História Tvd-Fenda - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Tags Tvd-fenda
Visualizações 4
Palavras 2.562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Informações


Dia 2

*Mansão dos Salvatore*

Damon: Quer saber de uma?

Stefan: o que?

-Acho que devemos trazer a tal garota aqui

-E como pretende fazer isso? Da última vez ela não te deu nem bola.

-Ela não vai ter escolha

-Damon, o que pensa que vai fazer?

- Calma irmãozinho, ela só vai está desacordada, e então fazemos nossas perguntas e hipnotizamos e pronto, ela volta são e salvo.

- você não pode fazer isso!

-Eu sei que você sabe que é o que devemos fazer, não sabemos quem ela é. E pode ser perigoso, principalmente para a Elena

Stefan bufo e não contestou

-Chama todo mundo, que eu vou da um jeito de trazer ela aqui.

______________________________

-Nona já estamos indo para o colégio

Nona:boa aula

- a nona eu vou passar na casa de uma colega depois da aula está bem.

- ué você não vem comigo?

Nona: como vai voltar pra casa?

-Não é muito longe posso voltar andando

Nona: nem pensar, é perigoso, vá com meu carro, vou está mais segura assim.

-Obrigada nona

Nona: se cuidem meninas

“Damon ouvindo tudo escondido atrás de uma árvore. (-Melhor ainda, nona a sr não sabe o quanto facilitou as coisas para mim.)

Então as meninas sae de casa e entrao nos carros, assim que a outra garota some de vista damon entra no carro da Xxx sentando no banco do passageiro "

-Ficou doido? Quem você pensa que.. hum, huuuuum hum

-Calminha ai lindinha

Colocando um pano com formou na boca e nariz dela a fazendo desmaiar

Ele troca de lugar com ela e então dirigi até a mansão dos Salvatore.

______________________________

Stefan: você disse que não ia machucar ela.

Vendo Damon a colocar na cadeira

Matt: você sequestrou a garota? Ficou doido?

Damon:quem chamou você?

Carolaine: eu chamei

Elena: o que você fez com ela?

Damon: relaxem ela só desmaiou jaja ela acorda.  _ termina de amarrar ela na cadeira.

Elena fica sentada ao lado dela enquanto os outros conversão sentados no sofá.

Xxx desperta e:

-Eu ajudo você e é assim que me agradeça garota? Falando com Elena

Damon: olha você acordou que ótimo já pode ir falando se não... _ele é  impedido de continuar pois ela o interrompe o desafiado 

Xxx:Se não o que? Vai me matar, me tortura?

Damon: posso tentar

Stefan: ou ou ou, ninguém aqui quer te machucar só queremos conversa

-E para isso presisavam me acorrentar nessa cadeira?

Matt: solta ela gente.

Damon: perdi a paciência, se n vai por bm cai por mal_ ele faz um pequeno furo com uma faca no braço dela

-ai, ela resmuga_ mas logo Damon leva a ponta da faca com gotículas de sangue a boca

Damon: ótimo, sem verbena _ esboçando um sorriso.

Todos observam a cena sem terem o que fazer.

Damon: Quem é você? E o que quer? Usando o controle mental.

Xxx: Eu já disse que não le devo satisfações_ com um sorriso sarcástico que revela sua irritação.

Damon:Ok, você quer do jeito difícil, então leva a mão com a faca até a perna da garota na tentativa de le fazer outro furo mas é impedido por Elena.

Elena: não vai machucar ela

Taylor entra na mansão antes que Damon possa contrariala

-O que está acontecendo aqui? Fala ao ver as costas da garota na cadeira

-Taylor? Taylor me solta?

Então Taylor caminha até a cadeira e vem quem é a tal garota.

Carolaine: conhece ela?

Taylor: o que vocês fizeram com ela? Por que a cortaram?

-Aqui bebe, ele fura seu braço e da para ela beber.

- Não vou beber sangue de vampiro.

-Eu sou híbrido lembra? tá tudo bem pode beber .

E Em seguida começa solta lá.

