu ri 

Eu terminei a sopa conversando com o Jin, ele era muito bonito com seu rosto angelical, sempre me fazia rir contando as histórias de como era morar com outros meninos, ele era interessante e tinha uma risada marcante.

Kook - Hyung me ajuda - disse descendo as escadas com um terno preto e com a gravata toda errada - Não consigo nunca acertar essa porcaria - Resmungou um palavrão baixinho oque me fez rir e o moreno perceber a minha presença - Aah você já está aí - disse rindo 

Jin - Não posso, peça pra Hae ajudar você - disse colocando algo no forno, me aproximei do moreno ajeitando a sua gravata e evitando olhar pro seu rosto 

Hae - Pronto - me afastei colocando as mãos pra trás e encarando seu rosto 

Kook - Obrigado - piscou pra mim oque me fez olhar pra baixo - Você vai jantar aqui hoje, suas amigas mandaram milhões de mensagens - disse me entregando o meu celular 

Hae - Com certeza mandaram, eu sumi - disse rindo - Fui sequestrada por você - disse rindo e ele revirou os olhos

Kook - Idiota, eu salvei sua vida - disse e virou o rosto pro Jin - Eu vou sair daqui a pouco - ele olhou pra mim e foi em direção a sala, continuei ali vendo e respondendo as mensagem das meninas e umas do Nam, tenho certeza que ele devia está muito preucupado e imediatamente meu coração ficou apertado só de imaginar sua tensão.

Jin conversava comigo e eu falava com ele enquanto olhava minhas redes sociais, o som da campainha tocando várias vezes seguidas fez minha cabeça doer, Jin foi abrir a porta e vi o olhar furioso do meu irmão indo em minha direção e me puxando pelo braço

Hae - Namjoon calma - disse tentando me soltar dele - Eu posso explicar - disse fazendo o mesmo olhar pra mim 

Nam - Fazemos isso quando chegarmos em cada Hae - disse me puxando até a porta, nunca vi ele tão irritado 

Kook - Solte ela - disse do topo da escada, Nam e eu olhamos pra ele, ele desceu as escadas rapidinho - Ela vai jantar aqui - disse cruzando os braços e Nam riu de desdém

Nam - A não vai mesmo - disse soltando o meu braço e encarando o JungKook com um olhar mortal - Quem ele pensa que é ? - disse olhando pra mim e encarava tudo com uma cara de tédio 

Kook - Ela é minha convidada e vai jantar aqui - disse indo mais pra perto

Jin - JungKook deixe eles irem embora, outro dia chamamos a Hae pra jantar conosco - disse sorrindo pra mim e eu retribui com vergonha pelo meu irmão 

Hae - Obrigada pelos cuidados e desculpe pelo meu irmão - disse olhando séria pro Namjoon - Venho sim pode deixar - sorri e acenei pra eles indo em direção ao carro do Namjoon - Ridículo - disse entrando no carro e batendo a porta com força - Precisava arrumar todo aquele escândalo Namjoon ? - disse irritada encarando ele quando entrou no carro

Nam - Sim eu precisei, porque você tava em uma casa cheia de homens ? Ainda mais quando os Kim moram nelas - disse me encarando e ele estava realmente furioso 

Hae - Eu estava lá porque eles me ajudaram, eu estava saindo da festa quando um grupo de idiotas bêbados me espancaram e quase me estupram, feliz em saber ? - disse cruzando os braços e colocando o cinto 

Nam - Aah, então eles te levaram pra casa deles e não pra um médico ? - disse ligando o carro e eu apenas suspirei, só queria minha cama.

Eun

Depois da festa eu fui embora nem sei como, acordei na casa da Hye, ligue QUINHENTAS vezes pra Hae pra saber se ela tinha chegado bem, todas as ligações diziam que o celular estava fora de área, achei estranho já que ela sempre deixa o celular ligado, mandei uma mensagem pro Namjoon perguntando se ela tinha chegado bem, Nam surtou e disse que ela não tinha dormido em casa e que pensou que ela estava com a gente, Hye e eu ficamos desesperadas e Nam disse que resolveria.

