História Twice (imagine) Talvez o fim do mundo? - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, TWICE
Personagens Jackson, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jungyeon, Lisa, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Rosé
Tags 2yeon, Chenlisa, Dahyo, Jensoo, Jida, Markson, Mitzu
Visualizações 310
Palavras 939
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Postando mais sedo hoje.
Era pra mim ter postado ontem, mas não consegui.

Capítulo 12 - Cap. 12


Fanfic / Fanfiction Twice (imagine) Talvez o fim do mundo? - Capítulo 12 - Cap. 12

— Falta quantos dias faltam pra você voltar as aulas? - Rosé pergunta a S/N.

— Faltam duas semanas. Ah! Vocês são tão sortudas, já tem um emprego e eu sou a única na escola. - S/N fala deitando pra trás no colchão.

— Você é mais nova, então o que podemos fazer? - Jisoo sorrir. - Não se preocupe com isso ainda somos amigas.

— Que bom, se vocês parassem de ser minhas amigas eu iria matar vocês. - S/N diz se levantando. - vou fazer pipoca.

— Seu tio Mark foi legal em deixar agente dormir aqui. - Lisa diz acompanhando S/N. - E aquela garota, aquela que você me falou.

— A Momo? - S/N pergunta colocando a panela no fogo.

— Essa mesmo, você já se encontrou com ela?

— Já, uma vez...

— Uma vez? S/N, é assim que você conquista uma garota?! Não foi isso que eu te ensinei. - Lisa disse balançando a cabeça negativamente. 

— Tô começando a achar que pedir pra vocês dormi aqui foi uma má ideia, ficar sobrando de vela. - S/N colocando a pipoca em uma tigela voltando pro quarto. - Aqui suas mortas de fome. - entrega a pipoca pras meninas. 

S/N quer realmente se encontrar outra vez com Momo, mas não sabe como a convidar. 

Momo pra S/N foi como o seu primeiro amor, a garota que via a sua frente, era bonita, engraçada, madura e tinha um ar mistérioso. O que chamava atenção, Momo é diferente de qualquer outra garota.

S/N não sabe exatamente o que sente ao está perto de Momo, mas era como se o mundo a sua volta parasse e ficasse focado apenas nas duas. 

— Tô ficando com sono... - Jennie diz rolando na cama. - vamos dormir. 

— Já está com sono? Mas ainda é sedo. - Jisoo olha pra namorada. 

— Não precisam dormi, mas eu vou dormir. - Jennie fiz fechando os olhos. 

— Vamos dormi também, é possível que se eu ficar acordada até duas manhã meu tio vai vim aqui dar um sermão. - S/N diz fazendo Rosé, Jisoo e Lisa, rirem.

Após algumas semanas. 

Pov. S/N 

Falta apenas dois dias pra voltar as aulas e ainda não tomei coragem pra chamar a Momo pra sair novamente. Sou um desastre completo. 

Mas se eu a convidar pra onde iríamos? Não conheço muitos lugares, e também não tenho muita dinheiro.

— Apenas ligue pra ela dizendo que quer a encontrar. - tío Jack diz mudando de canal. 

— Dizendo que quero a encontrar? Mas encontrala aonde? - digo já irritada

— Chame ela pra jantar ou ir ao cinema. - tio Mark da sua opinião. - ou apenas a encontre em uma estação de trem e aí vocês combinam. 

— Como se fosse fácil. - digo rindo debochado. - foi fácil pra você tio Mark? 

— Na verdade quem deu o primeiro passo foi eu. - tio Jack ri olhando pra mim. - ele ficou com medo de eu dizer que não, aí eu tive que dar o primeiro passo. - ele rir.

— É esse o caso, e se ela disser não? - eu pergunto e os dois me olham. 

— Aí estaremos te esperando com potes de sorvete. - fio Jack diz fazendo Tío Mark ri. - mas tenha fé ela vai aceitar. 

— Tá bom, vou ligar pra ela. - digo me levantando indo ao meu quarto. 

Pov. Momo

Aquelas pragas de amigas e prima, voltaram pra minha casa apenas pra me encher a paciência. 

— Então Momo ficou vermelha perto dela. - Nayeon diz as meninas.

— S/N? Ela é bonita Momo? Está apaixonada? - Dahyun pergunta. 

Nayeon mais uma vez testando a paciência que eu não tenho. 

— Não, não estou apaixonada. - digo sería. 

— Ah, sempre demostrando seus sentimentos não é? - Mina diz sem me olha. 

— Claro. - respondo.

Mina ainda está com raiva, e talvez com razão. Sinto meu celular vibrar. 

— Alô? - digo ao atender. - S/N? - escuto Nayeon sussurrar pras meninas "a namorada dela" 

— Eu..é, eu queria saber se você quer sair comigo hoje às...às sete.  - S/N diz. 

— Ah, claro podemos nos encontrar na estação do metrô? - pergunto e escuto ela suspira aliviada. 

— Podemos, então até. - ela desliga. 

— Mais um encontro? - Nayeon pergunta com uma cara maliciosa.

— Sim, um encontro. Então eu vou sair e quando voltar não quero ninguém aqui, se tiver alguém aqui, bom já sabem. - ela digo e elas se entre olham. 

— Tá bom vamos embora minutos depois de você sair. - Jihyo diz sorrindo. 

Mais um encontro? Talvez eu devesse dessa vez pergunta a ela sobre ser minha submissa ou talvez seja sedo demais. 

Só não quero que ela se apegue demais a mim. 


Pov. S/N 

Sinceramente eu até que queria os potes de sorvete. Me arrumo rápido, estou nervosa e feliz ao mesmo tempo. Ela aceitou. 

— Vá e volte com cuidado. - tío Mark diz, ao eu está saindo. 

— Pode deixa. - sorri e  saio de casa.

Faltam exatamente meia hora pras sete, chegar na hora e ser pontual. 

Chego na estação de metrô marcada. A ansiedade toma conta do meu corpo. Que todas as coisas que vão acontecer hoje sejam boas.

Vejo Momo chegar elegante como sempre, deixo um pequeno sorriso escapar ao ver ela. 

— Vamos. - ela diz ao chegar perto se mim. - Vou te levar em um restaurante. 

— Mas eu que te chamei... 

— Não diga nada, vou te levar e pronto. - ela segura minha mão, me puxando ora entrar no trem.

Seu toque fez meu coração palpitar rápido. Como um pequeno toque pode me causar isso? 



Notas Finais


Capítulo curto, mas sou posta um mais longo, logo hoje.
Prometo.
안녕! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...