- eu vou levar lá pra casa.

Damon: calma ai Lockwood 

Antes que pudessem falar qualquer outra coisa Bonnie se manifesta.

-Não chegamos a lugar nem um até agora, olha, só queremos saber quem é você, e como fez aquilo com a Elena, por favor? Bonnie é gentil

Xxx sorri.

-Era só isso? Não precisavam me machucar, bastava serem gentis e me perguntarem.

Elena: bom você não me respondeu quando perguntei. _ fitando o corte cicatrizando.

Xxx:  não sou você que sai contando para qualquer pessoa que é uma "vamp"

Elena não responde apenas esculta.

Stefan: nos desculpa pelo que fizemos 

Carolaine: ficamos com tanto medo de que você pudesse fazer algum mal a nós que não medimos as consequências.


Xxx= respirar fundo revirando os olhos-Ok vamos lá o que vocês querem saber?

Matt: seu nome? já seria um começo. Ele pergunta em um tom gentil

Carolaine: por que a hipnose não funcionou com você?

Elena: como fez aquilo? Me mostrou o meu futuro realmente ou foi apenas uma ilusão?

-Meu nome é Alana e aquilo realmente é seu futuro ao menos uma parte dele, um futuro próximo se nada acontecer.

Stefan: como consegue fazer isso?

Carolaine: você é uma bruxa?

- Olha eu já falei demais ok. E eu tenho que ir.

Elena: por favor nós conte.

- Se realmete quer tanto saber por que não pergunta a sua irmã?

- Mas eu não tenho irmã

- Como pode se desfazer assim dela?

Carolaine: Elena não tem irmã

- Como não? Ela é gêmea da minha professsora de latim.

- Eu realmete não tenho irmã

- Ketlin tinha ração você é má

Damon: ou ou ou ou , ketlin? Ela não é irmã da Elena.

-Como não? Elas são idênticas, e a propria ketlin me confirmou isso.

Stefan: Cuidado ela é perigosa

- E por que eu acreditaria em vocês?

Stefan: eu posso te mostrar_ tenta colocar a mão no rosto dela mas Alena se afasta.

Taylo: calma ele só quer te mostrar um pouco do passado.

Então Alena que coloca a mão no rosto de stefan.

- Eu vejo

Então um flashback do passado de Damon e stefan invadem a mente de Alena.

- nossa

Ela estava não demonstra surpresa.

-Tem alguem aqui que não é vampiro? 

Caroline:o Matt é humano

Matt: E a Bonnie que é bruxa

-Nossa

Damon: agora que todo mundo já se conhece, por que não diz quem é você realmente?

Elena: por que veio para cidade?

O telfone de Alena toca.

-Alô

-Onde você está?

-to na casa de uma amiga

-Depois me encontre no cemitério.

-Ok

Todos consegue ouvir a ligação até mesmo Matte Bonnie pois o volume do celular estava um pouco alto, e apesar de alguns ali acharem a voz familiar não associam a pessoa 

Damon: cemitério? Que exótico?

Elena: obrigada por não ter nós denuciado.

Alena: olha eu tenho que ir ok.

Elena: espera, eu quero te pedir desculpas, todos nós queremos por termos feito isso com você.

Bonnie: sério, nos perdoe

Alena: tudo bem, agora eu tenho quer ir. Mas aonde eu to? Como faço pra chegar até o cemitério?

Stefan: você ta na casa dos salvatores, minha casa

Damon: e minha

Elena: bom e agora também é a minha

Alena: pera deixa eu ver se eu entedi tudo então. Você Elena namora o

Elena: stefan

Alena: ok, e o Taylor namora a?

Stefan: a carolaine.

Alena: e a Bonnie?

Caroline: ela namora o jeremy

Elena: meu irmão, você viu ele na visão.

Alena: certo, e o matt e o Damon estão encalhados?

Damon: eu não to encalhado

Alena: que seja… mas enfim como eu volto pra estrada? Indo em direção a porta.

Damon: eu te acompanho, até o cemitério, considera minhas desculpas_ piscando para ela.