Algumas horas depois Hae nos ligou falando que já estava em casa, eu e Hye nem pensamos duas vezes, fomos direto pra lá 

Hye - Então quer dizer que você dormiu na casa dos Kim ? - disse repetindo aquilo pela terceira vez só hoje 

Hae - Sim Hye, sim - disse com os olhos fechados deitada no sofá, Hae parecia levar o fato de quase ter sido estrupada fosse apenas uma lembrança ruim, ela não tinha ferimentos pelo corpo oque me fez duvidar da sua versão 

Eun - Porque não tem marcas pelo corpo já que foi espancada ? - disse cruzando os braços e Hae suspirou 

Hae

Lá estava eu levando lição de moral da Hye e da Eun, parecem até minha mãe, eu nem dei o trabalho de responder a pergunta da Eun, nem eu mesma sabia como as marcas tinham sumido assim de repente, a campainha tocou e Hye foi abrir, enquanto isso estava prestando atenção nas brigas da Eun comigo, achei estranho ela parar de falar encarando a porta então olhei pra onde ela estava olhando e vi JungKook ali parado na porta

Kook - Oi - sorriu tímido e eu me levantei 

Hae - Oi - disse indo até ele - Como descobriu aonde eu moro ? - disse arqueando uma sobrancelha e o moreno sorriu 

Kook - Tenho meus truques - disse rindo - Toma você esqueceu lá em casa - disse entregando a minha bolsa - Seu irmão é um idiota, com todo respeito - disse trincando o maxilar e eu ri anasalado

Hae - Ele não é idiota, só é protetor, obrigada por trazer minha bolsa, e por ter me salvado daqueles caras - disse me lembrando aos poucos daquela noite 

Kook - Não peça desculpas, não fiz mais que minha obrigação - deu de ombros rindo, ele caminhou até a porta e eu fui atrás dele - Aliás vou te cobrar o jantar comigo e os meninos tá ? - disse rindo e eu assenti 

Hae - Tudo bem, eu gosto da comida do Jin, qualquer dia eu passo por lá - Sorri e ele retribuiu - Bom... Até outro dia JungKook - acenei 

Kook - Até linda, Tchau meninas - acenou pras meninas que estavam atrás de mim, ele foi embora e eu fechei a porta, as meninas me encaravam com sorrisinhos maliciosos e eu já entendi oque elas estavam pensando

Hae - Não comecem, foi ele que me salvou dos caras bêbados lá - disse indo pra cozinha

Eun - Menina ele é um gostoso lindo pra um caralho, e da minha faculdade, o único que eu não peguei - disse se sentando na mesa - Quem dera ele tivesse me salvado - disse rindo sapeca 

Hye - Cruzes Eun - se sentou na cadeira - Você tem certeza que só foi pra lá porque ele te salvou né ? - disse e eu assenti 

Hae - Tenho certeza sim Hye, agora vamos parar de falar sobre isso ? - elas assentiram e eu tirei a pipoca do micro-ondas e indo pra sala ao lado delas, sempre que o Nam ia trabalhar elas vinham me fazer companhia, quando elas não podiam eu ficava só com meus filmes e livros, não sou nerd como a Eun diz, só gosto de ler, me peguei olhando pra onde o Jin tirou o esparadrapo e vendo que não tinha nem marcas que dissessem que eu realmente tinha sido atacada por aqueles caras, se eu fosse pra outras pessoas ninguém acreditariam em mim, isso é cientificamente impossível.


 


Notas Finais


Opaaaa, gente acabou mais eu tô amando dms essa minha fic bebezinha, CTA tá passando por mudanças por isso está demorando a ser postada viu anjos ? Byeee 🦄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...