História Twice - Juntas - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, TWICE
Tags 2yeon, Michaeng, Namo, Romance Hetero, saida
Visualizações 259
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Orange, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei! Aqui está a parte dois, amores. Espero que gostem :)

Capítulo 4 - Fansing parte 2 (2017)


P.O.V Jihyo

- Tchau, também adorei te conhecer! - Me despedi de uma Once que acabou de sair da minha mesa e foi em direção a mesa de Sana. E então um rapaz, um pouco alto, se sentou no lugar que antes era ocupadado pela menina. O rapaz estava de capuz, óculos e máscara, estava dificil ver sua cara, mas ele me entregou pequeno cartão.

- Olá! Como se chama? - Pergunto simpática e abaixo o meu olhar para o papel, para já comecar a escrever.

- Park Jinyoung - Me assutei com a resposta, era ele mesmo... ele abaixou a máscara, revelando seu sorriso. Seu perfeito sorriso, para ser mais precisa.

- Jinyoung?! O que está fazendo aqui? - Torci pra não ter gritado, mas achei melhor perguntar novamente em um tom mais baixo (e mais educado) - O que está fazendo aqui?

- Sou um Once, tenho o direito de estar aqui, sabia? - Ele brincou, ele sabia que não se podia brincar com isso. 

- Não tem, não - Respondi baixo, um pouco ríspida, eu acho - Sabe o que pode acontecer se a empresa vir você aqui?

- Sim, eu sei. Sei muito bem - Ele parecia tão tranquilo, tão relaxado e tão... burro! - Caramba, eu só quero me divertir um pouquinho! E para o seu conhecimento, eu acho fansing muito divertidos. Já fui a vários escondido. Ah, e eu também estou feliz em vê-la - Não pude evitar um sorriso.

- Me desculpe, acho que fui um pouco mal educada. Também acho fansings muito divertidos - Eu não poderia culpá-lo, ele só queria sair, se divertir... acho que eu teria feito a mesma coisa em seu lugar.

- Tudo bem, você só estava preocupada - Quem ele pensa que é pra adivinhar meus sentimentos? E o pior foi que ele acertou - Trouxe uma coisa pra você.

Eu não esperava um presente. Eu não esperava Jinyoung! O sorriso dele é a minha morte...

Ele tirou de dentro de uma sacola uma bolinha de tamanho médio, amarela e ao que parecia, macia.

- O que é isso? - Perguntei querendo pegar a bolinha, mas ele não deixou.

- Isso é amuleto. Um amuleto da sorte... - E então eu senti. Senti uma corrente elétrica percorrer meu corpo, Jinyoung pegou na minha mão e colocou a bolinha na palma da mesma - Todos nós precisamos de um amuleto. Todos precisamos de um pouco de sorte - Ele disse com uma voz calma, eu concordava com ele, mas não disse nada. A bolinha estava em minha mão, a mão de Jinyoung estava sobre minha mão, e o meu coração ia sair pela boca. Sentir o calor da pele de jinyoung era algo novo, nunca o tinha tocado de verdade, e nós nos conheciamos a anos, desde os meus tempos de trainner, mas nunca falei com ele. Somente uma semana antes do nosso debut tive essa chance. A mão dele se fechou sobre a minha, deixando a bolinha somente para mim, eu sentia uma estranha necessidade de entrelaçar nossos dedos, e nunca mais soltar. 

- Espero que tenha gostado - Ele tirou a mão de cima da minha, mas seu calor ainda era presente nela. Eu não conseguia falar, não sabia se ele sentia o mesmo que eu eu, essa vontade desesperada de tomar de novo sua mão à minha, não sabia o que ele pensava e também não sabia o que eu pensava (agradeci mentalmente por isso, eu acho). Ele novamente me deu um sorriso, e saiu. Caralho do céu... como isso aconteceu? quero dizer, essa vontade... esse... esse... sentimento...? Estava perdida em meus pensamentos (totalmente perdida, na verdade), mas fui despertada.

- Você esqueceu de assinar - Era ele novamente, apontava para o papel que estava debaixo do meu braço - Eu disse, eu sou um Once - Ele estava sorrindo de novo, não dava pra ver por causa da máscara, mas dava pra ver suas têmporas enrugadas, o que só acontecia quando ele sorria.

Assinei rapidamente, mas com outro nome.

- Por favor, não conte pras meninas que você é você - Pedi - No máximo conte para Mina ou Tzuyu. Só quero que não se exponha - Não creio no que acabei de dizer.

Eles apenas concordou e saiu. Me deixando ainda mais confusa.



Notas Finais


Resolvi deixar esse cap somente para a Jihyo, pq ela merece, ne kkkkk

ainda vou fazer das outras. bjs e ate o proximo cap!

Eai? estao shippando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...