Elena: você volta? _ chega perto e a abraça.

Alena: eu volto _ em seguida sorrir

Então ela e Damon saem.

Matt? O que foi isso?

Elena: eu não sei meu coração se aqueceu quando ela chega perto.

Stefan: eu sentir o mesmo

Taylor: que estranho.

Carolaine: você ainda não me falou como a conhece?

Taylor:Bom_ sentou. - quando sair da cidade para quebrar a ligação com o klaus, antes de conhecer a alcatéia,  eu fiquei em um hotel, e quando a lua chegou, fui para uma floresta, a corrente arrebentou então fiquei a solta e só me lembro de ter acordado com ela do meu lado.

Caroline: ela te viu como lobo?

Taylor: sim, e não sei como mas ela fez com que eu ficasse ali perto dela a noite toda, ela controlou a fera que vive dentro de mim.. e então eu contei toda minha história, a nossa Caroline ai ela me apresentou a Harley e o resto vocês já sabem.

Matt: então a garota é legal.

Bonnie: mas como ela pode saber disso tudo? Qual é a real história dela?

Stefan: bom não sabemos, mas não vai ser com tortura que vamos arrancar dela.

Elena: eu vou pergunta a ela.

___ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __

*Carro da Alena*

- vira as esquerdas

Alena vira..

-E então por que veio para Mystic Fall?

- Me mudei com minha vó, e minha irmã.

- A loirinha que entrou no outro carro?

-Estava me espiando?

- Não entedi a surpresa, Faz a curva.

- sim Ela é a minha irmã

- vocês não se parecem

- você e Damon também não.

- mas então qual a idade de vocês? Você já pode dirigir ou ta infringindo a lei?

-e você se importa com leis?

-Só estou tentando puxar assunto. Oferta de paz.

- ok _ bufou_ temos 16

-As duas?

-Somos gêmeas_parando o carro.

-Qual o nome dela? por que parou o carro?

-Alana, por que eu já conheço o caminho da qui.

- Não quer que seu namorado nos veja?

-Tchaw Damon, e não me siga.

-ok.

Damon sai e Alena segue até o cemitério.

-Oi

-Oi_ sorrindo. -Não sabia que ia voltar tão rápido.

- eu queria te ver.saber se estava bem_ começa a caminhar

-Eu estou bem, bom ainda me adaptando._ caminha junto

- Você não foi a aula hoje.

-Não, eu estava com uma amiga.

-Posso saber quem é? Talvez a conheça.

- Elena, Elena Gilbert

-Não sabia que eram amigas.

- você a conhece?

-Ela e toda todos os envolvidos .

-Elena realmente não tem irmã gêmea?

- Não por que?

-Minha professora de latim, mentiu para mim.

-Não sabia que estava fazendo aula de latim.

-bom, eu gosto, e me ajuda com aqueles livros velhos.

-me diga, quem é sua professora de latim?

- ketlin Pirce

Ele estava surpreso – eu quero que você se afaste dela.

- Você também?

- Sim. Ela é má não cofie nela.

___ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _

P.o.v Alena

Confesso que saber que a ketlin é má não me causou muita surpressa acho q np fundo eu já sabia, só não queria acreditar. Bom mas agora eu to no meu quarto esperando ela chegar, não sei se a trato mal, se brigo, se finjo que nada aconteceu eu só…. _sou interrompida

Ketlin: oi, desculpa a demora _ dize na porta com seu casaco na mão

-O que você quer comigo? Por que me preocurou? _ me viro pra ela

-Do que você ta falando Alena? _ adentra e coloca o casaco na cama

-Nao se finja de boba ketlin eu sei que você não e irmã da Elena coisa alguma.

-Eu não sei do que você está falando . Ela se aproxima de mim.

Eu a agarro e finalmente vejo seu passado.

- vou te dar 3 segundos pra sumir da minha frente e não voltar nunca mais ou conto para o klaus que você ta na cidade.

Rapidamente ketlin Pirce vira um borrão na minha frente sumindo de vista espero que para sempre.

___

Desço para a sala onde está minha vó e a minha irmã.

Nona-Onde esteve? Já sei que não foi a aula.

-Estava na casa de uma amiga. Resolvendo umas coisas.

- voce sabe que eu não gosto que você mate aula.

-Eu sei vovó me desculpe.

-Alena vamos até meu quarto comigo? Minha irmã pede.

___ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ _

Entramos e ela encosta a porta, parece super animada então logo começa .

-preciso te contar uma coisa se não vou explodir_ ela realmete estava animada

-O que ? Pergunto curiosa

-Eu não fui pra casa de uma amiga _ ela coloca a mão na boca

- e pra onde você foi? _ sento na cama ao lado dela.

-Eu, eu _ ela começa a dar risadinhas animadas.

Eu olho sem enteder muito o por que de tanta animação.

-Ok,_ ela respira fundo. – eu vou falar.

-Sou toda ouvidos.

-Eu fui pra casa do tonny (namorado dela)

-Alana se a nona descobrir.

-Só se voce contar.

-Eu não vou, ta continua. Ta me deixando curiosa.

-tonny me pediu em namoro!

-aaaaaaaaaaaaaaa

-aaaaaaaaaaaaaaaa

Eu dei um gritinho e ela deu outro.

-Ai me conta tudo vai. Dou tapinhas nela.

-Ele decorou a casa toda com flores e velas , em cima da cama estava escrito eu te amo com pétalas de rosas.. ai eu estou apaixoda por ele, completamente

-To tão feliz por você- a abraço.

-Obrigada.

-Agora temos que contar pra nona né.

-Nao Alena- ela levanta e fica de costa para mim. – ela não vai saber de nada.

-Alana, nossa vó é uma bruxa, ela vai descobrir.

-É por isso que você vai usar seus poderes em mim, e ocultar a minha relação com o tonny, para que ela não descubra nada.

-Alana

-Ai, por favor Alena. Eu te ajudei a se livrar do diretor outro dia.

-Ai ta bom. Reviro os olhos sorrindo, me levanto e pego na mão dela.

-Está feito.

-Ai obrigada _ ela da pulinhos de algria.

-Alena, o que aconteceu com sua professora de latim?

-Ela era uma vampira de mais de 500 anos, e não era nada boazinha.

-Nossa_ ela estava surpresa

-A nosaa vida é esquisita.

-bota esquisita nisso.

-Eu vou dormi alana, meu dia foi cheio.

-Está bem.

___ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __

Alena

Acordo, e o dia está chuvoso mas temos que ir pra escola né.

Xxx:Bom dia dona Alena.

-Já diz-se que pode me chamar só de Alena.

Alana:ela é a empregada tem que demonstrar respeito_ Alena dize descendo as escadas.

-Alana_ a regremino com os olhos.

-relaxa, vem vamos comer.

-Cade a nona Marília?_ pergunto para a empregada.

-Ela saiu cedo, diz-se que foi resolver uns negócios.

-Que droga eu queria pegar o carro dela de novo.

-Ninguém mandou você destruir o seu_ começo a rir dela – agora você vai ter que vim comigo.

-Ai ta bom, vamos logo que já está tarde.

Me levanto pego minhas coisas e vamos para o carro.

-Alena, ontem eu achei ter visto o encomadinho.

- Você não achou você realmete viu, ele está na cidade.

-Por que ele não foi lá em casa?

-Por que você não leva o tonny lá em casa?

Ela revira os olhos -nona

-Pois é, ela não aceita que temos amizade com niguem que já matou.

-Mas o tonny estava transformando, ele não teve culpa.

-E o “encomadinho “ salvou nossas vidas varias vezes.

-Agora explica isso pra vovó

Chegamos a escola, eu fui para minha aula, e alana para a dela.

Bonnie sentou ao meu lado – oi.

Oi-respondo sem muita importância.

Bonnie: olha, o que fizemos com você foi muito errado, mas você é tão legal, eu quero ser sua amiga_ esticou a mão para que pudesse toca la- você pode ver que minhas intenções são boas



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...